Em quatro dias, foram fiscalizados 329 estabelecimentos nos bairros e na região central de Curitiba

Tabacarias, casas de massagens, distribuídoras de bebidas, lojas de móveis, roupas, calçados e cosméticos, além de obras, floriculturas e canchas de esportes, estão entre os estabelecimentos que foram autuados na semana pelas equipes da Ação Integrada de Fiscalização Urbana (Aifu). 

De segunda (22) à madrugada desta quinta-feira (25), foram fiscalizados 329 estabelecimentos nos bairros e na região central. Ao longo das incursões, 65 locais foram interditados e 42 autos de infração  expedidos. 


Foram intervenções realizadas durante o dia e à noite, a partir da denúncia da população para averiguação dos protocolos de prevenção à covid-19 e das condições sanitárias do comércio que está sob a restrição da bandeira vermelha, que indica alto risco de alerta para a disseminação do vírus.

As infrações foram aplicadas a partir do decreto 600/2021 e da Lei 15799/2021 e resultaram em R$ 235 mil em multas.

Foto: Hully Paiva/SMCS

Além das Aifus, os estabelecimentos foram fiscalizados em ações conjuntas entre fiscais da Secretaria Municipal do Urbanismo e Guarda Municipal. Já as equipes da Vigilância Sanitária realizaram 244 inspeções no mesmo período.

“O objetivo do trabalho, que tem a parceria de equipes da Prefeitura e do Governo do Estado, é coibir medidas que coloquem em risco a saúde pública, seja do consumidor, do trabalhador ou dos comerciantes”, diz a diretora do departamento de fiscalização da Secretaria Municipal do Urbanismo, Jussara Policeno Carvalho.

Atividades paralisadas

Desde o início da vigência da Lei 15.799/2021, em 5 de janeiro, foram vistoriados 1.692 estabelecimentos, dos quais 421 tiveram as atividades paralisadas e 722 autos de infração foram lavrados, somando R$ 8.134.850 em multas.

Deste total, 34 autos de infração, que somados chegam a R$ 11.500 mil, foram aplicados a pessoas físicas, devido à falta de máscara. 

Infrações recordistas

Levantamento feito pelos fiscais da Secretaria Municipal do Urbanismo, entre 5 de janeiro a 21 de março, aponta que a maioria das infrações foram cometidas por estabelecimentos flagrados em funcionamento durante a vigência de decretos que previam a suspensão das atividades consideradas não essenciais, pelo momento de emergência em saúde pública.

Foram 171 autos de infração lavrados nestas condições com R$ 1.285.000 em multas. A participação em situações de aglomeração vem na sequência, com 98 autos de infração lavrados e R$ 500 mil em multas.

O desrespeito ao horário de funcionamento rendeu 53 autos de infração e R$ 265 mil em multas, enquanto a realização de eventos em massa gerou 21 autos de infração com valores acumulados de R$ 1.100.000 em infrações.  

Guarda Municipal

Em ações isoladas, realizadas durante o patrulhamento preventivo e também em atendimento a solicitações da população que chegam pelo telefone 153, a Guarda Municipal já fez 238 autuações, que totalizaram R$ 786.550 em multas, desde o início da vigência da lei municipal nº 15.799/2021, em janeiro. 

Destes 238 autos de infração, 197 foram em Cadastros de Pessoas Físicas (CPF), sendo a maioria (102) por falta de máscara. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Covid-19: 90% dos adultos brasileiros já tomaram a 1ª dose da vacina

O Ministério da Saúde informou hoje (2) que o número de pessoas aptas a receberem o imunizante corresponde a 177 milhões de brasileiros. Ao todo, 159,3 milhões tomaram a primeira dose da vacina. Até o momento, mais de 372,5 milhões de doses foram distribuídas aos 26 estados e Distrito Federal.

O Brasil atingiu nesta quinta-feira a marca de 90% do público-alvo, ou seja, adultos com mais de 18 anos vacinados com a primeira dose de algum dos imunizantes contra a covid-19. Ao todo, 159,3 milhões de brasileiros iniciaram o ciclo vacinal contra a doença e 79,03% completaram o esquema com as duas doses ou dose única, de acordo com dados divulgados pelo ministério.

O país também registrou queda de 92,57% na média de óbitos desde o pico da pandemia, registrado em 19 de abril deste ano.

Novas doses

Em novembro, o governo federal comprou mais de 550 milhões de doses de imunizantes. A expectativa do Ministério da Saúde é que mais de 354 milhões de doses sejam utilizadas como reforço em 2022.

Até o momento, 14,1 milhões de pessoas estão com a imunização reforçada com a dose adicional ou de reforço. Cerca de 13,7 milhões de brasileiros entre 12 e 17 anos já tomaram a primeira dose da vacina e 3,4 milhões estão completamente vacinados com as duas doses da Pfizer.

Nebulosidade e pancadas de chuva no primeiro final de semana de dezembro em Curitiba e Litoral

O primeiro final de semana de dezembro de 2021 deve ser marcado por muita nebulosidade, temperaturas amenas e pancadas de chuva, especialmente no domingo (5).

Segundo o Simepar, a nebulosidade começa na região leste do Paraná na tarde desta quinta-feira (2), com ventos que sopram do oceano em direção ao continente, o que mantém a instabilidade nessa região.

Essa condição segue e continua também na sexta-feira, com registros de chuviscos ocasionais, principalmente no começo da manhã e à noite.

Para quem vai para o Litoral

“Para sábado (4), instabilidade com, muitas nuvens e o sol aparecendo em alguns momentos. Domingo o sol aparece com maior intensidade no período da manhã, com previsões de pancadas de chuva na região metropolitana de Curitiba e também no Litoral, com intensidade fortes em alguns momentos”, alerta, em entrevista à Banda B, o meteorologista,  Paulo Barbieri, Simepar.

Informações Banda B