Em Curitiba, aulas continuam no formato remoto até 6 de abril

As aulas na rede municipal de ensino vão continuar no modelo exclusivamente remoto até o dia 6 de abril. Depois dessa data, a definição sobre a retomada do formato híbrido (aulas presenciais + videoaulas) dependerá da análise das autoridades de saúde.

A Secretaria Municipal da Educação obedece às normas estabelecidas pelo Governo do Estado e pelo Decreto Municipal 500/2021, publicadas na última sexta-feira (5/3).

“Por decisão do prefeito Rafael Greca estaremos com as escolas municipais de Curitiba em ensino exclusivamente no formato remoto até 6 de abril. Nessa data faremos nova análise da situação da pandemia na cidade”, explica a secretária municipal da Educação, Maria Sílvia Bacila.

O conteúdo curricular da Educação Infantil, do Ensino Fundamental do 1º ao 5º ano e da Educação de Jovens e Adultos fase I está disponível na TV aberta e no canal TV Escola Curitiba no YouTube.

Divisão em grupos

No início do ano letivo, crianças e estudantes do formato híbrido foram divididos em dois grupos (A e B) para frequentar alternadamente as salas de aula.

Com o retorno ao formato totalmente remoto, a programação das videoaulas foi adaptada para garantir a sequência dos conteúdos das crianças e estudantes que estavam no híbrido – grupos A e B -, dando continuidade ao processo de ensino e aprendizagem.

Quem está no Grupo A (presencial na primeira semana) deve assistir às videoaulas nos canais 4.2 (Rede Massa) e 9.2 (Paraná Turismo).

E quem é do Grupo B (que iria para a aula presencial no dia 1º de março) ou que optou pelo formato remoto desde o início do ano letivo, deverá acompanhar as videoaulas novas no canal 16.4 (TV Evangelizar).

O mesmo material também fica disponível no YouTube: canal TV Escola Curitiba.

O conteúdo inclui propostas da Educação Infantil e videoaulas do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental de matemática, língua portuguesa, robótica, geografia, educação física, arte, ciências, história, ensino religioso, literatura, direitos humanos e família, programa Linhas do Conhecimento, além da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

As aulas são elaboradas e ministradas pelas equipes de professores da Secretaria Municipal da Educação. O conteúdo foi desenvolvido com base no currículo da rede municipal, especialmente no material elaborado para 2021, os Cadernos Pedagógicos de Unidades Curriculares de Transição.

Para estudantes do 6º ao 9º ano do Fundamental, o material é produzido e disponibilizado pelo Governo do Estado do Paraná nos canais 7.2 e 7.3 (Aula Paraná).

Já as escolas particulares não precisam seguir a regra do município. Elas estão submetidas às determinações do Governo do Estado.

Grade semanal para 2021 na rede municipal

Segunda-feira: Língua Portuguesa, Matemática e Educação Física
Terça-feira: História, Arte, Direitos Humanos e Família ou Linhas do Conhecimento
Quarta-feira: Ensino Religioso, Geografia, Práticas da Educação Integral
Quinta-feira: Língua Portuguesa, Ciências, Educação Física
Sexta-feira: Matemática, Língua Portuguesa, Robótica
Sábado: Matemática (Adequação Metodológica), Língua Portuguesa (Adequação Metodológica) e Literatura

Kits de alimentação suplementar

A próxima entrega dos kits suplementares de alimentação e dos kits pedagógicos será feita a partir do dia 29/3. Todas as datas por regional e os detalhes serão divulgados em breve pela secretaria.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Instabilidade começa a se afastar, mas ainda há risco de temporais na região de Curitiba

As áreas de instabilidade que chegaram ao Paraná na última quinta-feira (14) começam a se afastar, mas ainda há previsão de temporais em alguns setores do estado. Segundo o Instituto Meteorológico Simepar, o fim de semana promete ainda ser úmido na metade leste, mas o risco de chuvas fortes diminui bastante a partir deste sábado (16).

Reprodução

O meteorologista Lizandro Jacóbsen explica que muitos raios ainda são esperados nesta sexta-feira. “A frente fria que evolui pelo Sul do país, somada pelas áreas de instabilidade presentes entre o Paraguai e o Mato Grosso do Sul, reforça a condição de tempo muito instável. Para o fim de semana, o sistema frontal se afasta”, explica.

Para algumas regiões, porém, como no caso da Região Metropolitana de Curitiba, chuvas ainda são esperadas de forma persistente, mas com instensidade bem mais fraca.

Na capital, a temperatura varia pouco e as máximas não passam dos 16°C.

A partir de terça-feira, a perspectiva é se sol na região.

Uber lança opção para pagar mais e ‘furar a fila’ em Curitiba

A Uber lançou nesta quinta-feira (14) uma modalidade que permite ao usuário pagar mais e furar a fila de espera para viagens. Chamado de Prioridade, o recurso é válido em Campinas (SP), Curitiba (PR) e Belém (PA).

A opção visa dar mais ganhos a motoristas e a possibilidade de embarques mais rápidos a usuários. A medida é anunciada em um momento de crise para os motoristas cadastrados. Além da alta nos combustíveis, outros custos de manutenção também encareceram a atividade.

As viagens com esse recurso custarão um pouco mais do que as do UberX, categoria mais barata do aplicativo, e neste momento acontecerão nas regiões centrais das cidades, onde a espera pelo embarque tem sido mais longa nas últimas semanas.

“Como acontece no fim do ano, e com a maior flexibilização das medidas restritivas de combate à Covid-19, a tendência é de que haja um aumento no número de solicitações de viagens e que o uso da plataforma seja ainda mais constante”, diz a empresa.

Usuários interessados devem acessar o aplicativo, colocar a partida e o destino e escolher a opção Prioridade. Não é preciso baixar um novo aplicativo. O horário de funcionamento não é fixo, acompanha a dinâmica de movimentação da cidade.

A Uber tenta dinamizar o app após reclamações de espera de passageiros e de má remuneração aos motoristas. Cerca de 1.600 deles foram excluídos da plataforma recentemente por cancelarem viagens após já as terem aceitado.

Há cerca de um mês, a empresa reajustou o repasse para o motorista em até 35% para viagens UberX, a categoria mais popular do aplicativo, na região metropolitana de São Paulo. Os ganhos dependem do horário e do local em que o motorista atua, segundo a empresa.