Imperatriz da Liberdade encerra no ano das Caravanas Étnico-Culturais em Curitiba

Escola de Samba Imperatriz da Liberdade se apresentou na Caravana Étnico-Cultural do Tatuquara. Foto: Divulgação

Os sambas-enredos da escola de samba Imperatriz da Liberdade encerraram, no sábado (19/11), a Caravana Étnico-Cultural do Tatuquara e as atividades do projeto implementado este ano pela Prefeitura.

A escola tem um histórico de sambas que remetem às religiões de matriz africana e à cultura negra.

A capoeira, arte afro-brasileira que é fortemente identificada com o movimento negro, também teve destaque. Foram duas apresentações, do Grupo Arte e Raça (que tem 25 anos dedicados a essa arte) e da Associação Berimbau Rosa.

Como parte da Caravana, mas realizada no dia 18/11 no Memorial de Curitiba, uma oficina abordou outra tema importante da cultura negra, as bonecas Abayomi. Confeccionadas com tecidos e retalhos, consta que originalmente eram feitas pelas mães escravizadas como forma de amenizar o sofrimento dos filhos. Se transformaram em símbolos de resistência.

As caravanas de Santa Felicidade, realizada no começo do mês, e do Tatuquara fizeram parte das celebrações do Dia da Consciência Negra (21/11).

“É necessário trazer cada vez mais temas da cultura negra, indígena e cigana para as pessoas”, defende Marli Teixeira Leite, titular da Assessoria de Promoção da Igualdade Étnico-Racial. “É a melhor forma de combater preconceitos e discriminações.”

Ano cheio

Além do Tatuquara, as regionais CIC, Cajuru, Bairro Novo e Santa Felicidade tiveram este ano suas edições do evento, que abre espaço para artistas e empreendedores negros, indígenas e ciganos, com apresentações artísticas, oficinas e feira de artesanato.

O objetivo é reforçar as ações afirmativas do município, ampliando a representatividade das etnias na cidade.

Como parte do Plano de Governo, os eventos voltarão a ser realizados em maio do ano que vem, com programação no Boqueirão, Boa Vista e Matriz. Todas as dez regionais da capital receberão sua Caravana.

LEIA MAIS

Veja a matéria no site da Prefeitura de Curitiba

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Trufas frescas estrelam festival no Marcondes Cozinha Autoral

Ingredientes de alto padrão costumam ser ponto de destaque em restaurantes de alta gastronomia. Insumos raros, preparados com excelência de forma criativa são celebrados nas maiores cozinhas do mundo. E um dos itens mais celebrados, a trufa, estrela um festival completo no Marcondes Cozinha Autoral. Ao invés de usar pastas e cremes de trufa, mais comuns de encontrar, a casa tem um menu completo que leva trufas frescas vindas direto da Itália. O menu sai a R$ 159 por pessoa e começa a ser servido a partir desse sábado (05/11), por tempo limitado.

Iniciando a sequência, o couvert tem Pão feito no vapor com manteiga trufada, e a entrada conta com Bocado de pasta e sálvia, umamassa grano duro com molho cremoso de sálvia. Como prato principal, o cliente pode escolher entre quatro opções. Uma delas é o Mignon ao molho de mostarda apresentado com risoto milanês e finalizado com trufas frescas. Já o Entrecot tem nhoque ao molho de vinho Barolo e finalizado com as trufas.

Uma terceira pedida é o Fettuccine artesanal ao molho pesto e espuma de parmesão, que leva as trufas frescas na finalização. Já a quarta escolha apresenta uma Polenta cremosa com ragu de ossobuco, finalizados com as trufas frescas. Na sobremesa, a sequência leva Zabaglione com sorvete de café.

As trufas frescas têm procedência garantida pela ÉlEat Tartufi, uma das fornecedoras de destaque na região de Piemonte, no norte italiano. As trufas, de aroma marcante, são raras, crescendo na comuna de Alba. São colhidas à noite para garantir o frescor característico. O Festival de Trufas Frescas do Marcondes Cozinha Autoral acontece por tempo limitado. O menu com couvert, entrada, prato principal e sobremesa sai a R$ 159,90 por pessoa. A casa abre de segunda a sábado para jantar, às 18h30, e para almoço de sábado, das 11h30 às 15h30. O Marcondes funciona na R. Recife, 220 – Cabral. Mais informações no perfil oficial do restaurante no Instagram (@marcondesrestaurante). Reservas por WhatsApp (41) 3205-4982.

Happy Hour no ST 444 Batel: de terça a domingo, restaurante italiano-mediterrâneo oferece opções exclusivas de porções

O St 444 Batel, empreendimento gastronômico que atua no segmento italiano-mediterrâneo, está lançando um menu de porções exclusivas para o Happy Hour, que acontece de terça a domingo, das 16h às 20h, para preencher as noites curitibanas com muito sabor.

O novo cardápio com porções exclusivas para o horário de Happy Hour mantém os ingredientes característicos da gastronomia mediterrânea mas com um toque de refinado sem perder a facilidade que as porções precisam no momento do consumo.

As opções formam um menu completamente irresistível. Para os apaixonados por crocância, o restaurante oferece frutos do mar – mais especificamente a lula, camarão e iscas de peixe – empanados na farinha panko acompanhados de molho especial da casa, além da versão do requintado polvo à grega, regado a azeite de oliva e condimentado com sal grosso, páprica picante e acompanhado de pequenas fatias de pão.

Para os fãs dos clássicos, uma boa pedida pode ser as batatas rústicas que vêm acompanhadas com molho de páprica picante. Aos que preferem a maciez e suculência marcante das carnes bovinas, têm a opção de degustar a fraldinha na mostarda e/ou o entrecôte – também conhecido como bife ancho –, este último acrescido de farofa crocante e chimichurri. No horário de Happy Hour, os pratos presentes no menu comum não estarão disponíveis.

Para acrescentar uma dose de personalidade brasileira à refeição, o chopp Pilsen de 300ml chega – bem gelado – à mesa por apenas R$10; os valores variam de R$29 a R$49 por porção.

SERVIÇO

Happy Hour no ST 444 Batel

Onde: Alameda Presidente Taunay, 444 – Curitiba – PR

Quando: de terça a domingo, das 16h às 20h

Como: (41) 3044-0444

Instagram: @st444batel

Fotos: Rafael Ribeiro.