Indignado, colecionador pede ajuda para encontrar cinco carros de luxo furtados na RMC

Cinco carros de luxo foram furtados de uma garagem na BR-277, em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba (RMC). O proprietário dos automóveis, o advogado Arnaldo Ferreira Muller, pediu ajuda à Banda B nesta quinta-feira (8), para encontrá-los e explicou o sentimento de indignação com o crime, visto que é um colecionador há quase 40 anos.

Foi nesta quarta-feira (7) que Muller sentiu falta dos cinco automóveis na garagem. Ela que fica próxima à Estação de Tratamento de Água da Sanepar às margens da rodovia.

“Eu percebi que eles não estavam mais lá por volta das 20 horas. Mas acredito que os carros podem ter sido roubados antes de ontem. Porque durante o dia ninguém ficou lá, só que eu não tenho certeza disto”, comentou.

Os veículos são:

  • Um Chevrolet Impala 1960, cores branco e bege, placa AFM-1960;
  • Um Ford Customline 1955, 4 portas, cores azul e branco, placa AJD-1955;
  • Um Volkswagen Karmanguia TC 1974 , cor azul, placa AJA-0173;
  • Uma Rural Willis 1971, cores branca e verde, placa AAT-4171;
  • Um Dodge Dart, 4 portas, cor amarelo escuro, placa AAF-0306.

Todos, de acordo com o advogado, estavam sem as baterias. Portanto, a vítima fala que os criminosos são pessoas da área. “Eles não tinham como tirar, a não ser que usassem algum guincho, uma plataforma ou algo parecido”, analisou.

Ajuda

“É um esforço de uma vida toda reunir um acervo deste”, refletiu Muller ao pedir ajuda para encontrar os veículos. “É revoltante. Eu fico indignado, não tenho como explicar. Qualquer pessoa que estivesse no meu lugar saberia o que eu estou sentindo”, completou à Banda B.

Caso você tenha informações sobre o paradeiro dos automóveis entre em contato com a Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos pelo número (41) 3314-6400.

Informações Banda B

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais de 1 milhão de curitibanos foram vacinados com a primeira dose ou dose única anticovid

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de Curitiba imunizou, até segunda-feira (2), 1.052.850 pessoas com a primeira dose da vacina anticovid ou com o imunizante de dose única (Janssen).

Até o momento, 1.015.986 curitibanos receberam a primeira dose da vacina contra o novo coronavírus. Desse total, foram vacinados: 499.613 pessoas da população em geral (convocadas por idade); 212.444 idosos com 65 anos ou mais; 116.693 pessoas com comorbidades; 10.969 gestantes e puérperas; 8.177 pessoas com deficiência; 82 indígenas; 1.124 pessoas em situação de rua; 6.982 moradores, funcionários e cuidadores de instituições de longa permanência; 97.778 profissionais dos serviços de saúde da cidade (incluindo as equipes de vacinação); 16.348 trabalhadores das forças de segurança; 42.575 educadores (entre professores e trabalhadores da Educação Básica e Ensino Superior) e 1.252 trabalhadores da limpeza pública.

Imunização completa

Em Curitiba, 396.164 pessoas receberam a segunda dose da vacina até sábado (31/8) e outras 36.864 pessoas receberam a vacina em dose única, completando esquema vacinal anticovid.

A cidade já aplicou 1.449.014 unidades da vacina anticovid – primeira e segunda doses ou dose única.

Doses recebidas

Até o momento, Curitiba recebeu do Ministério da Saúde, repassadas pelo Governo do Paraná, 1.685.543 doses de vacinas, sendo 1.059.126 para primeira dose, 588.237 para segunda dose e 38.180 doses de aplicação única. Nesse montante já estão contabilizados os 5% de reserva técnica.

A reserva técnica é uma medida de segurança, faz parte dos protocolos da logística e é necessária para evitar problemas no fluxo de imunização que possam ser causados por imprevistos eventuais, como por exemplo, quebra acidental de frascos.

O município tem capacidade para vacinar até 30 mil pessoas por dia e o avanço do cronograma de imunização ocorre à medida que as doses são com o envio de novas doses enviadas pelo Ministério da Saúde ao governo estadual, responsável por distribuir os lotes do imunizante aos municípios. 

Trânsito é liberado em mais um trecho da Linha Verde Norte

A pista da marginal direita da Linha Verde Norte, no sentido Atuba, foi liberada para o trânsit nesta segunda-feira (2). A liberação envolve cerca de 400 metros, entre a Rua Santa Madalena Sofia Barat e a estação-tubo Fagundes Varela, no sentido ao Atuba.

Com a pavimentação finalizada sobre a trincheira da Rua Fúlvio Alice, no Bairro Alto, o trânsito de veículos volta a ser feito pela pista da marginal da Linha Verde, que é a via principal para os carros. Antes, em razão da obra, os veículos estavam sendo desviados para a via local, que tem duas faixas de circulação e dá acesso ao bairro, às residências e ao comércio da região. 

Com a liberação desta segunda-feira (2), os carros passam a circular pelas três faixas da via marginal, que é o traçado definitivo da Linha Verde Norte. As novas faixas de circulação vão melhorar o fluxo de veículos na região e diminuir os congestionamentos.

Obra entregue

No mês de julho, a Prefeitura de Curitiba concluiu o lote 3.1 da Linha Verde Norte. Com as obras prontas teve início o funcionamento das estações-tubo Vila Olímpica e Fagundes Varela, com o transporte coletivo circulando pela canaleta central da Linha Verde. 

O trecho entregue de obras compreende 2,46 quilômetros, entre o viaduto da Avenida Victor Ferreira do Amaral até as proximidades do Hospital Vita.