IPTU em Campo Largo terá desconto de 20% para pagamento à vista

Prefeito Rivabem avalia desconto como boa oportunidade

O pagamento do imposto mais significativo para o desenvolvimento da cidade de Campo Largo, na região metropolitana de Curitiba, está com 20% de desconto à vista. O campo-larguense pode quitar a dívida do
Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) 2021 até o dia 26 de fevereiro com um desconto ou ainda parcelar o valor total em até oito vezes, sem juros.

O pagamento com 20% de desconto é um grande suporte tributário em decisão tomada pelo prefeito Maurício Rivabem (PSL). “Esse é o principal imposto da cidade, é o valor que sustenta a folha dos servidores, asfalto, uniformes escolares. Há uma lei em que não é permitido manter o desconto dos anos anteriores, mesmo havendo uma reeleição. Então, busquei tudo o que poderia fazer para a cidade e consegui descontos com o suporte tributário para pagamento à vista. Para pagamento à vista até 26 de fevereiro tem esse desconto de 20%, para quem pagar até 26 de março terá 10% de desconto. Ou ainda, poderá pagar, sem desconto, em oito parcelas iguais”, esclareceu o prefeito, em entrevista à Banda B, nesta quinta-feira (28).

Quem não receber o carnê, poderá ir até a prefeitura para emissão da segunda via. Entretanto, por meio dos serviços digitais da Prefeitura de Campo Largo, há disponível boleto online para os contribuintes acessarem de qualquer dispositivo. Além da Caixa Econômica Federal, o contribuinte pode pagar no Banco do Brasil e no Banco Itaú.

Decisão

A busca por descontos para pagamento do IPTU à vista, mesmo diante de uma lei impeditiva, é uma das primeiras grandes ações como prefeito de Campo Largo. Rivabem foi reeleito como vice ao lado de Marcelo Puppi (DEM), no ano passado. Poucos dias depois da eleição, Puppi recebeu o diagnóstico de covid-19, foi internado no dia 28 de novembro e logo encaminhado para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI). O prefeito reeleito não resistiu ao agravamento da doença e faleceu no dia 7 de janeiro.

Para Rivabem, Puppi teve um papel decisivo na construção de sua experiência como gestor. “Uma satisfação ser vice dele por quatro anos porque ele realmente foi um professor pra mim, me ensinou muito. Como campo larguense, com 100 anos de família aqui, eu planejava ser o prefeito da cidade, mas queria ele perto de mim. Agora, talvez não esteja de corpo, mas com certeza estará de alma”, acredita ele.

Vacinação

Campo Largo recebeu mais 360 doses de vacinas da AstraZeneca/Oxford, além das 3 mil já distribuídas da Coronavac. “Estamos na expectativa para mais dose para fazermos pelo menos a primeira e segunda fase, já que 85% dos internados estão acima das pessoas de 60 anos. Muito receio com a variante de Manaus, por isso é preciso usar máscara e álcool em gel, mantendo especialmente o distanciamento social”, alertou Rivabem.

Informações Banda B.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Moradores de Campo Largo recebem cartões para compras nos Armazéns da Família

A Prefeitura de Campo Largo, região metropolitana de Curitiba, entregou nos últimos dias os primeiros 450 cartões do programa Armazém da Família aos moradores da cidade. Com isso, os campo-larguenses, que têm como renda familiar até três salários mínimos, já podem efetuar compras nos Armazéns de Curitiba, onde encontram produtos com desconto e de ótima qualidade.

A secretária de Desenvolvimento Social de Campo Largo, Márcia Fabiani Botelho, destacou como funciona a parceria com a Prefeitura de Curitiba. “Hoje estamos com 460 cartões entregue em mãos, possibilitando que as pessoas façam suas compras nos Armazéns da Família em Curitiba. Essa parceria é um primeiro passo para que a gente avalie o que fazer no futuro, como a criação de uma unidade aqui em Campo Largo, no caso de se tornar viável”, destacou em entrevista ao Jornal Metropolitano, da Rádio Banda B.

A expectativa é que cerca de dois mil moradores da cidade façam o cadastro gratuito, que está disponível a todos. “Em qualquer CRAS (Centros de Referência da Assistência Social) do município é possível fazer, assim como no Bloco 01 da sede da prefeitura e nas associações de moradores dos bairros. Temos certeza que essa novidade trará muitos benefícios aos cidadãos”, disse a secretária.

Segundo Márcia Fabiani, são dezenas de Armazéns espalhados por Curitiba. “Os mais próximos de Campo Largo são o do Caiuá (Rua Maria Lúcia Locher de Athayde) e do São Braz (Rua Antônio Escorsin). As unidades estão espalhadas por toda a capital, inclusive tem o da Praça Rui Barbosa, para o campo-larguense que trabalha na região central de Curitiba”, destacou.

O prefeito de Campo Largo, Maurício Rivabem, ressaltou a importância de ações como essa e que a conquista é de cada campo-larguense e de cada Associação de Bairro. “O Armazém da Família é um programa que facilita o acesso a todos a produtos de qualidade com economia. É importante ter a prefeitura como parceira em ações que tragam economia às famílias, principalmente neste momento de pandemia“, afirmou ao site oficial da Prefeitura de Campo Largo.

Informações Banda B

Multar em até R$ 150 mil quem promove ou participa de festas clandestinas agora é lei em Campo Largo

Multas que variam de R$ 1 mil a R$ 150 mil agora estão previstas em lei em Campo Largo, região metropolitana de Curitiba, para quem promove ou participa de aglomerações e festas clandestinas durante o enfrentamento á pandemia da covid-19. Também estão previstas no regramento, aprovado na Câmara Municipal de Vereadores e sancionado pelo prefeito da cidade, Mauricio Rivabem, sanções como embargos, interdição e cassação de alvará.

O prefeito disse ao Jornal Metropolitano, da Rádio Banda B, que a medida foi necessária diante do quadro pandêmico em que a cidade se encontra. “Infelizmente as pessoas, especialmente os jovens, não têm consciência da atual situação. Estamos com uma nova cepa mais contagiosa e está sendo adquirida principalmente nas aglomerações. Antes a gente só notificava, mas infelizmente no outro dia eles voltavam a festar. Então, agora optamos em fazer uma lei onde colocamos a multa de R$ 1 mil podendo chegar a até R$ 150 mil”, explicou.

Rivabem lamentou o desrespeito as medidas de distanciamento, especialmente por parte dos jovens. “A gente percebe muitos jovens morrendo pela covid e ainda assim as pessoas não tomaram a consciência de que não podem aglomerar. Os jovens acham que são imunes, mas a quantidade deles agravando está muito grande. Quase 50% dos internados no Hospital do Rocio, aqui em Campo Largo, são jovens de 20 a 40 anos”, pontuou.

Ainda de acordo com o prefeito, no momento a situação da covid em Campo Largo está estabilizada, com uma queda de casos, mas muito distante do ideal. “Tivemos há alguns dias de seis a sete pacientes internados no nosso Centro Médico Hospitalar, fora de uma UTI, porque não se tinham vagas. Está baixando um pouco, mas ainda tem fila. Não se pode relaxar, porque é uma doença muito perigosa”, concluiu o prefeito.

Para conferir a Lei n° 3022/2021 na íntegra clique aqui.

Informações Banda B