Macaco reproduz cena de ‘Rei Leão’ em parque africano

Um macaco reproduziu uma cena de “Rei Leão” no Parque Nacional Kruger, na África do Sul. O babuíno foi visto segurando e cuidando de um filhote de leão como, no desenho animado da Disney, Rafiki fez com o pequeno Simba.

O flagrante foi registrado por Kurt Schultz, guia e proprietário da Kurt Safari.

Kurt contou ter visto um grupo de babuínos cercando o filhote. Ele temeu que o felino seria morto pelos “rivais”. Foi quando um dos símios, com instinto protetor, pegou o leãozinho e o levou para o topo de uma árvore.

“Foi uma experiência estranha. Fiquei preocupado, pois se o filhote caísse não sobreviveria. O babuíno estava cuidando do filhote de leão como se fosse um filho seu”, contou o guia.

Os machos costumam cuidar de filhotes, mas o comportamento daquele babuíno era mais próximo do de uma fêmea com a prole.

“Em 20 anos como guia no Sul e no Leste da África, já vi babuínos matarem filhotes de leopardo e já ouvi sobre eles matando filhotes de leão. Nunca vi um carinho e uma atenção dessa maneira”, completou Kurt, que liderava um grupo de turistas.

O filhote pode ter se perdido dos pais. Não se sabe se o filhote sobreviveu. Crescido, ele representaria uma ameaça ao grupo de babuínos.

Via: Extra/Globo

Polícia põe fim a orgia e prende turistas que desafiaram a quarentena na Tailândia

Uma operação policial pôs fim a uma festa com orgia e drogas que ocorria na cobertura de um prédio em Phuket (Tailândia), violando as diretrizes do distanciamento social imposto no país asiático por causa da pandemia de coronavírus, e prendeu nove turistas estrangeiros e cinco mulheres tailandesas.

Os turistas detidos são três britânicos, quatro ucranianos (incluindo três mulheres), um australiano e um americano.

Agentes chegaram no início da festa após receberem queixas de vizinhos, contou o “Daily Mirror”. Eles acharam maconha e cocaína no apartamento.

A Tailândia já registrou 1.875 casos de Covid-19, com 15 mortes.

Cerca de duas semanas atrás, uma operação policial semelhante acabou com uma orgia em Barcelona (Espanha). O país ibérico é um dos mais afetados pela Covid-19, com mais de 110 mil casos da doença e mais de 10 mil mortos.

Via: Jornal Extra

Com quarentena, Tinder registra maior audiência da história e libera função “passaporte”

Em tempos loucos como o que estamos vivendo, é normal sentir uma mistura potente de ansiedade e solidão. O autoisolamento e fechamento de negócios impacta diretamente o cotidiano, e perdermos as trocas diárias que nos tornam humanos, desde compartilhar um sorriso até a chance de Netflix&Chill com a @ e amigues. Apesar de estarmos socialmente distantes, os membros do Tinder não se desconectaram, houve mais swipes (o famoso arrastar para lá e pra cá) no domingo, 29 de março do que em qualquer dia da história do Tinder (que já soma mais de 3 bilhões de swipes).

Os membros do Tinder em todo o mundo se uniram de maneiras surpreendentes – nossa comunidade é quase a versão digital dos italianos que vão às varandas para cantar juntos. À medida que partes do mundo entraram em quarentena, os membros começaram a usar a função Passaporte para ter informações diretas de pessoas de outros países. A taxa de uso desse recurso aumentou 15% no Brasil na última semana de março (enquanto na Alemanha: 19%, França: 20% e Índia: 25%).

O que há de novo no Tinder nas últimas semanas:

  • Globalmente, mais membros estão arrastando para cá, se conectando com novas pessoas, tendo mais conversas em geral – e essas conversas estão mais longas. As pessoas estão procurando conexões para saber se “Você está bem?” em vez de apenas dar um 
👋
  • As conversas diárias ao redor do mundo aumentaram em média 20%; e a duração média dessas conversas já se tornou 25% maior.
  • Já no Brasil, as conversas aumentaram em média 25% e elas já estão 20% mais longas.
  • Fique em casa, fique seguro, mantenha o distanciamento social, “como vai você”, emojis que representam lavar as mãos e o rosto são cada vez mais usados nas biografias.
  • A função passaporte do Tinder normalmente está disponível como um recurso nas assinaturas do Tinder Plus e Gold.

Quem quiser aproveitar, deve atualizar seu aplicativo para as versões 11.12 para iOS e Android, o que garantirá que você tenha acesso ao recurso gratuito do Passaporte

O Passaporte do Tinder está atualmente disponível como um recurso nas assinaturas do Tinder Plus e Tinder Gold. No entanto, nas próximas atualizações para iOS e Android (que deverá acontecer em torno do dia 26 de março), o recurso Passaporte será gratuito para todos.

Mais sobre o Passaporte:

Normalmente, esse é um recurso pago para assinantes do Tinder Plus e Gold. Os membros podem pesquisar por cidade ou colocar um pin no mapa de uma região escolhida, e assim, começar a dar likes, matches e conversas com membros do Tinder que estão no destino escolhido.

Como altero minha localização usando o Passaporte?

  • Toque no ícone do seu perfil
  • Selecione Configurações
  • Toque em Deslizando em (no Android) ou em Localização (no iOS)
  • Selecione Adicionar um novo local

Em quantas cidades posso usar os recursos do Passaporte?

Você pode estar virtualmente apenas em uma cidade por vez, mas pode alterar sua localização quantas vezes quiser. Os membros que você deu like ao usar o recurso do Passaporte podem ver seu perfil até um dia após a alteração dos seus locais.