O projeto que coloca jovens de abrigos no mercado de trabalho em Fazenda Rio Grande

Atualmente são três parceiros já com contratações destes jovens e outros três que farão isso a partir de janeiro

Um projeto inovador em Fazenda Rio Grande, região metropolitana de Curitiba, coloca jovens que moram em abrigos de acolhimento no mercado de trabalho. São meninos e meninas que vivem uma situação social complicada, sem o apoio da família e que, com essa oportunidade, conseguem vislumbrar um horizonte diferente.

Em entrevista à Banda B nesta quarta-feira (16), o juiz Thiago Bertuol de Oliveira, da Vara da Família de Fazenda Rio Grande, responsável pelo projeto ‘Fábrica de Oportunidades’, destacou que por serem mais velhos estes jovens não conseguem uma família para adoção e, com isso, a inserção no mercado de trabalho fará toda a diferença. “O programa trabalha com jovens afastados da família, por questões de violência ou falecimento dos pais. Começamos a trabalhar autonomia e independência, preparando eles para a vida adulta. Temos o apoio do Sistema Fiep, iniciativa privada, na busca direta por vaga deles como estagiários ou jovens aprendizes”, descreveu Bertuol.


Atualmente são três parceiros já com contratações destes jovens e outros três que farão isso a partir de janeiro. “A gente vê que o maior número de desempregados na pandemia são os jovens. Adolescente em situação desfavorável é mais difícil e para os acolhidos ainda mais, porque não tem a família ao lado para dar o apoio. Quem mais merece parabéns é realmente a iniciativa privada, porque é quem adere e percebe o papel dentro da sociedade. Nós somos apenas uma enzima para que a coisa possa acontecer”, ponderou o juiz.

De acordo com o juiz, os jovens têm aceitado muito bem a ideia. “Alguns adolescentes demoram para compreender a dimensão da importância do trabalho, mas o pessoal da psicologia ajuda nisso. A maior parte percebe que isso será o melhor pro futuro, então ficam motivados, especialmente vendo os colegas já contratados”, contou, salientando a importância de se manter um acompanhamento dos que forem contratados. “O poder judiciário trabalha ao lado da iniciativa privada tanto na contratação quanto no período de estágio. Se o adolescente não vai bem, isso nos é passado para uma conversa com eles, por isso caminhamos lado a lado”, concluiu.

Apoio importante

Um apoio importante recebido nesta semana para o Fábrica de Oportunidades foi da ACINFAZ (Associação Comercial e Industrial de Fazenda Rio Grande), que recebeu nesta semana o juiz Thiago Bertuol de Oliveira. “Julgamos interessante pensando no ponto de vista social e nos colocamos à disposição, mostrando até onde está o nosso alcance. Várias situações foram passadas. Iremos fazer um protocolo de intenções para consolidar esse programa e se tornar até referência para outras cidades”, destacou à Banda B o presidente da ACINFAZ, Gastão Fabiano Gonchorovski.

Acinfaz recebeu nesta semana o juiz de Fazenda Rio Grande (Foto: Divulgação)

Para Gonchorvski, o projeto vem para trazer uma oportunidade única aos jovens de abrigos. “O primeiro emprego sempre é bem difícil, normalmente vem por uma indicação, ainda mais quem não tem uma referência ou foi discriminado. Até por ser do poder judiciário, isso é valorizado ainda mais”, ponderou.

A ideia agora, em um futuro próximo, é buscar benefícios às empresas que apoiarem a iniciativa.

Informações Banda B.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Lapa abre inscrições para concurso público e processo seletivo; saiba os cargos

Foram abertas nesta segunda-feira (10) as inscrições do Concurso Público 001/2022 da Prefeitura da Lapa, na Região Metropolitana de Curitiba, para as funções de nível técnico, operacional, superior, plantonista, magistério e diarista. Também foi lançado o Processo Seletivo Público de Agentes Comunitários de Saúde.

As inscrições seguem até as 12 horas do dia 09 de fevereiro. As provas estão previstas para acontecer no dia 13 de março. No total são 48 cargos em disputa com salários que variam de R$1.212,00 a R$10.015,50.

A jornada de trabalho e a remuneração de cada cargo está descrita no Edital, conforme legislação vigente. Os valores das Taxas de Inscrição variam de R$ 50,00 para funções de ensino fundamental, R$ 100,00 para ensino médio e R$ 150,00 para as vagas que exijam ensino superior. Além da prova objetiva com questões de conhecimentos gerais e específicos, alguns cargos terão avaliação de Títulos de caráter classificatório e/ou provas práticas conforme descrito no Edital.

Para acessar o edital, clique aqui

A Secretaria de Administração da Prefeitura da Lapa oferece uma sala com disponibilidade de computadores, acesso à internet, impressora e scanner para auxiliar os candidatos. A sala funciona na Rua Barão do Rio Branco, 1671 em frente ao Clube Congresso. O horário de atendimento é de segunda a sexta das 09h às 12h e das 13h30 às 17h. O serviço é oferecido gratuitamente.

Cargos

O concurso é para os cargos de Arquiteto Urbanista, Assistente Social, Atendente de Museus, Auxiliar Administrativo, Auxiliar de Almoxarifado, Auxiliar de Enfermagem, Auxiliar de Farmácia, Auxiliar de Mecânico, Auxiliar de Odontologia, Auxiliar de Serviços Gerais, Cirurgião Dentista, Contador, Educador Social, Enfermeiro, Engenheiro Civil, Farmacêutico Bioquímico, Fiscal Tributário, Fisioterapeuta, Fonoaudiólogo, Lubrificador e Lavador, Mecânico de Máquinas Pesadas, Mecânico de Veículos Leves, Médico Anestesista, Médico Clínico Geral 40 horas, Médico Clínico Geral Diarista, Médico Clínico Geral Plantonista, Médico Gineco-Obstetra 40 horas, Médico Gineco – Obstetra Diarista, Médico Gineco-Obstetra Plantonista, Médico Pediatra Diarista, Médico Pediatra Plantonista, Médico Psiquiatra 40 horas, Médico Psiquiatra Diarista, Motorista Habilitação D, Nutricionista, Oficial de Manutenção, Operador de Máquina Rodoviária, Procurador do Município, Professor, Professor de Educação Física, Psicólogo, Recepcionista, Secretário (a), Técnico de Contabilidade, Técnico de Enfermagem, Técnico de Higiene Dental, Técnico de Radiologia 1 e Terapeuta Ocupacional.

Cadastro de Reserva

O Concurso será para Cadastro de Reserva, destinado a substituição de servidores ou em eventual ampliação de serviços públicos oferecidos a população.

O Certame terá validade de 2 anos, podendo ser renovado por igual período. A convocação dos candidatos classificados será de acordo com a necessidade da administração municipal.

Sanepar divulga tabela de rodízio da RMC, seguindo modelo 60 horas x 36 horas

Oscilações dos níveis das barragens da Região Metropolitana de Curitiba, que têm interferência direta do regime de chuvas, levam a Sanepar a manter o atual rodízio de 60 horas de abastecimento e de até 36 horas com suspensão. A tabela para o período de 14 a 25 de janeiro segue o modelo 60h x 36h até que o nível do Sistema de Abastecimento Integrado de Curitiba e Região Metropolitana (SAIC) esteja pelo menos em 80%, quando poderá haver a suspensão do rodízio.

A Sanepar trabalha com os cenários mais conservadores para garantir abastecimento, mesmo que em formato de rodízio, pelo fato de o Paraná ainda estar em situação de emergência hídrica, com déficit acumulado de chuvas e previsões de precipitações na média ou abaixo da média.

As chuvas das últimas semanas contribuíram para a evolução dos níveis das quatro barragens, que na média atingiram 73,11% nesta segunda-feira (10), o maior patamar desde o começo do rodízio, há quase dois anos.

As chuvas são fator determinante para o abastecimento, embora obras feitas pela Sanepar e o uso racional da água pela população contribuam com os níveis das barragens. Em 1° de março de 2021, por exemplo, o SAIC atingiu 49,73%, praticamente o mesmo nível do primeiro dia de outubro de 2021 (49,11%), embora no intervalo entre as duas datas o nível tenha alcançado 60% (abril).

Projeções da Sanepar mostram que, sem o rodízio, sem a contribuição da população com o uso racional da água e sem as medidas adotadas pela Companhia para aumentar os níveis dos reservatórios, o sistema teria entrado em colapso em outubro de 2020, quando teria chegado a níveis tão baixos que inviabilizariam o abastecimento da Região Metropolitana.

Confira a tabela completa AQUI .