Hospital da RMC oferece tratamento gratuito a pacientes que passaram por amputações

Voltado para pacientes que passaram por amputações causadas por acidentes, doenças ou operações em tratamentos de câncer, o Centro de Reabilitação do Hospital Angelina Caron (HAC), localizado em Campina Grande do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba, está com agendamentos abertos e sem fila de espera. A unidade reúne uma equipe multidisciplinar e oferece tratamentos gratuitos para o paciente por meio do Pronas (Programa Nacional de Apoio à Atenção da Saúde da Pessoa com Deficiência). O Centro tem capacidade de realizar 4,8 mil atendimentos neste primeiro semestre.

De acordo com a assessoria do hospital, são atendidas pessoas que já colocaram prótese ou que ainda irão colocar. Ainda, o Centro não oferece a prótese, mas auxilia na reabilitação do amputado. “Temos pacientes com amputações ligadas a doenças vasculares, como diabetes, e acidentados em motocicletas, a segunda maior causa. Também atuamos na orientação e reabilitação de pacientes da oncologia, pois alguns casos de mastectomia (remoção da mama) podem gerar sequelas de movimentação no braço. Cada caso é avaliado individualmente, para a definição das sessões e dos profissionais necessários”, explica o médico ortopedista Ivan Kuhn.

Ambiente doméstico simulado

O Centro de Reabilitação tem profissionais especializados em ortopedia, fisioterapia, terapia ocupacional, enfermagem e assistência social. A estrutura física para receber e tratar os pacientes inclui um ambiente doméstico que imita a cozinha e o banheiro de uma residência, com direito a mobiliário com fogão, geladeira, chuveiro, pia e vaso sanitário. Os pacientes aprendem a reconhecer e a prevenir os riscos de acidentes domésticos, além de se adaptar nesses espaços à sua nova condição.

“Para que o processo de reabilitação seja melhor, o ideal é que o tratamento comece o quanto antes, logo após a amputação, para que não haja rigidez articular pelo excesso de tempo em cadeira de rodas, por exemplo. Além disso, esse trabalho auxilia na preparação do coto para receber a prótese. O paciente precisa se dedicar com afinco nas primeiras semanas, e seguir as orientações da equipe médica, fisioterápica e de terapia ocupacional. Existem pessoas que acham que basta usar uma prótese e sair andando, mas o processo é mais delicado e requer preparo, retomada das articulações e força muscular, cuidado com as lesões, além dos aspectos psicológicos”, orienta Kuhn, reforçando que o projeto não oferece próteses aos pacientes.

O taxista Edson Luiz Coradin, de 60 anos, passou por uma amputação transfemural (acima do joelho) da perna esquerda, causada por uma trombose, que o impedia de voltar a dirigir mesmo com prótese. “Fui um dos primeiros pacientes. A amputação era recente, o que ajudou bastante na recuperação e na parte do equilíbrio. Hoje não sinto mais dor e já consigo trabalhar normalmente”, conta o morador de Colombo.

Para Matheus Maruan Rocha, de 20 anos, que perdeu os dedos da mão direita num acidente de trabalho, começar as sessões o quanto antes foi fundamental para seu tratamento. “Fiquei três semanas de cama e precisava de terapia ocupacional, pois não conseguia levantar e caminhar. Comecei os atendimentos em 11 de janeiro. A terapia ocupacional me ajuda a recuperar o lado sensorial da mão, e a fisioterapia auxilia na força muscular. Hoje já estou muito melhor, faço mais movimentos, meu polegar está mexendo bem, não sinto mais dor e recuperei a sensibilidade na mão”, relata o jovem de Porto União, que espera voltar ao trabalho na metade do ano.

Critérios de triagem

Podem agendar uma avaliação gratuita pessoas que passaram por qualquer tipo de amputação, recente ou antiga, e tenham mais de 12 anos. “Todo paciente merece ser avaliado e passar por uma orientação com nossa equipe, mesmo que esteja bem. É válido também para seus familiares e oferecemos oficinas terapêuticas. Reforçamos que o resultado é melhor quando o atendimento é precoce”.

Os interessados podem agendar consultas diretamente no Centro de Reabilitação. O local atende ainda pacientes encaminhados por UBS (Unidade Básica de Saúde) das 1ª e 2ª Regionais do Paraná, enquanto aguarda na fila da UBS para prótese. As cidades abrangidas pela 1ª e 2ª regionais são: Antonina, Guaraqueçaba, Guaratuba, Matinhos, Morretes, Paranaguá, Pontal do Paraná, Adrianópolis, Agudos Do Sul, Almirante Tamandaré, Araucária, Balsa Nova Bocaiúva do Sul, Campina Grande do Sul, Campo do Tenente, Campo Largo, Campo Magro, Cerro Azul, Colombo, Contenda, Curitiba, Doutor Ulysses, Fazenda Rio Grande, Itaperuçu, Lapa, Mandirituba, Piên, Pinhais, Piraquara, Quatro Barras, Quitandinha, Rio Branco Do Sul, Rio Negro, São José dos Pinhais, Tijucas do Sul e Tunas do Paraná.

Serviço

Hospital Angelina Caron: Centro de Reabilitação (para pacientes amputados)
Agendamento e informações: De segunda a sexta, das 9h às 17h
Atendimentos: De segunda a sexta, das 7h às 19h
Agendamento pelos telefones (41) 3513-3950 e 3513-3989 ou presencialmente no Centro (atendimento das 7h às 17h)

Informações Banda B.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Casa Eliseu Voronkoff reúne artes visuais e música na próxima sexta-feira

Carioca, nascida em 1961, Clara Luhm é uma adoradora das artes desde pequena. Pesquisa, estuda e experimenta muitas técnicas. A mãe estudou na faculdade de Belas Artes no Rio de Janeiro, com Poty Lazarotto, o que iniciou seu interesse pelas artes. Estudou com Andrade Lima (desenho e pintura); Fernando Calderari e Elvo Benito (gravura em metal, litogravura e xilogravura); Maria de Lourdes Zanelatto (aquarela e acrílico aquarelado); Ana Muller (aquarela); casa Alfredo Andersen (desenho).
Participou de exposições com obra premiada na Câmara Municipal de Curitiba, Casa Alfredo Andersen, ABO e Solar do Rosário, entre outros espaços.

A música ficará por conta do Grupo Vocal Curitibôcas, do qual Caita e Ana Paula Frazão, gestora da Casa Eliseu Voronkoff são integrantes. O grupo é formado por 16 participantes, que atuam em diferentes profissões. Sob a regência de Dirceu Saggin, o Curitibôcas, que estreou em 1998, tem seu repertório voltado para a Música Popular Brasileira e realiza um encontro de timbres variados e um diálogo musical, conferindo ao trabalho uma sonoridade única com esmero e acuidade das vozes. E já realizou inúmeros shows e apresentações, inclusive fora do país, tendo se apresentado na Argentina e em Portugal.

O evento será gratuito. A Casa Eliseu Voronkoff fica na Rua Julieta Vidal Ozório, 413 Centro Araucária.

Serviço:

Abertura da Exposição O Mundo em Cores e Luzes, de Caita Luhm, com a participação do Grupo Vocal Curitibôcas.

12 de agosto de 2022, 19h

Casa Eliseu Voronkoff – Rua Julieta Vidal Ozório, 413 Centro Araucária.

Evento Gratuito

Informações: 41 3031 5355 – 41 99850 6246

Shopping da RMC levará um cliente e acompanhante para assistir a Copa no Catar

Catar

O Mundial de futebol no Catar será um evento único e o Shopping São José preparou uma promoção exclusiva para os seus clientes. Durante os meses de agosto e setembro, quem comprar nas lojas do shopping, poderá concorrer a uma oportunidade de viver essa experiência ao vivo. A ação, pensada para o Dia dos Pais e aniversário do empreendimento, acontece entre 05 de agosto e 25 de setembro.

A cada R$200 reais em compras, o cliente tem direito a um cupom que deve ser retirado no posto de autoatendimento localizado no Piso L2 e depositado na urna do posto de trocas até o dia 25 de setembro. As notas fiscais são cumulativas, portanto as compras podem ser realizadas em lojas diferentes. O sorteio acontecerá no dia 26 de setembro.

“Para os meses de agosto e setembro decidimos trabalhar com uma campanha maior, que terá duração de 52 dias. O objetivo é surpreender o nosso público e cativar a atenção de novos clientes”, afirma Talita Schueroff Dallmann, gerente de marketing do Shopping São José.

Neste ano, além das 133 lojas participantes, quatro cervejarias são-joseenses serão patrocinadoras da promoção: Nut Bier, Ol Beer, Will Brewery CO. e Remenbier. Elas estarão em um espaço especial no piso L2, comercializando cervejas de garrafa e chopps artesanais. “Além de estarem dentro da promoção, é uma ótima opção para que nossos visitantes conheçam estes rótulos locais”, comenta Talita.

Além dos ingressos, o prêmio engloba o pacote Match Hospitality (programa oficial do evento). Nele estão inclusas as passagens de ida e volta na categoria econômica, a estadia de 4 noites em um hotel 5 estrelas, bem como a participação no evento “Macth Day”, transporte e o acompanhamento de guias brasileiros.

Serviço

Campanha: Shopping São José leva você ao Catar

Período de compras para participação: 05/08 a 25/09

Sorteios: 26 de setembro

Para participar: A cada R$200 em compras, o cliente troca por um cupom para concorrer 1 (uma) viagem com acompanhante para assistir o Mundial de Futebol no Catar

Mais informações: www.shoppingsaojose.com.br