Pesquisadores da UFPR descobrem mais quatro espécies de formiga

Descoberta foi publicada na revista Zootaxa, da Nova Zelândia

Pesquisadores da Universidade Federal do Paraná (UFPR) identificaram mais quatro espécies de formiga do gênero Prionopelta. A descoberta foi publicada na revista científica Zootaxa, da Nova Zelândia. O trabalho foi realizado pela doutoranda Natalia Ladino, sob orientação do professor Rodrigo Feitosa.

Segundo Feitosa, a descoberta foi possível ao analisar espécimes obtidos por coleções importantes dos Estados Unidos, do Brasil, México e da Colômbia. Segundo ele, desde a década de 60 nenhum estudo sobre os novos espécimes do gênero encontrados havia sido concluído.

As espécies foram identificadas por características como padrões nos corpos, a distribuição dos pelos e o tamanho das mandíbulas. “As formigas desse gênero têm um padrão de esculturação do exoesqueleto. Quando a gente observa o corpo dessas formigas, na cutícula [o esqueleto que recobre o corpo dos insetos] a gente vê um padrão de desenho”, detalha o especialista.

Elas foram nomeadas de Prionopelta menininha, Prionopelta dubia, Prionopelta minuta e Prionopelta tapatia. A primeira nomeação faz homenagem à Maria Escolástica da Conceição Nazaré, a Mãe Menininha do Gantois, uma importante mãe de santo baiana.

As formigas identificadas vivem apenas em locais de floresta densa. “Somente são encontradas em florestas que tenham condição de conservação relativamente boa – serrapilheira [cobertura de folhas e vegetais sobre o solo] e em troncos em decomposição. Não são muito tolerantes à luz solar e à falta de umidade”, explica Feitosa.

Esses animais são importantes para os ecossistemas, de acordo com o pesquisador, por serem predadores, mantendo outras espécies sob controle, como “pequenas centopeias e pequenos animais que vivem nos solos das florestas”, diz o professor a respeito das presas das formigas. Também ajudam a dispersas sementes, permitindo a reprodução das plantas.

Feitosa destaca que a descoberta faz parte de esforço para identificar o maior número possível de insetos e outros animais em um contexto de destruição dos ecossistemas. “Neste momento em que estamos enfrentando uma extinção em massa de organismos por derrubada das florestas, incêndios, a gente está em uma corrida para conhecer as espécies que habitam nas regiões antes que desapareçam”, afirma.

Informações Agência Brasil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Prêmio Destaque Educação está com inscrições abertas para professores que realizaram projetos pedagógicos transformadores

O Prêmio Destaque Educação faz parte da Educa Week, maior evento de educação básica da América Latina. “O objetivo do prêmio é reconhecer projetos educacionais de impacto positivo, com potencial para transformar a vida escolar”, afirma Ismael Rocha, diretor acadêmico da Educa Week. “Acreditamos que divulgando e premiando trabalhos de professores que têm excelência no que fazem, estaremos inspirando outros educadores a aperfeiçoar suas competências e melhorar a educação  nas escolas brasileiras”, completa Rocha.

Na atual edição do Prêmio Destaque Educação, serão 18 categorias, que vão reconhecer tanto professores de escolas públicas como de escolas particulares. Poderão concorrer ao prêmio professores, instituições de ensino, coordenadores e diretores de escolas de educação básica de todo o país. Além disso, Secretarias de Educação e Prefeituras poderão se inscrever respectivamente nas categorias Inovações na Secretaria de Educação e Cidade Educadora.

Para concorrer, é simples: basta enviar um vídeo no formato horizontal com duração de até cinco minutos sobre o projeto, indicando a temática, solução proposta e  resultados obtidos.

Os vídeos participantes serão postados no canal da Educa Week no Youtube. Os finalistas, escolhidos por votação pública, serão avaliados por comissão julgadora. Os vencedores serão conhecidos durante a Educa Week, que acontece entre 10 e 16 de outubro de 2022.

Para professores de escolas públicas, as categorias do Prêmio Destaque Educação são: Inovações Educação Infantil; Inovações anos iniciais; Inovações anos finais; Inovações Ensino Médio; Inovações na Secretaria de Educação, Cidade Educadora (prefeituras), Professor de Educação Infantil; Professor anos iniciais; Professor anos finais; Professor Ensino Médio; Professor Língua Portuguesa; Professor Matemática; Professor Ciências da Natureza; Biologia, Física e Química; Professor de Manifestações Artísticas; Professor de Educação Física; Professor de Línguas Estrangeiras; Professor de Filosofia, Geografia, História e Sociologia; Convivência Positiva: tudo que envolve o bem-estar nas escolas.

Para professores de escolas particulares, as categorias do Prêmio são: Inovações Educação infantil, Inovação anos iniciais, Inovações anos finais, Inovações Ensino Médio, Gestão educacional; Professor educação infantil; Professor anos iniciais; Professor anos finais; Professor Ensino Médio; Professor Língua Portuguesa; Professor de Matemática; Professor de Ciências da natureza: Biologia, Física e Química; Professor de manifestações artísticas; Professor de Educação Física; Professor de Línguas estrangeiras: Inglesa etc; Professor de Filosofia, Geografia, História, Sociologia; Convivência positiva: tudo o que envolve o bem estar nas escolas; Eletivas.

Os primeiros colocados de cada categoria do Prêmio Destaque Educação 2022 vão ganhar bolsas de estudo 100% do curso ‘O Professor na Era Digital’, do Institute of Technology and Education (Iteduc). Além disso, os dez finalistas de cada categoria vão receber certificados.

Para conferir regulamento completo, inscrições e envio do projeto (em vídeo)  para o Prêmio Destaque Educação, basta acessar o link: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfP70YrHhrXIu0fCD5-C45dowPhPMmNWlL2ewp8Jr0F1G14jA/viewform

Mais sobre a Educa Week 2022: o evento é considerado o maior movimento de transformação na Educação da América Latina e, em sua sétima edição, vai reunir as maiores autoridades da educação do Brasil e do mundo, durante sete dias. Para essa edição, o evento conta com um formato híbrido, trazendo de volta o contato presencial e uma programação completa. Além disso, o evento conta com a EWx – Academic and Sports Challenge, que reunirá alunos de todo o Brasil participando de atividades como olímpiada de raciocínio lógico, e-games e campeonatos esportivos. Para completar, a quinta edição do Prêmio Destaque Educação irá reconhecer os projetos pedagógicos que estão causando impacto positivo em escolas de todo o país. Confira a programação completa, acessando: https://educaweek.com.br/

Rainha Elizabeth II morre aos 96 anos

A Rainha Elizabeth II, monarca do Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte, morreu hoje (8), aos 96 anos, no Castelo de Balmoral, na Escócia. A informação foi divulgada no perfil oficial da família real britânica no Twitter.

A mensagem publicada no Twitter diz que “a Rainha morreu tranquilamente em Balmoral nesta tarde. O Rei e a Rainha Consorte permanecerão em Balmoral nesta noite e retornarão a Londres amanhã”.

Fonte: Agencia Brasil