Defesa Civil e hospitais se organizam para enfrentar situações de emergência

Simulado de emergência (incêndio) do Hospital São Vicente com transferência de pacientes entre hospitais. Curitiba,19/07/2022. Foto: Ricardo Marajó/SMCS

Um simulado de emergência organizado pela Defesa Civil de Curitiba mobilizou a região central na manhã desta terça-feira (19/7). Caminhões do Corpo de Bombeiros, ambulâncias do Samu e viaturas da Guarda Municipal e da Superintendência de Trânsito (Setran) ocuparam as imediações dos hospitais São Vicente e Cruz Vermelha, locais escolhidos para o simulado, na Rua Vicente Machado.

Foi simulada uma situação de incêndio no Hospital São Vicente, com remoção das vítimas para o Cruz Vermelha. A ação faz parte do Plano de Auxílio Mútuo dos Hospitais (PAM Hospitais), que foi criado em 2019 e conta com 26 hospitais cadastrados.

Segundo o coordenador da Defesa Civil, Nelson Ribeiro, essa é a primeira vez que a ação é feita de forma simultânea em dois hospitais.

“Este é um trabalho para que, em uma situação real, nós possamos mobilizar toda uma estrutura de apoio e dar suporte ao hospital atingido por um incêndio ou qualquer outra emergência. Desde o apoio no local do acidente até o remanejamento das vítimas. É importante que os hospitais conheçam qual é a estrutura existente para apoiá-los em uma situação de crise”, diz o coordenador.

 

Mobilização

Uma grande estrutura foi organizada pela Prefeitura para a execução do exercício simulado. Durante a manhã, uma das pistas da Rua Vicente Machado foi bloqueada, entre as ruas Brigadeiro Franco e Visconde do Rio Branco.

Os estacionamentos regulamentados (EstaR) também foram desativados nesse trecho para que as viaturas de resgate pudessem parar próximas ao local do exercício.

Na simulação, “pacientes” em diferentes graus de risco (leve, moderado e grave) foram resgatados do São Vicente e transportados para o Cruz Vermelha. Durante o trajeto, batedores da Guarda Municipal e da Setran fizeram a escolta da ambulância e o bloqueio do trânsito durante o translado que levou menos de três minutos.

Segundo o guarda municipal Rodrigo Alípio, que integra a equipe da Defesa Civil e organizou o simulado, o objetivo inicial foi atingido com êxito.

“Com planejamento, conseguimos mobilizar dois grandes hospitais de Curitiba e suas brigadas de incêndio, como também todos os órgãos responsáveis pelo atendimento desse tipo de emergência. Agora vamos avaliar ponto a ponto e fazer as adequações necessárias para aprimorar o trabalho”, explica Alípio.

Cidade Resiliente

O secretário municipal de Defesa Social e Trânsito, Péricles de Matos, explica que a cidade de Curitiba é pioneira em ações de prevenção a desastres.

“Curitiba se destaca no cenário internacional, está entre as principais cidades do mundo pela capacidade de resiliência, de antecipar e prever cenários de risco e empreender ações e tecnologias para salvar vidas”, afirma Matos.

Como um exemplo de boas práticas,o primeiro simulado do PAM Hospitais de Curitiba atraiu diferentes instituições que foram acompanhar de perto a iniciativa inédita na capital.

Além de representantes de diferentes hospitais, o simulado foi acompanhado também pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, que encaminhou uma equipe de Brasília para registrar a ação que poderá servir de modelo para outros estados.

A Defesa Civil da cidade de Blumenau (SC) e representantes da Faculdade Uniensino também acompanharam.

LEIA MAIS

Veja a matéria no site da Prefeitura de Curitiba

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Curitiba recebe edição do Vinho na Vila em agosto

Pelo sexto ano consecutivo, o evento Vinho na Vila abre as portas à valorização da produção nacional de vinhos. E o local escolhido para sede na capital paranaense é o Souq. O evento acontece nos dias 20 e 21 de agosto, e conta também com muito MPB e DJ Lounge, comidinhas e queijos artesanais, além de aulas com vinhos premiados no Brasil e no mundo.

Curitiba é uma das cidades mais fortes no cenário gastronômico, depois de São Paulo. Em 2018, tivemos uma primeira edição de sucesso na Ópera de Arame, e esse ano a gente elegeu quatro cidades que consideramos que tinham a ver com os novos terroirs do Brasil, e o Paraná nesse sentido está despontando muito, com excelentes vinícolas. Então, foi uma escolha mais do que natural trazer o Vinho na Vila para Curitiba, apostando que o público aprecie os vinhos paranaenses e do Brasil”, afirma Larissa Fin, criadora e curadora do evento.

A edição Curitiba traz 20 Vinícolas e mais de 200 rótulos. Entre as já confirmadas, estão as paranaenses: Carnasciali (Apucarana), Sanber (Bituruna), Vinícola Araucária (São José dos Pinhais), Legado (Campo Largo) e Cave Colina da Pedra (Piraquara). Já entre os nomes nacionais, estão as vinícolas: Buffon, Cave Antiga, Dunamis, Tenuta Foppa e Ambrosi, Fin e Casa Vitis, entre outras premiadas. O evento também conta com variedades de queijos produzidos no Paraná, para o público conhecer mais sobre todas as vertentes de harmonização de vinhos, coquetéis e alimentos.

Outro ponto-chave do evento são os workshops no Espaço gratuito do SEBRAE de harmonização de vinhos brasileiros com vinícolas regionais e com chefs especializados em comida brasileira.

IMG_2549 (1).jpg

A curadoria local do evento é de Daniele Lopez, curitibana, sommeliére e apresentadora do programa Vino e Vinho. Daniele também encabeça um projeto de enoturismo no estado, com objetivo de incentivar o conhecimento, a produção e consumo dos vinhos locais. “Este é um evento de renome nacional, que começou em 2016, assinado pela gaúcha Larissa Fin, para destacar os vinhos brasileiros. Com muita coragem, chegou a Curitiba e me escolheu para continuar essa história, em 2018 e agora em 2022. É uma honra representar e fazer a curadoria de Curitiba, mostrar que aumentamos o consumo de vinhos brasileiros e ganhamos o mercado em restaurantes, adegas, etc. Esse índice pode aumentar ainda mais, sobretudo pelo público que atingimos. As mulheres já são fiéis consumidoras do vinho rosé, que hoje é o queridinho do mercado brasileiro”, comenta Daniele Lopez.

Outra presença confirmada é de Sílvia Mascella Rosa, sommeliére, bartender e jornalista especializada em alimentos, bebidas, enoturismo e negócios do vinho há mais de duas décadas. Foi editora e degustadora da Revista ADEGA e também sommeliére do Instituto Brasileiro da Uva e do Vinho e de restaurantes e vinícolas, para as quais ainda presta consultoria.

O evento é único em sua proposta, pois tem como foco as vinícolas nacionais, apresentando produtores pouco conhecidos do grande público. Além disso, desmistifica o mundo do vinho, levando esta cultura milenar para um ambiente informal, alegre e jovem. O Vinho na Vila – Etapa Curitiba conta também com a diversidade gastronômica do Souq, que reúne opções de comida asiática, francesa, italiana, mexicana, além de itens como hambúrgueres, batatas, churrasco e doces.

IDEALIZAÇÃO E PRODUÇÃO: Casa Vitis. Patrocínio: SEBRAE 50+50. Apoio Revista Adega e Bacchus.

Serviço

Vinho na Vila

Local: Souq Curitiba – Av. Iguaçu, 4399 – Vila Izabel

Horário das sessões – das 10:00 às 21h, conforme abaixo:

Sábado e Domingo:

Feira de vinhos brasileiros 

Horários: sábado e domingo, em três sessões:

11h às 14h

14h30 às 17h30

18h às 21h

Preço: a partir de R$ 110,00

Acesse o site e adquira já o ingresso para o Vinho na Vila: vinhonavila.com.br

Todos os ingressos incluem: degustação de todos os rótulos, taça de cristal e ecobag personalizada do evento.

Mais informações: https://vinhonavila.com.br

Unicentro abre seleção para tutores em Curitiba

A Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro) está com edital aberto até o dia 26 de agosto para seleção de tutores em Curitiba, sendo uma vaga para tutor no polo de apoio presencial à Educação a Distância da cidade no Curso de Especialização em Libras.

Dentre outras funções, o tutor deve apoiar o professor da disciplina no desenvolvimento das atividades discentes, manter contato permanente com os alunos, ajudar na avaliação dos estudantes, participar das atividades de formação, etc. A dedicação deve ser de 20h semanais, com bolsa auxílio mensal no valor de R$ 765.

Os requisitos exigidos para atuação como tutor nesta especialização são: graduação (licenciatura) em Letras ou Pedagogia; pós-graduação Lato Sensu ou Stricto Sensu e ter experiência mínima de um ano de docência no ensino básico ou um ano de experiência na docência no ensino superior. 

O processo de seleção conta com três fases, sendo duas delas on-line com duração de 40 minutos. Caso atinjam a pontuação mínima de 60 pontos, os candidatos avançam para a última etapa que é a entrevista (também online) entre os dias 19 e 21 de setembro. O resultado final do processo será divulgado a partir do dia 22 de setembro.

Serviço

Inscrições: Até 26 de agosto;

Requisitos mínimos: graduação em geografia (licenciatura ou bacharelado); pós-graduação e atuação de no mínimo um ano de docência no ensino básico ou superior;

Formas de avaliação:  avaliações e entrevista online;

Resultado final: a partir de 30 de setembro

Íntegra do edital: Nº 022/2022 – NEAD/ UAB/MEC