Parque Nacional divulga fotos inéditas das Cataratas feitas à noite com o céu estrelado; confira

Ver as galáxias, as estrelas e a poeira cósmica numa das maravilhas mundiais da natureza: as Cataratas do Iguaçu,  no Parque Nacional do Iguaçu, na fronteira do Brasil com a Argentina. Foi o que fez uma equipe comandada pelo fotógrafo Victor Lima, autorizada entrar no local à noite para fazer fotos incríveis.

Apaixonado pela astrofotografia, ele fez uma primeira visita ao Parque Nacional do Iguaçu com a família há cerca de dois anos. Em sua segunda visita, em março de 2021, veio ao parque com as imagens e sonhos na cabeça, fotografias memorizadas, e organizou, junto com a administração da unidade, a liberação especial para realizar uma expedição fotográfica à noite, fora do horário de atendimento ao público.

É preciso ler as fotografias com calma para identificar os astros do Universo, do mesmo modo que Victor precisou aguardar o momento certo, ter paciência, olhar concentrado, para conseguir identificá-los e registrá-los no céu das Cataratas.

Via Láctea

Foto: Victor Lima e equipe

Nesta fotografia temos o braço da Via Láctea (galáxia espiral da qual o sistema solar faz parte) no lado esquerdo da imagem. É possível identificar na parte superior a Cruzeiro do Sul (menor de todas as constelações e considerada a mais importante) e a nebulosa Eta Carinae (magenta), que é uma das maiores estrelas e a mais luminosa da nossa galáxia; não é visível a olho nu. Já à direita, observa-se a grande e a pequena Nuvens de Magalhães, duas galáxias-satélites anãs irregulares da nossa galáxia. As duas podem ser vistas a olho nu no Hemisfério Sul.

Foto: Victor Lima e equipe

A Via Láctea surge na diagonal sobre o elevador das Cataratas do Iguaçu. Nesta fotografia podem ser vistas as nebulosas de emissão (nuvem de gás ionizado que emite luz de várias cores), nuvens brilhantes de poeira (poeira que existe no espaço sideral) e gás interestelar, como a Nebulosa da Águia (M16), a Nebulosa Ômega (M17), a Nebulosa da Lagoa (M8) e a NGC 6357, entre outras. Acima do núcleo da Via Láctea observa-se Antares (estrela supergigante vermelha na constelação de Scorpius).

Foto: Victor Lima e equipe

Como fez?

Registros incríveis, não é mesmo? Para captar essas cenas, Victor Lima utilizou uma câmera Canon 6D full-frame e fez uso da técnica de longa exposição, quando o sensor precisa de mais tempo para captar a imagem, e geralmente isso é feito em ambientes com pouca luminosidade. O profissional apoiou a câmera em um tripé e utilizou lente convencional. Usou e abusou da paciência e da pesquisa no local previamente para atingir os resultados divulgados. As cenas foram registradas durante três noites, das 22 horas às 04 horas da manhã.

Foto: Victor Lima e equipe

Quem é Victor Lima?

É engenheiro civil formado pela Universidade Federal de Viçosa (MG) no ano de 1997. Dos elementos utilizados nos projetos de engenharia, como os cálculos, as leituras de mapas, projetos e comportamento da luz, Victor adaptou as técnicas para as suas expedições fotográficas e conseguiu, com um tempo razoavelmente curto de trabalho – se comparado com o tempo de carreira de profissionais da fotografia –, produzir emblemáticos registros focados na astrofotografia de paisagem, a arte de fotografar o céu noturno com cenários.

A carreira de fotógrafo teve início no ano de 2014, quando ele comprou sua primeira câmera, uma Canon T5i, um equipamento considerado de entrada pelos fotógrafos profissionais. O objetivo era registrar a viagem que faria com a esposa à Espanha. Já na Europa, com as ideias na cabeça e a câmera na mão, conseguiu fazer fotos satisfatórias. Mas Victor acreditava que poderia obter registros com melhores composições.

Na foto o fotografo Victor Lima

De volta para casa, passou a estudar a fundo e com muito perfeccionismo os conceitos básicos da fotografia. De maneira didática, testou e buscou utilizar todas as possibilidades do seu equipamento na época, fazendo saídas para testar o aprendizado. Cada vez mais instigado pelas descobertas a cada novo registro, ampliou os estudos para seis horas por dia.

O engenheiro Victor, que se dividia entre o trabalho na engenharia e o estudo da fotografia, aumentou suas leituras e estudos fotográficos no ano de 2015, quando decidiu participar e teve o êxito de ganhar o concurso da revista Traveler, da National Geographic, que reuniu 34 mil participantes no mundo. A foto do Victor, registrada em Salto Corumbá, no estado de Goiás, foi a primeira a ser publicada na capa da revista por um leitor.

“O prêmio me motivou bastante. Naquele momento estava com uma fotografia publicada em uma revista com visibilidade mundial. Senti que aquele era o início de uma carreira e eu poderia me dedicar à fotografia. De 2015 até 2019, eu estudava e praticava as técnicas que aprendia, paralelo à minha carreira como engenheiro”, informou.

Atualmente Victor Lima dedica-se integralmente ao mundo da fotografia, com expedições fotográficas pelo Brasil e pelo mundo. Uma de suas fortes atuações se dá em cursos de astrofotografia de paisagens para grupos de pessoas que queiram aprimorar técnicas e conhecimento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Onças invadem Parque das Aves durante a madrugada e matam 172 flamingos

Duas onças do Parque Nacional do Iguaçu invadiram o Parque das Aves, em Foz do Iguaçu, e mataram 172 flamingos durante a madrugada desta terça-feira (9). Indira e o filhote Aritana, que está aprendendo a caçar, adentraram o recinto as aves e fizeram o ataque.

Alguns flamingos vieram a óbito pelo estresse da situação (fenômeno chamado de miopatia de captura). Apenas 4 flamingos estão vivos.

O Parque decretou luto de três dias e tem previsão de reabertura ao público na sexta-feira (12).

Neste momento, os colaboradores que criaram a colônia de flamingos desde 1995, quando os 16 primeiros indivíduos resgatados, estão sendo acolhidos. No Parque das Aves, os animais encontraram uma segunda chance de vida, recebendo todos os cuidados e atenção da equipe técnica, posteriormente se reproduzindo e gerando a colônia.

“Essa cicatriz ficará para sempre na história do Parque, porém estamos confiantes de que recomeçaremos a colônia de flamingos e uma nova história. Pedimos a todos que, em respeito ao nosso trabalho, que não divulguem informações, imagens, sobre esse acontecimento, que não venham de nossos canais oficiais”, conclui o parque.

Parque Nacional do Iguaçu amplia atendimento no feriadão de Finados

Vazão das Cataratas do Iguaçu está acima da média, com 1,8 milhão de litros por segundo na semana do feriado

Visitar o Parque Nacional do Iguaçu é um programa ideal para famílias e grupos de amigos, e este feriado de Finados é uma oportunidade para brasileiros e estrangeiros se conectarem com a natureza do maior conjunto de quedas d’água do mundo. Para garantir uma experiência ainda melhor a todos os visitantes, o parque ampliou o atendimento durante os quatro dias de feriadão, com funcionamento de sábado (30 de outubro) a terça-feira (2 de novembro), das 8h às 16h.

Os ingressos para visitar a unidade de conservação são limitados e vendidos exclusivamente on-line, no site www.cataratasdoiguacu.com.br. A dica é reservar os ingressos para os dias mais tranquilos: segunda e terça-feira (1º e 2 de novembro). Importante: não existe a opção de compra de bilhete físico no Parque Nacional do Iguaçu. O visitante precisa adquirir o ingresso com antecedência no site oficial do atrativo.

Ingressos para brasileiros, Mercosul e estrangeiros – Os visitantes devem comprar o bilhete escolhendo a categoria, conforme sua nacionalidade: Brasileiros, Mercosul ou Estrangeiros. As pessoas que vierem com condução própria podem deixar o veículo no estacionamento oficial do Parque Nacional do Iguaçu, localizado no Centro de Visitantes. https://tickets.cataratasdoiguacu.com.br/home.

Almoce no coração das Cataratas – O Restaurante Porto Canoas, situado no final da Trilha das Cataratas, atenderá o público com seu tradicional bufê da gastronomia brasileira e a vista singular da Maravilha Mundial da Natureza, que encanta visitantes do mundo inteiro. O restaurante atenderá das 12h às 16h, com música ao vivo todos os dias. www.instagram.com/porto.canoas

Passeio de barco nas Cataratas – Mais uma boa dica para o feriado é o Macuco Safari, passeio de barco pelo Rio Iguaçu, no qual o visitante tem a oportunidade de tomar “aquele banho” debaixo das quedas d’água das Cataratas do Iguaçu. O passeio, opcional, é liberado para todas as idades. www.macucosafari.com.br

Sobrevoo de helicóptero – Um dos passeios de helicóptero mais belos do mundo. A bordo das aeronaves da Helisul, concessionária do parque, você poderá apreciar uma das vistas mais raras do planeta. Há a opção de voo de dez minutos sobre o Parque Nacional do Iguaçu e as Cataratas do Iguaçu, e também a opção de 35 minutos sobrevoando o parque, a Itaipu Binacional e o Marco das Três Fronteiras. www.instagram.com/helisulexperience/

Cuidados redobrados – O parque passa diariamente por um minucioso trabalho de sanitização de todo o circuito turístico, oferecendo ainda mais proteção aos visitantes. Durante todo o feriadão, esse serviço será reforçado para garantir uma experiência inesquecível a quem visitar a unidade de conservação.

Dicas e informações – O visitante que quiser receber dicas e informações sobre o que fazer no Parque Nacional do Iguaçu poderá entrar em contato com a Central de Atendimento ao Visitante: +55 (45) 9137-3444 (wa.me/554591373444).

Créditos fotografia:
Visitantes: Alexandre Soto
Macuco Safari: Marcos Labanca
Restaurante Porto Canoas: Marcos Labanca
Helicóptero: Helisul

Serviço
Atendimento no Parque Nacional do Iguaçu – feriadão de Finados
De 30 de outubro (sábado) a 2 de novembro (terça-feira): das 8h às 16h

Informações e ingresso on-line
www.cataratasdoiguacu.com.br
contato@catarataspni.com.br
(45) 3521-4400

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com