Mr. Hoppy inaugura novo bar em Curitiba neste sábado (03), no Boqueirão

Nova unidade da marca, que hoje é a maior rede de franquias de bares do Brasil, está localizada na Rua Maestro Carlos Franck, 2067; abertura ocorre a partir das 15h

Depois de cinco meses sem inaugurações, a rede de franquias Mr. Hoppy está retomando o calendário de abertura das lojas pelo Brasil. No começo de setembro, a terceira unidade em Recife-PE foi aberta e agora é a vez do bairro Boqueirão, em Curitiba, contar com um bar da marca, o 15º na cidade. A inauguração ocorre a partir das 15h e seguirá todas as regras sanitárias vigentes atualmente para a prevenção da COVID-19.

Segundo José Araújo Netto, sócio e fundador do Hoppy, a decisão de retomar as inaugurações foi para mostrar que, mesmo com as restrições ainda vigentes, é possível e viável ter a normalidade que o momento atual permite. “Queremos mostrar para as pessoas que é possível abrir novos negócios, estar em funcionamento e ainda assim respeitar as regras sanitárias vigentes. Precisamos, com responsabilidade, caminhar para a retomada”, afirma o empresário.

BOQUEIRÃO

Localizada na Rua Maestro Carlos Franck, 2067, a unidade no Boqueirão contará com oito torneiras de chope, com as melhores opções das cervejarias artesanais de Curitiba e Região Metropolitana. Os valores partem de R$ 8 para o chope Pilsen de 300ml. Além disso, para quem quiser variar nas opções de bebida, o bar ainda oferece sete opções de drinks, com clássicos como Gin & Tônica, Jack & Coke e Cuba Libre e criações autorais como o Hoppy Gin, que leva suco de maracujá no preparo. Os preços variam de R$ 22 a R$ 25.

Foto: Divulgação

O cardápio segue o padrão da rede. Ao todo, são sete opções de hambúrgueres, com valores que variam de R$ 10 a R$ 16. Entre os destaques, estão o Blue Moon (R$ 13), que leva creme de gorgonzola, e o Crocodilo Dundee (R$ 16), preparado com pão australiano, creme de queijo com hortelã e lascas de parmesão. Além disso, o menu enxuto ainda conta com cinco opções de acompanhamento que variam de R$ 8 a R$ 12 e, para encerrar a refeição com uma bela sobremesa, a pedida são os Mini Churros Dona Florinda de Doce de Leite por R$ 15 a porção.

Foto: Divulgação

EXPECTATIVA

Para os próximos meses, a marca espera retomar o ritmo de expansão e de inaugurações pré-pandemia. “Claro que será diferente da festa que fazíamos antes. Mas, aos poucos, vamos voltando à nossa rotina. Já temos, inclusive, três inaugurações previstas para as próximas semanas”, explica José.

INVESTIMENTO

O investimento inicial para abrir um bar do Mr. Hoppy parte de R$ 165 mil, em média – R$ 90 mil de taxa de franquia, R$ 55 mil de reformas e equipamentos e R$ 20 de estoque e capital de giro. O faturamento médio por mês é de R$ 100 mil e o lucro médio mensal é de 15% sobre o faturamento.  O prazo de retorno do investimento costuma girar entre 10 a 12 meses – estimativa comprovada em mais de 90% das franquias da rede.

SOBRE O MR. HOPPYO Mr. Hoppy nasceu em 2015 com a missão de democratizar o chope artesanal. A marca percorria eventos pelo Brasil em uma Kombi, oferecendo diversas opções de estilos variados de chope. Com a aderência ao modelo, os empresários José Araújo Netto e Vinicius Sampaio decidiram testar a marca em uma unidade física, agregando hambúrgueres artesanais de R$ 10 e inaugurando seu primeiro bar em Curitiba, no ano de 2016. A marca rapidamente se tornou popular na cidade e os sócios decidiram abrir, com capital próprio, novas unidades. A aceitação foi tamanha que, em 2017, o Mr. Hoppy se tornou uma rede de franquias que hoje tem 39 unidades em sete estados brasileiros. Em 2019, o faturamento da rede foi de R$ 50 milhões.   

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Panuozzo de Mignon e Cheddar é novidade do Armazém Colônia

Sucesso na cidade italiana de Nápoles, o panuozzo é um sanduíche preparado com massa de pizza assada na hora e recheado com os mais diversos ingredientes. Lançado em Curitiba pela pizzaria Armazém Colônia, o prato ganhou um novo sabor pensado exclusivamente para os curitibanos: o panuozzo de mignon com cheddar, que já é um sucesso de vendas.

Suculento e apetitoso, o novo panuozzo (fala-se panútzo) tem filé mignon puxado no azeite com pimenta do reino moída na hora e sal. Em seguida entra a mozzarella e finaliza com cheddar e orégano. Sai por R$ 39. “Nas pizzas, mantemos a linha clássica, mas nos panuozzos nos permitimos viajar no recheio. E esse é uma verdadeira refeição, que nos remete às ruas de Nápoles”, diz Mauro Sfair, proprietário do Armazém Colônia. O sanduíche é muito leve, pois a massa feita no padrão napolitano leva apenas farinha 00, água mineral, sal marinho e levain, sendo de fácil digestão.

Foto: Divulgação

Outra novidade do cardápio da pizzaria é o pãozinho “Madre”, que é o pão do panuozzo com 140g, assado na hora, e preparado o dia inteiro. Feito com a massa da pizza de longa fermentação natural e alta hidratação, uma delícia tem apenas 25 calorias. Sobre o pão, azeite de oliva extra virgem e um toque de parmesão. Se o cliente preferir, também pode ser feito com parmesão vegano. Sai por R$ 7 cada (preço de lançamento).

E para comemorar os lançamentos, o Armazém Colônia oferece chopp pilsen em dobro, todo dia, o dia todo!

Quem quiser pode saborear os panuozzos e o Madre no restaurante, que está em novo endereço com ampla área externa. Também é possível pedir por delivery próprio nos fones 3024 3737 e 3024 3631, ou por aplicativos de entrega.

O cardápio de Panuozzos está disponível também na hora do almoço, assim como as pizzas, no restaurante ou por delivery.  O Armazém Colônia funciona de segunda a sábado, das 10 às 23h e domingos e feriados, das 16h30 às 23h.

Serviço:

Armazém Colônia

Av. Vicente Machado, 984 – Centro

Delivery: Rappi, iFood, James, Ubereats, 99food

Pedidos diretos: (41) 3024 3737 e 3024 3631

Instagram: @armazem.colonia

Curitiba recebe o 1º Festival de Massas Veganas

O evento vai reunir, entre os dias 23 de julho e 01 de agosto, seis restaurantes da capital paranaense, que vão oferecer preparos exclusivos com descontos

A gastronomia vegana vem crescendo com sucesso em Curitiba, assim como a variedade de pratos. O público conhece cada vez mais variantes de clássicos reinventados e também de criações originais sem uso de ingredientes de origem animal. Celebrando esta riqueza de sabores, a primeira edição do Festival de Massas Veganas vai reunir seis restaurantes da capital paranaense com dez pedidas para aproveitar desta culinária em franca expansão.

Entre os dias 23 de julho e 01 de agosto, os restaurante participantes contarão com um destaque de seus menus com 15% de desconto, valorizando as massas veganas. A promoção será válida tanto para quem pedir para entrega ou retirar no balcão. As massas são vendidas por encomenda, com alguns endereços pedindo antecedência de 48h para a produção e disponibilidade.

Massa Vegana

Para quem ainda não é familiarizado com o veganismo, pode estranhar a elaboração de uma massa vegana. Muitos confundem vegetarianismo com veganismo e acham que, apenas por não levar carne, um prato já é vegano. Na verdade, quem segue este princípio evita comidas (e qualquer material do dia a dia, de roupas a cosméticos) que tenham ingredientes de origem animal ou testados em animais. Muitas massas levam em suas receitas ovos, leite ou derivados de lactose, evitados pelos veganos. Por isso, massas veganas têm uma produção diferenciada, sem uso desses itens.

Participantes

Seis lojas de Curitiba participam da primeira edição do Festival de Massas Veganas. A Alba Cozinha (@albacozinha) selecionou o Sorrentino de mandioquinha com tomate confit, que serve duas pessoas. Com valor original de R$ 60, a porção congelada para duas pessoas sai por R$ 51 no Festival. Podem ser pedidos para entrega ou retirada, com reservas e informações no (41) 9864-8977.

Divulgação

Já a Benzadeusa! (@benza.deusa) participa com o Pierogi, um clássico das cozinhas ucraniana e polonesa. A massa a base de semolina e água é recheada com batata, cebola frita e ricota de semente de girassol, ou batata com chucrute, cebola frita e dill fresco. A porção individual fica a R$ 27,20 e para duas pessoas a R$ 51. Contato pode ser feito no (41) 99269-6646.

Nhoque é o grande destaque do Cozinha Marfil (@cozinhamarfil). Focada em agroecologia, a marca apresenta os nhoques de batata doce roxa, batata doce laranja, banana verde e batata salsa. A massa é vendida congelada a R$ 22,95 (500 gr) no evento. A Cozinha Marfil participa da feira orgânica do Passeio Público aos sábados, ideal para fazer a retirada dos pedidos. Encomendas e pedidos podem ser feitos por telefone no (41) 99145-1900.

A L’artigiana Pastificio (@lartiginapastificio) escolheu seu Ravióli, feito de massa de semolina e beterraba com recheio de queijo meia cura vegano, vendido congelado a R$ 38,45. A porção de 400 gr serve duas pessoas. A marca vende também molhos ideais para acompanhar a pedida, separadamente, como o bechamel com leite de aveia artesanal. Com uma loja física na R. Alberto Bolliger, 553a, pode-se fazer retirada na loja de segunda a sábado, ou pedir para entrega. Informações pelo (41) 98456-4299.

Divulgação

A Pasta di Fiemme (@pastadifiemme) também oferece pedida para duas pessoas. O Mezzalune é recheado de funghi hidratado no vinho, batata e parmesão vegano (de levedura nutricional com castanha-do-pará, sal do Himalaia e amêndoa doce), e sai a R$ 22,10. O restaurante sugere preparar em casa um molho com azeite de oliva com sálvia fresca e alho ou tomate com manjericão fresco. Pedidos são feitos no (41) 98441-6993.

Duas massas estão disponíveis no Veg Urano (@vegurano): o Nhoque orgânico de batata doce com molho de tomate orgânico, ou o Spaetzle tradicional na manteiga vegana. A porção individual de 375 gr sai por R$ 25 e porção para dois (de 750 gr), a R$ 51. Pedidos podem ser feitos no (41) 99630-6228.

Divulgação