Curitiba retoma campanha de vacinação contra covid-19

Com a chegada de novas doses de imunizantes contra a covid-19, Curitiba retoma a campanha de vacinação nesta sexta-feira (26/2). A imunização começará pelos idosos acamados – no local onde vivem – de 85 anos ou mais que ainda não tenham tomado a primeira dose. A aplicação nos pontos de vacinação recomeça a partir da próxima segunda-feira e seguirá um cronograma para as pessoas entre 85 e 82 anos.. 

“Ainda temos uma quantidade de idosos acamados que não foram imunizados, optamos em começar por esse grupo que é mais vulnerável”, explicou a secretária municipal da Saúde, Márcia Huçulak.

Na próxima segunda-feira (1/3), a vacinação será feita em idosos de 85 anos ou mais e em trabalhadores de saúde.

Como vai funcionar a vacinação dos idosos

Para os idosos, a retomada vai acontecer em 13 pontos de vacinação, 11 deles são pontos fixos e dois no sistema drive-thru. Para os grupos de idosos a serem vacinados ao longo da semana não será necessário fazer agendamento.  

Na próxima segunda-feira (1/3) serão vacinadas pessoas com 85 anos ou mais; na terça-feira (2/3) as de 84 anos ou mais; na quarta-feira (3/3) os idosos de 83 anos ou mais; e na quinta-feira (4/5) a imunização será para pessoas de 82 anos ou mais.

“Caso Curitiba não receba novas doses, quando fecharmos esses grupos faremos um balanço das doses disponíveis para ver se há possibilidade de novas faixas etárias”, esclareceu Márcia.

A recomendação é que, para receber a dose da vacina, o idoso esteja com um acompanhante e leve documento de identificação com foto, CPF e comprovante de residência com endereço de Curitiba para quem não tiver o cadastro na plataforma Saúde Já.

Trabalhadores da Saúde

A vacinação dos trabalhadores da saúde também terá início na próxima segunda-feira (1/3). Essa imunização acontecerá no Pavilhão da Cura, somente com o agendamento enviado pelo Saúde Já. 

Serão convocados nesse momento trabalhadores de serviços de saúde que ainda não receberam a primeira dose. São profissionais que atuam em hospitais, clínicas médicas e serviços de remoção de urgência e emergência particulares. 

A Secretaria Municipal da Saúde orienta que os profissionais baixem o aplicativo Saúde Já e façam o cadastro para receber a data e horário da sua vacinação. O aplicativo é o principal canal de informação com a população curitibana durante a campanha de imunização contra a covid-19.

Esses profissionais não devem fazer a busca direta da imunização.

“O aplicativo agiliza a imunização e permite o controle e registro adequado das doses. Assim cumprimos as exigências do Ministério da Saúde, que determina que para cada vacina aplicada deve estar indicado o nome, o CPF e o contato do vacinado, para fácil localização”, ressalta a secretária.    

Cronograma da vacinação de idosos

•    85 anos ou mais: segunda-feira, 1º de março
•    84 anos ou mais: terça-feira, 2 de março
•    83 anos ou mais: quarta-feira, 3 de março
•    82 anos ou mais: quinta-feira, 4 de março

 
LOCAIS FIXOS 

Das 8h às 17h
1 – Pavilhão da Cura
Parque Barigui
2 – Unidade de Saúde Salvador Allende
Rua Celeste Tortato Gabardo, 1.712 –  Sítio Cercado
3 – US Vila Diana
Rua René Descartes, 724 – Abranches
4 – US Jardim Paranaense
Rua Pedro Nabosne, 57 – Alto Boqueirão
5 – US Camargo
Rua Pedro Violani, 364 – Cajuru
6 – US Ouvidor Pardinho
Rua 24 de Maio, 807 – Praça Ouvidor Pardinho
7- US Vila Feliz
Rua Pedro Gusso, 866 – Novo Mundo
8 – US Pinheiros
Rua Joanna Emma Dalpozzo Zardo, 370 – Santa Felicidade
9 – Clube da Gente CIC
R. Hilda Cadilhe de Oliveira
10 – Rua da Cidadania do Tatuquara
R. Olivardo Konoroski Bueno, s/n
11 – Rua da Cidadania do Fazendinha
Rua Carlos Klemtz, 1700


DRIVE-THRU

Das 9h às 16h
1 – Pavilhão da Cura – Parque Barigui (entrada somente pela BR-277)
2 – Estacionamento do Santuário Nossa Senhora do Carmo – Boqueirão (entrada será feita exclusivamente pelo segundo portão do estacionamento, pela Rua Frederico Mauer)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Drive do Zoo de Curitiba vai arrecadar ração para pets resgatados

Quem agendar visitas de carro ao Zoo de Curitiba a partir da próxima semana vai poder colaborar com o Banco de Ração da Rede de Proteção Animal da Prefeitura. No passeio, podem ser doadas rações comerciais para cães e gatos secas ou úmidas, em embalagens fechadas, que serão distribuídas às ONGs e protetores de animais parceiros da Rede. 

Os interessados podem entrar no Agenda Online a partir das 20h desta sexta-feira (18). Serão abertos quatro horários por dia (10h, 11h, 14h e 15h) de terça-feira a sábado. As rações serão entregues na entrada do drive-thru à equipe de recepção dos visitantes.

Foto: Pedro Ribas/SMCS

“Além de matar as saudades dos animais do Zoo e aprender sobre eles de um jeito diferente, a população vai poder ajudar pets resgatados”, diz o diretor do Departamento de Pesquisa e Conservação da Fauna, Edson Evaristo.

O Banco de Ração da Prefeitura de Curitiba existe desde 2019. Até hoje foram distribuídas 107 toneladas de alimento para os animais resgatados.

Leia mais aqui

Butantan entrega mais 2,2 milhões de doses de vacina contra a covid-19

O Instituto Butantan fez hoje (18) a entrega de mais 2,2 milhões de doses da vacina contra o coronavírus CoronaVac. O imunizante vai ser distribuído pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI) para ser usado em todo o país. 

Com o lote de hoje, o Butantan alcança a marca de 52,2 milhões de doses entregues desde janeiro. A previsão é que até o final de setembro o instituto tenha disponibilizado 100 milhões de doses da vacina ao PNI.

A entrega de hoje é referente ao processamento de 3 mil litros de ingrediente farmacêutico ativo (IFA) recebidos da China no último dia 25 de maio. A matéria-prima permitiu a produção de 5 milhões de doses.

O Butantan espera receber até o fim deste mês mais uma remessa com 6 mil litros de IFA para poder envazar mais 10 milhões de doses. 

Segundo os últimos dados disponibilizados pelo governo estadual, já foram aplicadas em São Paulo 20,2 milhões de doses, sendo 5,8 milhões da segunda dose da imunização.