Governo prorroga situação de emergência hídrica por mais 180 dias

Com o agravamento da estiagem e a previsão de chuvas abaixo da média nos próximos meses, o Governo do Estado decidiu prorrogar por mais 180 dias o prazo de vigência do decreto 4.626/20, que instituiu em maio a situação de emergência hídrica no Paraná. O novo decreto, de número 6.068/20, foi assinado nesta quinta-feira (29) pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior.

O Estado passa por uma das maiores crises hídricas da sua história. De agosto a outubro, o regime de chuvas ficou entre 50% e 70% abaixo da média em todo o Paraná, com uma situação ainda mais preocupante na Região Metropolitana de Curitiba. O deficit hídrico na região, onde o impacto no abastecimento público é mais grave, foi de 650 milímetros nos últimos 12 meses.

O volume menor de precipitações e o chamado empacotamento das chuvas, quando chove muito em um curto espaço de tempo, prejudicam a produção de água nos reservatórios. Até esta quinta-feira, o nível das barragens que compõem o Sistema de Abastecimento Integrado de Curitiba e Região Metropolitana estava em 27,5%, um dos mais baixos de sua história.

“O impacto da estiagem tem sido muito severo em nosso Estado, é uma das piores das últimas décadas. Por isso, é preciso um esforço conjunto da população, para que todos se conscientizem e façam uma economia no uso de água”, afirmou o governador Ratinho Junior.

O diretor-presidente da Sanepar, Claudio Stabile, reforçou a necessidade de prorrogação da situação de emergência hídrica, para evitar consequências ainda mais profundas ao abastecimento.

“Vivemos uma situação bastante preocupante e as previsões não são animadoras. Fazemos mais um apelo à população para que faça uso racional da água e economize o máximo possível”, disse. “Temos a META20, que propõe que cada um reduza em 20% esse consumo. Isso é fundamental para que tenhamos água nos reservatórios até a normalização das chuvas”, ressaltou.

MEDIDAS – O texto do decreto 4.626/20 regulamenta e dá respaldo às empresas de água que atuam no Estado para tomar medidas de racionamento, equilibrando a distribuição entre todos os consumidores e regiões. Na primeira versão, estava autorizado o rodízio no abastecimento por até 24 horas, mas desde agosto a Sanepar passou a adotar um rodízio de 36 horas em 36 horas, dada a situação crítica dos reservatórios que abastecem a Região Metropolitana de Curitiba.

A normativa também previa a implementação de medidas de apoio aos agricultores pela Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento, visando à eficiência no uso da água nas atividades agropecuárias. Entre elas, está a restrição de captação de água. Já o Instituto Água e Terra (IAT) e a Polícia Militar são responsáveis por fiscalizar o cumprimento das medidas e, se necessário, aplicarem as penalidades cabíveis.

A partir do decreto, também foi instituído um grupo de trabalho para orientar e agilizar as tomadas de decisão durante o período em que vigorar a situação de emergência hídrica. O grupo é formado pelas secretarias da Agricultura; e de Desenvolvimento Sustentável e Turismo; Coordenadoria Estadual da Defesa Civil; Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados do Paraná (Agepar); Associação dos Serviços Municipais de Água e Esgoto (Assemae); Polícia Militar e Fórum Estadual de Comitês de Bacias Hidrográficas.

PREVISÃO – A previsão do Simepar para os próximos meses não é animadora, o que também justifica a necessidade de ampliação da vigência do decreto. O diretor-presidente do sistema, Eduardo Alvim, explica que é necessário de três a seis meses de chuvas regulares para a situação voltar à normalidade.

Porém, na primavera e no verão, que são estações mais úmidas, o volume previsto ainda é abaixo do normal. Há a previsão de que o fenômeno La Niña, causado pelo resfriamento das águas do Oceano Pacífico, seja mais severo na próxima estação. A consequência disso é de ainda menos chuvas no Sul do Brasil.

“Era esperado que a La Niña tivesse menor intensidade, mas previsões recentes apontam que o fenômeno será mais forte. Isso não significa que não vá chover, mas é previsto menos chuva que a média, o que dificulta a regularização das bacias de abastecimento e a vasão dos rios”, explica Alvim. “Por isso, é importante a adoção de medidas de controle e equilíbrio entre a oferta e demanda de água. Leva um tempo para regular o ciclo hidrológico, para a água ser absorvida pela terra para alimentar os lençóis freáticos”, diz.

Alvim lembra, ainda, que o Paraná integra o Monitor de Secas do Brasil, instituído pela Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA), que faz o acompanhamento regular da escassez hídrica no País. No balanço mais recente, divulgado pelo monitor em setembro, o Paraná era o estado com a situação mais crítica entre as 19 unidades da federação monitoradas.

Informações AEN.  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Em um mês de temporada, PM registra redução de 91,6% em roubos no Litoral

Os sete municípios do Litoral do Paraná recebem um policiamento diferenciado da Polícia Militar nos primeiros dias do Verão Paraná – Viva a Vida 2021/2022. No primeiro mês, a atuação da Corporação derrubou os índices de criminalidade, principalmente os roubos, que caíram 91,6% no comparativo com o mesmo período da temporada anterior (de 486 para 41).

Também foram ampliadas as ações contra o tráfico de drogas, como a apreensão de mais de 30 quilos de pasta base de cocaína e 700 compridos de ecstasy em Guaratuba, na última semana. Ao todo, a PM encaminhou 458 adultos e 17 adolescentes desde o início do Verão Paraná até domingo (16). 

O subcomandante-geral da PM, coronel Rui Noé Barroso Torres, explica que o planejamento  previu o reforço de policiamento em todas as cidades do Litoral, o que reflete nos resultados. “Além do efetivo fixo que já atua na região, temos aplicado equipes de unidades especializadas em missões nas áreas do trânsito urbano e rodoviário, patrulhamento tático, fiscalização ambiental e de operações aéreas, justamente por conta do aumento de veranistas. Estudamos os dias e horários para fazer a aplicação de policiamento”, destaca.

O comandante do 1º Comando Regional da PM, coronel Renato de Oliveira Ribas Filho, reitera que o diferencial da PM para esta temporada foi o planejamento prévio, com utilização mais consistente de policiamento motorizado com viaturas e motos, e a presença das equipes hipomóveis e de ciclopatrulhamento nas orlas para reforçar o trabalho preventivo. 

Mesmo com a maior movimentação de veranistas nas praias após o fim das medidas restritivas, a PM conseguiu manter a ordem e a segurança públicas e coibir a criminalidade. “A PM tem atuado de forma ostensiva, aumentado a presença através de barreiras, bases na orla e com prisões de pessoas que possuíam mandados de prisão em aberto. Estamos fazendo diversas operações para combater o tráfico e coibir as ações de criminosos e, assim, temos conseguido a diminuição significativa do número de roubos, se comparado a outros anos”, destacou. 

REDUÇÕES – Em relação à violência doméstica, a queda foi de 78,2% (de 449 para 98), segundo o balanço. Houve reduções, ainda, nas ocorrências de tráfico de drogas (de 75 para 59, 21,3%) e uso flagrante de drogas (de 449 para 98, 78,2%). 

Graças ao trabalho preventivo 18 armas de fogo foram retiradas de circulação no período analisado, mesmo quantitativo da temporada anterior. Com essas apreensões, a PM preveniu diversos crimes como roubos, ameaças, lesão corporal, e evitou homicídios que poderiam ser praticados com esse armamento.

PULSEIRINHAS – A PM considera que a prevenção é o maior resultado deste primeiro mês. Isso porque em paralelo às ações de repressão de crimes, a corporação também desenvolveu estratégias para oferecer orientações às pessoas e entregar a pulseirinha de identificação. Mais de 35 mil pulseiras foram entregues para crianças. Também foram realizadas 55.923 orientações sobre diversos assuntos. Os dois quantitativos são maiores que os registrados no mesmo período do ano anterior (16.459 pulseiras e 34.682 orientações).

Ao longo dos primeiros 30 dias, a PM desenvolveu atividades de polícia comunitária, atuando na conscientização das pessoas por meio da educação. Um desses trabalhos é desenvolvido pelo cabo Leandro Marcondes Teixeira e a soldado Camila Boschini Ferreira. Eles trabalham em um módulo móvel em Caiobá, em Matinhos, e interagem com as crianças no momento da entrega de pulseirinhas de identificação. Com balões, doces e um adesivo com a frase ‘Sou amigo da Polícia Militar’, a equipe demonstra às crianças que elas podem ter a PM como amiga para toda a vida.

PERTURBAÇÃO DO SOSSEGO  O balanço aponta que apesar do aumento na quantidade de ocorrências de perturbação do sossego (de 156 para 490), o número de Termos Circunstanciados lavrados por este tipo de contravenção, quando há encaminhamento do infrator, caiu 56,3% (de 71 para 31).

O coronel Ribas explica que essa mudança se deve ao trabalho de orientação dos policiais militares junto à população. “Os casos de perturbação de sossego, que são comuns nessa época do ano pelo abuso de som alto e de festas, aumentaram, mas a PM tem dado a resposta imediata, resolvido mais no local, e encaminhado apenas aqueles que insistem no excesso”, disse o coronel Ribas.

OS BARÕES DA PISADINHA E ATITUDE 67 EM GUARATUBA

Fenômeno musical do momento, Os Barões da Pisadinha fazem sua estreia na melhor programação de verão do litoral paranaense.  Rodrigo Barão (voz) e Felipe Barão (teclado) desembarcam nas areias de Guaratuba na sexta, dia 21 de janeiro, para animar a galera em uma das noites mais esperadas do Verão 2022 do Café Curaçao (R: Brejatuba, 500). A casa abre às 21h30.

A carreira dos músicos deu um salto nos últimos anos e Os Barões da Pisadinha realizaram recentemente uma turnê pelos Estados Unidos, comprovando o sucesso de hits como “Tá Rocheda”, “Recairei”, “Meia noite”, “Unha de Gel” e “Esquema preferido”, que vão estar no set list do show. No Réveillon 2021, Os Barões da Pisadinha tiveram a música mais tocada no mundo. Segundo serviço de streaming, entre o dia 31 dezembro e 1 de janeiro, “Recairei” foi a canção mais executada no planeta.

E, claro, já são sucesso entre os jovens na internet: com mais de um milhão de ouvintes mensais no Spotify, os Barões estão no Top 100 de artistas dentro da plataforma no Brasil e têm várias músicas com pelo menos 2,5 milhões de plays na plataforma. Além disso, vídeos de usuários no YouTube com a música da banda chegam a 60 milhões de views.

Os Barões saíram de Heliópolis, na Bahia, para conquistar o país: hoje, eles não fazem menos de vinte shows por mês. Só em novembro, foram 33 apresentações marcadas. Em outubro, foram 24 e em setembro, 31. E não há limites geográficos para o sucesso: em Tocantis, na cidade de Porto Nacional, cantaram para mais de 30 mil pessoas; em Parauapebas, no Pará, se apresentaram para um público igual. E até as fronteiras já ultrapassaram: Neymar, em Paris, já dançou ao som de Tá Rocheda, outro sucesso de Felipe e Rodrigo.

Os ingressos estão disponíveis e variam a partir de Pista – R$80,00 (meia-entrada) + taxa adm/ Área Vip – R$160,00 (meia-entrada) + taxa adm. Valores sujeitos a alteração sem aviso prévio.

Enquanto isso no sábado, dia 22 de janeiro, uma mistura de pagode com elementos do samba, rap, reggae e funk vai ditar o ritmo no Café Curaçao Guaratuba (Av. Brejatuba, 500). Atitude 67 vai levantar o público com a grande festa que acontece no beach club. Todo o astral já começa, a partir das 21h30, no deck à beira-mar com músicos convidados.

Se Mato Grosso do Sul tem fama de ser o celeiro do universo sertanejo — de lá vieram nomes como Luan Santana e Michel Teló —, a banda Atitude 67 está aí pra provar que as coisas mudaram. As músicas “Cerveja de Garrafa” e “Saideira” não só caíram no gosto do público como chamaram a atenção de ninguém menos do que Thiaguinho. O cantor é um dos empresários da banda e, inclusive, gravou uma versão de um dos sucessos do Atitude 67, divindo os vocais com os músicos. Além disso, ele gravou uma canção composta pelo grupo (Seu Tom).

Além de apresentarem novo trabalho, não ficarão de fora sucessos como ‘Tudo ao Contrário’, ‘Casal do Ano’, ‘Vou Te Escrever Um Rap’ e ‘Tá Gostando Mais ou Menos’.

Os ingressos estão disponíveis e variam a partir de Pista – R$50,00 (meia-entrada) + taxa adm/ Área Vip – R$100,00 (meia-entrada) + taxa adm. Valores sujeitos a alteração sem aviso prévio.

Os ingressos estão à venda através do www.diskingressos.com.br , bilheteria do Café Curaçao e demais pontos de venda. O pagamento pode ser feito em até 3x pelo cartão de crédito. Pessoas VACINADAS com pelo menos 1 dose pagam meia-entrada. A meia-entrada é para estudantes, maiores de 60 anos, professores, doadores de sangue, portadores de necessidades especiais (PNE) e de câncer. Clientes Clube Prime e Clube Disk Ingressos possuem 50% de desconto na compra de até dois ingressos por associado. Promoções não cumulativas com descontos previstos por Lei.  Valores sujeitos a alteração sem aviso prévio. Os ingressos podem ser adquiridos através do Disk Ingressos (Ventura Shopping – de segunda a sexta, das 11hs às 22hs, aos sábados, das 10 às 22 horas, e aos domingos, das 14 às 20hs), Call-center Disk Ingressos (41) 33150808 (de segunda a sexta, das 9h às 22hs, e aos domingos, das 9 às 18hs), bilheteria do Café Curaçao (das 11 às 20h), Guarasurf (Caiobá e Guaratuba), Crocosfiha (Guaratuba), Red Point (Garuva),  DVICZ (Paranaguá), Maxi Mundial (Praia de Leste,  Caiobá, Morretes e Paranaguá), Óticas Diniz (Joinville, Londrina, Jaraguá do Sul, Francisco Beltrão, Ibiporã, Apucarana, Arapongas, Cambé e Rolândia), Posto Dubai e Canadá (Maringá), Lojas Havaianas (Cascavel), Livraria Verbo (Ponta Grossa), Rede Farma (Umuarama), Casa Ajita (Foz do Iguaçu) e Royal Comércio de Roupas (Campo Largo). É obrigatória a apresentação de documento previsto em lei que comprove a condição do beneficiário na compra do ingresso e na entrada da casa.

SERVIÇO:
VERÃO 2022 CAFÉ CURAÇAO GUARATUBA
OS BARÕES DA PISADINHA
LOCAL: 
Café Curaçao (Av. Brejatuba,500)
OS BARÕES DA PISADINHA
Quando:
 21 de janeiro de 2022 (Sexta)
Horário: a partir das 21h30
Ingressos: variam a partir de Pista – R$80,00 (meia-entrada) + taxa adm/ Área Vip – R$160,00 (meia-entrada) + taxa adm. Valores sujeitos a alteração sem aviso prévio.
Pessoas VACINADAS com pelo menos 1 dose pagam meia-entrada.
A meia-entrada é para estudantes, maiores de 60 anos, professores, doadores de sangue, portadores de necessidades especiais (PNE) e de câncer. Clientes Clube Prime e Clube Disk Ingressos possuem 50% de desconto na compra de até dois ingressos por associado. Promoções não cumulativas com descontos previstos por Lei. 
Valores sujeitos a alteração sem aviso prévio.
É obrigatória a apresentação de documento previsto em lei que comprove a condição do beneficiário na compra do ingresso e na entrada da casa.

ATITUDE 67
Quando:
 22 de janeiro de 2022 (Sábado)
Horário: a partir das 21h30
Ingressos: variam a partir de Pista – R$50,00 (meia-entrada) + taxa adm/ Área Vip – R$100,00 (meia-entrada) + taxa adm. Valores sujeitos a alteração sem aviso prévio.
Pessoas VACINADAS com pelo menos 1 dose pagam meia-entrada.
A meia-entrada é para estudantes, maiores de 60 anos, professores, doadores de sangue, portadores de necessidades especiais (PNE) e de câncer. Clientes Clube Prime e Clube Disk Ingressos possuem 50% de desconto na compra de até dois ingressos por associado. Promoções não cumulativas com descontos previstos por Lei. 
Valores sujeitos a alteração sem aviso prévio.
É obrigatória a apresentação de documento previsto em lei que comprove a condição do beneficiário na compra do ingresso e na entrada da casa.

Forma de pagamento: dinheiro, crédito em até 3x e Pix

Pontos de Venda:  Disk Ingressos (Ventura Shopping – de segunda a sexta, das 11hs às 22hs, aos sábados, das 10 às 22 horas, e aos domingos, das 14 às 20hs), Call-center Disk Ingressos (41) 33150808 (de segunda a sexta, das 9h às 22hs, e aos domingos, das 9 às 18hs), bilheteria do Café Curaçao (das 11 às 20h), Guarasurf ( Caiobá e Guaratuba), Crocosfiha (Guaratuba), Red Point (Garuva),  DVICZ (Paranaguá), Maxi Mundial (Praia de Leste,  Caiobá, Morretes e Paranaguá), Óticas Diniz (Joinville, Londrina, Jaraguá do Sul, Francisco Beltrão, Ibiporã, Apucarana, Arapongas, Cambé e Rolândia), Posto Dubai e Canadá (Maringá), Lojas Havaianas (Cascavel), Livraria Verbo (Ponta Grossa), Rede Farma (Umuarama), Casa Ajita (Foz do Iguaçu) e Royal Comércio de Roupas (Campo Largo).
Censura: 16 anos (de 12 a 16 anos somente com os pais ou acompanhado por um responsável maior de 18 anos).
Informações para o público: 41 33150808 / 41 98117532 (Whatsapp bilheteria)