Lapa abre inscrições para concurso público e processo seletivo; saiba os cargos

Foram abertas nesta segunda-feira (10) as inscrições do Concurso Público 001/2022 da Prefeitura da Lapa, na Região Metropolitana de Curitiba, para as funções de nível técnico, operacional, superior, plantonista, magistério e diarista. Também foi lançado o Processo Seletivo Público de Agentes Comunitários de Saúde.

As inscrições seguem até as 12 horas do dia 09 de fevereiro. As provas estão previstas para acontecer no dia 13 de março. No total são 48 cargos em disputa com salários que variam de R$1.212,00 a R$10.015,50.

A jornada de trabalho e a remuneração de cada cargo está descrita no Edital, conforme legislação vigente. Os valores das Taxas de Inscrição variam de R$ 50,00 para funções de ensino fundamental, R$ 100,00 para ensino médio e R$ 150,00 para as vagas que exijam ensino superior. Além da prova objetiva com questões de conhecimentos gerais e específicos, alguns cargos terão avaliação de Títulos de caráter classificatório e/ou provas práticas conforme descrito no Edital.

Para acessar o edital, clique aqui

A Secretaria de Administração da Prefeitura da Lapa oferece uma sala com disponibilidade de computadores, acesso à internet, impressora e scanner para auxiliar os candidatos. A sala funciona na Rua Barão do Rio Branco, 1671 em frente ao Clube Congresso. O horário de atendimento é de segunda a sexta das 09h às 12h e das 13h30 às 17h. O serviço é oferecido gratuitamente.

Cargos

O concurso é para os cargos de Arquiteto Urbanista, Assistente Social, Atendente de Museus, Auxiliar Administrativo, Auxiliar de Almoxarifado, Auxiliar de Enfermagem, Auxiliar de Farmácia, Auxiliar de Mecânico, Auxiliar de Odontologia, Auxiliar de Serviços Gerais, Cirurgião Dentista, Contador, Educador Social, Enfermeiro, Engenheiro Civil, Farmacêutico Bioquímico, Fiscal Tributário, Fisioterapeuta, Fonoaudiólogo, Lubrificador e Lavador, Mecânico de Máquinas Pesadas, Mecânico de Veículos Leves, Médico Anestesista, Médico Clínico Geral 40 horas, Médico Clínico Geral Diarista, Médico Clínico Geral Plantonista, Médico Gineco-Obstetra 40 horas, Médico Gineco – Obstetra Diarista, Médico Gineco-Obstetra Plantonista, Médico Pediatra Diarista, Médico Pediatra Plantonista, Médico Psiquiatra 40 horas, Médico Psiquiatra Diarista, Motorista Habilitação D, Nutricionista, Oficial de Manutenção, Operador de Máquina Rodoviária, Procurador do Município, Professor, Professor de Educação Física, Psicólogo, Recepcionista, Secretário (a), Técnico de Contabilidade, Técnico de Enfermagem, Técnico de Higiene Dental, Técnico de Radiologia 1 e Terapeuta Ocupacional.

Cadastro de Reserva

O Concurso será para Cadastro de Reserva, destinado a substituição de servidores ou em eventual ampliação de serviços públicos oferecidos a população.

O Certame terá validade de 2 anos, podendo ser renovado por igual período. A convocação dos candidatos classificados será de acordo com a necessidade da administração municipal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Em Brasília, Comec cobra conclusão do Contorno Norte de Curitiba

O presidente da Comec, Gilson Santos, se reuniu nesta semana em Brasília com o diretor-geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT, Rafael Vitale, para falar sobre a conclusão do Contorno Norte de Curitiba, no trecho ainda não existente, mas que deverá ligar a PR-418 (Rodovia da Uva) à Rodovia Régis Bittencourt, no município de Colombo.

A obra está prevista no contrato de concessão da rodovia Régis Bittencourt, sob responsabilidade da concessionária Arteris, mas ainda não teve início e nem mesmo definição de traçados e apresentação de projetos. O contrato foi assinado em 2008 e tem duração de 25 anos.

“Nós já ultrapassamos a metade do contrato e sequer temos a previsão de início desta obra. Vale lembrar que ela é paga com o valor arrecadado pelo pedágio, ou seja, a população já está pagando por isso. E sabemos que é uma obra complexa e que levará tempo até sua conclusão. Não podemos mais ficar esperando que algo aconteça. A importância desta obra para todo o contexto metropolitano é enorme”, destacou Santos.

Segundo a Arteris, a empresa trabalha na elaboração do Estudo de Impacto Ambiental – EIA/RIMA da obra, que deverá ser entregue no primeiro semestre de 2022, após atrasos ocasionados pela pandemia.

Durante o encontro, Santos lembrou que existe uma grande expectativa pela execução deste trajeto e que o seu andamento é uma preocupação do Governo do Estado, municípios impactados e principalmente da sociedade.

“Além da questão da mobilidade urbana, que será amplamente beneficiada com esta obra, a sua não conclusão tem impactos na logística de produtos e no desenvolvimento da região, visto que as áreas ainda sem definição ficam congeladas pelo poder público e impossibilitadas de receber qualquer empreendimento”, afirmou.

Santos solicitou que houvesse ao menos um cronograma estabelecido com as etapas a serem cumpridas pela concessionária para que a sociedade pudesse compreender o que está sendo feito e tivesse informações mais assertivas.

Vitale se comprometeu a participar de uma reunião presencial com todos os interessados, no início do próximo ano, na região das futuras obras, para esclarecer o que está sendo feito e as próximas etapas do trabalho. Ele também renovou o comprometimento e interesse do governo federal com a conclusão do projeto.

Após incêndio criminoso, Prefeitura de Campo Magro cancela festividades de Natal

A Prefeitura de Campo Magro, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), decidiu cancelar as festividades de Natal na cidade. A decisão foi tomada após o incêndio criminoso que atingiu o pátio da Secretaria de Obras na madrugada da última quinta-feira (2) e que provocou, segundo o Executivo, um prejuízo de R$ 7 milhões.

O comunicado da Prefeitura lamentou o ocorrido:

“É com muita tristeza que comunicamos que o evento de Natal foi cancelado, devido ao incêndio criminoso ocorrido na madrugada do dia 02/12 na Secretaria de Obras da Prefeitura”, publicou o Executivo nas redes sociais.

No incêndio, 13 veículos foram atingidos, além de outras máquinas da Prefeitura. A Polícia Civil segue investigando o caso. Um vigia chegou a ser rendido e foi utilizado um coquetel molotov para causar a combustão. A ação dos criminosos seria uma retaliação a uma operação policial que aconteceu no município. Os autores do incêndio também picharam a parede da prefeitura com a frase: “a Rona executa e o estado finge que não vê”.