Mais de 1,5 milhão de pessoas já receberam a 1ª dose da vacina contra a Covid-19 no Paraná

Mais de 1,5 milhão de paranaenses já receberam a primeira dose da vacina contra a Covid-19. O número foi alcançado na manhã desta quinta-feira (22). De acordo com o Vacinômetro da Secretaria de Estado da Saúde, o imunizante foi aplicado em 1.504.373 pessoas. A segunda dose, por sua vez, chegou aos braços de 606.117 moradores do Estado. No total, 2.110.490 passaram até o momento pelo processo de imunização. 

O total de paranaenses vacinados equivale a 14,4% da população do Estado, estimada pelo censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2020, e a 32% das cerca de 4,6 milhões de pessoas incluídas entre os grupos prioritários.

Segundo o planejamento local, que replica as orientações do Plano Nacional de Imunização (PNI), integram as prioridades aquelas pessoas mais expostas ao vírus, como trabalhadores da saúde e da segurança pública, ou que correm mais riscos de apresentar piora ou morrer pela doença, como pessoas com mais de 60 anos ou que apresentam algum tipo de comorbidade

Para o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, as recentes iniciativas adotadas pelo Governo do Estado estão sendo essenciais na disseminação da vacinação. De acordo com ele, as campanhas junto aos municípios buscam atingir o máximo possível de pessoas e fazer com que as doses enviadas pelo Ministério da Saúde cheguem rapidamente aos braços dos paranaenses.

O secretário citou o Vacina Paraná de Domingo a Domingo, em que salas de vacinação passaram a funcionar ininterruptamente, todos os dias da semana. Lembrou também do Corujão da Vacinação, campanha que estendeu os horários de aplicação até a meia-noite em algumas cidades para atingir aquele público que por algum motivo não consegue comparecer em horário comercial.

“A orientação do governador Ratinho Junior é para vacinar o maior número de paranaenses no menor tempo possível. Tão logo os imunizantes chegam ao Paraná, vindos do Ministério da Saúde, já são verificados e encaminhados para as regionais. Precisamos que os municípios apliquem as vacinas, não deixem nada em estoque”, afirmou Beto Preto.

APLICAÇÃO 

Com nova a remessa prevista para desembarcar em Curitiba na noite desta quinta-feira (22), o Paraná chega a pouco mais de 3 milhões de doses da vacina contra a Covid-19 encaminhadas pelo Ministério da Saúde. A maior parte já está com os municípios.

Segundo o Vacinômetro, 2.470.033 vacinas foram distribuídas (82,3%). Das destinadas para a primeira dose, 100% foram aplicadas, além de 58,1% das doses de reforço.

As doses são administradas conforme a ordem prevista no Plano Estadual, iniciando por pessoas idosas em Instituições de Longa Permanência, indígenas, pessoas com deficiência institucionalizadas, trabalhadores da saúde, quilombolas e idosos, que são vacinados regressivamente até chegar à faixa dos 60 anos. A partir daí, será iniciada a imunização das pessoas com comorbidades. No Paraná, profissionais das forças de segurança e salvamento e das Forças Armadas já estão sendo vacinados.

Com a vacina já aplicada em praticamente 100% dos profissionais da saúde e nos primeiros da fila, a vacinação no Paraná está na faixa etária entre os 60 e os 64 anos. 

MUNICÍPIOS 

Na ordem, os municípios com o maior quantitativo aplicado até agora em números absolutos, somando a primeira e a segunda dose, são Curitiba (349.093), Londrina (136.196), Maringá (93.962), Cascavel (70.720) e Ponta Grossa (61.796).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curitiba inicia vacinação de pessoas com comorbidades; veja como será o atendimento

Com o encerramento, nesta quarta-feira (5), da imunização dos idosos, a Secretaria Municipal da Saúde começará nesta quinta (6) a aplicação da primeira dose da vacina contra a covid-19 em parte do grupo de pessoas com comorbidades: os pacientes de hemodiálise e as pessoas com deficiência permanente com Benefício de Prestação Continuada. Veja abaixo as datas e os horários.

A previsão inicial da secretaria era fazer, ao mesmo tempo, a imunização para gestantes e puérperas, conforme estabelecido no Plano Nacional de Imunização. No entanto, com o anúncio do Governo do Estado, nesta terça-feira (4), de usar doses deste grupo para antecipar a imunização de professores, o cronograma do município precisou ser ajustado.

“Nossos cronogramas seguem rigorosamente a determinação do Plano Nacional, com controle de primeira e segunda dose para cada grupo imunizado. Fomos surpreendidos com esse anúncio de antecipação de fase, o que diminuiu nossa quantidade de doses previstas”, explica Márcia Huçulak, secretária municipal da Saúde de Curitiba.

Nesta semana, o Estado recebeu 424.260 doses de vacinas Pfizer e Astrazeneca e Curitiba receberá apenas as 32.760 mil da Pfizer destinadas pelo Ministério da Saúde à capital. O município previa receber mais outras cerca de 32 mil doses do imunizante Astrazeneca, podendo assim avançar a imunização também com o grupo de gestantes e puérperas.

As 32.760 doses da Pfizer também serão usadas para Curitiba concluir a vacinação de profissionais de saúde, o primeiro dos grupos prioritários do Plano Nacional de Imunização.

Como será a vacinação nos próximos dias

Pessoas com deficiência com BPC
Quinta e sexta-feira (6 e 7 de maio): serão vacinadas cerca de 6.500 pessoas de 18 a 59 anos com deficiência permanente  cadastradas no Benefício de Prestação Continuada (BPC). A lista de pessoas que se enquadram nesta condição será fornecida pela Fundação de Ação Social às unidades de saúde de Curitiba.
Local: a pessoa com deficiência com BPC deve procurar qualquer um dos pontos de vacinação contra covid (lista abaixo), exceto Pavilhão da Cura (Barigui), Ouvidor Pardinho e Centro de Referência, Esportes e Atividade Física (Creaf) do Guaíra, que estarão vacinando exclusivamente profissionais de saúde. 

Pacientes de hemodiálise
Quinta, sexta e sábado (6,7 e 8 de maio): a vacinação deste grupo será feita por equipes de saúde diretamente nas clínicas, nos três turnos. A estimativa é imunizar cerca de 1.200 pessoas.

Profissionais de Saúde
Quinta, sexta e sábado (6, 7 e 8 de maio): a vacinação deste grupo prioritário dos profissionais de saúde deve ser finalizada nos próximos dias. A imunização para este público é apenas mediante agendamento enviado pelo aplicativo Saúde Já Curitiba.
Local: Pavilhão da Cura (Barigui), Ouvidor Pardinho e Centro de Referência, Esportes e Atividade Física (Creaf) do Guaíra, conforme agendamento enviado pelo celular. 

Repescagem de idoso
Quinta e sexta-feira (5 e 6 de maio): pessoas com 60 anos ou mais e aquelas que completarão 60 anos até 30 de junho de 2021 e não conseguiram se vacinar até esta quarta-feira (5) poderão procurar os pontos de vacinação (com exceção do Pavilhão da Cura no Barigui, Creaf no Guaíra e Ouvidor Pardinho)

Pontos de vacinação

– Para pessoas com deficiência permanente entre 18 e 59 anos cadastradas no Benefício de Prestação Continuada (BPC)
– Repescagem de idosos com 60 anos ou mais e daqueles que completarão 60 anos até 30 de junho de 2021:

LOCAIS FIXOS
Quinta e sexta-feira (6 e 7/5) 
Das 8h às 17h

1 – US Salvador Allende
Rua Celeste Tortato Gabardo, 1.712 – Sítio Cercado

2 – US Parigot de Souza
Rua João Eloy de Souza, 111 – Sítio Cercado

3 – US Vila Diana
Rua René Descartes, 537 – Abranches

4 – US Fernando de Noronha
Rua João Mequetti, 389 – Santa Cândida

5 – Centro de Esporte e Lazer Avelino Vieira
Rua Guilherme Ihlenfeldt, 233 – Bacacheri

6 – US Jardim Paranaense
Rua Pedro Nabosne, 57 – Alto Boqueirão

7 – US Visitação
Rua Dr. Bley Zornig, 3136 – Boqueirão

8 – US Camargo
Rua Pedro Violani, 364 – Cajuru

9 – US Uberaba
Rua Cap. Leônidas Marques, 1392 – Uberaba

10 – Clube da Gente CIC
Rua Hilda Cadilhe de Oliveira

11 – US Vila Feliz
Rua Pedro Gusso, 866 – Novo Mundo

12  – US Aurora
Rua Theofhilo Mansur, 500 – Novo Mundo

13 – US Pinheiros
Rua Joanna Emma Dalpozzo Zardo, 370 – Santa Felicidade

14 – Rua da Cidadania do Tatuquara
Rua Olivardo Konoroski Bueno, s/n

15 – Rua da Cidadania do Fazendinha
Rua Carlos Klemtz, 1.700

DRIVE-THRU (apenas para pessoas com dificuldade de locomoção)
Das 8h30 às 16h30
Parque Barigui (entrada somente pela BR-277)

Para profissionais de saúde, mediante agendamento enviado pelo app Saúde Já:

Quinta, sexta e sábado (6 a 8/5) e segunda e terça (10 e 11/5) 
1 – Pavilhão da Cura
Parque Barigui (entrada somente pela BR-277)

2 – US Ouvidor Pardinho
Rua 24 de Maio, 807 – Praça Ouvidor Pardinho

3 – Centro de Referência, esportes e atividade física
Rua  Augusto de Mari, 2.150 – Guaíra

Curitiba vacinou 344.592 pessoas contra a covid-19

A Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba imunizou, até terça-feira (4/5), 344.592 pessoas com a primeira dose da vacina contra o novo coronavírus. Até esta data foram vacinados: 273.084 idosos, 62.324 profissionais dos serviços de saúde da cidade (incluindo as equipes de vacinação), 5.989 moradores, funcionários e cuidadores de instituições de longa permanência, 3.122 trabalhadores das forças de segurança e 73 indígenas.

Segunda dose

Nesta quarta (5/5), Curitiba conclui a vacinação contra a covid-19 do grupo prioritário dos idosos, com a imunização das pessoas com 60 anos completos e as que completarão 60 anos no primeiro semestre, Além disso, haverá segunda dose da CoronaVac para idosos que já receberam a primeira aplicação há mais de 21 dias.

Em Curitiba, 195.502 pessoas receberam a segunda dose da vacina até terça-feira (4/5). A vacinação com a segunda dose está sendo feita nas instituições de longa permanência, em profissionais de saúde e idosos.

Vacinas

Até o momento, Curitiba recebeu do Ministério da Saúde, repassadas pelo Governo do Paraná, 621.165 doses de vacinas, sendo 396.235 para primeira dose e 224.930 para segunda dose.

Nesse montante já estão contabilizados os 5% de reserva técnica.