Curitiba tem segundo maior saldo de emprego formal do país

Curitiba registrou o segundo maior saldo de vagas com carteira assinada do país em fevereiro. Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta terça-feira (30) pelo Ministério da Economia, mostram que a capital paranaense gerou, já descontadas as demissões no período, 13.061 novas vagas, atrás apenas de São Paulo, com 49.486 vagas.

O resultado de fevereiro foi 31% superior ao mesmo mês do ano passado, quando o saldo foi positivo 9.927 e ainda não havia o impacto da pandemia de covid-19 no país.

O desempenho do mês passado reforça a tendência de retomada do emprego em Curitiba, que começou em meados do ano passado, depois do forte impacto da pandemia na economia e no emprego formal em todo o País. Mesmo com o ano marcado pela desaceleração econômica, o município fechou 2020 com um saldo positivo de 2.928 vagas.

O mercado de trabalho seguiu com bons dados no início do ano. O saldo de janeiro de 2021, divulgado em 16 de março pelo Ministério da Economia, foi de 5.624 vagas em Curitiba.

“Esses números nos alegram em um momento em que estamos enfrentando a pior fase da pandemia, em que tivemos que ampliar as restrições de funcionamento de várias atividades para conter o avanço da covid-19. Esses dados reforçam o movimento de recuperação econômica da cidade. Ainda há muito que melhorar, mas a economia curitibana tem vigor. Mesmo com o nosso foco em salvar vidas,  estamos nos esforçando para fazer a cidade voltar a crescer”, disse o prefeito Rafael Greca.

Setores

Em fevereiro de 2021, todos os setores da economia tiveram saldos positivos de vagas: agropecuária (4), comércio (1.528), indústria (528), construção (1.862) e serviços (9.139).

O levantamento mostra que as vagas foram abertas principalmente para quem tem ensino médio completo, com 25.602 novas oportunidades, fundamental completo (5.257) e superior completo (4.461).

Para o prefeito, o destaque dos números de Curitiba frente ao cenário nacional é fruto do esforço em capacitação, tanto de empresas e empregados, por meio dos Espaços do Empreendedor e dos Liceus do Ofício, combinado às medidas do plano de retomada econômica para reduzir o impacto da pandemia sobre a economia do município.

Entre as medidas de destaque estão a criação de um fundo de aval, de R$ 10 milhões, com potencial para alavancar até R$ 100 milhões em investimentos por parte das empresas curitibanas e a desburocratização e a ampliação das atividades incluídas na lei de liberdade econômica. No ano passado, esse número passou de 242 para 545 na capital. A lei prevê a dispensa de alguns alvarás para atividades de baixo risco, facilitando o processo de abertura de empresas.

As medidas de suporte ao setor produtivo continuam em 2021. Nesse mês, a Prefeitura prorrogou por 90 dias o prazo para pagamento do ISS para empresas incluídas no Simples e Microempreendedores Individuais (MEIs).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curitiba gerou 36 mil empregos com carteira assinada até setembro

Curitiba gerou 36 mil empregos com carteira assinada até setembro

Curitiba gerou 36.043 empregos com carteira assinada de janeiro a setembro de 2022, de acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados nesta quarta-feira (26/10) pelo Ministério do Trabalho. A cidade foi a quinta do País em número de empregos gerados, atrás de São Paulo (185.273), Rio de Janeiro (90.790), Brasília (45.719) e Belo Horizonte (43.816).

O saldo nos oito meses foi gerado por um total de 400.100 contratações e 364.057 demissões no período. Em setembro, o saldo foi positivo em 260 vagas, resultado de 38.577 contratações e 38.317 demissões.

Serviços

No acumulado do ano, o setor de serviços foi o campeão de vagas, com a abertura de 30.831 novos empregos. O comércio veio em segundo lugar, com 2.305, a indústria em terceiro, com 1.962, seguida por construção, com 866, e agropecuária, com 79 novas vagas. Curitiba gerou, sozinha, 26% das vagas do Paraná.

“Estamos mantendo o ritmo de aceleração da economia e os esforços têm dado frutos na forma de empregos com carteira assinada para o trabalhador curitibano”, diz o prefeito Rafael Greca.

A Prefeitura vem desenvolvendo, desde o período mais intenso da pandemia, uma série de ações para estimular a economia e acelerar o mercado de trabalho, com capacitação de trabalhadores e empreendedores, além de melhoria no ambiente de negócios.

Entre as ações, destaque para os Liceus de Ofícios, da Fundação de Ação Social (FAS), que promovem cursos e preparam para o mercado de trabalho quem está em busca de qualificação.

Liceu de Ofícios oferece 1.010 vagas para cursos gratuitos em novembro

Já os Espaços Empreendedor da Agência Curitiba dão suporte a microempresários e microempreendedores individuais. O Programa 1º Empregotech 2022, por sua vez, oferece qualificação na área de tecnologia com aulas e oficinas.

Da Lei do 5G a incentivos fiscais, as ações inovadoras de empreendedorismo de Curitiba

Jovens do Empregotech visitam ecossistema de inovação da PUC

O Fab Lab Cajuru, laboratório de fabricação por prototipagem, por sua vez, vem gerando novas oportunidades para estudantes, empresas e comunidade, que podem compartilhar conhecimentos e colocar em prática ideias inovadoras.

Para melhorar o ambiente de negócios e facilitar investimentos, a Prefeitura ampliou, em março de 2022, o número de atividades incluídas na lei de liberdade econômica de 545 para 606. A lei prevê a dispensa de alguns alvarás para atividades de baixo risco, facilitando o processo.

O município também prorrogou o prazo de pagamento de impostos e promoveu um programa de refinanciamento, o Refic-Covid-19, que permitiu o parcelamento de débitos em até 36 meses, entre outras atividades.

Ruas da Cidadania Boqueirão, Pinheirinho e Matriz têm mutirão de emprego em Curitiba

Veja aqui como procurar emprego com ajuda do município

Veja a matéria no site da Prefeitura de Curitiba

Mutirão oferta 220 vagas de empregos para rede de supermercados em Curitiba

Quem procura uma oportunidade de emprego pode aproveitar um mutirão de seleção, promovido pela Associação Evangelizar é Preciso, em parceria com o Grupo Muffato, nesta quinta-feira (27). São 220 vagas de trabalhos operacionais disponíveis, sem a necessidade de experiência. 

Durante todo o dia, analistas de recursos humanos vão ajudar os interessados a preencher as fichas de cadastro para a seleção pela rede supermercadista. Em função da Lei Geral de Proteção de Dados, não serão recebidos currículos prontos. Os candidatos devem levar documentos pessoais (RG e CPF), comprovante de endereço e carteira de trabalho.

A ação de empregabilidade será na frente do Anfiteatro localizado no piso inferior do Santuário Nossa Senhora de Guadalupe e de Jesus das Santas Chagas, no período da manhã, das 9h às 12h, e à tarde, das 13h30 às 16h30. Os selecionados irão trabalhar nas lojas em Curitiba, localizadas nos bairros Bigorrilho, Centro Cívico, Campo Comprido, Santa Felicidade, Portão, Pinheirinho, Hauer, Fanny, Tarumã, Bairro Alto e municípios da Região Metropolitana. São vagas para: 

✔ Repositores; 

✔ Operadores de Caixa; 

✔ Balconistas; 

✔ Zeladores; 

✔ Açougueiros; 

✔ Padeiros; 

✔ Confeiteiros; 

✔ Auxiliares de Padaria e confeitaria; 

✔ Cozinheiros; 

✔ Auxiliar de Cozinha; 

✔ Auxiliar de Estacionamento; 

✔ Empacotadores; 

✔ Oportunidades para PCD’s 

✔ Programa de Jovem Aprendiz 

SERVIÇO

Mutirão da Empregabilidade na Associação Evangelizar É Preciso

Data: 27 de outubro 

Horário: das 9h às 12h e das 13h30 às 16h30. 

Endereço: Praça Senador Correia, 128 – Centro, Curitiba

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com