Na pandemia, saiba como será a festa da Padroeira no Santuário do Rocio em Paranaguá

O Santuário Estadual do Rocio em Paranaguá, divulgou no último dia 27 a programação da 207ª Festa em Louvor à Nossa Senhora do Rocio. Como já era esperado, por causa da pandemia, a parte social – quermesse, parque a área gastronômica – não vão acontecer este ano.

No dia 1º começa a Festa, com a missa da “Troca do Manto” e o reitor do Rocio, Missionário Redentorista Padre Dirson Gonçalves promete uma boa surpresa: “É uma demonstração de carinho para a Mãe, um gesto de cuidado e devoção e este ano será muito bonito” afirmou. Na noite do dia 1º, o cantor Thiago Brado faz uma live especial com transmissão pelo Youtube (Santuário do Rocio Paranaguá).

O novenário, (9 dias de oração para a padroeira) começa no dia 6 e segue até o dia 14. Para atender melhor os devotos, as missas e novenas, do modo presencial e on-line terão oito horários: 5, 6, 8, 10, 14, 16, 18 e 19 horas.

Para a Missa e Novena das 19 horas virão Bispos de todo estado do Paraná, convidados para presidir a celebração. O Bispo de Paranaguá, Dom Edmar Peron celebra a missa solene às 10 horas no dia 15. As missas com os bispos serão transmitidas, além das páginas do Santuário, também pela página Diocese de Paranaguá.

Todas as providências estão sendo tomadas para seguir as normas de saúde imprescindíveis neste período e garantir a segurança. Por este motivo, os organizadores pediram que as caravanas/excursões programadas para a festa agendem na secretaria do Santuário. Reservando o lugar poderão assistir presencialmente as celebrações, pois a capacidade de lotação do Santuário está bastante reduzida para manter o afastamento social.

No dia da Padroeira do Paraná, 15 de novembro, serão celebradas muitas missas presenciais. Para proteger os devotos, a “Procissão dos Milagres” como é chamada a caminhada com a imagem da santa do Santuário até a Catedral foi modificada e será em carreata iniciando às 17 horas.

Em frente ao Santuário há uma praça onde os veículos poderão se concentrar para seguir o carro principal com a imagem original de Nossa Senhora do Rocio. O trajeto será o mesmo da tradicional procissão: a Rua Professor Cleto que liga as duas igrejas em linha reta.

Na chegada os missionários redentoristas vão abençoar todos os veículos e pessoas. “Os redentoristas ficarão abençoando até o último veículo passar em frente a imagem, só depois levaremos a santa para dentro da catedral onde permanece até o dia seguinte conforme a tradição” explicou o reitor, Padre Dirson.

Quem acompanhar as transmissões, as publicações ou vier em algum dos dias poderá ver também o novo presbitério (lugar do altar) do Santuário. O espaço foi refeito e modificado em comemoração aos 100 anos de construção da Igreja, comemorados em maio deste ano.

Promoção de prêmios

Uma das rendas que ajudam na manutenção da Igreja do Rocio é a arrecadação da Festa, este ano sem a parte social, os noveneiros e a administração do local estão ofertando as cartelas para o sorteio de vários prêmios como carro zero quilômetro, motocicleta, televisor e smartphone. A cartela custam R$ 15,00 podem ser adquiridas na secretaria do Santuário e em vários pontos de venda. O sorteio será no dia 22 de novembro (domingo).

Serviço:

207ª Festa Estadual em Louvor à Nossa Senhora do Rocio

Tema: “Mãe do Rocio, Intercedei por nós”

Dia 1/11 – 19h Missa de abertura e a troca do manto.

Dia 1/11 – 20h Live com Thiago Brado no YouTube – Santuário do Rocio Paranaguá

De 6 a 14 – Novenário : 5, 6, 8, 10, 14, 16, 18 e 19 horas

As novenas das 6, 16 e 19 tem a transmissão na página do face book e YouTube do Santuário. As missas/novenas com os Bispos do Paraná 19 horas serão transmitidas também na página do face book Diocese de Paranaguá

Dia 15 – 5, 6:30, 8, 10, 12, 13:30, 15 e 16:30 horas Missas presenciais

A Missa Solene 10 horas com o Bispo de Paranaguá Dom Edmar Peron será também transmitida.

Dia 15 – 17 horas Procissão (carreata) do Rocio até a Catedral

Dia 16 – 18:30 horas Missa na Catedral e retorno da Imagem ao Santuário, também em carreata.

Local: Santuário Estadual de NSra do Rocio

Praça Thomáz Sheehan, 211

Bairro do Rocio – Paranaguá – PR

Contato: (41) 3423-2020 (41) 98730-6701

Informações Banda B.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Reunião alinha operação do ferry boat de Guaratuba durante o verão

Representantes do Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR) participaram nesta terça-feira (21) da primeira reunião para discutir medidas a serem tomadas na travessia da Baía de Guaratuba durante a operação verão deste ano.

O principal objetivo é reforçar a segurança dos usuários durante esse período de maior movimento na travessia, em que, devido ao grande número de turistas e viajantes no Litoral, o tempo de espera para cruzar a baía não pode ultrapassar os 22 minutos.

Pelo mesmo motivo, ficam proibidos veículos com mais de três eixos e/ou superiores a 14 metros de comprimento nas embarcações. Essa integração geral vai ajudar a embasar as operações de fiscalização e controle a partir de dezembro.

Participaram da reunião a equipe de fiscalização do DER/PR, representantes da Prefeitura de Guaratuba, do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) da Polícia Militar do Paraná e da concessionária que opera a travessia.

Outras reuniões serão agendadas futuramente, para continuar a discussão sobre melhorias no serviço ao longo desses meses de maior procura.

Movimento supera expectativa e aquece turismo em Foz do Iguaçu e Litoral no feriadão

O movimento em Foz do Iguaçu e no Litoral, principais destinos turísticos do Paraná, superou as expectativas neste feriado prolongado, alcançando as melhores marcas no ano, equivalentes ao período pré-pandemia. Foz do Iguaçu (Oeste) recebeu mais de 20 mil visitantes de sábado a terça-feira (4 a 7). No Litoral, a estimativa é de que as sete cidades da região tenham recepcionado mais de 150 mil turistas no período.

Nos quatro dias, apenas as Cataratas do Iguaçu atingiram a marca de 19.273 pessoas, número 39% superior à expectativa inicial, com turistas de todas as regiões do País e de 30 diferentes nacionalidades. O complexo da Usina de Itaipu recebeu 7.801 pessoas, superando em 73,3% a previsão inicial de 4,5 mil visitantes.

O secretário estadual do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, Márcio Nunes, destaca que os atrativos do Oeste, como as Cataratas e a Usina de Itaipu, e do Litoral, principalmente a Ilha do Mel, são portas de entradas de turistas de fora para outros atrativos do Estado. “Os turistas de outros estados e países buscam grandes destinos, como Foz e o Litoral. O Estado trabalha para que esses visitantes conheçam outros atrativos ao redor”, afirma.

Entre as ações para conquistar visitantes aos demais atrativos estão o avanço da vacinação contra a Covid-19 e as campanhas de divulgação realizadas pelo Governo do Estado e também pelo Ministério de Turismo e Itaipu. “O aumento de visitantes será ainda mais acentuado no segundo semestre, com o verão, os próximos feriados e os eventos já marcados”, diz Nunes.

O prefeito de Foz, Chico Brasileiro, enfatiza que os turistas foram recebidos com toda a segurança sanitária. “Nos preparamos para isso”, afirma. “Os primeiros números mostram que Foz do Iguaçu já está sendo um destino muito requisitado e esperamos um segundo semestre acima da média do período pré-pandemia”.

LITORAL – De acordo com dados da concessionária Ecovia, cerca de 110 mil veículos passaram pelas cancelas do pedágio na praça da BR-277, rumo ao Litoral do Estado. O prefeito de Guaratuba, Roberto Justus, destacou o movimento no calçadão, quiosques, Avenida 29 de Abril e nas praças Central e dos Namorados.

Guaratuba, Litoral do Paraná – Foto: Rafael Soveral/Prefeitura de Guaratuba

“Esse eixo forma a grande atração turística da cidade. O parque municipal também foi bastante procurado. O movimento na cidade como um todo foi acima da média e acima do esperado. A cidade esteve movimentada, com bastante reflexo no comércio”, afirma.

O prefeito destacou, também, o trabalho das forças policiais, principalmente com blitzes. “Tivemos ocorrências de pequeno potencial. Foi um trabalho muito sério de fiscalização e de orientação feito pela Polícia Militar. O feriado foi um termômetro, um indicativo para uma excelente temporada de verão”, completa.