O poder do empreendedorismo feminino no Mercado Municipal de Curitiba

Cases de sucesso marcam a força das mulheres no centro de compras mais tradicional da cidade

Em 2014, o dia 19 de novembro foi estabelecido como o Dia do Empreendedorismo Feminino e, apesar de recente, a data chama atenção para o impacto econômico e social do protagonismo feminino. Cada vez mais mulheres tornam-se donas da própria história, desenvolvem carreiras sustentáveis, inspirando e ajudando outras a também perseguirem seus sonhos e objetivos profissionais.

A força do trabalho feminino no centro de compras mais tradicional da capital paranaense é exemplo disso: enquanto na média nacional brasileira as mulheres correspondem por 34% dos donos de negócios, nos estabelecimentos do Mercado Municipal de Curitiba elas já são mais de 40%.

Três empreendimentos de sucesso do Mercado, em diferentes segmentos, mostram que a liderança feminina tem grande potencial transformador na sociedade, trazendo outros pontos de vista na tomada de decisões, na relação com funcionários e clientes e na criação de novos produtos.

Bon Vivant e o estudo como apoio ao crescimento
A empresária Flávia Soni Rogoski conta que sua relação com o empreendedorismo começou logo cedo, quando ajudava o pai na gestão da distribuidora de bebidas da família. No início dos anos 2000, Flávia fundou a Bon Vivant, trazendo queijos e frios de todos os cantos do mundo. Para ela, manter-se atenta às tendências do comércio é essencial para o sucesso da empresa: “Eu tenho formação acadêmica nos cursos de Direito e Administração de Empresas então estou sempre estudando. Neste ano já fiz duas atualizações em cursos online sobre comércio digital e tributação”.

Flávia conta que mantém uma postura firme quando se depara com situações machistas no mercado cooperativo, seja na hora de conseguir um financiamento ou na conversa com fornecedores: “Adoro o que faço e não consigo me imaginar fazendo outra coisa neste momento. Apesar de todas as mazelas do empreender, sei que ainda é o meu propósito nesta vida”.

D’ Fuhrmman Chocolates e a importância do apoio familiar
Selma Maria Fuhrmann começou a fazer chocolates em casa, como forma de aumentar a renda da família e para ter uma ocupação após o nascimento do terceiro filho no início dos anos 90. Com o passar dos anos, a cozinha ficou pequena para tantos pedidos e em 2000, a D’ Fuhrmann chocolates abre sua própria fábrica e a loja no Mercado Municipal.

Para Selma, o apoio da família foi fundamental para o crescimento da empresa, para a tomada de decisões e até na produção: “Principalmente na época do Natal e da Páscoa, todos se unem para trabalharmos juntos, escolhendo os melhores produtos para o período e colocando a mão na massa. Agora quem toma a frente junto comigo é minha filha Ana Cecília, que se especializou em planejamento e gestão de negócios para fazer nossa empresa crescer cada vez mais. ”



Cativa Natureza e a aposta em um novo segmento
Há 12 anos, Rose Bezecry se mudou de Manaus para Curitiba para empreender no segmento dos cosméticos orgânicos, com o desejo de que cada vez mais pessoas tivessem acesso a cuidados diários sustentáveis com produtos naturais e orgânicos com garantia de pureza. A Cativa Natureza faz parte do Setor de Orgânicos do Mercado Municipal de Curitiba, o primeiro setor destinado inteiramente a venda de produtos livres de agrotóxicos e aditivos químicos do Brasil.

Hoje a marca é referência no mercado e possui duas franquias, também gerenciadas por mulheres, além da matriz no Mercado Municipal e mais de 600 pontos de revenda em todo o país. Destaque para a sede de Fortaleza, comandada pelas filhas de Rose: “O perfil do empreendedorismo feminino não se restringe às mulheres que abrem seu próprio negócio, mas sim àquelas que tem postura focada na determinação e que demonstram coragem, resiliência, flexibilidade e inovação”, comenta a empresária.

Foto: Priscilla Fiedler

Horário de funcionamento em período de isolamento social:

Terça a sábado das 8h às 18h

Domingo das 8h às 13h – restaurantes até 15h com acesso exclusivo pelo Setor de Orgânicos a partir das 13h

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pizzaria promove Open de Pizza e Vinho por apenas R$ 95 neste domingo

A pizzaria Funiculare Mercês, comandada pelo premiado chef Dudu Sperandio, lançou uma promoção bem especial para os amantes de vinhos e pizzas. Aos domingos, curitibanos e turistas têm a oportunidade de saborear um incrível Open de Pizza & Vinho, servidos durante 2 horas, por apenas R$ 95 por pessoa.

O Open conta com rótulos especiais selecionados pela casa, que combinam perfeitamente com os preparos do cardápio, com opções de vinhos tinto, branco, rosé e espumante servidos à vontade. Já o menu de pizzas conta com sete grandes destaques do cardápio da Funiculare: Margherita, Calabresa, Três Queijos & Alho Chips, Portuguesa, Trufas Negras, Milho & Bacon e Blumenau. Além disso, o menu pode ser adaptado ao público vegetariano.

“A combinação entre pizza e vinhos é sempre uma boa pedida, e queremos oferecer essa experiência completa para nossos clientes, que têm a oportunidade de harmonizar as nossas deliciosas pizzas com os mais variados rótulos. Um programa imperdível para os amantes de bons vinhos”, destaca o chef Dudu Sperandio.

O Open de Pizza & Vinho por apenas R$ 95 por pessoa é realizado aos domingos na Funiculare Mercês (Rua Myltho Anselmo da Silva, nº 1439). A casa abre a partir das 18h30. Reservas pelo telefone (41) 3079-5477. Mais informações no Instagram oficial do empreendimento (@funicularepizzaria).

Volta do frio é convite para degustar diferentes receitas de quentão

O frio voltou de vez em Curitiba, com previsão de queda da temperatura para até 12oC no fim de semana. E nada melhor para acompanhar o friozinho do que bebidas quentes – e o Quentão é uma ótima pedida. No bar Cubano, acontece o Festival do Quentão, com três receitas – que podem ganhar marshmallow, completando seis versões da celebrada bebida.

O Quentão mais tradicional de vinho e especiarias (como gengibre, limão e canela) sai a R$ 10. Já o Quentão Paulista, que leva cachaça, fica R$ 12. Inspirado em Cuba, o Quentão com Rum completa as pedidas da casa e sai a R$ 14. Cada opção pode levar adicional de marshmallow por R$ 2 adicionais.

Os drinks podem ser aproveitados em companhia dos pratos do Cubano, que celebram a gastronomia de rua latino-americana. Clássicos como o Elote mexicano (milho levemente adocicado com molho de maionese e limão) e as Arepas venezuelanas (massa de farinha de trigo grelhada na chapa com variadas opções de recheio) estão entre as pedidas.

O bar Cubano funciona no tradicional Edifício Anita (Alameda Dr. Carlos de Carvalho, nº 15), no Centro de Curitiba. O horário de funcionamento é de terça a sexta-feira, das 17h à meia-noite, e sábado, do meio-dia à meia-noite. Mais informações no Instagram oficial da casa: @cubanocwb.