Paraná confirma mais 4.690 casos e 193 óbitos pela Covid-19

A Secretaria de Estado da Saúde divulgou nesta sexta-feira (26) 4.690 novos casos de Covid-19 e 193 óbitos pelo novo coronavírus. Os dados acumulados do monitoramento mostram que o Paraná soma 823.398 casos e 15.823 mortes em decorrência da doença.

Os casos confirmados divulgados nesta data são de março (4.488), fevereiro (71) e janeiro (09) de 2021 e dos seguintes meses de 2020: abril (01), maio (01), julho (04), agosto (56), setembro (06), outubro (01), novembro (28) e dezembro (25).

VACINA 

A secretaria estadual da Saúde possui um vacinômetro atualizado instantaneamente à medida em que os municípios inserem o número de doses aplicadas no sistema.

INTERNADOS 

Nesta sexta-feira são 2.919 pacientes internados com diagnóstico confirmado de Covid-19. Destes, 2.305 ocupam leitos SUS (925 UTI e 1.308 clínicos/enfermaria) e 614 da rede particular (295 UTI e 319 clínicos/enfermaria).

Há outros 2.670 pacientes internados, 1.771 em leitos UTI e 899 em enfermaria, que aguardam resultados de exames. Eles estão em leitos das redes pública e particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo Sars-CoV-2.

ÓBITOS 

A secretaria estadual informa a morte de mais 193 pacientes. São 85 mulheres e 108 homens com idades que variam de 29 a 94 anos. Os óbitos ocorreram entre 13 de outubro de 2020 a 26 de março de 2021.

Os pacientes que foram a óbito residiam em: Curitiba (29), Londrina (22), Maringá (13), Paranaguá (11), Campo Largo (8), Colombo (8), Pinhais (7), Cascavel (6), Ponta Grossa (5), São José dos Pinhais (5), Almirante Tamandaré (4), Astorga (4), Rolândia (3), Araucária (2), Assaí (2), Foz do Iguaçu (2), Marialva (2), Paiçandu (2), Peabiru (2), Toledo (2) e Wenceslau Braz (2).

O informe registra ainda a morte de uma pessoa que residia em cada um dos seguintes municípios: Anahy, Andirá, Apucarana, Assis Chateaubriand, Atalaia, Campo Mourão, Capanema, Cerro Azul, Cianorte, Clevelândia, Cruzeiro do Iguaçu, Dois Vizinhos, Faxinal, Francisco Beltrão, Guairá, Guarapuava, Guaraqueçaba, Guaratuba, Ibiporã, Jaguariaíva, Lindoeste, Mandirituba, Mangueirinha, Matelândia, Missal, Nova Esperança, Nova Prata do Iguaçu, Palmas, Pérola, Piraí do Sul, Pontal do Paraná, Realeza, Rio Negro, Salgado Filho, São João do Ivaí, São Jorge do Ivaí, Sarandi, Telêmaco Borba, Umuarama, União da Vitória e Vitorino.

FORA DO PARANÁ 

O monitoramento da Secretaria de Estado da Saúde registra 5.315 casos de pessoas que não moram no Estado. Destas, 116 foram a óbito.

AJUSTES

Total de exclusões: 3 casos de residentes e 5 de não residente no Paraná, e 4 óbitos de residentes no Paraná.

– Um óbito confirmado (M,44) no dia 08/10/2020 em ANTONINA foi excluído por erro de notificação.

– Um caso e óbito confirmados (M,77) no dia 20/07/2020 em ANTONINA foram excluídos por erro de notificação.

– Um caso e óbito confirmados (M,57) no dia 25/07/2020 em FOZ DO JORDAO foram excluídos por erro de notificação.

– Um caso e óbito confirmados (M,84) no dia 09/10/2020 em RIO BRANCO DO SUL foram excluídos por erro de notificação.

– Cinco casos de não residentes do Paraná excluídos por duplicidade.

Confira o informe completo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Paraná ultrapassa 80% da população adulta completamente vacinada contra a Covid-19

O Paraná alcançou a marca de 80,2% da população adulta completamente imunizada contra a Covid-19 (vacinada com a primeira e segunda doses ou dose única). São 7.001.518 paranaenses com o esquema vacinal completo, segundo o Vacinômetro. A análise é baseada na estimativa do Ministério da Saúde, que aponta o Estado com uma população vacinável de 8.720.953 pessoas.

A expectativa da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) é chegar em 85% da população acima de 18 anos com o esquema completo de vacinação até ao final deste mês.

“Estima-se que até dezembro consigamos chegar na nova meta, permitindo, desta forma, novas flexibilizações, conforme orientação do Governo do Estado. Desde que não tenhamos crescimento de novos casos podemos modificar ainda mais algumas regras”, disse o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

Em adolescentes a vacinação também avançou nas últimas semanas. Dos 936.296 jovens de 12 a 17 anos, 532.634 receberam a primeira dose, que corresponde a cerca de 57% desse público. “O número de adolescentes vacinados no Estado aumenta a cada dia. Mais da metade já está com a primeira dose. Esperamos novas remessas de vacinas para os nossos jovens”, disse Beto Preto.

De acordo com o consórcio dos veículos de imprensa, o Paraná está perto de atingir 60% da população (adultos e crianças) com as duas doses ou a dose única. Os estados com maior porcentagem da população imunizada são São Paulo (69,46%), Mato Grosso do Sul (65,13%), Rio Grande do Sul (61,88%), Santa Catarina (59,79%) e Paraná (58,56%). A média nacional é de 56%.

DISTRIBUIÇÃO – A Sesa já distribuiu 671.600 imunizantes para adolescentes, trabalhadores da saúde, idosos e a população em geral em novembro. Nesta segunda-feira mais 161 mil doses chegaram ao Estado e dentro de alguns dias também serão repassadas aos municípios. “É importante reforçar a importância de se completar o ciclo. São as duas doses que garantem a imunização completa, o que realmente vai proteger as pessoas”, disse o secretário.

EM NÚMEROS – O Paraná é um dos estados que mais vacinou no País: são 16.279.177 vacinas aplicadas. Apenas entre setembro e outubro foram 4,8 mil aplicações. Mesmo assim, a Secretaria de Saúde reforçou o pedido para que a população busque a segunda dose, quando alcançar o lapso temporal. Cerca de 3% a 5% não se vacinaram com nenhuma dose.

Sem máscara no Natal? Paraná pode flexibilizar uso com 80% dos adolescentes vacinados

Existe a possibilidade dos paranaenses comemorarem as festas de fim de anos sem máscara. O governador Ratinho Junior disse, neste sábado (6), que o Paraná pode flexibilizar o uso da máscara assim que o estado atingir 80% de vacinação dos adolescentes. A informação foi divulgada durante evento realizado em Londrina, no Norte do Estado.

Em entrevista coletiva, Ratinho disse que o avanço da vacinação permite o estado a considerar uma redução nas medidas restritivas.

“Nós estamos fazendo de forma muito cautelosa todas as decisões focadas na pandemia. A vacinação está ajudando muito, somos o primeiro estado que conseguiu dar as duas doses para a maioria da população. Agora estamos avançando nos adolescentes, tudo isso para diminuir número de mortes e infectados. Acredito que, se nós chegarmos em novembro 80% dos adolescentes vacinados, começando dezembro próximo dos 100%, podemos começar em um Natal sem máscara, mas isso de forma muito técnica e sem colocar em risco a população”, disse.

Segundo os dados do Vacinômetro estadual, o Paraná já aplicou 16.094.632 vacinas contra a Covid-19, sendo 8.680.041 primeiras doses, 6.581.894 segundas doses e 324.596 doses únicas.

Entre os adolescentes, são 438.101 doses aplicadas.

Ponta Grossa

Na segunda-feira (1), a Prefeitura de Ponta Grossa, na região dos Campos Gerais, liberou o uso de máscaras em ambientes abertos da cidade. Para a decisão, a administração municipal levou em conta a taxa de imunização contra o Sars Cov-2. Segundo a Prefeitura, 95,9% da população adulta recebeu ao menos uma dose e 60,3% já completou o esquema vacinal.

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), porém, a normativa não é válida e a obrigatoriedade para uso do instrumento de proteção continua. Para a pasta, é necessário decreto estadual para a liberação.

Informações Banda B