Policiais dispersam 143 aglomerações nesta segunda-feira no Paraná

As forças policiais do Paraná fiscalizaram 590 estabelecimentos comerciais e realizaram 143 ações de dispersão de aglomeração nesta segunda-feira (1º), segundo balanço apresentado pela Secretaria de Estado da Segurança Pública. Também foram 34 novas prisões e uma apreensão de adolescente, além de duas armas de fogo, nove equipamentos eletrônicos e nove carros apreendidos/recuperados.

De acordo com o relatório, apenas uma empresa foi multada por descumprimento das medidas de proteção contra o novo coronavírus. Houve 207 denúncias e 29 se transformaram em ocorrências policiais. O trabalho foi feito em parceria com as prefeituras e guardas municipais e faz parte do reforço na fiscalização do cumprimento do Decreto 6.983/2021, publicado na sexta-feira (26).

Já são três dias de fiscalização mais intensa. Desde o começo de sábado foram 1.923 estabelecimentos comerciais fiscalizados, 696 dispersões de aglomerações e 172 prisões por diversos motivos relacionados diretamente ao cumprimento das medidas restritivas ou indiretamente, como posse de drogas, armas, desacato, agressão, etc.

O decreto do Governo do Paraná, adotado pela maioria das prefeituras, prevê, entre outras medidas, a suspensão do funcionamento dos serviços e atividades considerados não essenciais em todo o Estado e a ampliação na restrição de circulação das pessoas entre 20 horas e 5 horas. Também estão proibidas a comercialização e o consumo de bebidas alcoólicas em espaços de uso público ou coletivo nesse mesmo período.

Informações AEN PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Colombo oficializa chegada de 15 novas empresas com expectativa de geração de 1,2 mil empregos

Iniciando o planejamento da mudança de patamar na economia local, a Prefeitura Municipal de Colombo através da Secretaria de Indústria, Comércio, Turismo e Trabalho, anunciou nestes 100 dias de gestão em ato com autoridades e empresários paranaenses na tarde desta quinta-feira (15), a oficialização da instalação de 15 empresas e geração de aproximadamente 1.200 empregos diretos a população do município. No evento foi realizada a assinatura do protocolo de intenções dos empresários que irão ampliar seus negócios e investir em Colombo.

Prefeito de Colombo, Helder Lazarotto, ao lado do vice-governador Darci Piana (Foto: Divulgação)

Para o prefeito Helder Lazarotto, a chegada de novas empresas marcam o início dos trabalhos para elevar a economia local. “Com todas as dificuldades, em apenas 100 dias de gestão, nosso município já atraiu novas empresas e com isso vai gerar emprego e renda diretamente a população daqui. “Neste momento de pandemia, onde muitas famílias enfrentam dificuldades, oficializar a chegada de novas oportunidades nos enche de esperança e a confiança de que estamos no caminho certo. Com trabalho, mais pessoas garantem o sustento dos seus lares”.

O vice-governador do Paraná, Darci Piana declarou seu apoio ao desenvolvimento de novas ações para a cidade e investimentos em diversos setores. “A chegada de novos empresários e ampliação dos negócios de quem já faz parte do setor empresarial do município é um marco para gestão com oportunidades para as famílias que aqui residem”.

Já o Secretário Estadual da Saúde, Beto Preto destacou que Colombo tem tudo para avançar. “Estamos vendo boas ações administrativas e o investimento de empresários na cidade vai alavancar a economia do município, fazendo de Colombo um município com excelente desenvolvimento econômico”.

O secretário Municipal de Indústria, Comércio, Turismo e Trabalho, Plínio Toniolo Schmidt, ressaltou que a implantação dos novos negócios gera oportunidade e renda para os colombenses. “Com o projeto Colombo + Emprego & Renda vamos trazer esperança e também novas conquistas para cidade, caminhando para atrair mais empresas e investimentos ao município. Ainda temos muito a fazer, mas tenho certeza que estamos no caminho para aquecer a economia local com a chegada de novos investidores”.

Oportunidades

Ao todo 15 empresas estão iniciando a ampliação e investindo em novas instalações na cidade de Colombo. O projeto desenvolvido pela Secretaria de Indústria e Comércio atraiu as seguintes empresas:

– Jandira Alimentos – 120 empregos;
– Max Muffato – 350 empregos;
– Hotel Rural – 50 empregos;
– Indústria Química Bonardi – 90 empregos;
– Sorvetes Vêneto – 30 empregos;
– Iswara Indústria Química – 40 empregos;
– Alvorada Auto Peças – 30 empregos;
– CRV Parafusos – 120 empregos;
– RK Ferramentaria LTDA – 120 empregos;
– Dacla Reboque e Engates – 60 empregos;
– Jallcard Personalização de cartões – 120 empregos;
– LP Frios – 40 empregos;
– JG Transportes – 250 empregos;
– Gim Colombo e Franciscon – estruturando projeto para futuras instalações na cidade.

Informações Banda B

Cida comemora duplicação da rodovia entre Maringá a Iguaraçu

A ex-governadora Cida Borghetti (PP) afirmou que a duplicação da ligação entre Maringá e Iguaraçu criará um grande eixo de desenvolvimento na região, além de aumentar a segurança e reduzir o tempo das viagens. O edital de licitação para a duplicação dos 21,8 quilômetros da PR-317 foi publicado nesta semana pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER).

“É uma obra muito aguardada na região. Iniciamos esse processo de duplicação ainda em 2018 com o apoio da Acim e do setor produtivo de Maringá que doou o projeto básico ao DER. Algumas dificuldades técnicas e burocráticas impediram que iniciássemos a concorrência. Fico feliz que o Governo do Estado tenha superado essas adversidades e torço para que a obra iniciar o mais rápido possível”, disse Cida Borghetti

O líder do Governo na Câmara, deputado federal Ricardo Barros, também comemorou o anúncio e destacou a união de esforços do poder público e da iniciativa privada. “É mais uma importante obra de infraestrutura construída com o auxílio de diversas forças de Maringá. Uma obra que vai aumentar a nossa competitividade e facilitar a vida de quem mora na região”.

ACIM

Segundo estimativas cerca de 17 mil veículos trafegam pelo trecho da PR-317 diariamente. Para que a obra possa ser executada, a Associação Comercial e Empresarial de Maringá (Acim), por meio de empresários, custeou o projeto e a readequação dele, em um investimento de R$ 600 mil. O presidente da Acim, Michel Felippe, diz que a participação da iniciativa privada garantiu mais agilidade ao processo.

“Tivemos uma grata surpresa. Esse é um anseio de toda comunidade, não só maringaense, mas da região. Esse projeto já é uma reivindicação de alguns anos e nós fizemos a doação do projeto ao DER e ao Governo do Estado na antiga gestão. Não houve tempo hábil naquele momento e o novo governo assumiu o compromisso da obra. Com a publicação do edital, ele vem a atender a demanda de nossa região”, explicou.

RDC

A licitação acontece na modalidade Regime Diferenciado de Contratação Integrada (RDCi), onde a empresa vencedora fica responsável pela execução do projeto final e pela duplicação do trecho. A modalidade garante mais agilidade na execução de obras públicas.

A licitação prevê a duplicação de 21,82 quilômetros, cinco quilômetros de vias marginais, interseções em desnível, cinco retornos, duas passarelas e a duplicação da ponte sobre o Rio Pirapó. O prazo para execução é de 720 dias (24 meses).