Polícia Civil reforça atuação durante Verão Consciente

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) iniciou, segunda-feira (21), sua atuação no Verão Consciente em todo o Litoral. O efetivo regular será reforçado com 135 policiais civis fixos e 14 itinerantes, entre delegados, investigadores, escrivães e papiloscopistas.

Mais 20 viaturas se somam à frota em atuação na região, além da Delegacia Móvel, instalada em um ônibus, que ficará em pontos estratégicos para atender a população local e os veranistas.

O público poderá registrar boletins de ocorrência na Delegacia Móvel, além de tirar dúvidas sobre assuntos relacionados à atuação da PCPR. O veículo foi desenvolvido para o atendimento em locais externos, possui acessibilidade para pessoas com deficiência, operacionalidade dinâmica e padrão internacional.

A Operação Verão Consciente foi estrategicamente planejada em virtude da pandemia da Covid-19. A PCPR está preparada para reforçar a necessidade do distanciamento social e difundir outras medidas sanitárias de combate à circulação do vírus, baseados na Resolução Técnica 1471/2020 da Secretaria Estadual de Saúde, que serviu de base para a elaboração de uma cartilha de boas práticas para quem for passar o verão nas praias do Paraná.

O coordenador da Operação Verão Consciente, Gil Rocha Tesseroli, destaca que este momento é de conscientização da população e de bom senso. “Solicitamos a todos os veranistas que cumpram as ordens sanitárias ficando em casa ao máximo, mantendo o distanciamento social e evitando aglomerações. O vírus é extremamente contagioso e todos devem ajudar a impedir a sua disseminação”.

A Polícia Civil do Paraná atuará também na fiscalização, para que as regras sejam devidamente cumpridas, orientando e atendendo todos os cidadãos.

Informações AEN.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Detran realiza leilão de 3.068 veículos para reaproveitamento de peças

O Departamento de Trânsito do Paraná (Detran-PR) realizará, entre os dias 20 e 24 de outubro, leilão de 3.068 veículos na condição de sucata. Os pregões serão online. Os veículos são baixados no Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam), não podem ser registrados ou licenciados, sendo proibida a circulação em via pública, destinando-se exclusivamente para desmonte e reaproveitamento comercial de peças e partes metálicas.

Poderão participar pessoas jurídicas que comprovem o registro da empresa no ramo de desmontagem de veículo perante o órgão executivo de trânsito do Estado ou do distrito federal em que atuam (Lei Federal número 12.977/2014 e Resolução 611/2016 do Contran), para aquisição de sucatas e material inservível e que atenda todas as exigências estabelecidas nos Editais de Leilão (007/2021, 008/2021, 009/2021 e 010/2021) disponíveis no site do Detran-PR.

Serviço

1º lote – 908 veículos na condição de sucata para reaproveitamento de peças em leilão online
Data: 20.10.2021 – quarta-feira
Horário: 9h
Local: Online pelo site www.rgomesleiloes.com.br
Total avaliação: R$ 764.650,00

2º lote – 698 veículos na condição de sucata para reaproveitamento de peças
Data: 21.10.2021 – quinta-feira
Horário: 9h
Local: Online pelo site www.danielgarcialeiloes.com.br
Total avaliação: R$ 825.250,00

3º lote – 906 veículos na condição de sucata para reaproveitamento de peças
Data: 22.10.2021 – sexta-feira
Horário: 9h
Local: Online pelo site www.vardanaleiloes.com.br
Total avaliação: R$ 777.900,00

4º lote – 556 veículos na condição de sucata para reaproveitamento de peças
Data: 25.10.2021 – segunda-feira
Horário: 9h
Local: Online pelo site www.lancejusto.com.br
Total avaliação: R$ 828.500,00

Motoristas entram em greve e São José dos Pinhais amanhece sem ônibus

Motoristas de São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba, iniciaram na manhã desta quinta-feira (14) uma greve de ônibus por tempo indeterminado na empresa Sanjotur. Os funcionários não receberam parte do salário que deveria ter caído na conta na última sexta-feira (8).

A empresa opera mais de dez linhas de ônibus urbanas e rurais, portanto não houve parada em coletivos que fazem a integração com a capital e cidades metropolitanas. De acordo com Ricardo Ribeiro, diretor do Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus de Curitiba e Região (Sindimoc), os trabalhadores não aguentam mais a situação.

“É um problema que se arrasta desde fevereiro. Em maio já houve uma negociação, quando os motoristas aceitaram receber o pagamento em quatro vezes durante o mês. Agora, novamente, este problema grave, porque o pagamento era para ter caído na véspera do feriado e até agora nada”

De acordo com o sindicalista, a greve é por tempo indeterminado e uma nova rodada de negociação está marcada para a tarde.

“É preciso uma solução para essa situação, porque os 85 motoristas da empresa, que não tem cobradores, não aguentam mais. Haverá uma nova rodada de negociação ainda hoje, com a empresa e Prefeitura de São José dos Pinhais, para se buscar uma solução definitiva”

Ainda segundo Ribeiro, a empresa problemas financeiros devido à pandemia de covid-19. O espaço está aberto para posicionamento da Sanjotur e da Prefeitura de São José dos Pinhais.

Informações Banda B