Otimismo toma conta do comércio no Paraná neste fim de ano: “Black Friday vai surpreender”

O presidente da ACP, Camilo Turmina, diz estar otimista com o aumento das vendas no comércio neste ano

O presidente da Associação Comercial do Paraná (ACP) acredita em uma boa perspectiva do comercio para as vendas do fim deste ano. Camilo Turmina disse que mesmo com a pandemia e com os indicadores da economia que ainda mostram resultados negativos no Brasil, ainda há boas oportunidades de negócio para os consumidores. Turmina lembrou em entrevista nesta quarta-feira (11), que a Black Friday, dia que marca a temporada de compras para o Natal e que é realizada neste mês, tem tudo para surpreender as empresas e os clientes em 2020.

“Eu acredito que neste ano, por mais que tenhamos pandemia e todas as dificuldades da economia, certamente, a Black Friday vai surpreender. Afinal de contas está todo mundo ávido para realizar algum sonho de consumo. Nós ficamos muito tempo sem fazer nada, portanto o momento é este. As pessoas terão a oportunidade de comprar bem, por um preço legal que se encaixará no bolso de todos”, afirmou à Banda B.

Ele afirma que a perspectiva é que as vendas cresçam em até 10%, se comparado com 2019. Isto, segundo Turmina, é resultado do próprio caráter que a Black Friday possui, que é oferecer produtos com muitos descontos nos preços de venda.

“Isto aí veio para ficar. Todo ano tem crescido o número de aquisições e compras. Porque é a realização de sonhos de muitas pessoas que compram aquilo que pensam e querem nesta data. Então, é uma data de descontos. Se a renda está curta, a palavra ‘descontos’ vira música para os ouvidos. É muito bom e faz bem você comprar por menos”, opinou.

Consumo

O presidente também reconheceu que as empresas estão com um certo receio ao ser questionado sobre como que a queda da renda em toda a população poderá afetar no consumo. No entanto, Turmina garante que, mesmo com isto, a oportunidade que a Black Friday, e o fim do ano, oferecem aos consumidores ainda motiva as pessoas a gastarem mais.

“Afinal de contas quando reduz renda, reduz consumo, isto é de imediato. E muitas pessoas, colaboradores de empresas tiveram sua jornada de trabalho reduzida, o contrato suspenso, ou seja, muitos tiveram sua renda cortada. Mas todo mundo está vendendo com prazos maiores e facilitando mais, afinal de contas os juros acabaram caindo. Então, tem coisas boas que estão acontecendo apesar da pandemia”, pontuou.

Pequenos Comerciantes

No fim, o presidente fez um pedido. Segundo Turmina, as empresas também tem necessidade de vender. Portanto, segundo ele, não faz sentido que o consumidor busque uma empresa estrangeira na internet para comprar algo bom e barato.

“Compre perto da sua casa porque todos vão querer vender. Dê uma oportunidade ao seu antigo e tradicional fornecedor, ao invés de fazer um clique além do Oceano e comprar do ‘ali babá’, comprar lá de longe… compra aqui. Pechinche, peça, e compre perto da tua casa. Este é o mês de vendas com boas expectativas e nós acreditamos que teremos um crescimento de vendas em relação ao ano passado mesmo com a pandemia”, concluiu.

Informações Banda B.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Reunião alinha operação do ferry boat de Guaratuba durante o verão

Representantes do Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR) participaram nesta terça-feira (21) da primeira reunião para discutir medidas a serem tomadas na travessia da Baía de Guaratuba durante a operação verão deste ano.

O principal objetivo é reforçar a segurança dos usuários durante esse período de maior movimento na travessia, em que, devido ao grande número de turistas e viajantes no Litoral, o tempo de espera para cruzar a baía não pode ultrapassar os 22 minutos.

Pelo mesmo motivo, ficam proibidos veículos com mais de três eixos e/ou superiores a 14 metros de comprimento nas embarcações. Essa integração geral vai ajudar a embasar as operações de fiscalização e controle a partir de dezembro.

Participaram da reunião a equipe de fiscalização do DER/PR, representantes da Prefeitura de Guaratuba, do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) da Polícia Militar do Paraná e da concessionária que opera a travessia.

Outras reuniões serão agendadas futuramente, para continuar a discussão sobre melhorias no serviço ao longo desses meses de maior procura.

Ação da Comec empresta bicicletas para passageiros do transporte coletivo

Para celebrar o Dia Mundial Sem Carro, comemorado todo início da primavera, em 22 de setembro, a Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec) iniciou, em Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba, uma ação para incentivar o uso de meios alternativos de transporte. Em parceria com a Viação Santo Ângelo, empresa operadora de ônibus, foi lançado nesta quarta-feira (22) o projeto Última Milha, que disponibiliza bicicletas para que os usuários do transporte coletivo utilizem até o seu destino final.

A ação acontece de forma experimental no Terminal Guaraituba, em Colombo, e busca incentivar o uso da bicicleta nos quilômetros finais que não são atendidos pelo transporte coletivo. Neste primeiro momento, a Viação Santo Ângelo disponibilizará sete bicicletas, que poderão ser emprestadas sem custo pelos passageiros por um período de 18 horas. Para retirar a bicicleta, será necessário preencher um pequeno cadastro na bilheteria do terminal.

Para o presidente da Comec, Gilson Santos, a ideia é mostrar que a bicicleta pode funcionar como um modal complementar ao ônibus. “O ônibus e a bicicleta são complementares, e queremos que os usuários percebam essa possibilidade e adotem esta prática que é mais sustentável, saudável e barata”, afirmou. “Em alguns municípios, como Campo Largo, esta prática é bastante utilizada pela população. O usuário vai de bicicleta até o terminal e de lá entra no ônibus até Curitiba ou para se deslocar na cidade”.

Para o diretor-geral da Viação Santo Ângelo, Edilson Miranda, a ação poderá ser ampliada para os demais terminais da Região Metropolitana. “Realmente esperamos contar com a população para que esta ação dê certo e possa ser replicada em outros locais”, salientou. “Será muito bacana ver a população utilizando as bicicletas e, quem sabe, até mudando alguns hábitos”, destacou.

CAMPANHA – Uma campanha promovida pela Comec desde o início do mês tem o objetivo de incentivar o uso da bicicleta de forma integrada ao Transporte Coletivo. Ela está disponível nas redes sociais, no site da autarquia e em pontos de mobiliários urbanos digitais espalhados por Curitiba.

Comec em parceria com empresa viação santo angelo lançou o projeto ultima milha. Foto: Ari Dias/AEN

Segundo o presidente da Comec, mesmo que o trajeto seja longo, o veículo de duas rodas continua sendo uma alternativa viável para chegar até o terminal ou ponto de ônibus. “Na Região Metropolitana, muitas vezes trabalhamos com grandes distâncias, o que pode inviabilizar o uso da bicicleta, trazendo uma nova alternativa e também facilidade para os usuários”, explicou Santos.