Museu Oscar Niemeyer reabre neste sábado com medidas sanitárias

O Museu Oscar Niemeyer reabre ao público neste sábado (09) seguindo todas as orientações de segurança determinadas pela Secretaria de Estado da Saúde. Em 2020, devido à pandemia, o espaço ficou fechado de 17 de março a 16 outubro e, depois, após 6 de dezembro.

Entre as várias medidas adotadas está o limite de pessoas para visitação nas salas expositivas e em todo o museu para garantir o distanciamento seguro. O material impresso, como guias e folders, foi substituído por versões digitais, disponíveis por QR codes.

Apesar do fechamento temporário, nos últimos meses o museu inaugurou seis exposições físicas que podem ser vistas agora pelo público: Ásia: a Terra, os Homens, os Deuses – Segunda Edição; Tony Cragg – Espécies Raras; Gente no MON, de Dico Kremer; A Violência sob a Delicadeza, de Vera Martins; Yutaka Toyota – O Ritmo do Espaço e Fernando Velloso por ele mesmo.

Também estão em cartaz as mostras O Mundo Mágico dos Ningyos; Luz ≅ Matéria; África, Mãe de Todos Nós; Museu em Construção; Espaço Niemeyer; Cones e obras do Pátio das Esculturas.

Protocolo de segurança do MON

– Será permitida a entrada de até 200 pessoas simultaneamente.

– Prefira horários com menor fluxo de público: pela manhã ou após as 16h.

– Compre o ingresso pelo site. É rápido, seguro e evita passar pela bilheteria.

– Para compra de ingresso na bilheteria haverá uma sinalização especial para evitar aglomerações e orientação de equipe do museu.

– É necessário usar máscaras de proteção e recomendável levar mais uma para que possa ser substituída ao longo da visita, se necessário. Quem esquecer em casa pode adquirir na MON Loja

– Em caso de filas é preciso respeitar as marcações de solo que indicam a distância segura de dois metros.

– Na entrada do museu, no detector de metais, haverá aferição da temperatura corporal e a higienização individual de bandejas porta-objetos e outros itens. Tapetes desinfetantes também foram instalados nesse local para garantir a higienização dos calçados.

– Na entrada e depois, em diversos locais do MON, há dispensadores com álcool em gel 70% para que as mãos sejam higienizadas com freqüência.

– O guarda-volumes estará aberto e devidamente higienizado. inclusive as chaves, e serão disponibilizadas embalagens plásticas individuais para colocar os pertences antes de guardá-los nos armários. O ideal é que o visitante sempre leve o mínimo de objetos possível. Líquidos, alimentos, mochilas e bolsas grandes devem sempre ser guardados.

– Como medida preventiva, os empréstimos de cadeiras de rodas e de carrinhos de bebê estão temporariamente suspensos para que não sejam compartilhados.

– Pessoas com mobilidade reduzida terão prioridade no uso dos elevadores e eles estarão liberados para uso individual ou por pessoas de um mesmo grupo de convivência (famílias, por exemplo).

– A visitação das salas expositivas, bem como de todo o museu, terá um limite de pessoas.

– São sugeridas algumas rotas dentro do museu, sinalizadas nos pisos, assim como uma indicação dos sentidos para subida e descida nas rampas para deixar o fluxo mais organizado e seguro.

– A recomendação é evitar tocar nos corrimãos, portas e outros objetos, como expositores de vidro. Embora devidamente higienizados, o ideal é evitar o contato. O mesmo vale para as salas expositivas e o Pátio das Esculturas.

– O material informativo do museu, como guia da programação e folders das exposições, foi substituído do papel para versões digitais, disponíveis por QR codes encontrados na entrada e também nas salas expositivas.

– O Centro de Documentação está temporariamente fechado para visitas e consultas presenciais, mas solicitações de pesquisa podem ser encaminhadas pelo e-mail pesquisa@mon.org.br.

– As oficinas artísticas e as visitas mediadas acontecem agora de forma virtual. Acompanhe nas redes sociais e consulte o site do museu.

– Pessoas cegas ou com baixa-visão que desejem visitar o espaço tátil do programa MON Para Todos deverão agendar a visita pelo e-mail agendamento@mon.org.br para que sejam tomadas todas as medidas de higienização necessárias. Por segurança, o acesso a esse espaço não está disponível para os demais visitantes.

Serviço
Museu Oscar Niemeyer
Rua Marechal Hermes, 999 – Centro Cívico – Curitiba
Visitação: terça a domingo, das 10h às 18h
http://www.museuoscarniemeyer.org.br

Informações Banda B.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Uma das maiores duplas sertanejas do Brasil, com inúmeros sucessos já emplacados, já tem data marcada para mostrar seu mais novo trabalho.

Composta por Rick, a música traz mais uma daquelas obras primas da poesia contemporânea e conta a história de um casal que se separou e uma das partes não consegue esquecer a outra. “Quem ama não esquece, quem ama só acostuma, quem ama de verdade supera porra nenhuma”, cantam Rick e Renner no refrão.

A inédita estará disponível gratuitamente em todos os aplicativos de música, como Deezer, Spotify, YouTube Music ou outros, e chega nas plataformas na sexta-feira, 23 de setembro, à meia noite.

Os donos de hits como “Sem Direção”, “Filha”, “Ela é Demais” “Mil Vezes Cantarei”, “Ela é Demais” entre outras, seguem com uma agenda repleta de shows em 2022 e apresentam excelentes números nas redes sociais. No canal oficial do YouTube, eles contam com quase 800 mil inscritos. Já no Spotify, somam 1 milhão de ouvintes mensais.

PORRA NENHUMA – RICK E RENNER (compositor:RICK SOLLO)

EU JURO QUE PENSEI

QUE TINHA SUPERADO

TE CHAMAVA DE EX

DE COISA DO PASSADO

E SE ALGUÈM PERGUNTASSE ALGUMA COISA DE VOCÊ

LEMBRAR PRA QUE

JÁ NÃO BEBIA MAIS

NEM FALAVA O SEU NOME

E PRA NÃO TE LEMBRAR

EVITAVA O TELEFONE

AI VOCÊ ME MANDA

UMA MENSAGEM  POR ENGANO

EU LEIO CHORO BEBO

E DESCUBRO QUE AINDA TE AMO…

(Refrão 2x)

QUEM AMA NÃO ESQUECE

QUEM AMA SÓ ACOSTUMA

QUEM AMA DE VERDADE

SUPERA PORRA NENHUMA

Shows Rick & Renner | Vibe Promoções Artísticas VIBE Promoções: 11 2429 0610

Site: www.rickerenneroficial.com.br <http://www.rickerenneroficial.com.br/>

<http://www.rickerenneroficial.com.br/> Instagram: https://www.instagram.com/rickerenner/

<https://www.instagram.com/rickerenner/> Facebook: https://www.facebook.com/rickerenneroficial/

Youtube : <http://www.youtube.com/rickerenner> https://www.youtube.com/c/RickRennerOficial

Poesia de Shakespeare inspira concerto da Orquestra Ladies Ensemble

Nesta sexta-feira (23), o espetáculo será às 20h. No sábado (24), às 17h. Os ingressos custam R$ 35 (inteira) e R$ 17,50 (meia) e já estão disponíveis para compra antecipada no site da Disk Ingressos: https://www.diskingressos.com.br/ 

O roteiro da apresentação é de Liana de Camargo Leão, professora titular de Literaturas de Língua Inglesa na Universidade Federal do Paraná e uma das maiores especialistas brasileiras em Shakespeare. Ela conta que os ingleses da época do poeta adoravam música. Eles tocavam, cantavam, dançavam ou simplesmente sentavam e apreciavam.

A música era também uma parte vital no teatro do autor. Ele incluiu muitas músicas em suas peças. Os personagens frequentemente cantam baladas e canções populares, sendo acompanhados por instrumentos como flauta, alaúde, trompas, tambores e violino. “Mas as próprias palavras de Shakespeare podem ser entendidas como uma espécie de música falada”, diz Liana, que é vice-presidente do Centro de Estudos Shakespearianos do Brasil e coautora do livro O que você precisa saber sobre Shakespeare antes que o mundo acabe (2022). Liana também ministra cursos de extensão no Solar do Rosário.

Os concertos terão a participação do músico Roger Burmester, solista no alaúde, instrumento da época. O ator Alexandre Barillari interpretará alguns sonetos, mostrando sua versatilidade. Na televisão, teve atuação em novelas da Rede Globo como Alma Gêmea, Caminhos do Coração e Nos Tempos do Imperador. A regência será do maestro venezuelano Roberto Ramos.

Programa e dificuldade

O programa conta com músicas de compositores da época de Shakespeare, como Lachrimae Pavan de John Dowland, e Greensleeves, de autoria desconhecida – mas há uma lenda que atribui a composição ao rei Henrique VIII. Outras composições são baseadas na obra do dramaturgo, como as suítes Romeu e Julieta, de Sergei Prokofiev, e Sonho de uma Noite de Verão, de Felix Mendelssohn.

“É um repertório muito difícil, principalmente as suítes do Prokofiev e do Mendelssohn”, afirma a fundadora, diretora artística e musical da orquestra, Fabiola Bach Akel. São obras feitas para orquestras completas, e a Ladies Ensemble é uma orquestra de cordas. Para que tudo funcione com a qualidade que caracteriza as Ladies, os arranjadores Alexandre Brasolin, de Curitiba, e Paulo Galvão Filho, de São Paulo, estão fazendo um arranjo inédito. “Estamos fazendo uma ‘mágica’ para isso soar bem só com cordas, percussão e piano. Temos essa ousadia de tocar repertórios originalmente compostos para grandes orquestras e fazê-los soar tão bem. Não vemos isso como uma limitação, mas como um desafio”, orgulha-se Fabiola.

“A ideia do tema das músicas da época de obras de Shakespeare surgiu pela parceria que o Solar do Rosário tem com a professora Liana Leão e por ser algo diferente do visto normalmente em concertos”, diz Lucia Casillo Malucelli, diretora do Solar do Rosário, um centro cultural mantido pela iniciativa privada. “As pessoas poderão perceber que as músicas reconhecidas, que são usadas no ballet, teatro e cinema, são músicas clássicas tocadas por uma orquestra. E são essas diversas artes que fazem o chamado erudito ser mais acessível ao público. Quem nunca ouviu o tema de Romeu e Julieta, por exemplo? E é essa democratização, acesso e formação de plateia que queremos nos projetos do Solar do Rosário”, completa.

A Ladies Ensemble

Primeira orquestra formada só por mulheres no Brasil, a Ladies Ensemble atua desde 2009 e reúne musicistas de diferentes idades, vertentes, influências e inspirações, o grupo é expoente em um universo com diminuta presença feminina em posições de liderança e mostra que mulheres podem ser protagonistas em uma orquestra. 

O apoio a causas da mulher é uma de suas missões centrais – entre elas, a conscientização sobre o câncer de mama. Para isso, produz iniciativas como o “Concerto das Rosas” – espetáculo apresentado para milhares de pessoas entre 2017 e 2018 com o objetivo de arrecadar fundos para a compra de próteses mamárias.

Hoje com “casa própria” no Auditório Regina Casillo, a Ladies Ensemble tem entre suas missões a formação de plateia, a democratização da música clássica e a formação de musicistas. Desde seu início pioneiro como noneto até hoje, a orquestra influencia e inspira outras mulheres a seguirem seus sonhos e paixões sem medo. 

Neste ano, em parceria com o Solar do Rosário, o projeto “Orquestra Ladies Ensemble no Auditório Regina Casillo” tem dois concertos mensais com programação diferente a cada mês. O projeto foi viabilizado pela Lei Federal de Incentivo à Cultura, do Ministério do Turismo.

A qualidade musical e artística da Orquestra Ladies Ensemble tem possibilitado que o grupo receba músicos de grande talento e renome, como o pianista Arnaldo Cohen, as cantoras Fortuna, Daniele de Oliveira e Masami Ganev e as violinistas Carolina Kliemann e Soraia Landim.

O projeto anual “Orquestra Ladies Ensemble no Auditório Regina Casillo” foi viabilizado pela Lei Federal de Incentivo à Cultura, do Ministério do Turismo, Secretaria Especial da Cultura e Governo Federal, e conta com patrocínio das empresas BHS Corrugated, Oregon, Nórdica Veículos, Guararapes, Impextraco, Tintas Dacar, Sollo Sul, Ferragens Negrão, Transunion, Abase Vet, Grupo Barigui Veículos, Grasp, Milium, Trutzschler, Agrosul Catarinense, GV2C, Tintas Alessi, Fobras, PASA, Delta Cable, Plast & Pack, M.A. Máquinas, Dissul, Stampa Food e Perkons. A Instituição beneficiada é o Hospital Pequeno Príncipe. A realização é do Solar do Rosário, espaço particular de Arte e Cultura em Curitiba fundado em 1992. Com direção geral de Lucia Casillo Malucelli e direção musical de Fabiola Bach Akel.

Serviço
Concerto Músicas do tempo e baseadas na obra de Shakespeare
Datas:
 23 e 24 de setembro de 2022
Horário: Sexta às 20h | Sábado às 17h
Local: Auditório Regina Casillo – Rua Lourenço Pinto, 500, Centro, Curitiba – PR
Ingressos: R$ 35 (inteira) / R$ 17,50 (meia)
Vendas pelo Disk Ingressos: (41) 3315-0808 | https://www.diskingressos.com.br/

Estacionamento gratuito no local

Crédito das fotos

Ladies Ensemble: @osgonzagasoficial

Alexandre Barillari: Divulgação