Prefeitura da RMC fecha parques por tempo indeterminado e proíbe eventos públicos

O Decreto Municipal Nº 420/2020 entra em vigor já nesta quarta-feira (25)

A Prefeitura de Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba, anunciou no início da noite desta quarta-feira (25), um novo decreto municipal que determina o fechamento dos parques municipais por prazo indeterminado. Outra ação decretada se refere aos eventos públicos, que estão proibidos “no tocante que resulte na reunião ou aglomeração de pessoas”.

“Em razão da pandemia da Covid-19 e do crescente número de infectados no município, fica expressamente vedada a aglomeração de pessoas nos parques municipais”, diz o comunicado da Prefeitura.

O Decreto Municipal Nº 420/2020 pode ser consultado no Diário Oficial desta quarta-feira e entra em vigor a partir da mesma data.

Informações Banda B.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tarifa de ônibus em Araucária será reduzida pela quarta vez em três anos

Dos atuais R$ 2,40, a tarifa terá nova redução e passará a ser de R$ 2,20 a partir de 11 de janeiro

A pandemia da Covid-19 teve forte impacto econômico nos municípios. Mas, apesar disso, a Prefeitura de Araucária conseguiu manter o pleno funcionamento do sistema de transporte coletivo local (Triar) e ainda, dentro do compromisso de garantir o transporte coletivo como serviço essencial aos moradores, informa que, mais uma vez, vai reduzir a tarifa das linhas do sistema local. Dos atuais R$ 2,40, a tarifa terá nova redução e passará a ser de R$ 2,20 a partir de 11 de janeiro. Será a quarta redução consecutiva no valor da tarifa local desde o início de 2018.

Junto com a sequência de reduções de tarifa, o município ainda conseguiu implementar uma série de benefícios de gratuidades no transporte a grupos específicos; entre eles, todos os alunos da educação infantil ao ensino médio de instituições públicas locais. Os ônibus do sistema Triar também contam com sinal de internet grátis e gratuidade aos domingos.

Para o sistema de transporte coletivo local, abril foi o período mais crítico. Se em janeiro e fevereiro, o número de pagantes estava acima de 700 mil, em abril de 2020, mês de menor receita, chegou a 335 mil.

Mesmo com todos os desafios em decorrência da pandemia, a Prefeitura estima que o subsídio pago para custear o sistema de transporte coletivo em 2020 (incluindo a garantia da integração com as linhas metropolitanas) está estimado em um total próximo à R$ 33 milhões. Em 2019, este valor ficou em cerca de R$ 25 milhões. Mas este valor já foi muito maior: R$ 42 milhões (em 2014), R$ 43 milhões (2015) e R$ 46 milhões (2016); época em que nem havia muitas das gratuidades atuais ou o sinal de internet nos ônibus. A otimização dos recursos possibilitou mais benefícios com menos custo para o município.

“É importante esclarecer que, mesmo com a queda na arrecadação [catraca], mantivemos a mesma configuração do sistema que transportou 1 milhão de passagens/mês para atender quando tivemos apenas 400 mil passagens”, explicou o secretário de Planejamento, Samuel Almeida da Silva.

REDUÇÕES

Em janeiro de 2018, a tarifa foi reduzida pela Prefeitura de R$ 4,25 para R$ 2,90. Em abril de 2019, caiu de R$ 2,90 para R$ 2,65 e, em novembro de 2019, passou a ser de R$ 2,40. A nova redução da tarifa para R$ 2,20 ocorrerá também mantendo a integração gratuita com as linhas metropolitanas, a integração temporal entre linhas do Triar (‘ponto a ponto’), a tarifa domingueira (gratuita) e as várias isenções previstas em lei.

Para a Prefeitura, as melhorias no transporte público resultam em impacto positivo direto na qualidade de vida dos moradores e no desenvolvimento econômico e social. A redução da tarifa é um estímulo à utilização do transporte coletivo local, o que pode favorecer o comércio do município, por exemplo. Para os empresários, é um apoio importante já que reduz o custo com transporte dos empregados. Para as famílias, é uma oportunidade de facilitar o acesso a atividades de interesse.

BENEFÍCIOS E GRATUIDADES

Além da sequência de redução da tarifa dos ônibus do Triar, o município de Araucária tem implantado benefícios e gratuidades no transporte coletivo para diversos públicos. Os ônibus das linhas locais contam com sinal de internet e o usuário pode fazer integração sem precisar ir a um dos terminais; mediante uso do cartão Triar.

Em Araucária, todos os usuários do transporte coletivo local (mediante uso do cartão Triar) têm gratuidade de tarifa aos domingos (Lei nº 3.154/2017). Os estudantes de escolas públicas do município (da educação infantil ao ensino médio – incluindo turmas de EJA e Ceebja) também contam com isenção de tarifa durante o turno de aula (Lei nº 3.110/2017). Há isenção também para pais/responsáveis de estudantes de até 12 anos que levam as crianças para a aula; conforme decreto 32.098/2018.

Crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade e risco social que participam de programas da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS) também contam com isenção de tarifa prevista em lei (Lei nº 3.110/2017). Há isenção também para integrantes da Banda Municipal de Araucária (Lei nº 3.408/2018), alunos dos cursos e oficinas de artes da Secretaria Municipal da Cultura e Turismo (Lei nº 3.443/2019). Alunos/atletas dos programas esportivos da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer já contavam com isenção desde 2012 (Lei nº 2.421/2012). A série de isenções contempla ainda o(a) acompanhante de pessoa com deficiência (Lei nº 3.217/2017) e os agentes comunitários de saúde (Lei nº 3.317/2018).

Decreto que autoriza a nova redução de tarifa (35413/2021): CLIQUE AQUI

Informações Banda B.

Saiba como funciona o passeio na Vinícola Legado, eleita como a melhor experiência em enoturismo

Eleita como a melhor experiência em enoturismo do Paraná, colheita das uvas na Vinícola Legado ganha mais dias para entretenimento do público 

Ver as uvas de pertinho, colhê-las das videiras, fazer fotos de tirar o fôlego em junto aos vinhedos, conversar diretamente com os produtores e poder desfrutar de um picnic com uvas ou espumantes em meio aos vinhedos. Esse é um breve resumo da tradicional atividade de colheita das uvas na Vinícola Legado, eleita pelo público a melhor experiência em enoturismo do Paraná. 

A colheita das uvas sempre se dá nos meses de verão e nos últimos anos centenas de amantes do vinho e da natureza puderam vivenciar essa experiência incrível. Em 2021, no entanto, em virtude das limitações impostas pela covid-19, a festa da colheita, que nos anos anteriores se realizava em dois dias, transformou-se em diversos Momentos da Colheita distribuídos nos finais de semana de janeiro e fevereiro. 

“Se por um lado as restrições sanitárias nos fizeram diminuir a quantidade de participantes por dia, por outro lado nos trouxe a visão de ampliar a festa que fazíamos em dois dias para quase dois meses. Assim, acabamos gerando novas oportunidades para que mais pessoas possam ter essa experiência única e de forma mais exclusiva, com a natureza com os Momentos da Colheita”, afirma Heloise Merolli, proprietária da Vinícola Legado. “Tem quem venha para vivenciar o dia a dia de uma vinícola, tem quem queira propiciar um passeio diferente para as crianças ou curtir um momento romântico e quem queira retomar o contato com a terra, então cada um colhe as uvas em seu ritmo, passeando pelos vinhedos e registrando cada momento”, comenta Heloise.

A experiência da colheita já começa na compra dos ingressos. Pelo grande número de dias e de pacotes disponíveis, a Legado criou um site especial com todas as informações sobre a experiência, valores dos ingressos e dias disponíveis. Pelo https://colheitalegado.online/ o participante pode saber tudo sobre o evento e realizar sua compra, simples e direto, consultando ali mesmo as principais dúvidas. As vendas já estão abertas e vale lembrar que nos dois anos anteriores os ingressos se esgotaram rapidamente, então corra para garantir o seu. 


Como funciona

O passeio se inicia na recepção da vinícola para as boas vindas, explicações sobre o processo e para a entrega dos kits com materiais para ajudar na colheita das uvas e o café da manhã para quem escolher a opção com alimentação. Na sequência, os participantes seguem até o vinhedo, onde estarão montadas as áreas de picnic por família para a colher os frutos e desfrutar da natureza

A atividade tem duração de 3 horas com valores diferenciados pelo tipo de experiência e idade do participante. Nos finais de semana de 9 e 10 e 16 e 17 de janeiro a vinícola irá promover o Amanhecer no Vinhedo com a colheita das uvas bordô, base dos sucos de uva Sapienza. Nos finais de semana seguintes até o dia 14 de fevereiro, os participantes terão a experiência de colher as uvas viníferas que formam os vinhos e espumantes finos da Vinícola Legado. Ambos pacotes possuem opcional de café da manhã. Crianças de até 7 anos não pagam.

Serviço:

Momento da Colheita 2021 | Vinícola Legado

Onde? Rod. Raul Azevedo de Macedo 5800, km. 7 (a 20 Km do Parque Barigui), Campo Largo

De 9 de janeiro a 14 de fevereiro

Ingressos e informações: https://colheitalegado.online/

Whatsapp 41 991999744

Sobre a Vinícola Legado

A Vinícola Legado iniciou suas atividades em 1998, quando os proprietários da área receberam de presente 200 pés de uvas Cabernet Sauvignon. O bom resultado obtido com essa experiência motivou a introdução de novas variedades que tivessem potencial para se desenvolver no terroir paranaense. Hoje a Vinícola planta 5 hectares com cinco variedades viníferas – Cabernet Sauvignon, Merlot, Pinot Noir, Fiano di Avelino e Viognier e produz cerca de 12 mil garrafas/ano. 100% da produção é feita com as uvas de seus vinhedos. Eleita Vinícola Revelação na Vini Bra Expo 2017, desde então acumula prêmios em concursos nacionais e internacionais.