Média móvel de mortes pela Covid no Brasil é a menor desde abril do ano passado

O Brasil registrou 201 novas mortes pela covid-19 nesta quarta-feira, 13. A média semanal de vítimas, que elimina distorções entre dias úteis e fim de semana, ficou em 318, o menor patamar desde 27 de abril do ano passado, quando o País tinha apenas um mês de pandemia declara e o indicador estava em 281.

Nesta quarta-feira, o número de novas infecções notificadas foi de 1.588, enquanto a média móvel de testes positivos na última semana foi de 11.318 por dia. No total, o Brasil tem 601.643 mortos e 21.596.739 casos da doença. Os dados diários do Brasil são do consórcio de veículos de imprensa formado por EstadãoG1O GloboExtraFolha e UOL em parceria com 27 secretarias estaduais de Saúde, em balanço divulgado às 20h. Segundo os números do governo, 20,74 milhões de pessoas se recuperaram da covid desde o início da pandemia no País.

São Paulo registrou nove óbitos pela covid nas últimas 24 horas, enquanto o maior total veio de Goiás, com 33. Acre, Amapá, Ceará, Rondônia e Roraima não notificaram mortes pela pandemia no período.

O balanço de óbitos e casos é resultado da parceria entre os seis meios de comunicação que passaram a trabalhar, desde 8 de junho do ano passado, de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 Estados e no Distrito Federal. A iniciativa inédita é uma resposta à decisão do governo Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia, mas foi mantida após os registros governamentais continuarem a ser divulgados.

O Ministério da Saúde informou que foram registrados 7.852 novos casos e mais 176 mortes pela covid-19 nas últimas 24 horas. No total, segundo a pasta, são 21.597.949 pessoas infectadas e 601 574 óbitos. Os números são diferentes do compilado pelo consórcio de veículos de imprensa principalmente por causa do horário de coleta dos dados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Trupe da Saúde busca novos integrantes para seu elenco

Com mais de 20 anos de atuação, o grupo leva a arte da palhaçaria, música e improviso aos hospitais   Atrizes, atores, palhaças e palhaços profissionais interessados em atuar ao lado de um dos grupos mais atuantes de palhaçaria do Brasil podem se candidatar para fazer parte do elenco da Trupe da Saúde. Até o próximo dia 16 de agosto o grupo paranaense recebe inscrições de candidatas e candidatos a uma das três vagas abertas.  

Desde 2000, a Trupe da Saúde atua em hospitais de Curitiba levando a arte da palhaçaria, do improviso e da música. Atualmente, o projeto conta com uma equipe de sete profissionais que, por meio da interação e da relação com pacientes, acompanhantes e profissionais dos hospitais, busca provocar uma mudança positiva no ambiente hospitalar.   

Segundo a integrante do grupo, Yara Rossatto, com a perspectiva de retorno gradual aos hospitais, o grupo deseja abrir espaço para mais profissionais. “Procuramos uma palhaça ou palhaço para ocupar uma das cadeiras oficiais da Trupe e, também, outras e outros para se aproximarem do trabalho e terem a chance de comporem a nossa equipe”, afirma Yara.  

Processo de seleção – Para participar é preciso enviar, até o dia 16 de agosto, uma carta ou vídeo de intenção através do formulário https://forms.gle/W3NTCzfgtoE9y24p7 se apresentando e contando um pouco da sua trajetória e porque quer fazer parte da Trupe.    Dia 19 de agosto, será divulgado o resultado das pessoas selecionadas para a oficina, que acontecerá nos dias 23, 24, e 25 de agosto. O resultado final das 3 pessoas selecionadas acontece dia 30 de agosto. É indispensável que as pessoas interessadas estejam disponíveis para participar da oficina nos dias 23, 24 e 25 de agosto.  

Realização –  O projeto é realizado pela ONG Unicultura – Universidade Livre da Cultura, através da Lei de Incentivo à Cultura, Lei Rouanet, contando com patrocínio das empresas: BD, Berneck, BR Fértil, Brose do Brasil, Fertipar, Saporiti do Brasil, Supermax, Sysmex, Unimed e Worker, e apoio da 5àSec. ___________

SERVIÇO:

Seleção para Trupe da Saúde Inscrições: até dia 16 de agosto em https://forms.gle/W3NTCzfgtoE9y24p7

Mais informações sobre a Trupe em https://trupedasaude.com.br/

Concurso de poesias celebra bicentenário da Independência do Brasil

Estão abertas as inscrições para o concurso de poesia em comemoração ao bicentenário da Independência: Brasil 200 Anos de Independência: Lendo nossa História, Escrevendo nosso Futuro.

O edital do concurso já está publicado na página do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). As inscrições vão até o dia 2 de setembro e devem ser feitas pelos gestores das escolas.

Podem participar alunos do 6° ao 9° ano do ensino médio. Na primeira etapa, será selecionado o melhor poema de cada escola. Depois, começa a disputa entre as escolas, até se chegar às melhores poesias de cada região do país.

Ouça na Radioagência Nacional

Nadja Rodrigues, coordenadora do Programa do Livro do FNDE explica os critérios de avaliação: “entre as obras inscritas, cada poesia vai ser avaliada com relação a alguns critérios estabelecidos no edital, que está no Portal do FNDE. São eles: criatividade, contextualização, harmonia estética, autenticidade e expressividade”.

Cada região do país terá um vencedor e um segundo lugar. O primeiro colocado vai receber R$ 10 mil, além de uma viagem para o evento de premiação, que será em novembro, em Brasília.

Além do prêmio, as poesias vencedoras estarão na quarta capa de todos os livros do Programa Nacional do Livro e do Material Didático (PNLD) do ano que vem.

O segundo colocado de cada região vai receber R$ 5 mil. Já as escolas que tiverem alunos premiados vão receber placas de premiação.

O poema inscrito deve ser inédito e não pode ter participado de nenhum outro concurso. As obras não podem ter elementos que descumpram o princípio da igualdade, o respeito e a tolerância, nem ter conteúdo de ideologia partidária.

Fonte: Veja a matéria no site da Agência Brasil