Otto Farias estreia nos streamings com “Mais de Ti”

Single chega acompanhado de videoclipe e traz amadurecimento como mensagem

O gosto pela música acompanha Otto Farias desde os nove anos, quando aprendeu a tocar violão. Mas foi após se tornar um artista do selo Habrok Music que viu seu sonho se materializar no single de estreia “Mais de Ti”. “O som conta muito sobre um momento de amadurecimento que vivi. A composição é de um grande amigo, André Piero de Assis. Quando li a letra, ela mexeu muito comigo e ele liberou a canção para eu gravar”, conta ao revelar a relação com o selo musical. “Fazer parte do selo tem sido essencial em todos os detalhes. Eles estão me dando todo o suporte, inspiração e atenção, eu não chegaria até aqui se não fosse a ajuda do selo, eles estão extraindo o melhor de mim”, explica Farias.

Foto: Divulgação

A estreia de Otto vem no tapete vermelho, com direito a clipe no seio de minas na Zona da Mata. “O lançamento será no dia 23 de outubro, está lindo, tenho certeza que a galera vai curtir demais” pontua.

Os próximos meses serão de trabalho para o artista. “Estou finalizando uma canção chamada um lugar pra descansar, um single acústico. Tenho certeza que ele será uma resposta às pessoas que estão cansadas ou sobrecarregadas. Além de outras composições”, pontua.

A estreia de Otto Farias com o single Mais de Ti ocorre nesta sexta-feira, 16/10, em todas as plataformas de streaming. O pré-save da música pode ser feito aqui: http://bit.ly/PreSaveMaisDeTi

O artista faz parte do selo musical Habrok Music, para conhecer a empresa clique aqui:
http://habrokmusic.com/

Link para ter acesso as músicas: https://ONErpm.lnk.to/MaisDeTi

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Duo de pianistas portugueses e Letícia Sabatella estão nos palcos da Oficina de Música de Curitiba nesta terça

Duo de pianistas portugueses e Letícia Sabatella estão nos palcos da Oficina de Música desta terça-feira. Foto: Cido Marques/FCC

Os destaques desta terça-feira (31/1) na 40ª Oficina de Música de Curitiba são o concerto dos aclamados pianistas portugueses Pedro Burmester e Mario Laginha, com a Orquestra de Câmara de Curitiba, no Teatro Guaíra, e a atriz e cantora Letícia Sabatella, convidada para o show “Inimaginável”, no Teatro da Reitoria.

A vinda de Pedro Burmester e Mario Laginha é especialmente patrocinada pela Embaixada de Portugal e Camões – Centro Cultural Português/Brasília, no âmbito do programa do bicentenário da independência do Brasil.

Na primeira parte da apresentação, no Guairão, o pianista Pedro Burmester tocará com a Orquestra de Câmara de Curitiba o Concerto para Piano e Orquestra nº 9 em Mi bemol Maior, de Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791). Na segunda parte, os dois pianistas tocam juntos em dois pianos as obras Le Grand Tango, de Astor Piazolla (1921-1992), o Concerto para Dois Pianos, do próprio Mario Laginha, e Bolero, de Maurice Ravel (1875-1937).

Burmester e Laginha são nomes de grande destaque no cenário musical europeu. Com um extenso currículo que engloba recitais solo, apresentações com as principais Orquestras da Europa e premiações em concursos de grande relevância, Burmester atualmente é professor de piano e música de câmara na Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo, na cidade do Porto.

Com uma carreira de mais de três décadas, Mário Laginha tem grande presença no cenário do jazz. Mas o universo musical que foi construindo é mais vasto, passando pelas sonoridades brasileiras, indianas, africanas, pela música pop e rock, e pelas bases clássicas de sua formação.

Letícia, Troy e quinteto de violões

Na área de MPB, a atração de terça-feira fica por conta do projeto “Inimaginável”, realizado com recursos da Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Curitiba. Pelo projeto, o músico Fabiano Silveira, o Tiziu, e a Kilânio Orquestra de Violões convidam Letícia Sabatella e o compositor paranaense Troy Rossilho para um show no palco do Teatro da Reitoria. Letícia interpreta composições de Troy acompanhada de um quinteto de violões. Com o show, a atriz mostra também a sua vertente musical.

Nascida em Belo Horizonte, Letícia Sabatella viveu em Curitiba dos 4 aos 20 anos, quando fez o primeiro papel como atriz na Rede Globo. Além da trajetória no teatro, cinema e TV, Letícia tem um trabalho sólido como cantora e compositora. A carreira musical ganhou impulso em 2015 com o espetáculo Caravana Tonteria, que misturava teatro e canções da autora e de nomes como Chico Buarque, João Donato e Arrigo Barnabé. O show Caravana Tonteria foi registrado em álbum lançado em 2021 e o espetáculo acabou se tornando uma grande banda, com shows pelo Brasil.

Outras atrações

Clássicos da música instrumental brasileira serão apresentados pelo Duo Tercina na Igreja Luterana. O duo é formado pelo clarinetista Jonathan Augusto e pelo violonista Eric Moreira. O coro masculino Ottava Bassa se apresenta na Capela dos Fundados, no Memorial de Curitiba. O grupo também optou por um concerto mais popular, trazendo para o repertório compositores como Chico Buarque e Ennio Morricone.

Na programação de terça-feira tem ainda o concerto de música de câmara com instrumentos de sopro (madeira e metais), na Capela Santa Maria, e as performances de cine concerto dos alunos da turma de Improvisação e Imagem, de Guilherme Almeida, cuja atividade é criar discursos sonoros para filmes mudos. A exibição será no Cine Passeio.

Fim do pau-brasil?

“Será o fim do pau-brasil?” é o tema da palestra que será proferida pelo luthier Igor Mottinha Fomin, colocando em debate a questão do uso da madeira brasileira na construção de arcos prontos para instrumentos musicais. O pau-brasil é a matéria-prima mais apropriada para esse fim, no entanto, é uma espécie em extinção, com restrições de corte e comercialização. Igor Mottinha abordará a necessidade do estudo de outras madeiras para a construção dos arcos.

Confira a programação completa da 40ª Oficina de Música desta terça-feira (31/1)

Duo Tercina

Duo formado pelo clarinetista Jonathan Augusto e pelo violonista Eric Moreira. No programa, composições de Chiquinha Gonzaga, Pixinguinha, Heitor Villa-Lobos, Guerra Peixe, Dilermano Reis, Edmundo Villani-Côrtes, Toninho Horta,  Egberto Gismonti, Guinga e Cláudio Menandro.

12h30 – Comunidade Luterana Igreja de Cristo (Rua Inácio Lustosa, 309)

Gratuito

Ottava Bassa – Momentos

Regência Alexandre Mousquer

“Momentos”, apresentação musical que conta a trajetória do coro masculino Ottava Bassa, com seus maiores sucessos. No programa, obras de compositores de diversas épocas e estilos, assim como arranjos especiais de obras já consagradas. No programa compositores como Giulio Caccini, Ola Gjeilo, Charles Chaplin, Chico Buarque, Ennio Morricone entre outros.

18h – Capela dos Fundadores – Memorial de Curitiba (Rua Claudino dos Santos, 79)

Gratuito

Inimaginável – Fabiano O Tiziu e Kilânio Orquetra de Violões convidam Letícia Sabatella e Troy Rossilho

A atriz e cantora Letícia Sabatella e o compositor Troy Rossilho são convidados do show “Inimaginável”, um espetáculo idealizado pelo músico e compositor Fabiano O Tiziu e pelo produtor Pedro Hey, fruto de um projeto da Lei Municipal de Incentivo à Cultura.

19h – Teatro da Reitoria (Rua XV de Novembro, 129)

R$ 35 e R$ 17,50 (Compra de ingresso pelo site www.minhaentrada.com.br)

Impressões Curitibanas

Apresentação dos alunos do curso Improvisação e Imagem: Criação e Organização do Discurso Sonoro em Diálogo com Filmes Mudos, orientado por Guilherme Almeida.

19h – Cine Passeio (Rua Riachuelo, 410, Centro)

Gratuito –  Ingressos disponíveis 60 minutos antes na bilheteria do espaço

Música de Câmara para Madeiras e Metais

Oboé – Michele Wong, Fagote – Ronaldo Pacheco, Clarinete – Otinilo Pacheco, Saxofone – Douglas Braga, Trompa – Fernando Chiappero, Trompete, Flavio Gabriel, Trombone – Pablo Fenoglio, Tuba/Eufônio – Filipe Queirós. Músicos convidados – Trompete – Emerson John Marques, Clarone – Mateus Falkenback.

19h – Capela Santa Maria (Rua Conselheiro Laurindo, 273)

R$ 35 e R$ 17,50 (Compra de ingresso pelo site www.minhaentrada.com.br)

Pianistas Pedro Burmester e Mario Laginha com Orquestra de Câmara

Regência – Abel Rocha. Solistas convidados: Pedro Burmester e Mario Laginha (Portugal) – piano. No programa, o Concerto para Piano e Orquestra nº 9 em Mi bemol Maior, de Mozart, Le Grand Tango, de Astor Piazolla, o Concerto para Dois Pianos, do próprio Mario Laginha, e Bolero, de Maurice Ravel.  Pedro Burmester é especialmente patrocinado pela Embaixada de Portugal – Brasil e Camões – Centro Cultural Português – Portugal – Ministério dos Negócios estrangeiros

20h – Teatro Guaíra (Rua XV de Novembro, s/n)

R$ 35 e R$ 17,50 – Compra de ingresso pelo site www.ticketfacil.com.br

Palestra: Será o fim do Pau-Brasil?

Com o luthier Igor Mottinha Fomin, colocando em debate a questão do uso da madeira brasileira na construção de arcos prontos para instrumentos musicais.

17h – Cine Passeio (Rua Riachuelo, 410, Centro)

Gratuito.


OFICINA VERDE

Canteiro de Capilaridade – Eduardo Feninan

A oficina ensina a formar uma horta com um sistema de irrigação integrado, utilizando materiais simples e até mesmo reciclados. 14h30

Cinemateca de Curitiba (Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 1174)

Gratuito


VALE DA MÚSICA

15H20 – Mário Conde – guitarra, Thiago Duarte – baixo e Paulinho Siqueira – saxofone

Ópera de Arame (R. João Gava, 920 – Abranches)

DON MAX

19h Daniel Migliavacca – bandolim e Eduardo Lobo – violão/guitarra

(Rua Tenente Max Wolf Filho, 37 – Água Verde)

DIZZY CAFÉ

20h30 – Débora Gurgel – piano e Banda da Casa

(R. Treze de Maio, 894 – São Francisco)

DOCE DE CIDRA

21h Laís de Assis – viola solo

(Rua Cândido Xavier, 521 – Água Verde)

A 40ª Oficina de Música de Curitiba é uma realização do Instituto Curitiba de Arte e Cultura, Fundação Cultural de Curitiba, Prefeitura de Curitiba, Ministério da Cultura, Governo Federal, com apoio master da Pontifícia Universidade Católica do Paraná, e patrocínio da Volvo do Brasil Veículos e Copel Distribuição. Também apoiam o evento: Camões – Centro Cultural Português, Embaixada de Portugal no Brasil, Teatro Colón, Centro Cultural Teatro Guaíra, Escola de Música e Belas Artes do Paraná – Campus Curitiba I da Universidade Estadual do Paraná (Unespar), Universidade Federal do Paraná – Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (Proec), Sistema Fiep/Sesi Cultura, Família Farinha, Hard Rock Cafe Curitiba, LAMUSA – Laboratório de Música Antiga, Rádio Educativa 91.7 FM, TV Paraná Turismo, Teatro Regina Casillo e Bicicletaria Cultural.

Projeto realizado com o apoio do Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura (Profice) – Secretaria de Estado da Cultura – Governo do Estado do Paraná.

Veja a matéria no site da Prefeitura de Curitiba

Bicicletando na Oficina mistura música, lazer e educação ambiental

Sol, movimento e música para agradar todos os públicos, o bicicletando já é tradição na  Oficina de Música de Curitiba. O passeio ciclístico para pais e filhos começou na Praça de Bolso do Ciclista, no centro de Curitiba, com apresentação de música celta do Grupo Awallonia. A servidora pública Sabrina Marceli Fand estava lá.

“A música celta é instrumental e linda. Uma música diferente que não estamos acostumados. Música é diversidade, é para todos os gêneros, todas as classes, ela é democrática e une as pessoas”, disse a servidora.

A segunda parada foi no Bosque do Papa, onde o Quinteto de Cordas Guará apresentou composições de Chiquinha Gonzaga e encantou a engenheira agrônoma Mary Stela Bischof . “Sou apaixonada pela Oficina de Música, acompanho a programação há dez anos. Esta semana não vou nem almoçar para não perder os concertos nas igrejas. É um encanto para alma, uma energia boa para começar o ano” conta a engenheira.

A última parada foi o Memorial Paranista, no Parque São Lourenço, onde o grupo Grupo JumpJazZ já aguardava os ciclistas.

Produção local e intercâmbio

A empresária e apresentadora de rádio Patrícia Valverde fez todo o percusso. Levou com ela o filho Aron, de 1 ano e 7 meses.

“A Oficina de Música é um respiro que a gente tem, ela reintegra, faz a gente encontrar a produção artística local e ao mesmo tempo promove intercâmbio cultural com artistas do Brasil e de várias partes do mundo. Uma excelente maneira de iniciar o ano”, avalia a empresária.

O casal Lígia Cardieri (75) e Cinésio Barbosa (77) moram no Bacacheri, foram os primeiros a chegar no Parque São Lourenço. “Não viemos de bicicletas, mas somos apaixonados por música e por jazz, como seguimos a programação da Oficina de Música, encontramos esta apresentação”, conta Lígia.

A 40ª Oficina de Música de Curitiba é uma realização do Instituto Curitiba de Arte e Cultura, Fundação Cultural de Curitiba, Prefeitura de Curitiba, Ministério da Cultura, Governo Federal, com apoio master da Pontifícia Universidade Católica do Paraná, e patrocínio da Volvo do Brasil Veículos e Copel Distribuição. Também apoiam o evento: Camões – Centro Cultural Português, Embaixada de Portugal no Brasil, Teatro Colón, Centro Cultural Teatro Guaíra, Escola de Música e Belas Artes do Paraná – Campus Curitiba I da Universidade Estadual do Paraná (Unespar), Universidade Federal do Paraná – Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (Proec), Sistema Fiep/Sesi Cultura, Família Farinha, Hard Rock Cafe Curitiba, LAMUSA – Laboratório de Música Antiga, Rádio Educativa 91.7 FM, TV Paraná Turismo, Teatro Regina Casillo e Bicicletaria Cultural.

Projeto realizado com o apoio do Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura (Profice) – Secretaria de Estado da Cultura – Governo do Estado do Paraná.

Veja a matéria no site da Prefeitura de Curitiba

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com