Emicida abre programação online do Festival de Curitiba nesta quinta-feira (17)

A programação do Festival Online, entre 17 e 24 de setembro, será gratuita.
 A abertura será com uma apresentação exclusiva em live do cantor e compositor Emicida

No ano em que a pandemia do Coronavírus mudou os hábitos no mundo todo, o Festival de Curitiba encontrou um caminho alternativo para manter as artes cênicas em movimento, garantindo sua essência de sempre buscar fazer um festival para todos. Entre 17 e 24de setembro, ocorre o Festival Online, uma versão digital e enxuta, que será uma prévia da 29.ª edição do Festival de Curitiba, que ainda deve acontecer presencialmente seguindo todas as orientações sanitárias de segurança, em data a ser confirmada. As atrações serão disponibilizadas, gratuitamente, nas plataformas digitais do Festival de Curitiba.

O aclamado cantor, compositor e rapper paulista Emicida é o convidado para abrir a programação, com o seu projeto “Emicida – Live Show”. O Festival Online contará ainda com o ao vivo infantil do Grupo Triii, em uma ação do Programa Guritiba e com a obra “Antunes Filho: $odoma \G/omorra { TRANSMISSÃO } de Luiz Päetow”. Uma parceria com o Sesc-SP, a peça fazia parte da Mostra da 29.ª edição do Festival e fará, agora, sua estreia em uma transmissão ao vivo, concebida e dirigida por Luiz Päetow, nas redes sociais do Festival de Curitiba e do Sesc-SP. Haverá também uma edição especial do projeto Teatro Vivo em Casa, iniciativa da Vivo para incentivar a cultura e ampliar o acesso à arte durante esta pandemia, com a apresentação do espetáculo “Maternagem”, dia 19, às 20h, com a atriz Amanda Acosta.

A programação se completa com um curso de Paulo de Moraes, diretor da Armazém Cia de Teatro, voltado a atores, diretores e dramaturgos, além de um bate papo sobre Mediação Teatral, com a participação de três especialistas que são referência no tema: Flávio Desgranges, Annie Martins e Robson Rosseto. Os shows de Emicida e Grupo Triii, o bate papo e a oficina contarão com tradução em libras.

O distanciamento social visa preservar a saúde de todos, porém a necessidade de se ‘isolar’ é dispensável. É nisso que a equipe do Festival de Curitiba acredita e quer colocar em prática com a ação online. As artes trazem em sua essência um forte poder de aproximação que ganha nova intensidade com o apoio da tecnologia. As inúmeras transmissões ao vivo pelas redes sociais ao longo dos últimos cinco meses, que mantiveram o teatro e a música pulsando, apesar das dificuldades enfrentadas pelo setor (incluindo algumas promovidas pelo próprio Festival de Curitiba), demonstram isso muito bem. “Em tempos de distanciamento social, as artes têm o poder curativo de aproximar e aliviar as ansiedades. Passamos esses meses buscando formas seguras de levar cultura e entretenimento para as famílias até chegarmos a este formato. O Festival é para todos e, nesse momento, queremos levar pela internet, um dos canais mais democráticos, parte de nossa programação acessível para todos do Brasil e, até mesmo, do mundo”, diz o diretor e idealizador do Festival de Curitiba, Leandro Knopfholz, reforçando que a 29.ª edição do evento está em desenvolvimento e deverá ser um capítulo especial nesta história de três décadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Na próxima semana, 66 mil devem voltar aos postos da vacinação para 2° dose em Curitiba

Na próxima semana, cerca de 66 mil moradores de Curitiba devem voltar aos pontos de vacinação da cidade para completar o equema vacinal com a segunda dose dos imunizantes anticovid-19. O atendimento será de segunda (26/7) a sexta-feira (30/7), das 8h às 17h (locais abaixo).

Para saber quando será a sua data para a segunda dose basta acessar a plataforma do Saúde Já, pelo aplicativo ou pelo site www.saudeja.curitiba.pr.gov.br

Pelo aplicativo
1 – Abrir o aplicativo no celular
2 – Clicar em Carteira de Vacinação
3 – Visualizar a data que aparece em Próximas Vacinas
4 – Procurar um dos pontos de vacinação da cidade que estejam abertos nesse dia

Pelo site
1 – Abrir www.saudeja.curitiba.pr.gov.br
2 – Clicar em Vacinação
3 – Visualizar a data que aparece em Próximas Vacinas
4 – Procurar um dos pontos de vacinação da cidade que estejam abertos nesse dia


Repescagem segunda dose

A Secretaria Municipal da Saúde lembra ainda que todas as pessoas que por alguma razão perderam a data de aplicação da segunda dose marcada no aplicativo podem procurar um dos pontos de vacinação para completarem o ciclo de imunização com a dose de reforço.

O que levar

Para receber a segunda dose da vacina, basta procurar um dos pontos de vacinação da cidade, das 8h às 17h, levar um documento de identificação com foto e CPF.


Cronograma da semana para segunda dose

Coronavac

26 de julho – Vacinados com a primeira em 28, 29, 30 de junho e no dia 1º de julho
27 de julho – Vacinados com a primeira em 2 de julho
28 de julho – Vacinados com a primeira em 3 de julho
30 de julho – Vacinados com a primeira em 5 de julho

Astrazeneca

26 de julho – Vacinados com a primeira em 30 de abril e nos dias 1 e 3 de maio
27 de julho – Vacinados com a primeira em 4 de maio
28 de julho – Vacinados com a primeira em 5 de maio
29 de julho – Vacinados com a primeira em 6 de maio
30 de julho – Vacinados com a primeira em 7 de maio

Pfizer
29 de julho – Vacinados com a primeira em 6 de maio
30 de julho – Vacinados com a primeira em 7 de maio


Locais de vacinação

A Secretaria Municipal de Saúde de Curitiba alerta que no decorrer da semana poderá haver mudanças nos pontos de vacinação, para consultar, acesse www.coronavirus.curitiba.pr.gov.br, em Vacina Covid-19, clique em Informações e procure Locais de Vacinação

Segunda-feira, 26 de julho

Das 8h às 17h

1 – Pavilhão da Cura
Parque Barigui (entrada somente pela BR-277)

2 – US Ouvidor Pardinho
Rua 24 de Maio, 807 – Praça Ouvidor Pardinho

3 – Centro de Referência, esportes e atividade física
Rua  Augusto de Mari, 2.150 – Guaíra

4 – US Salvador Allende
Rua Celeste Tortato Gabardo, 1.712 – Sítio Cercado

5 – US Parigot de Souza
Rua João Eloy de Souza, 111 – Sítio Cercado

6 – US Vila Diana
Rua René Descartes, 537 – Abranches

7 – Centro de Esporte e Lazer Avelino Vieira
Rua Guilherme Ihlenfeldt, 233 – Bacacheri

8 – US Jardim Paranaense
Rua Pedro Nabosne, 57 – Alto Boqueirão

9 – US Visitação
Rua Dr. Bley Zornig, 3136 – Boqueirão

10 – US Camargo
Rua Pedro Violani, 364 – Cajuru

11 – US Uberaba
Rua Cap. Leônidas Marques, 1392 – Uberaba

12 – Clube da Gente CIC
Rua Hilda Cadilhe de Oliveira, nº 700

13 – US Vila Feliz
Rua Pedro Gusso, 866 – Novo Mundo 

14 – US Aurora
Rua Theofhilo Mansur, 500 – Novo Mundo

15 – US Pinheiros
Rua Joanna Emma Dalpozzo Zardo, 370 – Santa Felicidade

16  – US Orleans
Av. Ver. Toaldo Túlio, 4577 – Orleans

17 – Rua da Cidadania do Tatuquara
Rua Olivardo Konoroski Bueno, s/n

18 – Rua da Cidadania do Fazendinha
Rua Carlos Klemtz, 1.700

Cajuru ganha pista de BMX com padrão internacional

Foi dada a largada para as provas e treinos na nova pista de BMX do Parque Olímpico do Cajuru, o Parque dos Peladeiros, na Regional Cajuru. A inauguração da Pista Municipal de BMX Supercross (bicicross) aconteceu na tarde desta quinta-feira (22/7), com a presença do prefeito Rafael Greca e de atletas da modalidade, que fizeram o reconhecimento da estrutura, com todos os seus obstáculos.  

Inauguração da Pista Municipal de BMX Supercross de Curitiba (bicicross) a nova pista de BMX fica no Parque Olímpico do Cajuru, antigo Parque dos Peladeiros, na Regional Cajuru. Curitiba, 22/07/2021. Foto: Ricardo Marajó/SMCS

Com especificações olímpicas e padrão internacional, a pista é uma das poucas no país com condições de receber competições oficiais. São duas rampas para largadas das categorias Challenge (5 metros de altura) e Championship (8 metros de altura) e 390 metros de obstáculos para as competições.

A obra é uma parceria das secretarias municipais do Meio Ambiente e de Obras Públicas, com financiamento da Caixa Econômica.

“O Cajuru nunca mais será o mesmo”, disse Greca ao lado do vice-prefeito Eduardo Pimentel. “Estou morrendo de inveja dos nossos atletas [que aguardavam a largada], essa pista é orgulho de Curitiba e uma das mais bonitas que o nosso país possui”, completou o prefeito, ao pedir aplausos à secretária do Meio Ambiente, Marilza Oliveira Dias, que idealizou o complexo esportivo.

O secretário do Esporte, Lazer e Juventude, Emilio Trautwein, destacou que já existem campeões da modalidade em Curitiba. “E a ideia é que possamos estimular ainda mais a prática do esporte”, afirmou. 

Inauguração da Pista Municipal de BMX Supercross de Curitiba (bicicross) a nova pista de BMX fica no Parque Olímpico do Cajuru, antigo Parque dos Peladeiros, na Regional Cajuru. Curitiba, 22/07/2021. Foto: Ricardo Marajó/SMCS

Entre os praticantes que deram as primeiras voltas na pista estiveram Fernanda Bueno Cooper, Miguel Silveira Silva, Pedro Henrique Bueno, Matheus Araújo Mascarenhas, Juan Stocco, Pedro Henryque da Silva Alves, Humberto Emanuel Silveira Silva, e Luiz Felipe Valentini, todos com idades entre 11 e 14 anos. 

Inauguração da Pista Municipal de BMX Supercross de Curitiba (bicicross) a nova pista de BMX fica no Parque Olímpico do Cajuru, antigo Parque dos Peladeiros, na Regional Cajuru. Curitiba, 22/07/2021. Foto: Ricardo Marajó/SMCS

Referência esportiva

O complexo esportivo conta, ainda, com campos de futebol de areia, de rua e americano, quadra de futebol de salão, academia ao ar livre, área de treinamento de atletismo, um estádio municipal de beisebol e softbol, pista de caminhada e canchas de voleibol. E já está em tratativas e estudos junto à Secretaria do Meio Ambiente a possibilidade da implantação de uma pista de skate no local, que também terá parede de escalada, centro de lutas e uma pista de pump track (tipo de pista para bicicleta). 

Desde 2017, o parque vem recebendo benfeitorias feitas pela Prefeitura, que transformou o local em um centro de formação esportiva especializada, além de espaço de lazer e atividade física para a população. Em 2018, o complexo passou a contar com o Centro de Iniciação ao Esporte (CIE) Nelson Comel, que colocou no parque uma quadra poliesportiva coberta e pista de atletismo.