Educadora física que perdeu grande parte da renda na pandemia ganha R$ 1 milhão no Nota Paraná

Esta quarta-feira (17) foi um dia especial para uma educadora física curitibana. Ela recebeu das mãos do secretário estadual da Fazenda, Renê Garcia Junior, o cheque de R$ 1 milhão – prêmio máximo do programa Nota Paraná, com o qual ela foi contemplada no sorteio deste mês, realizado na semana passada.

“Esse programa é muito importante como educação fiscal, mas também porque devolve ao cidadão parte do valor do imposto. Sempre pedi o CPF na nota e sempre utilizei meus créditos, e também já havia sido sorteada com o prêmio menor de R$ 10 umas três vezes. Mas por um R$ 1 milhão eu não esperava, foi uma surpresa”, conta.

A pandemia de Covid-19 havia dificultado a vida profissional dela com o cancelamento de aulas e, consequentemente, diminuição da renda mensal. “Alguns alunos foram muito bacanas e tiveram condições de continuar pagando para ter aulas online, mas muitos desistiram. Tivemos que renegociar aluguel do espaço e também o financiamento do apartamento onde vivo com meu marido”, disse.

A ganhadora contou que esse foi um período de muita tensão. ”Na minha carreira não existe a possibilidade de entrar num projeto ou uma empreitada que possa render R$ 200 mil, R$ 300 mil, como pode acontecer, por exemplo, com muitos advogados ou arquitetos. Então eu nunca tinha nem visto tanto dinheiro. Mas com esse milhão do Nota, agora podemos ficar mais tranquilos”, comemorou.

Ela também vai ajudar a mãe a quitar um imóvel em Campo Grande (MS) e, mesmo com o prêmio, ela não pensa em parar de trabalhar. “Seguirei na minha profissão, trabalhando. Afinal, é o que gosto de fazer”.

Milionários

O secretário Garcia Junior falou sobre a importância do programa para que a população seja estimulada a atuar como fiscal dos estabelecimentos e que todos, consequentemente, emitam a nota fiscal e recolham os impostos. Ressaltou também a relevância do prêmio máximo de R$ 1 milhão, que passou a ser entregue mensalmente há exatamente um ano, em março de 2020. “A ideia é mudar a vida das pessoas para valer. Em um ano, já fizemos 12 novos milionários no Paraná”, disse.

No total, são sorteados R$ 2 milhões por mês aos cidadãos. Há também premiações de R$ 200 mil, R$ 10 mil e R$ 10. São sorteados, ainda, R$ 2,2 milhões para instituições cadastradas que recebem doações de notas fiscais.

Para participar dos sorteios basta acessar o sistema e aderir ao regulamento, no perfil do cadastro no site http://www.notaparana.pr.gov.br. Ao solicitar o CPF na nota o contribuinte ganhará um bilhete eletrônico pela primeira compra e mais um bilhete a cada R$ 200, cumulativamente.

Todos os sorteios são auditados por uma consultoria independente, de acordo com as regras estabelecidas pela legislação vigente.

Informações AEN PR

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Motociata de Bolsonaro no Paraná deve acontecer no dia 25 de setembro

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido), fará uma nova “motociata” no Paraná no dia 25 de setembro. O “passeio” terá início no município Piraí do Sul e deve seguir até Ponta Grossa.

O evento foi anunciado, nesta quarta-feira (15), pelo deputado Ricardo Barros (PP-PR), líder do Governo na Câmara, por meio do Twitter.

Reprodução

PM lança edital de ingresso no curso de formação de oficiais para policial e bombeiro militar

A Polícia Militar abriu as inscrições para o concurso público de ingresso ao Curso de Formação de Oficiais (CFO) turma 2022. São 60 vagas para cadete policial militar (seis para candidatos afrodescendentes) e 10 vagas para cadete bombeiro militar (uma para candidatos afrodescendentes). Os interessados podem fazer a inscrição até as 12h do dia 10 de novembro. Confira o link do Edital.

Os candidatos devem ler atentamente o que prevê o edital e verificar os pré-requisitos básicos para concorrer às vagas. As inscrições devem ser feitas pela internet, no site do Núcleo de Concursos da Universidade Federal do Paraná, mediante o preenchimento do formulário de inscrição, e serão consolidadas com o pagamento da taxa, ou após a homologação da isenção dessa taxa (ver critérios no edital).

A SELEÇÃO – O processo seletivo será feito em duas etapas, sendo a primeira com a UFPR e a segunda com a Academia Policial Militar do Guatupê (APMG). A primeira etapa, de caráter eliminatório e classificatório, consiste provas de Conhecimentos Gerais e de Compreensão e Produção de Textos, em fase única, para avaliar o domínio dos conteúdos das disciplinas do Ensino Médio, as capacidades de articular ideias com clareza, de relacionar e interpretar fatos e dados e de raciocinar de maneira lógica.

Na segunda etapa, os candidatos serão submetidos às Provas de Habilidades Específicas (PHE) no âmbito da PMPR, reguladas por edital. As PHE, de caráter eliminatório, serão compostas pelas seguintes fases: Investigação Social (IS), Avaliação Psicológica (AP), Exame da Capacidade Física (ECAFI) e Exame de Sanidade Física (ESAFI).

CFO – O curso, oferecido pela Escola de Formação de Oficiais (EsFO), é disponibilizado todos os anos pela UFPR. As disciplinas fundamentais estão ligadas diretamente à vida militar, buscando adaptar os cadetes para o melhor cumprimento da sua atividade como policial militar e bombeiro militar. São diversos segmentos do direito, uso correto de armas de fogo, psicologia, estatística, educação física, direitos humanos e policiamento comunitário, além de técnicas de salvamento e prevenção de incêndios, entre outras.

DURAÇÃO – O curso tem duração de três anos e, no 1º ano, o cadete recebe um subsídio de R$ 3.277,88. No 2º ano o valor é de R$ 3.671,24 e, no 3º ano, de R$ 4.221,93. Ao concluir o 3º ano o cadete é declarado Aspirante à Oficial com subsídio no valor de R$ 7.211,35. Após o período de estágio probatório, estará apto a ser promovido ao posto de 2º tenente, com subsídio de R$ 9.735,33.