Curitibanos se aquecem para os Jogos Paralímpicos de Tóquio

Os paratletas Daniel Jorge da Silva e Anderson Rodrigues dos Santos, beneficiados pelo Programa Municipal de Incentivo ao Esporte da Prefeitura de Curitiba, já começaram a preparação para os Jogos Paralímpicos de Tóquio. A competição está prevista para acontecer entre os dias 24 de agosto e 5 de setembro deste ano. 

Os dois paratletas de Curitiba se juntaram à Seleção Brasileira de vôlei sentado e do dia 6 de fevereiro até este sábado (13/2) treinam no Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro, em São Paulo. Esta é a segunda etapa da preparação, que começou em Aracaju (Sergipe). 

Curitibanos se preparam para os Jogos Paralímpicos de Tóquio. Foto: Divulgação/Confederação Brasileira de Voleibol para Deficientes (CBVD)

Nos meses de março, abril, maio e junho a Seleção Brasileira volta a se reunir, uma vez por mês, para seguir a preparação no Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro. Todos os atletas convocados e comissão técnica fizeram o teste PCR-RT para ver se tinham covid-19.

“Estamos seguindo protocolos bem rígidos, tudo é controlado. Treinamos de máscara e todas as refeições são feitas no quarto. Não pode sair nem entrar nada no Centro de Treinamento”, explicou o paratleta Daniel Jorge da Silva, que vai disputar a 4ª Paralimpíada da carreira, esteve em Pequim (2008), Londres (2012) e Rio (2016).

Daniel Silva disse que os paratletas estão voltando ao ritmo normal de treinos, após ficarem um ano parados por causa da pandemia. “Estamos evoluindo. Esperamos que tenha uma competição antes da Paralimpíada, mas, se não tiver, vai do jeito que der. Vamos nos preparar da melhor forma possível”, afirmou.

Incentivo precioso

Daniel Jorge da Silva e Anderson Rodrigues dos Santos são beneficiados pela Lei de Incentivo ao Esporte da Prefeitura. Os recursos ajudam a comprar materiais esportivos para treinos, como tênis, bolas e joelheiras. No ano passado, os dois conseguiram comprar próteses mais modernas para correr e manter o condicionamento físico. O dinheiro também ajuda nas viagens.

“Esse recurso do  Incentivo ao Esporte faz diferença. Temos contas para pagar como qualquer outra pessoa. Esse apoio financeiro nos dá tranquilidade para trabalhar”, afirmou Daniel Silva. Os dois atletas treinam no Instituto de Promoção do Paradesporto (IPP) que também participa do Incentivo ao Esporte da Prefeitura. 

“É um orgulho carregar o nome de Curitiba pelo mundo”, finalizou Daniel Silva, que nasceu na capital paranaense há 39 anos. 

Além dos curitibanos, a Seleção Brasileira conta com os seguintes paratletas: Wescley Conceição de Oliveira (Vasco/RJ); Diogo Rebouças (Vasco/RJ); Alex Pereira Witkovski (Instituto Reagir/PR); Luís Fabiano de Oliveira (Paulistano/SP); Samuel Henrique Arantes (Barueri); Leandro Henrique da Silva (Paulistano); Fabrício da Silva Pinto (Sesi/SP); Renato Leite de Oliveira (Sesi/SP); Thiago Costa dos Santos Rocha (Sesi/SP); Daniel Yoshizawa (Sesi/SP) e Leandro da Silva Santos (Sesi/SP).

Campeões

Em 2019, Daniel Jorge da Silva e Anderson Rodrigues dos Santos conquistaram a medalha de ouro nos Jogos Parapan-Americanos em Lima (Peru) com a Seleção Brasileira. Foram 7 vitórias em 7 jogos que renderam ao Brasil o tetracampeonato Para-Panamericano de vôlei sentado. 

Sistema on-line

Neste ano, a Secretaria Municipal do Esporte, Lazer e Juventude recebeu a inscrição de 472 projetos de pessoas físicas (atletas e treinadores) e outros 107 projetos de pessoas jurídicas, como instituições, federações, associações, clubes e equipes que desenvolvem atividades esportivas, para participarem do Incentivo ao Esporte.

Todas essas inscrições já foram feitas pelo novo sistema on-line do Programa Municipal de Incentivo ao Esporte. 

“Com a nova tecnologia foi eliminado o uso de papel. Além de mais sustentável ao meio ambiente, o sistema Incentivo On-line é mais rápido e de fácil acesso para atletas e instituições se cadastrarem e acompanharem o andamento do projeto”, explicou o diretor de Incentivo ao Esporte e Promoção Social da Smelj, Carlos Eduardo Pijak Jr. 

Projetos aprovados

A Comissão de Incentivo ao Esporte vai ser reunir no dia 3 de março para analisar e avaliar os projetos inscritos. A divulgação dos resultados dos projetos aprovados para 2021 está prevista para a primeira quinzena do mês de março. 

Como funciona 

O Programa Municipal de Incentivo ao Esporte prevê a captação de recursos do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), que são investidos diretamente em projetos esportivos desenvolvidos em Curitiba. Saiba mais sobre o programa aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rede abre agendamentos para castrações de cães e gatos em novembro

Nesta sexta-feira (15/10), às 12h, começam os agendamentos para 325 castrações de cães e gatos em clínicas contratadas pelo município. As cirurgias fazem parte do Programa Municipal de Castração Gratuita e podem ser marcadas pelo site da Rede de Proteção Animal da Prefeitura de Curitiba

Para escolher a data, o cidadão, protetor ou responsável pela ONG deve estar logado em seu cadastro. “Apenas dessa forma é possível ter acesso às vagas disponíveis”, reforça o diretor do departamento de Pesquisa e Conservação da Fauna, Edson Evaristo. 

Outras 2,7 mil vagas ainda serão ofertadas no mês de novembro, no mutirão de castração da Regional Pinheirinho. Agendamentos serão abertos a partir do dia 8 de novembro (segunda-feira). 

Cuidados

A Rede de Proteção Animal reforça que os tutores devem ir sozinhos ou com, no máximo, um acompanhante ao agendamento e respeitar a antecedência recomendada para evitar aglomerações e manter o distanciamento necessário para prevenção ao contágio da covid-19. 

O uso de máscaras e a higienização frequente das mãos também são obrigatórios durante todo o tempo de permanência nos locais. Quem apresentar sintomas de infecção respiratória, deve pedir para outra pessoa levar o animal ou cancelar o atendimento.
 

Instabilidade começa a se afastar, mas ainda há risco de temporais na região de Curitiba

As áreas de instabilidade que chegaram ao Paraná na última quinta-feira (14) começam a se afastar, mas ainda há previsão de temporais em alguns setores do estado. Segundo o Instituto Meteorológico Simepar, o fim de semana promete ainda ser úmido na metade leste, mas o risco de chuvas fortes diminui bastante a partir deste sábado (16).

Reprodução

O meteorologista Lizandro Jacóbsen explica que muitos raios ainda são esperados nesta sexta-feira. “A frente fria que evolui pelo Sul do país, somada pelas áreas de instabilidade presentes entre o Paraguai e o Mato Grosso do Sul, reforça a condição de tempo muito instável. Para o fim de semana, o sistema frontal se afasta”, explica.

Para algumas regiões, porém, como no caso da Região Metropolitana de Curitiba, chuvas ainda são esperadas de forma persistente, mas com instensidade bem mais fraca.

Na capital, a temperatura varia pouco e as máximas não passam dos 16°C.

A partir de terça-feira, a perspectiva é se sol na região.