Em três dias, Urbs desabilita 230 cartões-transporte de passageiros diagnosticados com Covid

A Urbanização de Curitiba (Urbs) desabilitou 230 cartões-transporte de usuários com diagnóstico positivo de covid-19 desde o início do cruzamento de informações sobre infectados com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), na sexta-feira (26), até a segunda-feira (29). O número representa 0,03% do total de 674 mil passageiros que usaram o transporte coletivo nesse período.

Para o presidente da Urbs, Ogeny Pedro Maia Neto, a medida, além de evitar que as pessoas com covid-19 saiam de casa, ajuda a monitorar o risco de contaminação no transporte coletivo da capital.

“A boa notícia é que 230 usuários com covid-19 é um número muito baixo frente ao total de passageiros. Mesmo se consideramos apenas o universo de cartões, usado por 60% dos passageiros, o número de diagnosticados com covid-19 representa 0,05%”, diz o presidente da Urbs. “Isso mostra que o risco de contaminação no transporte coletivo está baixo”, acrescenta.

Dos 230 usuários diagnosticados com covid-19, apenas 32 tentaram furar o isolamento e passar o cartão na catraca. Quem está na lista restritiva de cartões desabilitados e tenta passar na catraca “queima” o cartão ao encostá-lo no validador.

Nesse caso, essas pessoas precisarão, passados os setes dias de isolamento, desbloquear o cartão pessoalmente na Urbs, após agendamento pelo site urbs.curitiba.pr.gov.br.

“Para quem cumpriu a quarentena em casa não há necessidade de preocupação porque, após os sete dias, o cartão é desbloqueado automaticamente”, explica o presidente da Urbs.

Fique em casa

A nova regra, que passou a valer na última sexta-feira (26), é uma tentativa da Urbs e da Secretaria Municipal da Saúde para evitar que pessoas com covid-19 rompam o isolamento. Quem tem suspeita de diagnóstico de covid-19 e é atendido na rede pública ou privada de saúde assina um Comunicado de Isolamento Domiciliar, comprometendo-se a permanecer em casa por dez dias.

A partir do resultado positivo do teste PCR, que é realizado em torno do terceiro dia de início dos sintomas, o cartão do transporte é desabilitado por sete dias. A medida vale para todos os tipos de cartões.

“Esta medida se soma às demais ações do poder público municipal para frear a transmissão do vírus. É importante que cada um faça a sua parte para conter as cadeias de transmissão”, afirma a secretária municipal da Saúde, Márcia Huçulak.

Levantamento

O bloqueio está sendo possível graças ao cruzamento dos dados do CPF dos diagnosticados com os CPFs dos usuários de cartões-transporte na capital. Foram cruzados dados de 4.720 pessoas diagnosticadas na capital. Desses, 2820 possuíam cartão de transporte, mas apenas 230 com cartão ativo e uso frequente.

Segundo a Urbs, os cartões representam mais de 60% do meio de pagamento no transporte coletivo. Atualmente são 1,8 milhão de cartões-transporte usuário, 170,3 mil cartões do idoso, 15,5 mil isentos e 772 de estudantes ativos na capital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curitiba abre imunização contra gripe para crianças abaixo de 6 anos

A Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe continua em Curitiba e, a partir de segunda-feira (19), crianças abaixo de seis anos serão atendidas com a imunização. Também fazem parte do grupo prioritário gestantes, puérperas (mães que tiveram bebê há menos de 45 dias) e profissionais de saúde da linha de frente de atendimento a pacientes sintomáticos respiratórios.

Nesta sexta-feira (16), Curitiba recebeu mais 45.970 doses da vacina contra a gripe. A imunização começou na segunda-feira (12) e até está quinta (15), 3.897 pessoas do grupo prioritário haviam sido imunizadas – 1.532 crianças menores de um ano, 1.663 gestantes, 343 puérperas e 329 trabalhadores de saúde.

Curitiba abre imunização para crianças abaixo de seis anos. Foto: Isabella Mayer/SMCS

Para os profissionais de saúde, a vacina está sendo feita nos locais de trabalho. Já para as crianças, gestantes e puérperas, o atendimento acontece nas dez unidades de saúde (lista abaixo) que já fazem o atendimento exclusivo de saúde para este público e a multivacinação de rotina.

De acordo com o diretor do Centro de Epidemiologia da Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba, Alcides Oliveira, a vacina contra a influenza não protege contra o coronavírus, porém auxilia os profissionais de saúde na exclusão de diagnóstico da gripe, já que os sintomas das duas doenças são semelhantes. Além disso, a imunização contra a gripe ajuda a diminuir a procura por serviços de saúde, diminuindo a pressão no sistema.  

Pontos de vacinação contra a gripe

Unidades de saúde que vão atender crianças menores de 6 anos, gestantes e puérperas (mães com bebês até 45 dias) a partir de segunda-feira (19). A vacinação acontecerá das 8h às 18h.

Regional Bairro Novo
US São João Del Rey
Rua Realeza, 259 – Sitio Cercado

Regional Boa Vista
US Santa Efigênia
Rua Voltaire, 139 – Barreirinha

Regional Boqueirão
US Waldemar Monastier
Rua Romeu Bach, 80 – Boqueirão

Regional Cajuru
US Cajuru
Rua Pedro Bochino, 750 – Vila Oficinas

Regional CIC
US São Miguel
Rua Des. Cid Campelo, 8.060 – Cidade Industrial

Regional Matriz
US Mãe Curitibana
Rua Jaime Reis, 331 – São Francisco

Regional Pinheirinho
US Fanny Lindóia
Rua Conde dos Arcos, 295 – Lindóia

Regional Portão
US Santa Quitéria I
Rua Divina Providência, 1.445 – Santa Quitéria

Regional Santa Felicidade
US Bom Pastor
Rua José Casagrande, 220 – Vista Alegre

Regional Tatuquara
US Santa Rita
Rua Adriana Ceres Zago Bueno, 1.350 – Tatuquara

Tradicional bar de Curitiba promove Festival do Pinhão

O Bar Quermesse, uma das grandes referências da noite curitibana, acaba de lançar uma opção exclusiva da iguaria pelo preço fixo de R$ 25

A temporada do Pinhão, uma das iguarias mais amadas da região sul do Brasil já começou. Na capital paranaense, não é diferente. Seja sozinho ou como ingrediente principal de receitas, o pinhão é quase unanimidade no gosto dos curitibanos. Versátil e delicioso, o fruto das araucárias também é uma opção perfeita de petisco para os dias mais frios.

Pensando em oferecer uma opção exclusiva para os apaixonados por pinhão, o Bar Quermesse, um dos endereços gastronômicos mais badalados de Curitiba, acaba de lançar o Festival do Pinhão do Quermesse. Quem visitar o bar terá a oportunidade de provar uma deliciosa porção de pinhão cozido servida com bacon. O prato, desenvolvido especialmente para o evento, custa R$ 25 e estará disponível no cardápio do bar até o próximo dia 24 de abril.

Divulgação

Além da opção especial, a casa conta com um menu de bebidas selecionadas e preparos extremamente saborosos, entre eles a carne de onça, torresmo, mignon chic, bife sujo de alcatra, brusqueta e batata brava. Vale lembrar que o empreendimento segue todas as recomendações dos órgãos responsáveis com relação aos cuidados com a COVID-19 para oferecer o melhor em comidinhas de buteco com conforto, responsabilidade e segurança.

O Bar Quermesse fica na Rua Carlos Pioli (nº 513), no bairro Bom Retiro, e funciona de terça a sábado (e aos domingos de acordo com o decreto vigente em Curitiba), das 17h às 22h (ou 23h de acordo com o decreto vigente em Curitiba). Mais informações no site www.quermesse.com.br ou pelo telefone (41) 3026-6676.