Feiras natalinas de Curitiba tem opções de decoração e presentes

Há 25 anos, os arranjos de mesa, guirlandas e mini árvores de Natal criados pela artesã Maria Dall Onder Silva têm uma freguesia fiel na Feira Especial de Natal da Praça Osório, no Centro, que começou nesta segunda-feira (23/11). “São peças muito delicadas, todas feitas a mão, e decoradas com ramos que simulam folhas de pinheiros, além de laços, velas, flores e bolinhas em tons de dourado e vermelho”, explica ela, que tem ateliê no Portão.

Há 25 anos, os arranjos de mesa, as guirlandas e as mini árvores de Natal criados pela artesã Maria Dall Onder Silva tem uma freguesia fiel na Feira Especial de Natal da Praça Osório, no Centro. Curitiba, 23/11/2020. Foto: Hully Paiva/SMCS

Quem percorre as 60 bancas da Feira de Natal da Osório terá, até o dia 23 de dezembro, muitas opções de produtos natalinos artesanais a preços acessíveis, além de comidas prontas para consumo. Também há barracas com sugestões de presentes e peças de decoração na Praça Santos Andrade, que este ano reúne nove expositores.  

Devido à pandemia, as Feiras Especiais de Natal estão seguindo todos os protocolos sanitários do município para evitar aglomerações e contágios de covid-19, como distanciamento social, obrigatoriedade do uso de máscara e oferta de álcool em gel em todas as barracas.

Na banca da artesã Lucilene Chaves de Abreu, na Osório, chama atenção as bonecas de malha e espuma antialérgicas. Cabeças, que lembram almofadinhas com franjas e cabelinhos; e vestidinhos de estampa floral repletos de adereços, como rendas e miçangas, deixam o brinquedo nostálgico. “Você pensa que é só criança que gosta? Não mesmo! Os adultos adoram e acabam levando de presente ou para eles mesmos”, conta Lucilene, que confecciona das peças no Bairro Alto. Cada boneca ainda pode receber um babeiro personalizado com o nome do presenteado.

Na banca da artesã Lucilene Chaves de Abreu, chama atenção as bonecas de malha e espuma antialérgicas. Curitiba, 23/11/2020. Foto: Hully Paiva/SMCS

Os presépios criados por Marlene Nunes também são muito procurados por quem gosta de decorar a casa para o Natal.  Repletas de detalhes, as peças retratam o nascimento do Menino Jesus e trazem árvores, manjedoura, estrela, Maria e José. “Também ofereço presépio e guirlanda em uma só peça, criando uma temática mais do que especial para a decoração da casa”, completa a artesã que expõe na Osório e tem ateliê no Tarumã.

Na banca da artesã Lucilene Chaves de Abreu, chama atenção as bonecas de malha e espuma antialérgicas. Curitiba, 23/11/2020. Foto: Hully Paiva/SMCS

Pets

Para muitas famílias, os pets também merecem ser mimados no Natal e o que não faltam são presentes para o animal de estimação na feira de Natal da Osório. Divertidas roupinhas de Papai Noel, duende e rena fazem o maior sucesso entre os donos de pets e são criações da artesã Amell de Oliveira, que confecciona as peças em São José dos Pinhais.

Divertidas roupinhas de Papai Noel, duende e rena fazem o maior sucesso entre os donos de pets e são criações da artesã Amell de Oliveira, que confecciona as peças em São José dos Pinhais. Curitiba, 23/11/2020. Foto: Hully Paiva/SMCS

Além de sugestões de presentes e itens de decoração, as Feiras Especiais da Osório e Santos Andrade ainda reúnem expositores de artesanato gastronômico com temática natalina, como panetones, chocotones e bombons. “Oferecemos também bolachas confeitadas e amanteigadas que são muito procuradas como lembranças de fim de ano”, observa Paulo Somma, que vende biscoitos com desenhos de Papai Noel, renas e pinheirinhos criados pela esposa Silmara.

Também não faltam, é claro, opções gastronômicas de diversas regiões do Brasil e do mundo. Em volta do chafariz da Praça Osório há barraquinhas comercializando acarajé, bolinho de bacalhau, pierogi, empanadas chilenas e polpeta.

Serviço

Feiras Especiais de Natal das Praças Osório e Santos Andrade

Data: até 23 de dezembro

Horários: Na Osório, de segunda a sábado, das 10h às 21h, e aos domingos das 14h30 às 20h30. Na Santos Andrade, de segunda a sábado, das 10h às 20h; e aos domingos das 12h às 18h30.

PROGRAMAÇÃO COMPLETA NO SITE: https://natal.curitiba.pr.gov.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curitiba vacinou 695.294 pessoas contra a covid-19

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de Curitiba imunizou, até domingo (20), 695.294 pessoas com a primeira dose da vacina contra o novo coronavírus. Até esta data foram vacinados: 302.048 idosos, 93.514 profissionais dos serviços de saúde da cidade (incluindo as equipes de vacinação), 6.859 moradores, funcionários e cuidadores de instituições de longa permanência, 14.704 trabalhadores das forças de segurança, 80 indígenas, 8.908 gestantes e puérperas, 7.623 pessoas com deficiência, 111.855 pessoas com comorbidades, 35.320 educadores (entre professores e trabalhadores da Educação Básica) e 114.483 pessoas do grupo sem comorbidades (convocadas por idade).

Segunda dose

Em Curitiba, 234.901 pessoas receberam a segunda dose da vacina até domingo (20). A vacinação com a segunda dose está sendo feita nas instituições de longa permanência, em profissionais de saúde e idosos.

Cronograma

Nesta segunda-feira (21), Curitiba vacina a população com 50 anos ou mais. A orientação é que os nascidos no primeiro semestre (1º de janeiro a 30 de junho) busquem um dos pontos de vacinação das 8h às 12h. Já os nascidos no segundo semestre (1º de julho a 31 de dezembro) devem buscar a imunização entre 13h e 17h

Também estão sendo atendidas com a primeira dose pessoas com comorbidades entre 18 e 59 anos, pessoas com deficiência permanente acima de 18 anos, gestantes e puérperas, trabalhadores de drogarias e farmácias de manipulação, funcionários da Fundação de Ação Social (FAS), idosos com 60 anos ou mais que ainda não tenham recebido a vacina e profissionais de Saúde com registro em conselho de classe de 14 áreas.

Doses recebidas

Até o momento, Curitiba recebeu do Ministério da Saúde, repassadas pelo Governo do Paraná, 1.038.672 doses de vacinas, sendo 740.972 para primeira dose e 297.700 para segunda dose. Nesse montante já estão contabilizados os 5% de reserva técnica.

A reserva técnica é uma medida de segurança, faz parte dos protocolos da logística e é necessária para evitar problemas no fluxo de imunização que possam ser causados por imprevistos eventuais, como por exemplo, quebra acidental de frascos.

Além da reserva técnica, a SMS precisa manter um estoque de vacinas para garantir a imunização de remanescentes dos grupos já contemplados – pessoas que por algum motivo não fizeram a imunização nas datas estipuladas. Por exemplo, quem estava em processo de confirmação de comorbidade ou não comparecido no dia programado para sua imunização. Essas pessoas têm o direito e serão vacinadas quando comparecerem aos postos de vacinação.

CIEE tem 2,5 mil vagas de estágio no Paraná; saiba como se inscrever

O programa de estágio do Centro de Integração Empresa-Escola do Paraná (CIEE-PR) possui mais de 2,5 mil vagas abertas, em diversas cidades do estado. Deste total, 1,3 mil vagas são para Curitiba e região. Podem participar estudantes a partir de 16 anos, matriculados em ensino médio, técnico ou superior.

As áreas com mais oportunidades são para estágio em administração, com 497 vagas, e tecnologia em processos gerenciais, com 427 vagas disponíveis no estado.

Os interessados podem se inscrever no programa e verificar as vagas disponíveis pelo site do CIEE ou tirar dúvidas pelo telefone 0800 300 430.