Ilha do Mel ganha novas estruturas

A Ilha do Mel, no Litoral do Paraná,  recebeu obras de infraestrutura neste ano para atender moradores e turistas. Foram concluídas limpeza, roçada e raspagem de valas, galerias, córregos e canais, além de adequações e construções de passarelas e escada.

As obras são do Instituto Água e Terra (IAT), vinculado à Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo. Elas se mostraram necessárias para atender as demandas dos moradores e também levou em conta o número crescente de turistas, que chegou a 70 mil pessoas na última temporada, entre os meses de dezembro e fevereiro.

Foto: AEN PR

Importante elemento para a dinâmica ambiental e econômica da região, a ilha também possui um papel fundamental para o equilíbrio e preservação de ecossistemas. “A Ilha do Mel é um bem precioso dos paranaenses no Litoral do Estado e merece nossa atenção”, destaca o secretário do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, Márcio Nunes.

“Para garantir condições adequadas, principalmente durante períodos de cheia, foi identificada a necessidade de limpeza, roçada e raspagem das valas, galerias, córregos e canais, evitando a vedação e o alagamento das áreas ao redor desses locais, além da implantação de passarelas elevadas”, explicou o diretor de Saneamento Ambiental e Recursos Hídricos do IAT, José Luiz Scroccaro. A limpeza de canais, córregos, valas e canaletas foram feitas na Praia Grande, Belo, Fortaleza, Farol, nas trilhas e nos morros.

PASSARELAS – A readequação das passarelas e escada tem o objetivo de proporcionar um local seguro para os moradores e visitantes, fornecendo travessias dos canais, córregos e valas, por exemplo. Além disso, oferece infraestrutura adequada para o grande fluxo de pedestres e suporte adequado a travessias para os carrinhos elétricos dos guardas municipais e de coleta de lixo.

Foto: AEN PR

Foram feitas adequações em 12 passarelas existentes em Nova Brasília, com instalação de guarda-corpo onde não havia, e construídas três novas estruturas próximo à Praia de Fortaleza, na Trilha de Fortaleza e na Praia Grande. Em Encantadas, foram realizadas melhorias em 12 passarelas e uma nova foi construída em frente à Escola.

EM LICITAÇÃO – Estão em processo de licitação uma Praça de Alimentação, a revitalização da Praça ao Ar Livre na Praia de Encantadas e a adequação de bilheterias nas Praias de Encantadas e Nova Brasília.

O projeto da Praça de Alimentação prevê dois sanitários, um centro de informações aos turistas, pontos comerciais, restaurantes e uma central de segurança, além de espaço adequado para a separação e armazenamento dos resíduos sólidos, alternativas energéticas econômicas e sistemas de tratamento de águas e esgotos.

Já na proposta de revitalização da Praça ao Ar Livre está a criação de seis novos quiosques para atendimento aos turistas, em consonância com critérios do Ministério do Turismo que insere a Ilha do Mel como prioritária para a promoção internacional.

O espaço para informações turísticas existente na Praia de Encantadas será transformado em bilheteria, atendendo a demanda da nova legislação da Ilha do Mel. As bilheterias da Praia de Nova Brasília serão alocadas em um espaço existente dentro do Receptivo de Brasília, que serve como entrada e saída dos usuários, para acesso ao trapiche. Na Praia de Nova Brasília será necessário, também, a troca e a substituição de algumas telhas, danificadas pelas condições climáticas.

Box 1
Nova Brasília e Encantadas terão novos trapiches

A empresa pública Portos do Paraná prevê a entrega dos dois novos trapiches da Ilha do Mel até o final da temporada de 2021. Localizados nas praias de Nova Brasília e Encantadas, as obras nos equipamentos fazem parte de medida compensatória de licenciamento ambiental da dragagem de aprofundamento, conforme orientação do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA).

Até o momento, relatórios oficiais da empresa responsável pela obra indicam que já estão com 60% das melhorias concluídas. Enquanto avança a reforma, o diretor de meio ambiente da Portos do Paraná, João Paulo Santana, faz um alerta aos moradores e visitantes. “Nesse momento em que os trapiches estão em processo de reformas e melhorias, é necessário que a população mantenha distância e respeite o isolamento da obra, para evitar que ocorram acidentes”, explica.

 “Ambos os trapiches receberão uma área flutuante, que dará acessibilidade e conforto aos usuários no embarque e desembarque de passageiros”, disse. Os dois trapiches, segundo Santana, estão sendo reformados de acordo com as premissas de durabilidade e baixa manutenção.

Box 2
Estruturas existentes receberão várias intervenções

São várias as intervenções que estão sendo efetuadas nas estruturas existentes: novas coberturas, novos guarda-corpos, iluminação, piso (no trapiche da Encantadas), substituição de escadas de acesso às embarcações, novas defensas para preservação da superestrutura e cabeços de amarração para as embarcações, execução de novo quebra-ondas (no trapiche de Encantadas), mobiliário e demolições localizadas.

Novas estruturas também estão previstas no projeto, como um píer constituído por três flutuantes e estacas de fixação, rampa articulada de acesso, flutuantes intermediários e estacas de fixação, acessórios de atracação e amarração, placas de sinalização turísticas e de segurança e iluminação em LED.

TEMPORÁRIO – Para atender a população durante as obras, o IAT realizou a locação de trapiches temporários. Eles foram utilizados na última temporada de verão e continuam à disposição dos moradores e turistas até o término das obras realizadas pela Portos Paraná.

“Os trapiches atuais oferecem toda a segurança necessária, com acessibilidade, e estão atendendo as demandas sem incidentes”, disse José Luiz Scroccaro, do IAT.

Informações AEN.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Guaratuba se prepara para grande movimento no feriado e vai intensificar fiscalizações

A Prefeitura de Guaratuba, espera um grande movimento para o Feriado prolongado de Sete de Setembro, especialmente porque em Curitiba ele terá cinco dias (de sábado até quarta-feira). Em entrevista à Banda B, o prefeito da cidade, Roberto Justus, afirmou que haverá um aumento na fiscalização para o cumprimento do distanciamento social, uso de álcool em gel e máscara.

Estamos pronto para um aumento que deve ser significativo neste período, até porque já há um maior movimento ecônomico na cidade, pela queda das principais restrições com o avanço da vacinação. As pessoas estão com mais interesse de vir ao litoral e isso nos anima”

Roberto Justus

Apesar da expectativa pela chegada dos turistas, o prefeito lembrou que tudo será feito com todos os cuidados necessários.

“Temos aqui um trabalho consolidado de prevenção, firmando um posicionamento de tomar uma medida de cuidado como uso de máscara e álcool em gel e vamos trabalhar intensamente neste sentido, com fiscalizações para que as coisas aconteçam da melhor forma possível”

Com relação às medidas restritivas, o prefeito salientou que está sendo seguido o decreto estadual em vigor.

“Nós acompanhamos o decreto do governo do Paraná. As praias e calçadão estão abertos, com uso de máscara e distanciamento. Também estaremos atentos com relação à manifestação do dia sete de setembro, com relação ao fechamento de algumas entradas da cidade”

Previsão do tempo

Segundo o Sistema Meterológico Simepar, vai dar praia, mas de forma moderada. Entre sábado e terça-feira a previsão é de sol, em alguns momentos entre nuvens, e as temperaturas variando entre 16°C e 27°C.

Informações Banda B

Bate-volta em Guaraqueçaba: confira os passeios turísticos da cidade

A cidade de Guaraqueçaba está situada numa região de rara beleza do litoral paranaense, ideal para um passeio bate-volta no final de semana. O município fica dentro da maior reserva de Mata Atlântica do país, cercada por ilhas, praias desertas, animais em extinção, cachoeiras e história. Confira os passeios e atrativos da região!

O QUE FAZER

Trilhas – A cidade oferece várias trilhas para quem gosta de se aventurar em meio à natureza e contemplar belas paisagens.  

Foto: Renato Soares

Parques – A região é considerada um dos ecossistemas de maior biodiversidade do mundo, proporcionando várias opções de reservas naturais para visitação.

Gastronomia – As opções gastronômicas da cidade são bem variadas, sendo os frutos do mar os mais procurados: peixe fresco, ostra, tainha recheada assada, bolinho de camarão e camarão ao molho. As geleias de banana orgânica, mel de abelhas nativas, própolis, pães, bolos e biscoitos, também são destaque na gastronomia local.

Foto: Renato Soares

DICAS

Passeio pela Ponta do Morretes Na Ponta do Morretes, existem várias construções históricas. Ainda é possível ir até um deque, que fica junto ao antigo mercado municipal da cidade. A maioria das construções está posicionada, em forma de meia-lua, de frente para a baía e para a Ponta do Morretes. Caminhando para o lado esquerdo, é possível percorrer uma pequena trilha, que proporcionará outros ângulos da cidade.

Foto: Renato Soares

Conheça o Morro do Quitumbê – Um pequeno morro de cerca de 80 metros de altura que proporciona um visual incrível da baía e da cidade. A trilha possui cerca de 700 metros, bem demarcada em meio à vegetação nativa. A trilha começa ao lado da Igreja do Nosso Senhor Bom Jesus dos Perdões.

Vá até a Igreja do Nosso Senhor Bom Jesus dos Perdões – Construída totalmente em pedras, a Igreja do Nosso Senhor Bom Jesus dos Perdões é a primeira construção da cidade e data de 1838. O altar é em forma de um barco com a base em formato de peixe.

Igreja Matriz | Foto: Renato Soares

PASSEIOS

Reserva Natural Salto Morato – A Reserva Natural Salto Morato é uma belíssima opção de passeio para amantes de trilhas e natureza. Seu maior destaque fica por conta do Salto Morato, uma cachoeira com cerca de 100 metros. Além da cachoeira, a reserva possui outras opções de lazer, como uma figueira centenária, várias trilhas, uma piscina e um aquário naturais.

Reserva Natural Salto Morato – Foto: Renato Soares

Parque Nacional de Superagui – O Parque Nacional do Superagui possui cerca de 34 mil hectares, em uma área de Mata Atlântica declarada “Sítio do Patrimônio Natural” e Reserva da Biosfera pela UNESCO. O parque está localizado em uma região repleta de manguezais e restingas e abriga centenas de espécies de animais, entre elas algumas em processo de extinção. A região é considerada um dos ecossistemas de maior biodiversidade do mundo. O Parque Nacional do Superagui engloba as ilhas das Peças, do Pinheiro e do Pinheirinho, além de quase a totalidade da Ilha de Superagui.

O parque não está totalmente aberto para o público, mas é possível visitar algumas partes e seu entorno. Na região da vila da Barra do Superagui, fora da área do parque, existem algumas pousadas, restaurantes e um camping.

São quilômetros de praias desertas, que podem ser explorados a pé ou em bicicletas.

Para chegar às localidades liberadas para turismo no entorno do parque, é preciso pegar um barco em Guaraqueçaba ou em Paranaguá.

Reserva Ecológica de Sebuí – Esta reserva, como a Reserva do Salto Morato, também é uma Reserva Particular de Preservação Natural – RPPN. As atrações da reserva incluem dezenas de cachoeiras, trilhas ecológicas, manguezais e o contato intenso com uma área de Mata Atlântica em seu mais puro estado de conservação.

Reserva Ecológica de Sebuí | Foto: Havita Rigamonti

Para chegar, é necessário pegar um barco em Guaraqueçaba, que leva cerca de 50 minutos, ou em Paranaguá, que leva cerca de duas horas.

COMO CHEGAR EM GUARAQUEÇABA?

Saindo da capital paranaense, é necessário ir até Antonina para pegar a estrada de acesso a Guaraqueçaba. O caminho poderá ser feito pela BR-277 em direção ao litoral paranaense ou pela estrada da Graciosa (PR-410).

Outra opção de acesso à cidade, um pouco mais demorada, são os barcos que partem diariamente de Paranaguá.