Flamengo vence Athletico-PR no Brasileirão e entra no G4

Coritiba e São Paulo ficam na igualdade

O Flamengo venceu o Athletico-PR por 3 a 1 na tarde deste domingo (4), no estádio do Maracanã pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com este resultado, a equipe carioca chegou à quarta posição, com 21 pontos. Contudo, para permanecer no G4 até o final da rodada, terá de torcer para o Vasco não vencer o líder Atlético-MG ainda neste domingo, no Mineirão. Já o Athletico-PR, com 14, fica com apenas dois pontos de vantagem sobre a primeira equipe dentro da zona do rebaixamento, o Coritiba.

Primeiro tempo sem gols

As melhores oportunidades do primeiro tempo foram criadas pelos paranaenses. Com menos de um minuto de jogo, quase abriram o placar. O goleiro Hugo, do Flamengo, saiu tocando errado. Na sequência, o colombiano Jaime Alvarado acertou a trave. Aos 13, o Furacão voltou a assustar no chute cruzado do lateral-esquerdo Abner, forçando a defesa de Hugo. Em seguida, aos 22, o árbitro Rodrigo Dalonso Ferreira (SC) marcou pênalti para o Furacão em falta sofrida por Carlos Eduardo, no carrinho do zagueiro Gabriel Noga. Entretanto, após ser avisado pelo árbitro de vídeo (VAR) Elmo Alves Resende Cunha (GO), voltou atrás. Isso porque a falta aconteceu fora da grande área. Os rubro-negros cariocas incomodaram somente aos 33, em falta cobrada pelo uruguaio Arrascaeta.

Domínio na etapa final

Os cariocas voltaram com outra postura após o intervalo. Com 1 minuto, Everton Ribeiro, que entrou no segundo tempo, chutou de fora da área, exigindo bela defesa do goleiro Santos. Logo depois, aos 10, Pedro abriu o placar com chute na saída de Santos, que, desta vez, não conseguiu defender. Dois minutos depois, Bruno Henrique cruzou e a bola tocou no braço de Léo Gomes dentro da grande área. O árbitro marcou pênalti. O próprio Bruno Henrique cobrou e marcou o segundo para os donos da casa.

Os visitantes ainda reagiram. Aos 21, Renato Kayzer, de cabeça, descontou para os visitantes. Dez minutos depois, Everton Ribeiro, do Flamengo, deu um banho de água fria no adversário. Em um chute de fora da área do meio-campista, a bola desviou na zaga e enganou o goleiro Santos. Flamengo 3, Athletico-PR 1.

Com esta vitória, os flamenguistas aumentaram a invencibilidade contra o Furacão. Nos últimos seis jogos, foram quatro vitórias e dois empates. A última vez que os paranaenses bateram os cariocas foi no Campeonato Brasileiro de 2018, quando o Athletico-PR venceu por 2 a 1, de virada, no Maracanã.

O Flamengo volta a campo na próxima quarta-feira (7) para fazer outro duelo de rubro-negros, desta vez com o Sport. O confronto será realizado no Maracanã, às 19h15. Já o Athletico-PR recebe o Ceará na quinta-feira (8) às 19h, na Arena da Baixada, em Curitiba (PR).

Igualdade no Couto Pereira

Também pela 13ª rodada do Brasileiro, Coritiba e São Paulo empataram em 1 a 1 em partida disputada, neste domingo (4), no estádio Couto Pereira.

A equipe paulista entrou desligada na partida, e permitiu que o Coxa abrisse o placar aos 5 minutos de jogo. Robson, que já teve passagem pelo São Paulo, cobrou falta com muita categoria por cima da barreira para vencer o goleiro Tiago Volpi.

Com a vantagem no marcador, o time do técnico Jorginho se fechou atrás e segurou o placar até o intervalo. Porém, a equipe comandada pelo técnico Fernando Diniz chegou à igualdade na etapa final. Em cobrança de falta de Daniel Alves, a bola bate no braço de Hugo Moura dentro da área. O juiz assinalou pênalti, que foi convertido pelo lateral Reinaldo aos 23 minutos.

O empate perdurou até o final, resultado que deixou o São Paulo com 20 pontos e o Coritiba com 12.

Na próxima rodada o Coxa visita o Grêmio em Porto Alegre, na próxima quarta (7) a partir das 19h15, no mesmo dia o Tricolor recebe o Atlético-GO, a partir das 20h30, no Morumbi.

Veja a classificação atualizada da Série A do Brasileiro.

Informações Agência Brasil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 milhões de paranaenses estão completamente vacinados contra a Covid-19

O Paraná atingiu nesta quarta-feira (25) o marco de 3.058.806 milhões de pessoas completamente imunizadas contra a Covid-19. Elas receberam imunizantes de dose única ou segunda dose, completando seu ciclo vacinal. O número corresponde a 35,07% da população paranaense com mais de 18 anos, estimada em 8.720.953 pessoas.

“Estamos muito felizes em ver o Paraná salvando vidas ao avançar na vacinação contra o coronavírus. Nesta semana, batemos o marco das 10 milhões de doses aplicadas e de 3 milhões de pessoas totalmente imunizadas. Isso vai criando um escudo imunológico cada vez maior, e fazendo com que caiam os números de internamentos e de casos mais graves de Covid-19”, ressaltou o governador Carlos Massa Ratinho Junior.

Dos que foram totalmente vacinados, 10,3% receberam a dose única da Janssen (Johnson & Johnson) — o equivalente a 316.022 pessoas. Os outros 2.742.784 receberam a segunda dose de seus respectivos imunizantes: 44% da Coronavac (Instituto Butantan/Sinovac), 41,7% com doses da AstraZeneca/Fiocruz/Oxford, e 3,9% com vacinas Comirnaty (Pfizer/BioNTech). Os dados são do Vacinômetro do SUS. 

Além destas, o Paraná também aplicou 7.139.695 primeiras doses. No total, foram 10.198.501 doses administradas em todo o Estado desde o início da campanha de imunização, em janeiro. Atualmente, 85,5% dos paranaenses adultos receberam ao menos uma dose (D1 ou DU). A meta da secretaria estadual da Saúde é chegar a 100% até o fim de setembro.

“A segunda dose é fundamental para garantir o esquema vacinal completo e a possibilidade efetiva da imunização do organismo, combatendo novas variantes. É importante que cada cidadão seja responsável e tome esse reforço na data correta. Essa é uma atitude não apenas de cuidado próprio, mas também coletivo”, ressaltou o secretário estadual de Saúde, Beto Preto.

Perfil de vacinados

Entre os imunizados com D2 ou DU, o grupo que mais concluiu o ciclo vacinal, em números absolutos, foram as pessoas de 60 a 64 anos (459.304 pessoas), seguidas pela população geral de 18 a 59 anos (415.383), pessoas de 65 a 69 anos (408.628), trabalhadores de saúde (359.921) e pessoas de 70 a 74 anos (300.933). Além disso, os imunizados são, em sua maioria, mulheres, correspondendo a 55,9% do total.

Ginásio da Praça Oswaldo Cruz vai receber competição nacional de basquete

A partir desta segunda-feira (23), Curitiba vai receber os jogos da 2ª etapa do Campeonato Brasileiro Interclubes – LDB Sub-22. A quadra coberta do ginásio do Centro de Esporte e Lazer Dirceu Graeser, na Praça Oswaldo Cruz, será palco dos jogos nacionais de basquete.

Todas as partidas serão sem público e os atletas farão testes durante o período da competição para identificar casos positivos da covid-19. Essa é a principal competição nacional de basquetebol na categoria até 22 anos, promovida pela Liga Nacional de Basquete (LNB). 

Os jogos terão transmissão ao vivo pelo site da Liga Nacional de Basquete – LNB . Os jogos em Curitiba serão até o dia 27 de agosto. Outras etapas serão feitas em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Celebração

A data de início da etapa de Curitiba marca o aniversário de 34 anos da conquista da Seleção Brasileira inédita no basquetebol, com a vitória no jogo final contra a equipe dos até então imbatíveis atletas da Seleção dos Estados Unidos. A cerimônia de abertura contará com a presença de Rolando Ferreira, padrinho da equipe de Curitiba e pivô brasileiro campeão com a Seleção Brasileira em 1987, no Pan-Americano de Indianápolis (EUA).

Equipes

Vão disputar a 2ª etapa do Campeonato Brasileiro Interclubes – LDB Sub-22 as equipes ADRM Maringá, Campo Mourão, Caxias do Sul, União Corinthians e a equipe curitibana do Coritiba Thalia. 

Treino Coritiba Monters_Thalia. Foto: Divulcação Coritiba Monsters

A equipe da capital é uma idealização da Associação Viver Mais, beneficiária do Programa Municipal de Incentivo ao Esporte da Prefeitura de Curitiba, com o projeto Coritiba Monsters, feito em parceria com o Coritiba Foot Ball Club e com o apoio da Sociedade Thalia, Cobertura Nacional, Hospital Novo Mundo e SSW Sistemas.

“Com o avanço da vacinação em Curitiba, os eventos esportivos vão sendo retomados na cidade, seguindo os protocolos sanitários vigentes e todos os cuidados que ainda se fazem necessários”, explicou o secretário do Esporte, Lazer e Juventude, Emilio Trautwein.

Organização

A organização do Campeonato Brasileiro exige a realização de teste em todos os atletas e comissão técnica antes de viajarem para Curitiba, além de ter preparado uma estrutura de “bolha” para receber as equipes, com hotéis e alojamentos preparados para manter o isolamento e distanciamento, bem como espaços para treinamentos com horários exclusivos para cada equipe.

“Com o apoio da Prefeitura, teremos uma estrutura de alto nível, preparada para dar segurança a todos os participantes, com controle de acesso no ginásio, aferição de temperatura e disponibilização de álcool 70% em diversos locais para os participantes”, disse Adair Rocha, presidente da Associação Viver Mais, que reforçou a questão do uso de máscara por todos que não estiverem em jogo na quadra.

Ao longo da semana serão feitas dez partidas entre as equipes, sendo duas a cada dia e com intervalo entre elas, para que as equipes possam deixar o ginásio antes das outras chegarem.

Programação de jogos e horários

23/8 – segunda-feira
14h – ADRM Maringá  X  Campo Mourão
16h15 – Coritiba/Thalia  X  Caxias do Sul

24/8 – terça-feira
14h – Caxias do Sul  X  União Corinthians
16h15 – Campo Mourão  X  Coritiba/Thalia

25/8 – quarta-feira
14h – Caxias do Sul  X  Campo Mourão
16h15 – União Corinthians  X  ADRM Maringá

26/8 – quinta-feira
14h – Campo Mourão  X  União Corinthians
16h15 – ADRM Maringá  X  Coritiba/Thalia

27/8 – sexta-feira
14h – Caxias do Sul  X  ADRM Maringá
16h15 – Coritiba/Thalia  X  União Corinthians