Decreto de Curitiba serve de base para ações de controle da pandemia na Região Metropolitana

Em reunião por videoconferência realizada nesta segunda-feira (15), a Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Curitiba (Assomec) aprovou uma minuta de decreto que deve servir de base para todos os municípios da Grande Curitiba ampliarem as restrições neste momento de agravamento da covid-19.

A base do documento é o decreto municipal nº 565/2021, que entrou em vigor no último sábado (13). A tendência é a de que os municípios façam os ajustes necessários de acordo com a realidade de cada cidade.

 “Somos uma cidade só e precisamos ter responsabilidade comum”, destacou o prefeito Rafael Greca, que é presidente da Assomec. “Por isso, rogo a todos os meus colegas prefeitos da Grande Curitiba que adotem as medidas restritivas estabelecidas pela capital.”

Apesar de reconhecer que o remédio é amargo, o prefeito avalia que quanto mais alinhadas estiverem as ações da Região Metropolitana melhores serão os resultados no combate à pandemia. “Não tem sentido uma cidade restringir atividades e outras deixarem livre. Aí o vírus vai continuar circulando”, disse o prefeito.

“Se tivermos êxito em frear a propagação do vírus, todos colheremos os resultados positivos mais rapidamente e mais rapidamente poderemos voltar à normalidade nas cidades. Será uma demonstração de amor à vida e ao nosso povo”, afirmou.

Greca lembrou que o prefeito reeleito de Campo Largo, Marcelo Puppi, morreu em decorrência da covid-19, num exemplo claro e próximo da gravidade da doença. Maurício Rivabem, que assumiu no lugar de Puppi, apoia medidas integradas. 

O encontro por videoconferência teve a participação de prefeitos, secretários e representantes de 29 municípios da RMC, bem como do vice-prefeito Eduardo Pimentel; da secretária municipal de Saúde, Márcia Huçulak; da assessora especial do gabinete do Prefeito de Curitiba, Cibele Fernandes Dias; do deputado federal Ricardo Barros, líder do governo federal na Câmara; do médico Vinicius Filipak, diretor-geral da Secretaria Estadual da Saúde (Sesa); e da médica Acácia Maria Lourenço Francisco Nasr, coordenadora de Vigilância Epidemiológica da Sesa.

Reunião online no Salão Brasil na Prefeitura de Curitiba para definir ações de Curitiba e da região metropolitana para enfrentamento da Covid-19. Cibele Dias e o vice-prefeito Eduardo Pimentel representaram o prefeito Rafael Greca na reunião, que participou online – Curitiba, 15/03/2021 – Foto Daniel Castellano / SMCS

“Todos estamos unidos e agradeço a sensibilidade dos prefeitos da RMC de apoiar as medidas restritivas fundamentais para salvarmos vidas”, disse Pimentel, que é coordenador municipal de Ações Integradas com a Região Metropolitana de Curitiba.

A expectativa é de que as prefeituras da RMC publiquem seus decretos ainda nesta segunda-feira (15).

Mais recursos

Convidado a participar do encontro on-line da Assomec, o deputado federal Ricardo Barros se colocou à disposição dos prefeitos da RMC para levar suas demandas para o governo federal. Ele afirmou ainda que está trabalhando para reeditar o decreto de calamidade pública, aprovado pelo Congresso no ano passado, para garantir mais recursos emergenciais para a saúde. “Assim, teremos mais recursos para ampliarmos a oferta de enfermarias, UTIs  e insumos no combate à pandemia”, previu o líder do governo na Câmara de Deputados.

Participaram da reunião por videoconferência os prefeitos Helder Lazarotto (Colombo), Luiz Antônio Biscaia (Mandirituba), Nassib Hammad (Fazenda Rio Grande), Gerson Colodel (Almirante Tamandaré, que coordenou o encontro), Claudio Casagrande (Campo Magro), Everton Vizentin (Campo do Tenente), Josima Fróes (Piraquara), Neneu Artigas (Itaperuçu), Jesse Zoellner (Agudos do Sul), Maicon Grosskoff (Piên), José Moreira (Tijucas do Sul), Marcos Zanetti (Balsa Nova), José Moura (Quitandinha), Karime Fayad (Rio Branco do Sul), Maurício Rivabem (Campo Largo), Patrick Magari (Cerro Azul), Margarida Singer (São José dos Pinhais), James Valério (Rio Negro) e Bihl Zanetti (Campina Grande do sul) . Também acompanharam  secretários e técnicos de Dr Ulysses, Bocaiúva do sul, Pinhais, Contenda, Quatro Barras, Tunas do Paraná, Araucária e Adrianópolis.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil tem 145 milhões de vacinados com ao menos uma dose contra Covid-19

A quantidade de vacinados com duas doses ou dose única de vacinas contra a covid-19 no Brasil chegou nesta segunda-feira, 27, a 87.436.784, o que corresponde 40,99% da população. Enquanto isso, 145.005.445 pessoas, o equivalente a 67,98% do total, receberam ao menos uma dose.

Nas últimas 24 horas, o País registrou a aplicação de 1.274.474 doses de vacinas contra a covid-19. Foram administradas 468.526 primeiras doses, 742.328 segundas doses, 1.752 doses únicas e 61 868 terceiras doses. Os dados são reunidos pelo consórcio de veículos de imprensa junto a secretarias de 26 Estados e Distrito Federal.

Proporcionalmente, São Paulo segue como o Estado que mais vacinou com primeira dose, com 78,70% dos habitantes parcialmente imunizados contra a covid-19. Já o Mato Grosso do Sul tem a maior porcentagem da população completamente vacinada: 55,94% do total. São Paulo está logo atrás, com 54,63%.

Covid: cerca de 86,5 mil pessoas são esperadas para a 2ª dose nos próximos dias

Nos próximos dias, cerca de 86,5 mil moradores de Curitiba que receberam a primeira dose da vacina anticovid são esperados nos pontos de vacinação para completar o ciclo de imunização com a segunda dose.

As pessoas que foram chamadas para antecipar a segunda dose da Pfizer no último sábado (25/9), e não puderam comparecer, terão uma nova oportunidade durante essa semana, num cronograma escalonado pela Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba (veja a seguir). 

Nova antecipação

Além disso, a Secretaria Municipal da Saúde está realizando a antecipação da segunda dose de Pfizer para dois novos grupos. Quem recebeu a primeira dose de Pfizer entre os dias 26 a 31 de julho, poderá completar a imunização com a segunda dose na quinta-feira (30/9) – originalmente seria apenas entre 18 e 25 de outubro)

E aqueles que tomaram a primeira dose de Pfizer em 2 de agosto também terão sua segunda dose antecipada para sexta-feira (1/10) – originalmente seria apenas em 26/10.

A ação é para atender a recomendação do Ministério da Saúde de redução do intervalo entre as doses do imunizante da Pfizer para atingir o intervalo de oito semanas entre as doses. 

As pessoas contempladas com antecipação estão sendo convocados por mensagem pelo aplicativo Saúde Já, que deverá ser apresentada na hora da vacinação.

Como consultar o dia da segunda dose

Pelo aplicativo:
1 – Abrir o aplicativo no celular;
2 – Clicar em “Carteira de Vacinação”;
3 – Visualizar a data que aparece em Próximas Vacinas;
4 – Procurar um dos pontos de vacinação da cidade que estejam abertos nesse dia.

Pelo site:
1 – Abrir www.saudeja.curitiba.pr.gov.br;
2 – Clicar em “Vacinação”;
3 – Visualizar a data que aparece em Próximas Vacinas;
4 – Procurar um dos pontos de vacinação da cidade que estejam abertos nesse dia.

Repescagem contínua

A partir desta terça-feira (28/9), a Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba reabre as repescagens contínuas, ou seja, para todos as pessoas que já foram convocadas até 24/9 e ainda não compareceram.

Podem se vacinar na repescagem contínua com a primeira dose pessoas com 18 anos ou mais, gestantes e puérperas (mães que tiveram bebês há 45 dias) com 12 anos ou mais, adolescentes com 12 anos ou mais com deficiência permanente ou comorbidade. Além disso, podem se vacinar com segunda dose todos que já foram convocados até 24/9 e ainda não compareceram.

A dose de reforço também estará disponível para quem tem 70 anos ou mais e se vacinou com a segunda dose há 180 dias ou mais. Também são contemplados imunossuprimidos que já completaram 28 dias ou mais da segunda dose.

As pessoas que têm direito à dose de reforço receberam uma mensagem de “pop-up” com a convocação no aplicativo Saúde Já Curitiba. Esta mensagem deve ser mostrada no momento da vacinação.

*Cronograma da semana para segunda dose*

Terça-feira (28/9)

– Astrazeneca: aplicação de segunda dose para vacinados com a primeira dose nos dias 3 e 5 de julho.

– Coronavac : aplicação de segunda dose para vacinados com a primeira dose nos dias 31/8, 1/9 e 2/9.

– Pfizer: aplicação de segunda dose para vacinados com a primeira dose no dia 10/7 e que não puderam comparecer no último sábado 25/10, data do mutirão de antecipação.

Quarta-feira (29/9)

– Astrazeneca: aplicação de segunda dose para vacinados com a primeira dose no dia 6 de julho.

– Coronavac : aplicação de segunda dose para vacinados com a primeira dose nos dias 3/9 e 4/9.

– Pfizer: não há agenda para aplicação de segunda dose de Pfizer para esta data.

Quinta-feira (30/9)

– Astrazeneca: aplicação de segunda dose para vacinados com a primeira dose nos dias 7 e 8 de julho.

– Coronavac: não há agenda para aplicação de segunda dose de Coronavac para esta data.

– Pfizer: aplicação de segunda dose para vacinados com a primeira dose no dia 12 a 24 de julho e que não puderam comparecer no último sábado 25/10, data do mutirão de antecipação. Além disso, antecipação de novo grupo para segunda dose de Pfizer, de pessoas vacinadas com a primeira dose de 26 a 31 de julho.

Sexta-feira (1/10)

– Astrazeneca: aplicação de segunda dose para vacinados com a primeira dose no dia 9 de julho.

– Coronavac: não há agenda para aplicação de segunda dose de Coronavac para esta data.

– Pfizer: antecipação de novo grupo para segunda dose de Pfizer de pessoas vacinadas com a primeira dose no dia 2/8.

Locais de vacinação

Das 8h às 17h

1 – US Ouvidor Pardinho 

Rua 24 de Maio, 807 – Praça Ouvidor Pardinho

2 – Centro de Referência, esportes e atividade física 

Rua Augusto de Mari, 2.150 – Guaíra

3 – US Salvador Allende 

Rua Celeste Tortato Gabardo, 1.712 – Sítio Cercado

4 – US Parigot de Souza 

Rua João Eloy de Souza, 111 – Sítio Cercado

5 – US Vila Diana 

Rua René Descartes, 537 – Abranches

6 – Centro de Esporte e Lazer Avelino Vieira 

Rua Guilherme Ihlenfeldt, 233 – Bacacheri

7 – US Bairro Alto 

Rua Jornalista Alceu Chichorro, 314 – Bairro Alto

8 – US Santa Efigênia 

Rua Voltaire, 139  – Barreirinha

9 – US Atuba 

Rua Rio Pelotas, 820 – Bairro Alto

10 – US Tarumã 

Rua José Veríssimo, 1352 – Bairro Alto

11 – US Abranches 

Rua Aldo Pinheiro, 60 – Abranches

12 – US Jardim Paranaense 

Rua Pedro Nabosne, 57 – Alto Boqueirão

13 – US Visitação 

Rua Dr. Bley Zornig, 3136 – Boqueirão

14 – US Camargo 

Rua Pedro Violani, 364 – Cajuru

15 – US Uberaba 

Rua Cap. Leônidas Marques, 1392 – Uberaba

16 – Clube da Gente CIC 

Rua Hilda Cadilhe de Oliveira, nº 700

17 – US Oswaldo Cruz 

Rua Pedro Gusso, 3749 – Cidade Industrial

18 – US Vila Feliz 

Rua Pedro Gusso, 866 – Novo Mundo

19 – US Aurora 

Rua Theofhilo Mansur, 500 – Novo Mundo

20 – US Pinheiros 

Rua Joanna Emma Dalpozzo Zardo, 370 – Santa Felicidade

21 – US Orleans 

Av. Ver. Toaldo Túlio, 4.577 – Orleans

22 – US Campina do Siqueira 

Rua General Mário Tourinho, 1684 – Campina do Siqueira

23 – US Butiatuvinha

Avenida Manoel Ribas, 8640 – Butiatuvinha

24 – US São Braz

Rua Antonio Escorsin, 1960 – São Braz

25 – Rua da Cidadania do Tatuquara 

Rua Olivardo Konoroski Bueno, s/n

26 – Rua da Cidadania do Fazendinha 

Rua Carlos Klemtz, 1.700

27 – US Santa Quitéria 2 

Rua Bocaíuva, 310 – Santa Quitéria