Palco da Pedreira Paulo Leminski é ponto oficial de doações de alimentos não perecíveis em Curitiba

Doações feitas no formato DriveThru serão distribuídas a instituições cadastradas pela FAS e Instituto GRPCOM na luta contra o coronavírus

Durante um mês o palco da Pedreira Paulo Leminski deixa de ser palco para estrelas da música e passa a receber uma grande ação. Uma parceria entre o complexo cultural Parque das Pedreiras, que abriga também a Ópera de arame e o Vale da Música, a Prefeitura de Curitiba e o Instituto GRPCom tornou o ponto local oficial de arrecadação de doações. E para participar dessa corrente do bem, o curitibano não vai precisar nem descer do carro.

“Iremos liberar o acesso aos carros para que as pessoas possam fazer as doações sem contato com ninguém. Além de ter a experiência de andar pela Pedreira Paulo Leminski de carro, que é um lugar icônico de Curitiba, as pessoas também vão poder ajudar aqueles que precisam do nosso suporte neste momentos de crise”, explicou Helinho Pimentel, Vice-presidente de Operações do Parque das Pedreiras e sócio da DC Set Eventos – Curitiba.

A ideia é estimular que pessoas doem alimentos não perecíveis a comunidades que inevitavelmente serão afetadas pela crise ocasionada pelos avanços do Covid-19. Para isso, será montada uma estrutura em frente ao palco da Pedreira, famoso por receber grandes nomes do cenário nacional e internacional. Os doadores poderão entrar com o carro, deixar os itens numa mesa sem nem descer do carro. Tudo pensado para que não haja contato físico.

“Enquanto as pessoas estão ali, os alto falantes vão estar tocando trechos dos shows de grandes artistas que passaram pelo palco da Pedreira, deixando o ambiente mais aconchegante e saudosista. Ao fechamento do dia, nossas equipes vão organizar as doações e passarão álcool em gel em tudo, eliminando qualquer risco de contaminação”, disse Pimentel.

A campanha também tem como objetivo auxiliar instituições que vêm passando por uma crise sem precedentes. Muitas delas perderam seus voluntários com o isolamento social, e não podem realizar eventos que garantem a arrecadação de recursos, como festas e bazares, por exemplo. A coleta já está acontecendo e vai até o início do mês de maio. O atendimento será de terça a domingo das 10h às 18h.

Para quem quiser contribuir de outras formas, é possível realizar doações em dinheiro para a conta oficial da Prefeitura de Curitiba.

Serviço

Local: Acesso pelo portão principal (Portão 01) da Pedreira Paulo Leminski – Rua João Gava, 970 – Abranches

Data: 07 de abril até o dia 10 de maio.

Horário de atendimento: de terça a domingo das 10h às 18h.

Maiores informações: www.parquedaspedreiras.com.br

Conta bancária Prefeitura de Curitiba: Banco do Brasil, agência 3793-1, conta corrente 9.509-5 | Fundo Municipal da Saúde – CNPJ 13.792.329/0001-84

Quatro dicas para cuidar da higiene oral dos pets

A doença periodontal é uma das enfermidades mais frequentes entre cães e gatos e os danos vão muito além do mau hálito. Assim como nos humanos, a falta de higiene bucal pode causar doenças orais, complicações sistêmicas, comprometimento das funções biológicas e agravamento de outras enfermidades já instaladas. Por isso, o cuidado rotineiro e o acompanhamento veterinário regular são essenciais.

Segundo a médica veterinária da rede de farmácias de manipulação veterinária DrogaVET, Franciele Fraiz, estudos de caso da rotina clínica indicam que as doenças periodontais afetam mais de 80% dos pets adultos, impactando dentes, gengiva, osso, cemento e ligamento periodontal. “Além do processo inflamatório das doenças bucais ser dolorido para os pets, enquanto o organismo do animal trabalha para combater a infecção, são produzidas substâncias denominadas imunocomplexos, que se instalam nos rins, aumentando as chances do desenvolvimento de doenças renais. A inflamação gerada no local permite que as bactérias entrem na corrente sanguínea e se instalem em outros órgãos, causando ou agravando doenças como a bronquite, a artrite e a endocardite”, revela a veterinária. Por isso, algumas dicas são fundamentais.

Escovação sim, preguiça não

A escovação dos dentes deve ser feita diariamente ou, ao menos, três vezes por semana para evitar o acúmulo do biofilme bacteriano, uma placa que se forma na gengiva cerca de 24 a 32 horas após a ingestão de alimentos. São essas bactérias que formarão os cálculos dentários, ou tártaro, como são popularmente conhecidos, e a doença periodontal.

Para que os pets aceitem a escovação dentária com tranquilidade, o ideal é acostumá-los desde filhotes. As primeiras tentativas podem ser feitas com uma gaze umedecida ou com dedeiras, até que o pet se acostume. Depois a escova dental, adequada ao tamanho do pet, pode ser introduzida à rotina. Para os pets que não foram acostumados desde filhotes, a dica é vincular a higienização bucal a recompensas positivas, assim o pet passa a associar o momento da escovação com passeios, brincadeiras, elogios ou carinhos e, consequentemente, consegue tolerar a higienização com mais tranquilidade.

Nem tudo o que é bom para nós, é bom para eles

Os pets devem compartilhar do hábito de escovar os dentes, mas não dos nossos cremes dentais. O flúor e o xilitol na quantidade contida nas pastas de dentes para humanos são tóxicos para os animais e podem provocar dores abdominais, náuseas, vômitos, letargia, danos no fígado e, até mesmo, convulsões. Enxaguantes bucais para humanos e outros produtos como bicarbonato de sódio e peróxido de hidrogênio também são proibidos para os pets. “Existem cremes dentais específicos para pets que, além de serem seguros para eles, podem ser manipulados com sabores atrativos, como frango, bacon, banana, entre outros”, recomenda a veterinária.

Ajudinha extra

Petiscos com componentes que auxiliam na higiene bucal, brinquedos que estimulam a mordedura, spray e espumas bucais com ativos para higiene e prevenção do mau hálito são alguns aliados para o dia a dia. “Na manipulação veterinária é possível preparar mousses, filme oral e lenços umedecidos com fármacos adequados para cada pet e com o sabor de preferência dele, porém, devem ser utilizados de forma complementar à escovação, pois somente ela é capaz de fazer a remoção dos resíduos alimentares e biofilmes bacterianos depositados diariamente na superfície dos dentes e gengiva”, aponta Franciele.

Tratamento e acompanhamento veterinário

Cuidar da saúde bucal dos animais é tão importante quanto a vacinação e o controle de ectoparasitas. O exame clínico realizado periodicamente é essencial, pois os sinais iniciais da doença periodontal são discretos e o tutor pode demorar a perceber que algo não vai bem.

Quando a placa bacteriana está instalada é necessária a realização de um procedimento cirúrgico para retirada da placa, restauração da profundidade da gengiva e extração dos dentes comprometidos. Os cuidados diários com os pets que passam pelo procedimento continuam os mesmos. “A remoção cirúrgica vai corrigir os danos causados anteriormente, mas o acúmulo de biofilme bacteriano acontece diariamente. E vale lembrar que a rotina de higiene bucal não anula a necessidade de visitas regulares ao veterinário e nem a possibilidade de uma nova intervenção, pois alguns pets têm maior tendência à formação de placa bacteriana e doenças periodontais”, finaliza a veterinária.

Sobre a DrogaVET

A DrogaVET está sempre em busca de soluções no segmento de manipulação veterinária, respeitando integralmente todos os princípios éticos que regem a produção de medicamentos e a sua aplicabilidade em animais. Pioneira no segmento de farmácias de manipulação, a rede, que surgiu em 2004, já conta com mais de 100 unidades no Brasil, unindo tecnologia, inovação e o conhecimento de uma equipe altamente especializada de farmacêuticos e veterinários.

Mais informações estão disponíveis no site: www.amoranimalcaramelo.com.br.

Construtora inova com planta inteligente

O estudo “Ranking das Melhores Cidades para Fazer Negócio”, elaborado pela Urban Systems, em 2021, para a Revista Exame, apontou que as cidades paranaenses Curitiba, Londrina, Maringá e Cascavel estão entre as 30 primeiras cidades do Brasil – numa lista de 100 municípios com mais de 100 mil habitantes – para investimentos no ramo imobiliário. O levantamento completo considera indicadores para os setores industrial, comercial, imobiliário, educacional, agropecuário e de serviços. Atenta ao que ocorre no mercado, a Yticon, construtora do Grupo A.Yoshii, expandiu suas atividades para o noroeste do estado, com investimentos que ultrapassam R$ 200 milhões e geração de 300 empregos diretos, apenas em 2022. A expectativa do Valor Geral de Vendas (VGV) na cidade de Maringá, por exemplo, é de aproximadamente R$ 250 milhões, com estimativa de crescimento de 30% nas vendas, já no ano que vem.

Justamente pela boa expectativa, Maringá foi uma das cidades escolhidas para lançamentos com foco em tecnologia na construção e que atendem as tendências e exigências do comportamento do mercado. Depois do recorde de vendas do “UP Residence”, primeiro lançamento realizado em fevereiro deste ano (com 75% das unidades vendidas em três dias), a cidade será palco para mais um projeto audacioso e considerado da primeira linha de produtos da construtora: uma torre residencial com unidades de 78 metros quadrados privativos, uma novidade já denominada “planta inteligente”. O empreendimento chamado “Urban”, além da boa metragem, vai oferecer apartamentos com uma suíte com espaço para closet, sacada com churrasqueira e área de lazer completa, que inclui uma arena para beach sports, um dos itens mais requisitados pelos futuros moradores e investidores, e que se tornou sensação em todo país àqueles que apreciam esportes de areia.

Revolução no segmento

Localizado no bairro Vila Marumby, próximo ao Parque do Ingá, o residencial estará rodeado por muito verde e terá uma gama completa de itens na área de lazer, fazendo jus ao seu título de planta inteligente. Na lista estão Lounge Gourmet, Steak House, Teen Lounge, Kids Place, Outdoor Training, Play, Family Space, Pool Place, Pet Play e Sports Lounge. Segundo a gerente da unidade Yticon em Maringá, Emanuelle De Mori Bardeja Gil, o residencial vai oferecer um modelo de moradia multifuncional com áreas de uso coletivo, baseadas no conceito de economia compartilhada como espaço para coworking, laundry e iMarket. “Maringá foi escolhida para receber o empreendimento da categoria mais elevada do portfólio da Yticon e, certamente, será um projeto revolucionário do segmento não só na cidade, mas em toda região noroeste do Paraná”, comenta.

Com a ampliação da linha de produtos, a construtora se consolida ainda mais no mercado imobiliário, atendendo, sempre, às reais necessidades dos clientes: excelentes plantas, ótimas localizações, além de áreas de lazer funcionais com diversos espaços. “Outro diferencial é que oferecemos condições de pagamento facilitadas, com entradas e parcelas acessíveis para os diversos produtos do catálogo. O Urban, com certeza, vai surpreender pelo custo x benefício apresentado.” Em fevereiro deste ano, a construtora inaugurou seu showroom, onde estão os apartamentos decorados, abertos à visitação. Para o ano de 2023, estão previstos outros três lançamentos na Cidade Canção, que vão gerar mais empregos e investimentos na região.

Serviço:

Showroom Yticon Maringá

Local: Avenida São Paulo, 2890 (aberto todos os dias, das 9h às 18h)

Sobre a Yticon Construção e Incorporação

A Yticon é uma construtora e incorporadora que atua há mais de doze anos nas cidades de Londrina, Maringá e Cambé, no Paraná, além de Presidente Prudente e Campinas, em São Paulo. A empresa do Grupo A.Yoshii desenvolve empreendimentos econômicos, localizados em regiões de potencial valorização, especialmente para quem quer conquistar o primeiro imóvel. A Yticon já construiu mais de 5,9 mil unidades, todas entregues rigorosamente no prazo, somando mais de 550 mil metros quadrados de área construída. Mais informações: www.yticon.com.br.

Sobre o Grupo A.Yoshii

Fundado há mais de 55 anos, o Grupo A.Yoshii já construiu mais de 2 milhões de metros quadrados do Sul ao Nordeste do Brasil, entre obras industriais, edifícios corporativos e residenciais, escolas, universidades, teatros e centros esportivos. É composto pela A.Yoshii Engenharia, com sólida atuação em construções de edifícios residenciais e comerciais de alto padrão em Londrina, Maringá, Curitiba e Campinas; pela Yticon Construção e Incorporação, que realiza empreendimentos econômicos, localizados em regiões de potencial valorização em municípios do Paraná; e pelo Instituto A.Yoshii, voltado para a inserção social e a democratização cultural. Além disso, atua em Obras Corporativas, atendendo grandes corporações em suas plantas industriais, nos mais variados segmentos da economia, como papel e celulose, alimentício, químico, agronegócio, energia, assim como usinas sucroalcooleiras, centros logísticos, plantas automobilísticas, entre outros. Mais informações: www.ayoshii.com.br.