MON mantém programação online pós reabertura

A programação virtual do Museu Oscar Niemeyer continua por meio de oficinas, mediações, quizzes e lives, mesmo após a reabertura. O MON voltou a receber o público na sexta-feira (16), seguindo orientações de segurança determinadas pela Secretaria de Estado da Saúde.

A artista paranaense Efigênia Rolim será o tema da próxima oficina artística e de uma mediação online. Conhecida como “rainha do papel de bala”, a artista também é poeta e contadora de histórias. A inspiração para suas obras parte do material reciclado: são bonecos, brinquedos, instrumentos musicais e peças de vestuário.

Uma oficina inspirada em sua obra, e que terá como proposta a confecção de bonecos com material reciclado, estará nas redes sociais do museu a partir de 28 de outubro. 

Para mostrar um pouco da sobre a história de Efigênia Rolim, de seu processo criativo e suas obras que estão no acervo do MON, haverá uma mediação online, disponível a partir desta quarta-feira (21). 

SÉRIES DE MEDIAÇÕES – Neste mês de outubro o MON inicia duas novas séries de mediações online. Uma delas apresenta obras que estão na parte externa do museu, enquanto a outra aborda gravuras do acervo. As respectivas postagens nas redes sociais da instituição são sempre às segundas e sextas-feiras.

As mediações de obras externas tiveram início com Não Pare de Olhar, que faz parte da série Não Pare Sobre os Olhos, realizada por Eliane Prolik, entre 2003 e 2004. Apropriando-se de placas de sinalização urbana, a artista traz à reflexão diversos temas pertinentes à civilização, como liberdade, condicionamento, automatismo, alienação, informação e comunicação.

Não Pare de Olhar, em específico, é um convite para que se leia, mas que, ao fazê-lo, “não pare sobre os olhos”, ou seja, perceba-se o que está além do visível. A artista Eliane Prolik, nascida em Curitiba, em 1960, é graduada em Pintura, com especialização em História da Arte do Século 20 pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná (Embap).

A série #gravurasnomon teve início com uma xilogravura da artista Irene Rolek. Nessa xilogravura, a artista traz a figura de trabalhadores garimpeiros, sobrepondo cores e traços que proporcionam textura à obra.

Paranaense de Mallet, Irene Rolek (1931-2008) foi aluna de Guido Viaro no curso livre da Escola de Música e Belas Artes do Paraná. Além de gravuras, a artista produziu pinturas e aquarelas. A artista participou de várias exposições coletivas no exterior, particularmente na França, e também do Salão Paranaense.

MON DE PORTAS ABERTAS – Entre as várias medidas adotadas pelo MON para a volta de visitas presenciais está o limite de pessoas nas salas expositivas e em todo o museu para garantir o distanciamento seguro. O material impresso, como guias e folders, foi substituído por versões digitais, disponíveis por QR codes. Confira todas as ações.

Serviço
Hotsite: http://museuoscarniemeyer.org.br/mon/monemcasa//
Facebook e Instagram: @museuoscarniemeyer
YouTube: http://bit.ly/MONnoYoutube
Google Arts & Culture: http://bit.ly/MONGoogleArtsAndCulture

Museu Oscar Niemeyer (MON)
Rua Marechal Hermes, 999
Curitiba – Paraná
Visitação: terça a domingo, das 10h às 18h
R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada)
Quartas gratuitas

Informações AEN.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Qual linha de ônibus de Curitiba define sua vida amorosa?

Qual linha de ônibus de Curitiba define sua vida amorosa?

Pra começar, escolha um lugar para o primeiro date

 

Casa do crush
Rua XV
Terminal Boqueirão
Shopping Estação
Suite com estaçaõ tubo do motel Le Piège
Largo da Ordem

Agora, um restaurante romântico para o dia 12

Paris 6
Terraza 40
Feirinha do Largo da Ordem
Copo sujo
Bar do Didi
Calabouço

Sua balada preferida

James Bar
WS Brasil
Adelsom Club Show
Verdant
+55
Victoria Villa

Por fim, um doce de terminal para levar dar seu (sua) crush

Moranguete
Canudo de doce de leite
Paçoca
Doce de abóbora coração
Maria mole
Bala de iogurte

Todas as 4 perguntas concluídas!


Compartilhe o resultado:

Qual linha de ônibus de Curitiba define sua vida amorosa?

Quer receber mais Busão Buzz?

Receba por e-mail os testes que publicamos por aqui!
Sem SPAM no Terminal, piá!

Com bandeira laranja, museus do Estado reabrem a partir desta quinta

Depois de nove dias de restrições rígidas, os museus do Estado que ficam na capital paranaense reabrem suas portas ao público a partir desta quinta-feira (10). As medidas indicadas pelo Decreto 960/2021 (bandeira laranja) permitem visitação com horários especiais, mantendo as exigências de distanciamento social e todos os demais cuidados sanitários. O novo decreto vale até o dia 16 de junho.

Espaços como o Museu Oscar Niemeyer, Museu de Arte Contemporânea do Paraná, Museu Paranaense, Museu Casa Alfredo Andersen, Museu da Imagem e do Som do Paraná já estão preparados para novamente receberem seus públicos com importantes medidas de segurança.

Museu Alfredo Andersen – Foto: Marcelo Almeida

“Uma série de protocolos foi adotada para possibilitar a reabertura dos museus neste período, como a limitação do número de pessoas para garantir um distanciamento seguro na circulação interna”, afirma a superintendente-geral da Cultura, Luciana Casagrande Pereira.

Todo o material impresso dos espaços, como guias e folders, foi substituído por versões digitais, que estão disponíveis através de QR Codes em pontos estratégicos dos locais, e o uso de máscara é sempre obrigatório, tanto para o público quanto para o corpo técnico da Cultura.

Museu Oscar Niemeyer (MON)

De segunda a sábado, das 10h às 18h

Ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia-entrada)

Rua Marechal Hermes, 999 – Centro Cívico

www.museuoscarniemeyer.org.br

Museu de Arte Contemporânea do Paraná (MAC-PR)

De segunda a sábado, das 10h às 18h

Funcionamento temporário nas salas 08 e 09 do MON

Ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia-entrada)

Rua Marechal Hermes, 999 – Centro Cívico

www.mac.pr.gov.br

Museu Paranaense (MUPA)

Reabertura a partir de sábado (12/06)

De terça a sábado, das 10h às 17h30

Entrada gratuita. Para entrada aos sábados, é necessário agendar sua visita previamente pelo Sympla (https://www.sympla.com.br/museuparanaense)

Rua Kellers, 289 – Alto São Francisco

www.museuparanaense.pr.gov.br

Museu Casa Alfredo Andersen (MCAA)

De terça a sábado, das 10h às 17h. Nos sábados, das 10h às 16h

Entrada gratuita

Rua Mateus Leme, 336 – Centro

www.mcaa.pr.gov.br

Museu da Imagem e do Som do Paraná (MIS-PR)

De terça a sábado, das 10h às 17h

Entrada gratuita

Rua Barão do Rio Branco, 395 – Centro

www.mis.pr.gov.br