Educação oferece cursos de TI para alunos da rede estadual

De olho no crescimento do mercado de tecnologia da informação (TI), a Secretaria de Estado da Educação e do Esporte (Seed-PR) oferece aos alunos da rede estadual uma oportunidade para que possam ingressar nessa área. Por meio do programa EduTech, estão abertas 150 mil vagas em cursos de programação para os estudantes tanto do Ensino Médio quanto do Ensino Fundamental. As inscrições vão até esta sexta-feira (12). Até esta terça-feira (09), 50 mil vagas já foram preenchidas.

“Esse é um projeto que nos dá grande orgulho. Por isso, decidimos ampliá-lo em 2021. Além de conhecimento, proporciona condições para nossos alunos trilharem uma carreira no futuro em um mercado que cada vez mais busca esses profissionais”, afirmou Renato Feder, secretário da Educação e do Esporte.

Para Adriano Krzyuy, presidente da Assespro-Paraná (Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação), o setor de TI vem sendo visto cada vez mais como estratégico. “É importante, portanto, que nós produzamos tecnologia, não ficando apenas como consumidores”, disse. Ele relata que o cenário é otimista para a oferta de vagas na área, uma vez que outros segmentos da economia têm muita demanda tecnológica. “Os demais setores ficaram ainda mais dependentes da TI. Houve impacto no home office, delivery, varejo. O agronegócio e a indústria também continuam investindo fortemente em tecnologia. Ou seja, o setor de TI é fortemente demandado pelos demais. Então, há uma grande oferta de vagas para essa área”, afirmou.

Um estudo da IDC Brasil (International Data Corporation Pesquisa de Mercado e Consultoria Ltda) respalda a previsão de expansão do mercado. O órgão estima que o segmento de TI deve crescer 11% este ano e que o mercado corporativo, que inclui software, hardware e serviços, terá um crescimento de 10%. A previsão faz parte do estudo IDC Predictions, que antecipa tendências do mercado.

CRESCIMENTO SALARIAL — Somente em 2018, a receita bruta do ramo de serviços em TI foi de R$ 167 bilhões, segundo o Insights Report de dezembro de 2020, boletim informativo produzido pela Assespro-Paraná em parceria com a UFPR (Universidade Federal do Paraná). Naquele ano, mais de 65 mil empresas do setor empregaram cerca de 577 mil pessoas no Brasil.

O salário desses profissionais, nos últimos anos, foi superior e teve maior crescimento em relação a outras áreas da economia. No Brasil, entre 2009 e 2019, o salário médio no ramo de serviços em TI aumentou em 17%, enquanto o crescimento do total dos setores da economia foi de 12%, ainda de acordo com dados do Insights Report. Além disso, a remuneração no ramo de serviços em TI foi superior à média dos setores da economia em 77% no Brasil e, no Paraná, em 42%.

Essa remuneração pode partir de R$ 2,9 mil para nível júnior e chegar a R$ 10 mil para nível sênior, de acordo com a Pesquisa Salarial de Programadores Brasileiros, realizada pelo canal Código Fonte TV. Profissionais qualificados para uma vaga sênior, no entanto, não são numerosos no mercado. “Muitas vezes, existe a demanda por profissionais, mas não há candidatos com a qualificação mínima, dependendo da posição”, informou o presidente da Assespro-Paraná, Adriano Krzyuy. “Às vezes, precisa-se de uma mão de obra qualificada para uma tecnologia específica, em áreas que evoluem muito rápido, como machine learning, big data ou blockchain. Então, é preciso existir um incentivo para termos mais iniciantes na área de TI, mas eles precisam se especializar, porque a demanda é crescente”, disse Krzyuy. “E um programa como esse [EduTech], que incentiva milhares de jovens a vir para o setor, com certeza demonstra que como TI é um setor estratégico”.

EDUTECH — O programa, lançado pela Secretaria de Estado da Educação e do Esporte, tem 150 mil vagas abertas para cursos gratuitos de programação, games e animação, destinados a estudantes dos ensinos Fundamental e Médio da rede estadual. As aulas acontecerão remotamente, via Google Classroom, com um professor de programação como tutor de cada turma virtual. Elas têm início em 22 de março e se encerram junto com o fim do ano letivo. As inscrições estão abertas e podem ser feitas até 12 de março na página educacao.pr.gov.br/programacao.

Veja as trilhas de ensino para cada série.

Informações AEN PR.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Motociata de Bolsonaro no Paraná deve acontecer no dia 25 de setembro

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido), fará uma nova “motociata” no Paraná no dia 25 de setembro. O “passeio” terá início no município Piraí do Sul e deve seguir até Ponta Grossa.

O evento foi anunciado, nesta quarta-feira (15), pelo deputado Ricardo Barros (PP-PR), líder do Governo na Câmara, por meio do Twitter.

Reprodução

PM lança edital de ingresso no curso de formação de oficiais para policial e bombeiro militar

A Polícia Militar abriu as inscrições para o concurso público de ingresso ao Curso de Formação de Oficiais (CFO) turma 2022. São 60 vagas para cadete policial militar (seis para candidatos afrodescendentes) e 10 vagas para cadete bombeiro militar (uma para candidatos afrodescendentes). Os interessados podem fazer a inscrição até as 12h do dia 10 de novembro. Confira o link do Edital.

Os candidatos devem ler atentamente o que prevê o edital e verificar os pré-requisitos básicos para concorrer às vagas. As inscrições devem ser feitas pela internet, no site do Núcleo de Concursos da Universidade Federal do Paraná, mediante o preenchimento do formulário de inscrição, e serão consolidadas com o pagamento da taxa, ou após a homologação da isenção dessa taxa (ver critérios no edital).

A SELEÇÃO – O processo seletivo será feito em duas etapas, sendo a primeira com a UFPR e a segunda com a Academia Policial Militar do Guatupê (APMG). A primeira etapa, de caráter eliminatório e classificatório, consiste provas de Conhecimentos Gerais e de Compreensão e Produção de Textos, em fase única, para avaliar o domínio dos conteúdos das disciplinas do Ensino Médio, as capacidades de articular ideias com clareza, de relacionar e interpretar fatos e dados e de raciocinar de maneira lógica.

Na segunda etapa, os candidatos serão submetidos às Provas de Habilidades Específicas (PHE) no âmbito da PMPR, reguladas por edital. As PHE, de caráter eliminatório, serão compostas pelas seguintes fases: Investigação Social (IS), Avaliação Psicológica (AP), Exame da Capacidade Física (ECAFI) e Exame de Sanidade Física (ESAFI).

CFO – O curso, oferecido pela Escola de Formação de Oficiais (EsFO), é disponibilizado todos os anos pela UFPR. As disciplinas fundamentais estão ligadas diretamente à vida militar, buscando adaptar os cadetes para o melhor cumprimento da sua atividade como policial militar e bombeiro militar. São diversos segmentos do direito, uso correto de armas de fogo, psicologia, estatística, educação física, direitos humanos e policiamento comunitário, além de técnicas de salvamento e prevenção de incêndios, entre outras.

DURAÇÃO – O curso tem duração de três anos e, no 1º ano, o cadete recebe um subsídio de R$ 3.277,88. No 2º ano o valor é de R$ 3.671,24 e, no 3º ano, de R$ 4.221,93. Ao concluir o 3º ano o cadete é declarado Aspirante à Oficial com subsídio no valor de R$ 7.211,35. Após o período de estágio probatório, estará apto a ser promovido ao posto de 2º tenente, com subsídio de R$ 9.735,33.