Macaco reproduz cena de ‘Rei Leão’ em parque africano

Um macaco reproduziu uma cena de “Rei Leão” no Parque Nacional Kruger, na África do Sul. O babuíno foi visto segurando e cuidando de um filhote de leão como, no desenho animado da Disney, Rafiki fez com o pequeno Simba.

O flagrante foi registrado por Kurt Schultz, guia e proprietário da Kurt Safari.

Kurt contou ter visto um grupo de babuínos cercando o filhote. Ele temeu que o felino seria morto pelos “rivais”. Foi quando um dos símios, com instinto protetor, pegou o leãozinho e o levou para o topo de uma árvore.

“Foi uma experiência estranha. Fiquei preocupado, pois se o filhote caísse não sobreviveria. O babuíno estava cuidando do filhote de leão como se fosse um filho seu”, contou o guia.

Os machos costumam cuidar de filhotes, mas o comportamento daquele babuíno era mais próximo do de uma fêmea com a prole.

“Em 20 anos como guia no Sul e no Leste da África, já vi babuínos matarem filhotes de leopardo e já ouvi sobre eles matando filhotes de leão. Nunca vi um carinho e uma atenção dessa maneira”, completou Kurt, que liderava um grupo de turistas.

O filhote pode ter se perdido dos pais. Não se sabe se o filhote sobreviveu. Crescido, ele representaria uma ameaça ao grupo de babuínos.

Via: Extra/Globo

Papai Noel na Sumiçolândia terá apresentações gratuitas na fachada do Hospital Pequeno Príncipe

“Papai Noel na Sumiçolândia” é um espetáculo musical de Natal que contará com música, dança, teatro e projeções mapeadas na fachada do Hospital Pequeno Príncipe. Gratuita e a céu aberto, as apresentações acontecem nos dias 09, 10 e 11 de dezembro na Avenida Silva Jardim, que estará fechada para veículos para que público possa assistir. As apresentações iniciam às 21h.

“Papai Noel na Sumiçolândia” é um conto de Natal divertido e emocionante, concebido para encantar crianças e adultos. A história começa na véspera de Natal, quando o Papai Noel acidentalmente toma um chá de sumiço preparado por dois vilões mágicos. O bom velhinho vai parar na Sumiçolândia, lugar em que todas as memórias somem para sempre. Eduardo-Ende, o duende-chefe do Polo Norte e seu fiel escudeiro Rafael-Fo precisam correr contra o tempo para encontrar as crianças menos egoístas do mundo, pois apenas elas têm a capacidade de salvar o Papai Noel do esquecimento.

Com duração de 40 minutos, o musical é uma realização da Labirinto Produções, produtora criada pelos artistas Gabriela Vernet e Rodrigo Alonso. O projeto é realizado via Lei Federal de Incentivo à Cultura, da Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo e a instituição beneficiada é o Hospital Pequeno Príncipe. Os apoiadores são: Facchini, Guararapes, Pasa , Nórdica Veículos, Atlas Eletrodomésticos, ID\TBWA, Grupo Pegoraro, Fagundez, Embrart, M.A. Maquinas, Ravato, Arotubi, Plastpack, Stampa, Electra e Petslife.

Papai Noel na Sumiçolândia

Dias: 9, 10 e 11 de dezembro às 21h

Local: Fachada histórica do Hospital Pequeno Príncipe – Avenida Silva Jardim, 1677 

www.onatalchegou.com / Instagram: @alabirinto

Espetáculo Baquetinhá comemora 10 anos de estrada em novo formato

Dez anos é um marco para qualquer um. Para um coletivo de arte e cultura, com uma missão de valorização da cultura brasileira, então… ter um espetáculo que completa dez anos de estrada é algo que merece ser muito comemorado! É o que o Grupo Baquetá está fazendo, com o aniversário de uma década do espetáculo Baquetinhá, comemorado em 2022. E a festa será como os artistas do grupo mais gostam: compartilhada com o público!

No dia 18 de dezembro, Baquetinhá fará uma apresentação em Curitiba, para mostrar a cara nova do seu espetáculo mais antigo e ainda em atividade. “A proposta era criar um espaço brincante que apresentasse a diversidade musical e cultural do Brasil”, conta Kamylla dos Santos, atriz e produtora do grupo. Mesclando música, teatro, histórias, formas animadas, jogos de mão e muita interatividade, o espetáculo seguiu sua trajetória totalmente autoral. Para sua novíssima versão, Baquetinhá integrou em seu repertório manifestações paranaenses como a congada da Lapa, mantida pela Família Ferreira há mais de 200 anos, e o fandango do litoral paranaense.

Outro ponto alto é a participação da cantora Janine Mathias, Léo Cardoso e Diorlei Santos, artistas que compartilham a proposta do grupo e trouxeram sua marca para esse espetáculo. Além disso, Baquetinhá contará com intérprete de libras e audiodescrição e, no programa da atração, as crianças terão palavras Bantu e grafismo indígena para se divertir em casa.

Desenvolvido com recursos da Lei Federal de Incentivo à Cultura, realizado pela Copel, com patrocínio da Cia Ambiental, o novo formato do espetáculo conta com direção cênica de Itaercio Rocha, bonecos de Tadica Veiga e cenografia de Paulo Abreu. O elenco é formado por André Daniel, Kamylla dos Santos, Maycon Souza e Petrus Cuesta. Além das apresentações em Curitiba, o espetáculo circulou por 16 escolas da rede municipal de Curitiba, levando arte e cultura para mais de 1500 crianças e adultos.

Serviço:

Grupo Baquetá apresenta Baquetinhá

Data: 18 de dezembro, domingo

Horário: 18h

Local: Teatro Barracão em Cena – Rua Treze de Maio, 160 Centro – Curitiba PR

Informações: (41) 9827-1737

Ingressos a R$ 15,00 (inteira) e R$ 7,50 (meia entrada), com renda totalmente revertidos para o Hospital Erasto Gaertner, em Curitiba, com uma hora de antecedência na bilheteria do teatro ou pelo link: https://www.sympla.com.br/estreia-do-novo-baquetinha__1811907

Conheça o Grupo Baquetá!

O Grupo Baquetá nasceu na cidade de Curitiba, em 2009. Pesquisa e desenvolve projetos para adultos e crianças com base nos saberes da diáspora africana e dos povos originários do Brasil. O grupo que circula participando de eventos, mostras e festivais pela região sul, estado de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, lançou seu primeiro disco no ano de 2021, disponível gratuitamente nas plataformas online de música.

Sobre os convidados

Janine Mathias é cantora, compositora, atriz, produtora cultural brasiliense radicada em Curitiba há 10 anos. É reconhecida pela sua cadência musical. Filha de sambista e irmã do produtor musical Afrorraga, tem a Música como missão ancestral que passeia pelo RAP e o Samba.  Já dividiu palco com grandes nomes como Criolo, Sandra de Sá, Iria Braga, As Bahias, Mulamba, Machete Bomb, DJ Donna, Cida Airam, Tássia Reis, Raíssa Fayet, Tuyo, Cortejo Afro. Tem se destacado nacionalmente pela sua versatilidade musical seu disco Dendê é o retrato da Música Preta Brasileira, segue conquistando corações com a sua nova música e o show Devoção .

Léo Cardoso é músico – percussionista e rabequista. É fandangueiro, folião do Divino e brincante do boi de mamão. Estuda a música tradicional caiçara há mais de 10 anos junto aos mestres da Cultura Popular Paranaense. Atualmente é professor no Projeto Viva o Boi de Mamão pela Associação Mandicuera, que atende alunos da rede pública da Ilha dos Valadares / Paranaguá (PR). Já realizou trabalhos musicais com Mestre Aorelio Domingues, Mestre Zeca Martins e Orquestra Rabecônica do Brasil.

Diorlei Santos é músico, percussionista, compositor, coreógrafo e arte-educador idealizador do projeto Princesas do Ritmo é um dos fundadores do Bloco Afro Pretinhosidade, idealizador  do AfroTum há mais de 10 anos atuando com crianças em situação de risco e vulnerabilidade social e crianças em situação de acolhimento.

FICHA TÉCNICA

Realização: Grupo Baquetá

Coordenação geral: Kamylla dos Santos

Coordenação artística: Maikon Gueiros

Assistente de Produção: Alan Felipe Santos

Direção Cênica e arranjos: Itaércio Rocha

Texto: André Daniel e Kamylla dos Santos

Músicas: Grupo Baquetá

Elenco: André Daniel, Kamylla dos Santos, Maycon Souza e Petrus Cuesta

Confecção de bonecos: Helena Veiga e Tadica Veiga

Cenotécnico (bonecos): Joelson Cruz

Cenografia: Grupo Baquetá

Cenotécnico: Paulo Abreu – Abreu Fazendo Coisas

Figurinos e adereços: Carla Torres

Iluminação: Nathan Balaguer

Produção Musical: Giovanino Di Ganzá

Criação de beats/ Técnico de Som: Preto Martins

Design Gráfico: Lasta Criative Studio

Assessoria de Comunicação: Flamma Comunicação

Fotografia: Miriane Figueira

Vídeos: Estúdio Séu – Bruna Thimoteo

Audiodescrição: Raquel Carissimi

Libras: Nathan Sales

Instituição beneficiada: Erasto Gaertner

Este projeto é viabilizado com o patrocínio master da Copel e patrocínio da Cia Ambiental, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.