Prazo de inscrições do SiSu é prorrogado para dia 14 de abril

O Ministério da Educação prorrogou para quarta-feira, dia 14 de abril, o prazo para o término das inscrições no Sistema de Seleção Unificada (SiSu).

No Paraná, a Universidade Federal (UFPR) disponibiliza no total 1.227 vagas em 110 cursos de graduação, em todas as áreas do conhecimento, nas cidades de Curitiba, Matinhos, Pontal do Paraná, Jandaia do Sul, Toledo e Palotina.

Regras para participar do Sisu 2021

Para se inscrever no Sisu, o estudante precisa ter feito o último Enem e ter obtido nota maior que zero na redação. Não podem participar estudantes chamados de “treineiros”, isto é, aqueles que ainda estejam cursando ou não tenham concluído o ensino médio, segundo a definição do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

O processo seletivo do Sisu acontece duas vezes ao ano com chamamento para universidades públicas do Brasil. Com uma única inscrição, os candidatos podem escolher duas opções de curso em instituições federais de todo o País. Os estudantes são selecionados de acordo com a nota do Enem, que leva em conta o número de vagas de cada curso, nota de corte, a modalidade e a concorrência.

As instituições de ensino também podem adotar notas mínimas e pesos diferentes para as quatro áreas de conhecimento do Enem – Ciências Humanas, Ciências da Natureza, Linguagens e Matemática. Em um curso de Física, por exemplo, não é incomum que se atribua mais peso à nota de Ciências da Natureza e uma nota mínima para Matemática, por exemplo.

Assim que o resultado é divulgado, o estudante selecionado para a sua primeira ou segunda opção deve ficar atento aos prazos para fazer a matrícula. Há, ainda, a opção da lista de espera. Nesta, só pode participar quem não foi selecionado em nenhuma das opções na chamada regular.

Como se inscrever no Sisu 2021

1. Faça o Login Único do governo federal, O acesso ao sistema de inscrição do Sisu deve ser feito com o Login Único do governo federal.

2. Confirme seus dados. Antes de começar, a organização do Sisu recomenda que você confira seus dados. A ideia é garantir que estejam corretos e atualizados. Assim que a confirmação estiver completa, você pode começar a sua inscrição.

3. Efetue a inscrição. Assim que você atualizar suas informações pessoais, é hora de começar a inscrição. Em uma nova tela, você deve escolher até duas opções de curso. Depois, é só clicar em “fazer inscrição na 1ª opção”. É também nesse espaço que você poderá acompanhar o status do cadastro durante todo o processo seletivo.

4. Pesquise e conheça as vagas. Em um campo com lupa, você vai pesquisar as vagas disponíveis nas universidades cadastradas para a opção de curso que você marcou. Você pode filtrar pelo nome do município, nome da instituição e nome do curso. Assim que obtiver o resultado das buscas, você poderá conhecer os detalhes e as modalidades disponíveis clicando em cada opção.

5. Escolha a modalidade. As modalidades de inscrição nada mais são do que o tipo e vaga para o qual você vai concorrer. Você vai encontrar três delas: ampla concorrência, lei de cotas e ação afirmativa. Em cada uma, a nota de corte – a menor nota para ficar entre os selecionados – varia. A organização do Sisu recomenda atenção redobrada na leitura de cada descrição: observe, por exemplo, as informações de como comprovar as ações afirmativas na matrícula, caso seja selecionado. Ao definir a opção viável, clique em “escolher esta modalidade”.

6. Confirme a inscrição. O último passo é conferir as informações do curso e da modalidade que você escolheu, assim como a documentação que vai ser exigida pela universidade no momento da matrícula. Se tudo estiver correto, clique em “confirmar minha inscrição”. Depois que a sua inscrição estiver confirmada, você vai voltar para a página inicial, onde poderá consultar todos os dados escolhidos e cadastrados. E lembre-se: durante o período das inscrições, que vão até sexta-feira, dia 9, você poderá alterar suas opções. Após esse prazo, o registro final será o da última atualização.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estão abertas as matrículas na rede estadual de ensino para 2022

Começa nesta quinta-feira (25) o período de matrícula escolar para o ano letivo de 2022 nos colégios da rede estadual de ensino do Paraná. A confirmação das vagas, tanto para matrícula inicial quanto para rematrícula, seguirá até 17 de dezembro. O processo é orientado pela Secretaria de Estado da Educação e do Esporte, em parceria com os Núcleos Regionais de Educação (NREs), secretarias municipais de Educação e escolas estaduais.

Para otimizar o planejamento escolar de toda a rede pública estadual, seguindo o que já aconteceu para as matrículas de 2021, pais e responsáveis legais devem fazer o procedimento de forma online através da Área do Aluno no www.areadoaluno.seed.pr.gov.br. Nesta mesma plataforma também é possível fazer a atualização cadastral, emitir a declaração de matrícula, solicitar o histórico escolar e consultar o boletim escolar.

Para acessar o site, é preciso informar o CPF e o número do celular do responsável legal ou do estudante maior de 18 anos, conforme cadastro no Sistema Escola WEB, para que um código de segurança seja enviado por SMS. Assista o vídeo tutorial.

Já para estudantes de outros estados ou países e aqueles que vêm da rede privada, ou que estiveram matriculados em instituições de ensino que não utilizam o Sistema Escola WEB, o responsável legal ou o estudante maior de 18 anos deverá procurar a instituição de ensino mais próxima de sua residência para solicitar a geração do Código Geral de Matrícula – CGM. O CGM é necessário para acessar a Área do Aluno, na qual será realizada a solicitação da vaga.

Somente no caso de não possuir celular ou acesso à internet, o pai, a mãe, o responsável legal ou o próprio estudante, se maior de 18 anos, deverá comparecer na instituição de ensino para realizar esse processo online em computador disponibilizado no local.

As demais datas e orientações relacionadas ao processo de matrícula estão disponibilizadas naInstrução Normativa n.º 003/2021. Novos alunos da EJA (Educação de Jovens e Adultos) que pretendem iniciar os estudos no ano que vem também já podem procurar as escolas que ofertam a modalidade para efetuar a matrícula.

DOCUMENTOS – Para a efetivação da vaga, é necessário apresentar toda a documentação obrigatória, seja inserindo no momento da confirmação da matrícula ou entregando impreterivelmente na instituição de ensino até o último dia útil antes do início do ano letivo de 2022, ou seja, até o dia 04 de fevereiro de 2022.

Para a rematrícula, é necessário apresentar declaração de vacinação (para estudantes menores de 18 anos) e comprovante de endereço atualizado, com vencimento de até dois meses. Para matrícula inicial, também é preciso certidão de nascimento, CPF do responsável, histórico escolar e, para maiores de 16 anos, RG e CPF do aluno e CPF do responsável.

Vem aí o casamento coletivo gratuito. Veja como se inscrever

* As fotos que ilustram essa matéria foram feitas antes da pandemia, por isso os participantes estão sem máscaras

Estão abertas as inscrições para o casamento coletivo gratuito de 2021 em Curitiba. Os interessados têm até o dia 19 de novembro para se inscrever no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) mais próximo da casa onde um dos noivos mora. Em Curitiba há 39 Cras. Veja aqui os endereços.

O evento, promovido pelo programa Justiça no Bairro, do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, será realizado em 18 de dezembro, em local ainda a ser definido. Dependendo do número de inscritos, o casamento poderá ocorrer em dois horários.

Nos Cras, os noivos deverão apresentar a documentação e comprovar que atendem aos critérios exigidos para participar do evento, como ter renda de um salário mínimo e meio por pessoa ou três salários mínimos por casal. É preciso também comprovar que pelo menos um dos noivos reside na capital.

Se cumprir os requisitos para inscrição, o casal será encaminhado para cadastro nos Cartórios de Registro Civil, onde deverão apresentar a documentação exigida.

Documentos exigidos

Noivos maiores de 18 anos e solteiros
Documento de identidade: RG e CPF;
Comprovante de residência dos noivos, original e atualizada (conta de luz ou água);
Certidão de nascimento (atualizada há 90 dias).

Noivos maiores de 18 anos e divorciados
Documento de identidade: RG e CPF;
Certidão de casamento com averbação de divórcio atualizada (90 dias) e original;
Formal de partilha de bens do processo de divórcio ou certidão negativa de bens;
Comprovante de residência dos noivos atualizada (conta de luz ou água) e original.

Noivos menores de 18 anos e solteiros (obrigatório pelo menos 16 anos)
Documento de identidade: RG e CPF;
Comprovante de residência dos noivos atualizada (conta de luz ou água) e original;
Certidão de nascimento (atualizada há 90 dias);
Presença dos pais com identidade original (RG e CPF).