Em 11 dias, polícia do PR prende 452 pessoas e interdita 242 estabelecimentos

As forças de segurança pública do Paraná completam nesta quarta-feira, 10 de março, 11 dias de fiscalizações e outras ações de prevenção ao coronavírus no Estado. Desde o início de vigência do decreto estadual 6.983/2021, foram fiscalizados 5.444 estabelecimentos comerciais, sendo que 242 deles acabaram interditados. O balanço da Secretaria da Segurança Pública indica que 452 pessoas foram presas e 95 adolescentes apreendidos pelas equipes policiais.
As polícias dispersaram 1.955 aglomerações de pessoas. Nas ações com órgãos municipais foram lavradas 258 multas a pontos comerciais e outras 417 a pessoas que foram flagradas em desrespeito às medidas sanitárias.

As operações constantes e a intensificação de policiamento também resultaram em 20 armas de fogo e 144 equipamentos eletrônicos apreendidos. Nestes 11 dias, as polícias receberam 3.149 denúncias sobre violação das medidas sanitárias, sendo que 637 foram constatadas no período.

A estatística também aponta que na faixa de horário entre 7 horas de terça-feira (09) e 7 horas desta quarta-feira (10), houve 176 dispersões de aglomerações de pessoas, 202 denúncias relacionadas à Covid-19, das quais 68 foram constatadas ao final do atendimento.

Durante as abordagens e outras ações, as polícias encaminharam 32 adultos e seis adolescentes, além de apreenderem uma arma de fogo e seis veículos. Os trabalhos de Ação Integrada de Fiscalização Urbana (AIFU) resultaram em 33 pontos comerciais interditados e na lavratura de 37 multas ao comércio e 11 às pessoas que cometeram infrações.

CAPITAL – Os policiais promoveram operações constantes em Curitiba que resultaram em 233 pontos comerciais fiscalizados e 342 dispersões de aglomerações desde o início da vigência do decreto estadual e até esta quarta-feira.

Neste período, as equipes receberam 728 acionamentos sobre infrações ao decreto, sendo que 59 foram constatadas. A Ação Integrada de Fiscalização Urbana também foi aplicada na cidade e o trabalho rendeu 38 multas a pessoas e 86 a estabelecimentos comerciais, sendo que 11 pontos foram interditados.

PREVENIR – A presença policial nas ruas também preveniu crimes e promoveu prisões e apreensões. Nos 11 dias de vigência do decreto, mais de 31 quilos de drogas foram retirados de circulação, 47 veículos apreendidos e outros oito recuperados nas ações. Além disso, 74 foram conduzidas e sete adolescentes, apreendidos.

NORTE – Nos municípios do Norte e Norte Pioneiro, as forças policiais promoveram, no período, fiscalizações em 960 estabelecimentos comerciais, dos quais 15 foram interditados. Os órgãos municipais lavraram 33 multas ao comércio, conforme infrações constatadas pelos policiais militares durante as abordagens. Além disso, as equipes que reforçam as orientações e abordagens nas ruas dispersaram 517 aglomerações de pessoas.

Foram recebidos 907 chamados sobre situações de propagação do coronavírus, sendo que 52 foram constatadas. Foram apreendidas cinco armas de fogo, mais de 29 quilos de drogas e 25 veículos, além de 10 recuperados. Os policiais encaminharam 88 pessoas e apreenderam 53 adolescentes.

NOROESTE – A fiscalização nesta região já resultou em 55 pessoas encaminhadas e nove adolescentes apreendidos, além de 103 multas a pessoas e 27 a estabelecimentos. Os policiais abordaram 1.366 estabelecimentos comerciais, sendo que 14 foram interditados.

As unidades policiais desta região receberam 276 denúncias sobre infrações relacionadas às medidas sanitárias (202 foram constatadas), além de 519 dispersões de aglomerações de pessoas. Os policiais recuperaram dois veículos e apreenderam outros 27, quatro armas de fogo e 14 equipamentos eletrônicos.

CAMPOS GERAIS – Na região de Ponta Grossa, a atuação das unidades do 4º CRPM resultou em 157 pessoas conduzidas e 24 adolescentes apreendidos. De acordo com o balanço regional, 1.145 pontos comerciais foram fiscalizados (147 interditados) e 22 multas lavradas. As abordagens a pessoas renderam 63 multas.

Houve 394 denúncias, das quais 171 ocorrências foram constatadas. Também houve 185 dispersões de aglomerações. Foram flagrados outros crimes que culminaram na apreensão de 12 veículos, de cinco armas de fogo e de mais de três quilos de drogas.

OESTE – A região de fronteira e Oeste paranaense também receberam forte atuação das polícias. Com os reforços de viaturas e equipes, 210 aglomerações de pessoas foram dispersadas e 1.247 pontos comerciais fiscalizados. Houve apreensão de 21 veículos, três armas de fogo e recuperação de três veículos.

As operações, promovidas em parceria com os municípios, renderam 44 pontos comerciais interditados e 58 multas lavradas. As equipes também notificaram 99 pessoas.

RMC E LITORAL – Desde o início de vigência do decreto estadual até às 7 horas desta quarta-feira, 390 estabelecimentos comerciais foram fiscalizados e 169 aglomerações de pessoas foram dispersadas. As unidades receberam no período 648 denúncias, sendo que 41 foram constatadas. As ações policiais também resultaram em 17 encaminhamentos, uma arma de fogo e mais de dois quilos de drogas apreendidas.

Informações AEN PR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tarifa de ônibus em Campo Largo sofre reajuste e sobe R$ 0,75 centavos

A partir de segunda-feira, 10, a tarifa da passagem de ônibus, em Campo Largo, região metropolitana de Curitiba, sofreu reajuste de R$ 0,75 centavos. O valor do transporte interno subiu de R$ 3,50 para R$ 4,25.

Em live no Facebook, o prefeito de Campo Largo, Maurício Rivabem, afirmou que a passagem estava estagnada desde 2019. “A manutenção do sistema aumentou muito e houve a necessidade do reajuste. Em 2023 o contrato terminará e iremos fazer uma nova licitação. O sistema de Campo Largo é exemplo para os outros municípios, com um benefício aos moradores por não ser integrado”, afirmou.

“Diferente de outros municípios, aqui não há subsídio da Prefeitura para a empresa de ônibus, como em outros municípios vizinhos onde o subsídio atinge a casa dos milhões. Após muito diálogo, inclusive com a ajuda dos vereadores, houve negociação para que a tarifa pudesse ter o reajuste mais baixo possível”, complementou o prefeito.

As especificações do reajuste estão contidas no Decreto nº 134, de 05 de maio de 2021 e as novas tarifas são:

I – Linhas Urbanas: Prefeitura, Fábricas, Águas Claras, Partênope, Jardim Rondinha/Pompéia, Populares, Retiro, Francisco Gorski, Bateias, Veneza, Jardim Social, Campo do Meio, Ferrari, Itaqui, Rivabem, Miqueleto, Moradias Bom Jesus, Campina, São Caetano, Madrugueiro:
a) Valor da Tarifa: R$ 4,25;
b) Valor da Tarifa para titulares de cartão cidadão: R$ 4,15;
c) Valor da Tarifa para estudantes que se enquadrem nos requisitos fixados na legislação específica vigente: R$ 2,12.

II – Linha Ferraria – Centro de Campo Largo:
a) Valor da Tarifa: R$ 4,25;
b) Valor da Tarifa para titulares de cartão cidadão: R$ 4,15.
c) Valor da Tarifa para estudantes que se enquadrem nos requisitos fixados na legislação específica vigente: R$ 1,75.

III – Linhas do Interior: Troncal, Trabalhador, Itambézinho, Estudante:
a) Valor da Tarifa: R$ 7,50.

Informações Banda B

Fiscais fecham 16 estabelecimentos por desrespeito às medidas anticovid em Curitiba

Desde a última segunda-feira (3) até a noite desta quinta-feira (6), as equipes de fiscalização da Prefeitura, em parceria com o Governo do Estado, fiscalizaram 73 estabelecimentos em Ações Integradas de Fiscalização Urbana (Aifus). Percorrendo diferentes bairros, as equipes interditaram 16 estabelecimentos que descumpriam as medidas restritivas do Decreto 730/2021 e lavraram 28 autos de infração que somam R$ 335 mil em multas.

Foram encontradas irregularidades em bares, casas noturnas, tabacarias, restaurantes, distribuidoras de bebidas e boates, que haviam sido denunciados pela população.

Todos foram autuados e terão o direito de recorrer no processo administrativo.

Participam das Aifus equipes da Guarda Municipal, fiscais das secretarias municipais do Urbanismo e do Meio Ambiente, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Setran.

Dia das mães

Curitiba continua na bandeira laranja (nível médio de alerta para o novo coronavírus) e segue com as medidas restritivas para comércio e serviços na cidade. No entanto, neste domingo (9) em que será comemorado o Dia das Mães, há uma flexibilização de algumas atividades, como o comércio e restaurantes que poderão funcionar desde que seguindo rigorosamente os protocolos sanitários necessários para evitar a contaminação pelo novo coronavírus.

Jussara Policeno de Oliveira Carvalho, diretora de Fiscalização da Secretaria Municipal do Urbanismo, afirma que os fiscais estarão nos bairros para coibir excessos, evitar situações de aglomeração e garantir o distanciamento social e o uso obrigatório e correto de máscara (cobrindo boca e nariz) e do álcool em gel.

“O Comitê de Técnica e Ética Médica da Secretaria Municipal da Saúde abriu uma exceção para o Dia das Mães e algumas atividades poderão acontecer, mas dependem da responsabilidade de todos. As equipes estarão nas ruas para garantir que as atividades aconteçam sem colocar em risco a saúde pública”, diz Jussara.

Desde 5 de janeiro, quando entrou em vigor a Lei 15.799/2021, que responsabiliza e pune quem descumpre as medidas restritivas de enfrentamento à pandemia de covid-19, até esta sexta-feira (30/4), a força-tarefa da Prefeitura lavrou  994 autos de infração, em 2.448 fiscalizações realizadas com a participação dos fiscais da Secretaria Municipal do Urbanismo (nas Aifus e ações com a Guarda Municipal). Somados os autos ultrapassam R$ 10 milhões em multas.