Fim de semana tem 11 estabelecimentos interditados e festa encerrada no Umbará

Em vigor desde o dia 4 de dezembro, o Decreto 1.640, que ampliou as medidas restritivas de circulação de pessoas e funcionamento de atividades como forma de ampliar o controle da expansão da covid-19 na cidade, continua sendo desrespeitado por parte da população.

Uma força-tarefa formada por equipes da Prefeitura e do Governo do Estado percorreu diferentes bairros da cidade neste fim de semana, em 63 ações de fiscalização ou inspeção que resultaram em 11 locais interditados.

Também foram expedidas duas notificações por comércio irregular e uma por descumprimento da resolução 01/2020.

Festa com pagode

Na madrugada de sexta-feira (11/12) para sábado, guardas municipais do núcleo Bairro Novo interromperam uma reunião com mais de 450 pessoas que estavam em um salão de festas na Vila Calixto, bairro Umbará. A festa era intitulada “Pagode magia”.

Quando os guardas chegaram, o organizador e os seguranças do local fugiram. Os demais participantes foram orientados e dispersados.

“Não é hora de descuidarmos porque o vírus está em alta circulação, com elevado índice de transmissibilidade. Cada cidadão precisa fazer a sua parte para que a cidade possa funcionar, porém garantindo a saúde e segurança das pessoas”, diz o secretário municipal da Defesa Social e Trânsito, Guilherme Rangel.

O decreto em vigor suspende a realização de eventos, comemorações e confraternizações, que envolvam contato físico e causem aglomerações com grupos de mais de dez pessoas, em espaços de uso público ou de uso coletivo, localizados em bens públicos ou privados. As confraternizações ou encontros devem se restringir a pessoas do mesmo grupo familiar, ou seja, que convivem no mesmo lar ou residência.

Segundo Rangel, dever ser sancionada pelo prefeito Rafael Greca nos próximos dias, a lei que prevê punição e sancões para quem descumprir as medidas sanitárias previstas para cada período. A lei prevê a responsabilização tanto para quem promove quanto para quem participa de atividade contrária ao decreto.

“A gente tem feito ações de orientação em relação às pessoas que estão nos locais em que não deveriam estar abertos ou onde não deveria ter aglomeração, como o caso de mais esta festa clandestina. O estabelecimento é fechado e as pessoas são orientadas. Entrando em vigor a nova lei municipal, há possibilidade de sanção para elas também”.

Bandeira Laranja

 A averiguação à adequação das medidas sanitárias estabelecidas no decreto considera a necessidade de restringir a circulação na cidade cuja situação é de Risco Médio de Alerta – Bandeira Laranja.

As ações aconteceram em duas frentes: Aifus Covid, com a participação de fiscais da Secretária Municipal do Urbanismo, Guarda Municipal, Polícia Militar e Corpo de Bombeio e as inspeções realizadas pela Vigilância Sanitária, com o apoio da Guarda Municipal.

Restaurantes interditados

Durante a Aifu Covid de domingo (13/12) as equipes vistoriaram 19 estabelecimentos e quatro foram interditados: um restaurante e churrascaria no Alto da Rua XV, um restaurante no Batel, um bar e comércio varejista de bebidas no Boqueirão e um comercio varejista de alimentos de animais e pet shop no Rebouças. Outros 13 estabelecimentos que estavam no roteiro da ação, a partir da denúncia apresentada pela população, estavam fechados, sem atividades no momento da vistoria dos fiscais.

Segundo o decreto em vigência, restaurantes e lanchonetes estão autorizados a funcionarem aos domingos apenas nas modalidades delivery e drive trhu. Bares ficam com as atividades suspensas. Já o comércio de rua tem autorização apenas para a modalidade delivery.

Bares e lanchonetes 

Na noite de sábado (12/12) durante ação da Aifu Covid, 15 estabelecimentos, de diferentes bairros, foram fiscalizados. Dois bares foram fechados por descumprirem o Decreto 1640/2020: um bar e lanchonete no Alto da Rua XV e outro bar e restaurante no Uberaba que também recebeu notificação por comércio irregular. O decreto suspende temporariamente a atividade em bares. Restaurantes e lanchonetes podem funcionar até às 22 horas.

Outros 11 estabelecimentos que haviam recebido denúncias estavam fechados, sem atividade, no momento da fiscalização.

Sexta-feira

Na Aifu Covid de sexta-feira (11/12), cinco estabelecimentos foram fiscalizados nos bairros Centro Cívico, Umbará, Uberaba, Cristo Rei e Batel. Três foram interditados: um bar no Centro Cívico, uma lanchonete e bar no Umbará e um bar no Uberaba que também foi notificado por comércio irregular. Os fiscais também notificaram por descumprimento à resolução 01/2020 uma lanchonete no Batel.

Termo de isolamento

Já a Vigilância Sanitária inspecionou 34 estabelecimentos, entre comércios e escritórios, em vários bairros da cidade. Foram interditados na sexta-feira (11/12) uma borracharia, no Boa Vista, onde os funcionários trabalhavam sem máscaras e  uma clínica odontológica, no Boqueirão, onde um funcionário não estava cumprindo o termo de isolamento

Na semana

Durante as ações de fiscalização realizadas nas noites de quarta-feira (9/12) e quinta-feira (10/12), foram realizadas 25 vistorias e nove estabelecimentos foram interditados: um hotel/ motel (Centro), dois bares e lanchonete (Centro), um bar e lanchonete (São Francisco), bar, lanchonete e tabacaria (Capão da Imbuia).

Também tiveram as atividades paralisadas uma lanchonete no Centro Cívico, uma no Boa Vista e outra no Pilarzinho além de uma pizzaria no Pilarzinho. Entre os locais interditados dois estabelecimentos receberam notificação por Comércio Irregular. Outros 14 estabelecimentos que haviam sido denunciados pela população estavam sem atividades (fechados) no momento da fiscalização.

Participaram das fiscalizações nas noites de quarta e quinta-feira equipes da Secretaria Municipal do Urbanismo, Guarda Municipal e Polícia Militar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Novos radares começam a funcionar nesta segunda e terça em Curitiba

Nesta semana, dois novos pontos de Curitiba passam a ter fiscalização eletrônica de trânsito. Os radares foram instalados na Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes com a Rua Arnaldo Francisco Scremin, no bairro Atuba, e na esquina da Rua Ubaldino de Amaral com a Rua Amintas de Barros, no Alto da XV.

Segundo a prefeitura, em ambos os locais, o alto índice de acidentes foi fator decisivo para implantação dos equipamentos.

No Atuba, o cruzamento entre a Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes com a Rua Arnaldo Francisco Scremin acumulou 30 acidentes de trânsito no período de cinco anos. O radar começou a fiscalizar os veículos nesta segunda-feira (8). São fiscalizados os veículos que passarem pelas duas vias, com diferentes velocidades máximas permitidas. Pela Mascarenhas de Moraes, o limite é de 60 km/h. Já pela Arnaldo Francisco Scremin, 50 km/h.

Conforme a Setran, a velocidade excessiva é uma infração recorrente na Mascarenhas de Moraes, que está recebendo reforço na sinalização de regulamentação de velocidade. Neste cruzamento, os equipamentos de fiscalização também estão programados para registrar as seguintes infrações de trânsito: avanço do sinal vermelho, parada sobre a faixa de pedestres, conversão obrigatória, conversão proibida e retorno proibido.

A partir desta terça-feira (9) entram em operação os radares na esquina das ruas Ubaldino do Amaral e Amintas de Barros, trecho que concentrou 101 acidentes em cinco anos. No entorno estão localizados hospitais e unidades de ensino, incluindo a Reitoria da Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Neste cruzamento, os equipamentos vão fiscalizar limite de velocidade, avanço de sinal, parada sobre a faixa de pedestres e conversão obrigatória pela Rua Amintas de Barros. Este é um dos principais acessos de saída da Área Calma, além de escoamento do transporte coletivo da região central para os bairros. Já a Ubaldino do Amaral é a ligação entre os bairros Alto da Glória e Jardim Botânico.

Do chão às alturas, seis atrações inéditas marcam a temporada de 2021 do Natal de Curitiba

A programação do Natal de Curitiba – Luz dos Pinhais 2021 começa no dia 18 de novembro com a estreia da decoração do Largo da Ordem (Centro Histórico). Serão 53 dias de eventos para toda a família. Seis atrações são inéditas na temporada deste ano.

As novidades já confirmadas são luzes das árvores de Natal  e projeções cenográficas da fachada do prédio histórico da UFPR que serão acesas com a energia gerada por pedaladas em bicicletas, na Praça Santos Andrade; os mantos de luz e pacotes de presente gigantes com experiências sensoriais, na Rua XV de Novembro; o novo conceito e cenário da Vila de Natal, no Mercado Municipal; o voo de balão (preso ao solo), no Jardim Botânico; a Ópera da Cura, no Memorial Paranista; e a Caravana de Natal por toda a cidade.

Devido à pandemia, todas as atrações do Natal de Curitiba seguem os protocolos sanitários para evitar aglomerações e contágios de covid-19, como distanciamento social, obrigatoriedade do uso de máscara, agendamento on-line e restrição de público.

Além disso, os espetáculos e atrações poderão ser acompanhados de casa pelas redes sociais da Prefeitura de Curitiba.

 

As seis atrações inéditas do Natal de Curitiba já confirmadas

NATAL EBANX NA PRAÇA SANTOS ANDRADE

Além da feira especial de Natal, a Praça Santos Andrade, no Centro, ganhará a partir de 24 de novembro uma decoração natalina inteligente, interativa e sustentável com patrocínio da fintech Ebanx. Os destaques são as luzes de LED das árvores de Natal e as projeções cenográficas do prédio histórico da Universidade Federal do Paraná (UFPR) que serão acesas com a energia gerada pelas pedaladas de bicicletas. Tudo gratuito.

Datas: de 24/11 a 23/12


ÓPERA DA CURA NO MEMORIAL PARANISTA POR FESTVAL

Com apresentações ao ar livre, o Memorial Paranista receberá a Ópera da Cura, inspirada na obra Amahl e os Visitantes da Noite (O Primeiro Milagre do Menino Jesus), de Gian Carlo Menotti. O espetáculo, com patrocínio da rede de supermercados Festval, irá ocorrer em meio a um cenário valorizado por contornos de luz. A iluminação vai se espalhar pela arquitetura do complexo cultural, a mais nova atração turística de Curitiba, formado por uma grande galeria, um portal e esculturas em proporções heróicas de João Turin. Para assistir aos concertos, haverá agendamento on-line e número limitado de vagas. Tudo gratuito.

Datas: de 13/12 a 19/12. Decoração até 9/1


A CARAVANA – O DESFILE MÁGICO DO NATAL 2021

Com saída do shopping Pátio Batel, A Caravana – O Desfile Mágico do Natal 2021 terá veículos decorados e artistas com alegorias que percorrerão mais de 140 km por Curitiba, com paradas em cerca de 30 instituições como hospitais, orfanatos e asilos. Serão sete dias de encantamento e muita alegria natalina por sete rotas diferentes pela cidade. Grátis.

Datas: de 6/12 a 12/12


NATAL O BOTICÁRIO NA RUA XV DE NOVEMBRO

Primeiro calçadão de pedestres do Brasil, a Rua XV de Novembro irá ganhar decoração e atrações inéditas com patrocínio de O Boticário. Mantos de luz irão cobrir de ponta a ponta o calçadão, que ainda ganhará mensagens de luz e caixas de presente gigantes decoradas e que irão proporcionar experiências olfativas. Sobre o chafariz, entre a Alameda Dr. Muricy e a Av. Marechal Floriano Peixoto, estará a Árvore da Vida de 11 metros e 5 mil vasinhos de sálvias, ladeada pelos postes republicanos transformados em “candelabros” graças a centenas de pontos de luz, além de laços. Tudo gratuito.

Datas: de 22/11 a 9/1


VOO DE BALÃO DA ADEMICON NO JARDIM BOTÂNICO

Com patrocínio da administradora de consórcios Ademicon, o Jardim Botânico terá várias atrações este ano. Além da estufa com contornos luminosos, trilhas sonoras de Natal pelo Jardim Francês e árvore de Natal “viva” de 11 metros de altura, o espaço irá receber um inédito balão que fará voos cativos (preso ao solo) de 40 metros, equivalente a altura de um prédio de 12 andares. Haverá sistema de agendamento on-line do passeio e número de vagas limitado por dia. Tudo gratuito.

Datas: de 21/11 a 9/1


VILA DE NATAL ELECTROLUX NO MERCADO MUNICIPAL

Neste ano, a Vila de Natal Electrolux chega ao Mercado Municipal, no Centro. Além da decoração natalina com uma árvore com mensagens festivas, o mercado irá receber a Casa do Papai Noel com realidade aumentada, maquete de pão de mel com projeção de luz, contações de história e aulas-show com chefs renomados transmitidas ao vivo nas redes sociais. A Vila ainda contará com ações de responsabilidade social: de uma urna em forma de presente, os visitantes poderão retirar cartas de crianças em situação de vulnerabilidade com pedidos para o Natal. Tudo gratuito.

Datas: de 20/11 a 24/12. Decoração até 9/1

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA NO SITE https://natal.curitiba.pr.gov.br/. A programação está sujeita a alterações.