Da China aos EUA, os olhos voltam-se de novo para Curitiba – Artigo de Rafael Greca

Texto feito pelo prefeito Rafael Greca

Prefeito Rafael Greca.
Curitiba, 01/02/2017.
Foto: Pedro Ribas/SMCS

Inovar sempre foi uma característica de Curitiba. A cidade – que pensou uma urbanização de vanguarda em 1943 (com o Plano Agache, do francês Alfred Agache) e a modernizaria em 1965, com Jorge Wilheim – sempre esteve adiante com ideias que inovaram na mobilidade e na urbanização, sem contar no mundo acadêmico e tecnológico.

Esta visão de futuro, que atraiu por anos milhares de estudiosos e lideranças, está sendo resgatada. E Curitiba está fazendo com que o mundo volte seus olhos para cá, para capital da Luz dos Pinhais.  A nossa capital passou por um período de penumbra, com a falta de criatividade e de falta de iniciativa e diplomacia da gestão anterior –  agora está retomando com muito trabalho o espaço que sempre teve no cenário mundial.

O foco de vender Curitiba, seja para turismo, para atração de investimento ou pelas inovações de políticas urbanas, já resultou em oito novos acordos internacionais. Recebi, ainda, 81 delegações e comitivas internacionais. Foram também promovidos encontros e congressos, bem como ações para estreitar as relações comerciais.

Busquei também aproximar o corpo diplomático do município aos consulados e seus representantes na cidade. Como resultado imediato, garanti o apoio dos consulados ao Natal de Curitiba, reforçando, dessa maneira, a identidade cosmopolita e multiétnica de Curitiba. Dentre os projetos de diplomacia implantados, retomei ainda o diálogo com a Agência Brasileira de Cooperação do Itamaraty; assinei o protocolo de intenções entre a Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD) e Curitiba; estabelecemos o Termo de Entendimento Suécia e Brasil – Agricultura Urbana; o Protocolo de Intenções Finlândia; o Protocolo de Intenções Columbus e o Protocolo de Intenções Orlando. Também realizamos, no âmbito do turismo, o evento Orlando Week: Turismo, aderimos ao projeto Mobilise Your City, e promovemos o Climate and Clean Air Coalition: Workshop e Consultoria, sem custo ao Município. Também realizamos um importante café da manhã com secretários municipais, oferecido pela Câmara de Comércio dos EUA – AMCHAM, e um encontro estratégico com o corpo consular de Curitiba.

Inaugurei, no Centro Cívico, a Praça da China onde instalamos no local a estátua do filósofo e pensador chinês, Confúcio, feita pelo artista Wu Weishan. A praça é uma homenagem aos nossos parceiros e remete à Bienal de Curitiba 2017, que homenageia, este ano, a China. A estátua de Confúcio é um presente recebido do governo chinês.

Nesses nove meses, tempo de uma gestação, em analogia, recebi delegações de diversos países. Entre eles: Japão, Qatar, Estados Unidos, Israel, Colômbia, Paraguai, Mongólia, Ucrânia, Finlândia, Itália, entre outras nações. Além de diplomatas, representantes de diversas delegações estiveram na Secretaria Municipal do Meio Ambiente, IPPUC, Vale do Pinhão e outros órgãos da Prefeitura de Curitiba para conhecer o nosso trabalho, identificar possíveis parcerias e realizar estudos sobre a cidade.

Além das ações consolidadas, temos outros tantos projetos em andamento. Ainda este ano, vou assinar o protocolo de intenções com a Agência Brasileira de Cooperação, acordo de cooperação entre instituições holandesas, também entre cidades da Europa e da América Latina. Com o Japão, devemos firmar uma nova parceria internacional com a agência Jica, para o desenvolvimento de novas tecnologias para geração de energia, promover a Maratona Internacional de Curitiba e receber os atletas de Columbus, estabelecendo, ainda, o projeto Embaixadores do Futuro. Há também, neste movimento de parcerias internacionais, o projeto de gestão integrada de resíduos sólidos urbanos, o projeto TOI  Mayor’s Challenge, a promoção da Fira Barcelona e a candidatura de Curitiba ao Comitê Regional do ICLEI América do Sul. Na área cultural, esperamos receber também o ilustre conserto do pianista húngaro György. Todo esse movimento de internacionalização insere a cidade, mais uma vez, à agenda global das relações políticas e diplomáticas, abre as portas para a expansão de novas parcerias comerciais e oportunidades de negócios em âmbito global, além de reaquecer a economia e explorar o potencial econômico da capital paranaense, resgatando o protagonismo internacional da nossa amada Curitiba.

 

Rafael Greca é prefeito de Curitiba, economista e engenheiro civil, com especialização em Urbanismo. Foi vereador, deputado estadual constituinte, prefeito de Curitiba, deputado federal mais votado do Brasil e ministro de Estado do Esporte e Turismo.

0 Comments

  1. Então leva toda essa comitiva pra dar qualquer volta em qualquer lugar da cidade a pé em dia de chuva, as calçadas de Curitiba são uma bagunça, não tem 200m sem algo atrapalhando o ir e vir.

    obs. ficar dando voltinha no centro cívico não vale

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Camerata Antiqua de Curitiba encerra temporada com concerto natalino e apresentações em igrejas

Magnificat de Bach, encerra temporada 2022 da Camerata Antiqua de Curitiba. Foto: Daniel Castellano / SMCS

A temporada 2022 da Camerata Antiqua de Curitiba chega ao fim com o tradicional concerto natalino. Destacada como uma das mais importantes obras de Bach, a grandiosa Magnificat será apresentada neste fim de semana, com regência do maestro paulista Celso Antunes. Os ingressos para os concertos desta sexta-feira (9/12), sábado (10/12) e domingo (11/12) estão à venda pelo site Minha Entrada.

Ainda dentro da programação do Natal de Curitiba – Luz dos Pinhais 2022, a Camerata faz outros dois concertos gratuitos em igrejas, para encerrar também o programa que neste ano completou 20 anos de existência. Nos dias 16, às 19h30, no Santuário Nossa Senhora de Guadalupe, e no dia 17, às 20h, na Paróquia Bom Pastor, obras corais com a temática natalina serão executadas com a regência de Mara Campos.

Encerramento

“O concerto de encerramento é sempre ponto alto na programação da Camerata”, explica Janete Andrade, coordenadora de música erudita. “Foi um ano incrível, que tivemos grandes momentos. A programação foi bem envolvida no Centenário da Semana de Arte Moderna, no Bicentenário da Independência do Brasil, e outras tantas datas importantes. Agora estamos terminando da mesma maneira que a gente adora, que é com Bach”.

O encerramento da temporada é também a estreia de Celso Antunes à frente da Camerata. Paulista, o maestro é regente titular da Camerata Fukuda e professor de regência coral na conceituada Haute École de Musique de Genève, na Suiça.

O Magnificat em ré maior, BWV 243, obra sacra do barroco Johann Sebastian Bach (1685-1750), é uma das principais obras vocais do compositor. Seu texto consiste do cântico de Maria, mãe de Jesus, tal como descrito pelo evangelista Lucas. A obra se divide em 12 partes e sua execução dura aproximadamente 30 minutos.

Solistas foram convidados para engrandecer a obra. Integram os concertos as sopranos, Natália Áurea e Naura Sant’Ana; a mezzosoprano Luísa Francesconi; o tenor Anibal Mancini; e o baixo-barítono Sabah Teixeira.

Também está no repertório do concerto a Cantata BWV 36 (do Advento) – Schwingt freudig euch empor (Erguei-vos alegremente). Bach tem uma cantata para cada ofício religioso do ano, escrita para coro e orquestra. Nesse programa foi escolhida uma obra do primeiro domingo do advento.

Concerto nas igrejas

A Camerata Antiqua de Curitiba sob a regência de Mara Campos e solos da soprano Ana Paula Machado executa uma seleção especial de coros. As aspresentações fazem parte do Programa Concerto nas Igrejas, que desde 2002 leva música erudita a espaços religiosos.

Todo o repertório traduz o que é o verdadeiro espírito do Natal, do Oratório Messias de Händel ao Gloria de Vivaldi e das canções tradicionais como: Noite Feliz de Franz Xaver Gruber, O Holy Night de Adolphe Charles Adam e Adeste Fideles, de autoria atribuída ao Rei D. João IV de Portugal, entre outras.

Serviço

Magnificat de Bach (encerramento da temporada)

Regência: Celso Antunes (Brasil/Alemanha)

Sexta (9/12), às 20h, e sábado (10/12) e domingo (11/12), às 18h30

Local: Capela Santa Maria Espaço Cultural

Rua Conselheiro Laurindo, 273

Ingressos pelo site Minha Entrada

Concerto nas igrejas

Grátis

Sexta (16/12), 19h30

Santuário Nossa Senhora de Guadalupe

Praça Senador Correia, 128 – Centro

Sábado (17/12), 20h

Paróquia Bom Pastor

Rua Victório Viezzer, 810

A Prefeitura de Curitiba promove o Natal de Curitiba – Luz dos Pinhais 2022 com o patrocínio das empresas Rede Condor, Ligga, Electrolux, Ademicon, O Boticário, Clube Athletico Paranaense, Marista, Uninter, Banco do Brasil, Consórcio Servopa, Grupo Barigui, Volvo, ParkShoppingBarigüi e Hard Rock Café. A decoração poderá ser apreciada até 8 de janeiro. A programação completa do Natal de Curitiba – Luz dos Pinhais 2022 pode ser consultada no site natal.curitiba.pr.gov.br.

Veja a matéria no site da Prefeitura de Curitiba

Comércio da Rua da Cidadania da Matriz tem presentes, utilidades e itens para as ceias de fim de ano

Comércio da Rua da Cidadania da Matriz tem presentes, utilidades e itens para as ceias de fim de ano. Na imagem, Anderson  Alves dos Santos. Curitiba, 05/12/2022. Foto: Hully Paiva/SMCS

Moradores e turistas que percorrem as ruas centrais da cidade para apreciar as atrações natalinas podem aproveitar e visitar a Rua da Cidadania da Matriz, na Praça Rui Barbosa. Lá, onde está instalada uma das árvores de Natal gigantes da cidade, funcionam o Mercado Central e o Centro Comercial Rui Barbosa.

São 400 boxes, quiosques e lojas situados na parte interna (o mercado) e externa (o centro comercial) do local, oferecendo utilidades, presentes e itens para as ceias de fim de ano – como o Sacolão da Família – além de salões de beleza, padaria, presentes, bijuterias, chapéus e bonés, açougue, sorveteria e pet shop. Também conta com lanchonetes e banheiros.

“É um ponto de comércio popular muito variado, tradicional e alegre da nossa cidade”, resume a administradora regional da Matriz, Rafaela Lupion Cantergiani. Os comerciantes são permissionários das unidades, administradas pela Urbs.

Ponto de encontro de gerações

Um dos comerciantes estabelecidos no Mercado Central desde sua abertura, há 25 anos, Anderson Alves dos Santos é o responsável pela Space Tech’s Store. O espaço é um mix de sebo de jogos eletrônicos com novidades e que já se tornou referência para o público do segmento.

Paraíso para as diferentes gerações apaixonadas por games, lá é possível encontrar desde jogos e componentes analógicos até os de fabricação mais recente. “A loja também oferece reproduções de jogos de época feitas por fãs brasileiros, que atraem clientes de 4 a 80 anos”, conta.

Feitos à mão

A poucos metros de distância, o point do mundo geek na Rua da Cidadania convive com o mais tradicional do artesanato. Um exemplo é o box da ex-zeladora Valniceia de Oliveira Camporeis, que começou vendendo na Feirinha do Largo da Ordem.

Há dois anos na Rua da Cidadania, Valniceia tem como carro-chefe do espaço as toalhas de prato decoradas com aplicações e bicos de crochê. Motivos relacionados à cidade (como a estufa do Jardim Botânico) e temáticos (como Natal e Páscoa) podem ser vistos em suas criações. “Comecei bem na época da pandemia mas melhorou muito”, conta a artesã. Quando o movimento no balcão permite, adianta novas peças na máquina de costura que mantém no local.

Também artesão, Charles Luciano Hastreiter Villanueva se dedica à criação de produtos esotéricos, que ele molda, pinta e cola em casa. Mandalas e filtros dos sonhos são alguns dos destaques do box, que dividem espaço com artigos industrializados.

De carro ou de ônibus

O acesso a esse variado centro de comércio popular é garantido pela facilidade de transporte. A Praça Rui Barbosa, onde está a Rua da Cidadania da Matriz, é o terceiro mais movimentado terminal de ônibus da cidade, depois de Pinheirinho e Capão Raso.

A Rua da Cidadania também tem ponto de táxi próximo e, no subsolo, um estacionamento particular com 180 vagas.

Serviço

Compras de Natal no Mercado Central

Rua da Cidadania da Matriz (Praça Rui Barbosa, 101)

Aberto de segunda a sexta-feira (das 9h às 19h) e aos sábados (das 9h às 18h)

A Prefeitura de Curitiba promove o Natal de Curitiba – Luz dos Pinhais 2022 com o patrocínio das empresas Rede Condor, Ligga, Electrolux, Ademicon, O Boticário, Clube Athletico Paranaense, Marista, Uninter, Banco do Brasil, Consórcio Servopa, Grupo Barigui, Volvo, ParkShoppingBarigüi e Hard Rock Café. A decoração poderá ser apreciada até 8 de janeiro. A programação completa do Natal de Curitiba – Luz dos Pinhais 2022 pode ser consultada no site natal.curitiba.pr.gov.br.

Veja a matéria no site da Prefeitura de Curitiba