No 1° dia de “toque de recolher”, fiscalização vai às ruas verificar cumprimento de medidas restritivas em Curitiba

No primeiro dia do “toque de recolher” determinado por decreto estadual, a Ação Integrada de Fiscalização Urbana (Aifu) saiu às ruas de Curitiba para verificar se a população está cumprindo as medidas de combate ao coronavírus. Um estabelecimento na rua Doutor Roberto Barroso, no Centro Cívico, foi fechado por desrespeitar decreto municipal que não permite o funcionamento de bares na capital durante a vigência da bandeira laranja.

“Ele até tinha alvará para atuar como restaurante, porém quando a equipe chegou no local todas as mesas estavam somente fazendo uso de bebida alcoólica. Então o fiscal da Secretaria Municipal do Urbanismo verificou que ele só estava executando o ramo de bar e não de restaurante. O estabelecimento foi notificado e teve encerrada as atividades. O decreto municipal é claro, bares não podem estar abertos”, disse o tenente Casagrande, coordenador operacional da Aifu.

Segundo o decreto de bandeira laranja publicado nesta sexta-feira (27), bares e casas noturnas não podem abrir. Já restaurantes e lanchonetes podem permanecer abertos até as 22 horas.

Toque de recolher

Após as 23h, a equipe da Aifu vai observar também o cumprimento do decreto estadual referente ao “toque de recolher”, que começa a valer a partir desta quarta-feira (02).

Casagrande explica que pessoas flagradas na rua provocando aglomerações serão abordadas pelas equipes policiais. “Todas aquelas pessoas flagradas em situações de aglomeração, reunião, inicialmente serão abordadas e orientadas. Não acatando a ordem da equipe policial, os envolvidos serão encaminhados por desobediência e perigo de contágio”, detalha o tenente.

Porém, o coordenador operacional da Aifu afirma que nem todas as pessoas circulando após as 23h estarão infringindo o decreto do governador. “Quem trabalha pode realizar seu deslocamento naturalmente. O que não pode é aglomeração, aquelas reuniões de pessoas em frente aos estabelecimentos comerciais e outras situações do tipo, esses vão ser abordados”, concluiu.

O decreto, assinado nesta terça-feira (01) pelo governador Ratinho Junior, estabelece limitação de horário para circulação de pessoas no período noturno. O prazo de vigência é de 15 dias, prorrogáveis ou não. De acordo com o texto, a proibição valerá durante o fim da noite e a madrugada, das 23 horas às 5 horas.

Informações Banda B.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curitiba chega a 60% da população totalmente vacinada contra a covid-19

Curitiba chegou, nesta quinta-feira (14/10), a 60,1% de sua população estimada totalmente vacinados contra a covid-19. São pessoas que já receberam as duas doses do imunizante ou a dose única (Janssen). Ao todo, 1.171.419 curitibanos estão com esquema vacinal completo.

“Esses números mostram que o curitibano aderiu à vacina. É um dado importante na diminuição de casos e de internações. Mas só a vacina não é suficiente, é necessário manter a máscara, ambientes arejados, uso de álcool em gel,  lavar as mãos”, destaca a secretária municipal da Saúde, Márcia Huçulak.

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de Curitiba aplicou, até esta quinta-feira (14/10), 2.668.087 unidades do imunizante, sendo 1.445.953 primeiras doses e 1.133.247 segundas doses, 38.172 doses únicas e 50.715 doses de reforço.

Vacinados com 18 anos ou mais

Entre a população com 18 anos ou mais, 1.398.954 curitibanos receberam a primeira dose da vacina contra a covid-19 e 1.133.178 receberam a segunda dose. Outras 38.172 pessoas foram imunizadas com a dose única.

Assim, Curitiba chegou a 80,6% da população com 18 anos ou mais (1.171.350) com esquema vacinal completo até esta quinta-feira (14/10). Nesse público, 98,9% já receberam ao menos uma dose do imunizante.

Curitiba também está aplicando as doses de reforço em quem já completou o ciclo de imunização, nos seguintes grupos: idosos de 70 anos ou mais, pessoas imunossuprimidas e profissionais de saúde. Até esta quinta-feira (14/10), 50.715 pessoas receberam a dose de reforço.

Adolescentes de 12 a 17 anos

Até o momento, a SMS vacinou 46.999 adolescentes entre 12 e 17 anos. Destes, 69 já receberam também a segunda dose, sendo do grupo de gestantes abaixo de 18 anos.

Doses recebidas

Curitiba recebeu do Ministério da Saúde, repassadas pelo Governo do Paraná, 2.970.599 doses de vacinas, sendo 1.523.596 para primeira dose, 1.337.762 para segunda dose, 38.975 doses de aplicação única e 70.266 doses de reforço. Nesse montante já estão contabilizados os 5% de reserva técnica.

A reserva técnica é uma medida de segurança, faz parte dos protocolos da logística e é necessária para evitar problemas no fluxo de imunização que possam ser causados por imprevistos eventuais, por exemplo, quebra acidental de frascos.

O município tem capacidade para vacinar até 30 mil pessoas por dia e o avanço do cronograma de imunização ocorre à medida que as doses são enviadas pelo Ministério da Saúde ao governo estadual, responsável por distribuir os lotes do imunizante aos municípios.

Confira detalhes da vacinação contra a covid-19 no Painel Covid-19 Curitiba.

Park Shopping Boulevard, novo shopping de Curitiba, anuncia data de inauguração

Finalmente, veio aí! Um dos shoppings mais esperados da capital, o Park Shopping Boulevard, anunciou a data de inauguração: dia 11 de novembro.

A expectativa é de gerar 1.300 empregos diretos com a abertura. O Park Shopping Boulevard está localizado na BR-116, na Linha Verde e terá 250 lojas, sete salas de cinema, academia, e praça de alimentação.