Prefeitos da RMC descartam volta às aulas em 2020 e criam comitês para retomada integrada em 2021

Presidente da Assomec, Mário Wozniack afirmou que decisão de volta as aulas será tomada em conjunto pelas cidades

Os prefeitos da Região Metropolitana de Curitiba (RMC) decidiram, na reunião no Fórum Metropolitano de Saúde desta semana, pela criação de Comitês Municipais de Educação para pensar em uma retomada das aulas integradas em 2021. Segundo o presidente da Assomec (Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Curitiba) e prefeito de Fazenda Rio Grande, Márcio Wozniack, está descartada a volta às aulas na rede municipal de ensino este ano.

“Ainda não temos segurança para uma retomada para dia 18 de fevereiro no calendário escolar do ano que vem, porque não há segurança sem uma vacina. 80% dos pais afirmam que não levarão os filhos a aula sem ter certeza de não haver risco de contaminação”, afirmou Wozniack, confirmando que para este ano a volta na rede municipal está descartada. “A rede municipal neste ano não vai retornar. Pelos números alcançados e o tempo que se tem não haverá condições da retomada”, completou.

O que os municípios metropolitanos querem agora é criar um comitê que garanta um retorno das aulas em conjunto para 2021. “Foi feita uma normativa em que cada cidade da RMC vai criar um comitê de pessoas ligadas à educação para discutir regramentos, problemas pontuais e trazer ao fórum, para criar um protocolo de saúde e segurança para o retorno as atividades. É fundamental que se tenha um regramento único para evitar a migração dos alunos de uma cidade para a outra”, disse.

Evasão escolar

Atualmente representados pela Assomec (28 municípios metropolitanos e Curitiba) são cerca de um milhão de alunos, o que dá cerca de 10% da população do Paraná. Muitos destes entraram em 2020 em uma situação de evasão escolar, o que gera grande preocupação nas administrações municipais. “Aqui em Fazenda Rio Grande dos 16,5 mil alunos mais de mil não participaram das aulas online. Eles foram identificados e tem um grupo de 100 a 150 que estão com dificuldade em participar das aulas. É preciso achar rapidamente uma solução para que não se tenha um problema sério no futuro”, concluiu o prefeito.

Fórum Metropolitano de Saúde

Organizado pela Assomec, o Fórum Metropolitano de Saúde foi criado durante a pandemia de coronavírus com a intenção de discutir temas relacionados à RMC, buscando fazer com que as decisões sejam unificadas. O próximo encontro, em que questões relacionadas à educação serão novamente debatidas, está marcado para a próxima semana.

Informações Banda B.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aposentado morador da RMC recebe prêmio de R$ 1 milhão do Nota Paraná

O novo milionário do Programa Nota Paraná é de São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. O aposentado Cícero A., 63 anos, concorreu com apenas seis bilhetes e levou R$ 1 milhão – o maior prêmio do sorteio de maio.

A van com a equipe do Nota Paraná desembarcou no município para entregar o cheque simbólico ao ex-motorista de transporte coletivo. Ele contou que nunca deixa de pedir o CPF na Nota. “Peço nota até em qualquer cafezinho. Nunca deixo de pedir e hoje fui recompensado”, comemorou.  

Sem muita sorte nos sorteios anteriores, desta vez ele foi contemplado com o prêmio milionário. “Já fui sorteado com R$ 10 algumas vezes e sempre utilizo meus créditos, mas dessa vez o prêmio foi muito maior”, comemora.  

Agora, ele quer garantir uma nova casa e proporcionar mais conforto para a família toda. “Hoje a minha prioridade é ter uma nova casa e esse dinheiro, para quem não tem muito, vai ajudar bastaste”.  

PREMIADOS – Cícero é o quinto milionário do programa neste ano. Além dele, foram vencedores do prêmio máximo moradores de Curitiba (2), Ponta Grossa e Tunas do Paraná.

Somente em 2021, o Nota já sorteou R$ 25 milhões em prêmios. No total, são R$ 2 milhões por mês aos cidadãos. Além disso, são sorteados R$ 2,2 milhões todos os meses para instituições cadastradas que recebem doações de notas fiscais. E, por fim, R$ 800 mil são sorteados para cadastrados no Paraná Pay, prêmios que podem ser usados em estabelecimentos serviços ligados ao turismo. 

COMO CONCORRER – Para receber créditos ou concorrer aos prêmios, basta se cadastrar no site do Nota Paraná. Ao solicitar o CPF na nota o contribuinte ganhará um bilhete eletrônico pela primeira compra e mais um bilhete a cada R$ 200, cumulativamente. Nas notas geradas em compras em postos de combustíveis o contribuinte ganha bilhetes em dobro. A cada R$ 200 gastos, dois bilhetes são gerados para concorrer aos sorteios.   

Todos os sorteios são auditados por uma consultoria independente, de acordo com as regras estabelecidas pela legislação vigente.

Nova tecnologia em ônibus da RMC permite controle do número de passageiros em tempo real

Uma nova tecnologia implementada nos ônibus do transporte coletivo permitirá a contagem de passageiros no interior dos veículos em tempo real. A tecnologia começou a ser testada esta semana em veículos do transporte coletivo da Região Metropolitana de Curitiba.

Segundo o presidente da Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec), Gilson Santos, os dados coletados permitirão uma análise mais rápida da operação e, consequentemente, uma tomada de decisão mais ágil e assertiva.

“Nos horários de pico temos cerca de 650 ônibus circulando, mas não conseguimos manter um fiscal em cada um deles. A nova tecnologia, ainda em fase de teste, poderá nos oferecer as informações necessárias para a tomada de decisão e em tempo real, garantindo mais agilidade e assertividade nos ajustes da operação”, explicou Santos.

Além da contagem de usuários, o sistema oferece informações para gestão de frota dos veículos, manutenção preventiva, dados de eficiência da linha, paradas de embarque e desembarque mais utilizadas, entre outros dados.

Um dos destaques é a gravação das imagens no interior dos veículos, proporcionando mais segurança aos usuários. “Como a implementação da tecnologia é feita por meio de câmeras, todo o interior do ônibus estará sendo filmado, intimidando e até espantando pessoas mal-intencionadas”, disse o presidente da Comec.

DISTANCIAMENTO SOCIAL –Os testes são patrocinados pela Associação Comercial do Paraná (ACP), visando garantir o distanciamento social dentro dos veículos do transporte coletivo. O Decreto Estadual 4.951, de julho de 2020, exige que os ônibus transitem com lotação máxima de 65% da capacidade.

“É uma tentativa de garantir mais segurança aos usuários, evitando o aumento na transmissão do vírus e, consequentemente, a adoção de medidas mais restritivas para o comércio geral, além de uma forma de educar a população”, destacou o presidente da ACP, Camilo Turmina.

Os testes serão realizados em dois veículos (um comum e um articulado) da empresa TC Araucária, concessionária de transporte coletivo na RMC. O sistema foi desenvolvido pela startup Milênio Bus. Além de controlar a lotação nos ônibus, em tempo real, um sinal vermelho será aceso caso o ônibus ultrapasse o limite de passageiros permitidos.