Itaipu implanta sistema que acompanha atividades no campo em tempo real

Publicidade
Publicidade

As ações de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) na região Oeste serão monitoradas pelo aplicativo ArcGIS Survey123

A Divisão de Ação Ambiental da Itaipu Binacional implantou nesta semana um sistema de monitoramento das atividades de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) no Oeste Paranaense. A partir desta quinta-feira (1º), todos os 54 técnicos das instituições parceiras – Biolabore e Capa – poderão utilizar a aplicação ArcGIS Survey123, um sistema que facilita a gestão e fiscalização dos contratos, convênios e todas as atividades de Ater. O sistema foi desenvolvido em parceria com a Divisão de Apoio Operacional e não gerou custos adicionais à Itaipu.

Formas de comercialização da produção rural é um dos temas das assistências prestadas na região. Foto: Alexandre Marchetti/Itaipu Binacional

De acordo com o técnico Ronaldo Pavlak, da MAPA.CD, o público das atividades de assistência técnica e extensão rural, promovidas por Itaipu e parceiros, são os agricultores familiares da região. Eles recebem assessoria para difusão de tecnologias de produção de forma sustentável e orgânica, o que contribui com a segurança hídrica e com os múltiplos usos do reservatório.

Reprodução da tela do ArcGIS Survey123.

“Nosso foco é ajudar os agricultores a produzirem de forma sustentável, com o uso de novas tecnologias de cultivo. Passamos informações em relação ao planejamento da produção e os planos de manejo para certificação de propriedade orgânica. Também atuamos em questões pontuais, como o controle de uma praga, e fornecemos toda a orientação para as agroindústrias familiares, entre outras atividades”, explica Pavlak.

O acompanhamento dessas atividades, até então, era feito todo no papel. O técnico terceirizado ia a campo, interagia com o agricultor e preenchia um formulário. Esse formulário gerava um relatório que, ao final do mês, era entregue aos profissionais da Itaipu.

Agora toda a atividade será preenchida em formulários eletrônicos em tablets. Por meio de GPS, o sistema informa a geolocalização da propriedade. O técnico preenche informações como o tipo de atividade (se é individual ou coletiva), o status do agricultor (se for novo, já preenche o cadastro), o objetivo da assessoria (apicultura, avicultura, bovinocultura, entre várias outras). Ele também pode tirar fotos dos documentos e da atividade em si.

A ferramenta possibilita o controle de carga horária das atividades realizadas, além do registro das orientações e das recomendações técnicas prestadas pela equipe contratada. O técnico pode fazer todas as marcações no modo off-line e, ao final do dia ou assim que estiver com acesso à internet, os trabalhos realizados são carregados ao banco de dados da Itaipu, possibilitando o acompanhamento em tempo real pela área gestora.

“A ideia é unificar o banco de dados e facilitar a nossa gestão interna. Também podemos cruzar informações, ter um banco único e padronizado”, explica Pavlak. “Podemos, ainda, gerar gráficos de acompanhamento para os superiores visualizarem de maneira facilitada e com maior riqueza de detalhes. Isso ajuda na tomada de decisão da alta gestão”, conclui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Primeiros testes do Natal de Luzes da Itaipu revelam: vem aí um grande espetáculo

Publicidade
Publicidade

Usina oferecerá ao público uma programação natalina com projeção mapeada na Catedral Nossa Senhora de Guadalupe e decoração temática no terreno da igreja

Os primeiros testes da projeção mapeada do Natal de Luzes de Itaipu foram feitos nesta segunda-feira (9), na Catedral Nossa Senhora de Guadalupe, na Vila A, em Foz do Iguaçu (PR). O espetáculo para valer acontece de 5 a 23 de dezembro, das 20h à meia noite. Com o teste, já foi possível ter uma ideia do que vem por aí: muito encantamento e magia.

A iniciativa da margem brasileira da usina de Itaipu é um agradecimento à população de Foz do Iguaçu, que tem no seu DNA o acolhimento.

“Nossa gente, que vem passando por um ano de grandes transformações e acolheu com muito carinho e respeito as propostas da nossa gestão, merece uma festa linda para celebrar a vida”, diz o diretor-geral brasileiro de Itaipu, general Joaquim Silva e Luna.

O projeto do Natal de Luzes foi desenvolvido com base numa proposta apresentada pelas áreas de Comunicação Social e Turismo de Itaipu.

A produtora responsável pela apresentação é a Visualfarm, empresa de São Paulo (SP) pioneira no Brasil na criação de espetáculos públicos projetivos e no uso do video mapping (mapeamento de vídeo). No seu portfólio, um dos destaques é a criação do “abraço do Cristo Redentor”, no Rio de Janeiro, dentro da campanha “Carinho de Verdade”.

Os testes desta segunda-feira foram para verificar a precisão de imagem e forma e, também, como ficam as cores na fachada e telhados da catedral. Além da projeção mapeada, com um roteiro surpresa, o terreno da catedral abrigará uma vila de Natal para visitação do público.

Em vários pontos, será possível posar para fotos. Tudo será montado com segurança, atendendo rigorosamente os protocolos sanitários, com respeito ao distanciamento social, distribuição de álcool em gel e obrigatoriedade do uso de máscaras, entre outros.

Serão várias sessões para que todos tenham a oportunidade de ver o espetáculo de Natal – até então  inédito em Foz do Iguaçu. Não haverá cobrança de ingresso, mas quem quiser poderá levar um quilo de alimento não perecível como entrada. As doações serão repassadas para entidades beneficentes.

Na Catedral

A escolha do local não aconteceu por acaso. O Gramadão da Vila A, tradicional palco do Natal de Itaipu, está passando por obras de revitalização. A Catedral Nossa Senhora de Guadalupe fica quase ao lado e oferece as condições necessárias para o espetáculo.

O Natal de Luzes da Itaipu integra os esforços da campanha “Vem pra Foz”, desenvolvida pela usina e parceiros para atrair visitantes.  O Destino Iguaçu foi um dos primeiros a voltar a receber turistas. A cada feriado, desde o lançamento da campanha, o movimento cresce, nos atrativos, hotéis na gastronomia.

Inovação e sustentabilidade

A festa de Natal promovida este ano por Itaipu será a mais inovadora e sustentável celebração natalina já preparada pela usina para presentear a cidade e a região de fronteira entre Brasil, Paraguai e Argentina.

Para o padre Clodoaldo Isidoro Frassetto, será uma grande celebração. “Nossa catedral será um ponto de encontro de agradecimento e comemoração pela vida”, diz o pároco.

A técnica de projeção mapeada permite lançar imagens em uma estrutura tridimensional, que é previamente mapeada por um software. Enquanto a projeção plana não possibilita a manipulação da luz, a mapeada permite que a luz seja direcionada exatamente para a área que receberá o conteúdo visual, criando a ilusão de que o vídeo se encaixa na estrutura.

Artistas locais

Além da projeção, a área da catedral também receberá decoração temática de luzes, com Papai Noel, bola colorida gigante e outros brinquedos, além de barraquinhas de artesanato.

Os turistas e moradores serão recepcionados pela Troupe Luz da Lua, uma forma encontrada para valorização dos artistas locais. A vila permanece montada até a primeira semana de janeiro, para ajudar a movimentar o turismo também naquela região do município.

Vem pra Foz: Feriadão de Finados registra melhor movimento desde a reabertura do turismo

Publicidade
Publicidade

Neste feriado, o primeiro com a Ponte da Amizade reaberta, números na Itaipu e no PNI foram superiores aos dos feriados da Padroeira e Independência

O movimento turístico durante o feriadão de Finados em Foz do Iguaçu foi o maior desde a reabertura dos atrativos – após o fechamento imposto pela pandemia de covid-19 – e confirma a tendência de retomada gradativa da principal atividade econômica da região. É o que indicam os números de dois dos principais pontos turísticos da cidade.

Foto: Divulgação

De sábado (31) até esta segunda-feira (2), Dia de Finados, 5.003 pessoas visitaram a Itaipu e 12.999 o Parque Nacional do Iguaçu (PNI), onde estão as Cataratas do Iguaçu. Os números são, respectivamente, 6% e 9,7% superiores aos do feriadão da Padroeira, de 10 a 12 outubro – que, por sua vez, já haviam sido 24% e 62% maiores que os da Independência, de 5 a 7 de setembro.

Foto: Divulgação

Os três feriados (Finados, Padroeira e Independência) têm a mesma base de comparação: sábado, domingo e segunda-feira.

Motivos

Entre os motivos para o aumento no movimento está a volta do turismo de compras. O feriadão de Finados foi o primeiro com a Ponte da Amizade reaberta. E os viajantes aproveitaram. “Sem dúvida a reabertura do comércio de Ciudad del Este repercutiu na melhora do número de visitantes, haja vista a maior procura de transporte turístico para as compras”, comemora o presidente do Visit Iguassu, Felipe Gonzalez.

Outra razão para o gradativo aumento dos números é a campanha Vem pra Foz, desenvolvida pela Itaipu e parceiros para divulgar o destino. Lançada no final de agosto como parte de um movimento para a retomada da economia da cidade, a ação tem como objetivo divulgar a região como destino seguro, com protocolos sanitários rigorosos e que oferece ao turista opções de passeios únicos.

Em setembro, foi lançada a segunda fase da campanha, com a divulgação do aplicativo “Foz com Descontos”. Ao baixar o programa no tablet ou smartphone, o turista pode comprar passeios, produtos e serviços e programar melhor a viagem.

As ações de valorização do turismo integram um dos eixos do Programa Acelera Foz, que tem coordenação estratégica da Itaipu e parceiros. O programa foi lançado em maio para estimular a retomada do crescimento da cidade e minimizar os impactos econômicos da pandemia de covid-19.

Natal

“Itaipu sabe a importância do segmento turístico para Foz e região, dando emprego e sustento a um setor que integra desde o empresariado até quem trabalha na linha de frente de atendimento, ou seja, o trabalhador de turismo como um todo”, diz o diretor-geral brasileiro da Itaipu, general Joaquim Silva e Luna.

A aposta agora é para o Natal. A Itaipu vai investir numa grande programação natalina, com projeção mapeada inédita na Igreja Nossa Senhora de Guadalupe, na Vila A, que será produzida pela mesma empresa que fez o abraço do Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, e uma decoração temática no mesmo espaço.

Já de antemão, o general convida. “Vai ser uma festa religiosa muito linda, com atenção especial para nossos moradores e viajantes. Vem pra Foz.”