Curitiba registra 47 mortes e 908 novos casos de covid-19

Curitiba registrou, nesta terça-feira (30), 908 novos casos de covid-19 e 47 óbitos de moradores da cidade infectados pelo novo coronavírus, conforme boletim da Secretaria Municipal da Saúde. Quarenta e cinco desses óbitos ocorreram nas últimas 48 horas.

As novas vítimas são 24 homens e 23 mulheres, com idades entre 42 e 92 anos (16 pessoas tinham menos de 60 anos e duas não tinham fator de risco para complicações da covid-19).  

Até agora são 3.827 mortes na cidade provocadas pela doença neste período de pandemia.

Novos casos

Com os novos casos confirmados, 173.002 moradores de Curitiba testaram positivo para a covid-19 desde o início da pandemia, dos quais 156.737 estão liberados do isolamento e sem sintomas da doença.

São 12.438 casos ativos na cidade, correspondentes ao número de pessoas com potencial de transmissão do vírus.

Leitos do SUS

Nesta terça-feira (30), a taxa de ocupação dos 513 leitos de UTI SUS exclusivos para covid-19 está em 100%. No momento não há leitos livres. A taxa de ocupação dos 874 leitos clínicos está em 100%, não há leitos livres.

Números da covid-19 em 30 de março

908 novos casos confirmados
47 novos óbitos (45 nas últimas 48h)

Números totais

Confirmados – 173.002
Casos ativos – 12.438
Recuperados – 156.737 
Óbitos – 3.827
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Prefeitura de Curitiba abre inscrições para PSS de profissionais de enfermagem

Profissionais de enfermagem já podem se inscrever para o processo seletivo simplificado (PSS) para a contratação temporária e emergencial de enfermeiros e técnicos de enfermagem em saúde pública. A Prefeitura de Curitiba abriu, na noite desta segunda-feira (19), o prazo para que os interessados possam se cadastrar.

A inscrição poderá ser feita até as 17 horas desta sexta-feira, 23 de abril, exclusivamente pelo site da Prefeitura de Curitiba. A recomendação aos que quiserem participar é para que leiam atentamente o edital que escolherem. Há um edital para a função pública de Enfermeiro e outro para a de Técnico de Enfermagem.

Para participar, o profissional não terá cobrança de taxa de inscrição e também não fará provas, mas deverá comprovar sua experiência profissional, especialmente nos últimos 15 anos. Todos devem ter registro no Conselho Regional de Enfermagem do Paraná (Coren-PR). O candidato será pontuado se tiver feito cursos como os relacionados ao enfrentamento da covid-19.

Técnicos de enfermagem em saúde pública terão pontuação se tiverem feito formação em cuidados com pacientes de UTI, urgência e emergência. Enfermeiros pontuarão se fizeram cursos de pós-graduação lato sensu.

Aqueles que participaram do PSS de 2020 e não foram convocados podem se inscrever para o PSS de 2021. Os que cumpriram seus contratos de trabalho pelo PSS em 2020 e 2021 também podem se inscrever.

De acordo com os editais, por causa da pandemia, fica impedida a contratação de pessoas com idade igual ou superior a 65 anos, gestantes e as que enfrentam condições crônicas de saúde de natureza grave. As patologias estão mencionadas nos editais (anexo I).

Manutenção das equipes de saúde

Com este novo PSS, o segundo desde iniciada a pandemia pelo novo coronavírus, em 2020, a Prefeitura de Curitiba poderá manter as equipes de saúde em número adequado, para prestar assistência direta à população. Também permitirá repor os profissionais, conforme o encerramento dos contratos vigentes e de acordo com a necessidade do serviço municipal de saúde.

Inicialmente, de acordo com os editais, serão contratados 14 enfermeiros e 68 técnicos de enfermagem. Mas o PSS aberto permitirá a contratação de até 613 profissionais de saúde, sendo 155 enfermeiros e 458 técnicos de enfermagem em saúde pública.

As futuras contratações emergenciais temporárias para o enfrentamento à situação de emergência de saúde pública serão feitas ao longo dos próximos meses. Elas serão definidas conforme os indicadores da cidade relativos à covid-19, que são acompanhados pela Secretaria Municipal da Saúde, responsável pela política municipal de saúde e pela execução do plano de contingência definido de acordo com os protocolos estabelecidos pelo Ministério da Saúde.

Manual e perguntas

Além do edital correspondente, a Secretaria de Administração e de Gestão de Pessoal alerta para que os candidatos interessados leiam, antes de fazer a inscrição, o Manual do Candidato – PSS (Como se inscrever). Para cada uma das duas funções existe também um campo com as dúvidas mais frequentes e que também poderá auxiliar os candidatos. Está no topo da página à direita junto ao edital do PSS de Enfermeiro e ao de Técnico de Enfermagem em Saúde Pública.

Depois de finalizar a inscrição pelo site, o candidato deverá imprimir o comprovante de inscrição e aguardar as convocações, que serão feitas por editais publicados no Diário Oficial e no site da Prefeitura de Curitiba, além de outros meios como e-mail e telefone cadastrados no ato da inscrição e, se necessário, telegrama.

O início do processo de contratação será nas próximas semanas. Os candidatos serão convocados, de acordo com o dia e o horário da inscrição e com base naquilo que cada um declarar como experiência e formação profissional. A divulgação da classificação final está prevista para o dia 30 de abril.

Projeto de lei quer dar licença para que bares e casas noturnas abram como restaurantes em Curitiba

Projeto de lei que propõe um licenciamento extraordinário para que casas noturnas e bares de Curitiba funcionem como lanchonetes e restaurantes está na pauta da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), da Câmara Municipal de Curitiba (CMC). A reunião ordinária acontece nesta terça-feira (20) às 14h30.

De iniciativa conjunta de Alexandre Leprevost (SD) e Tico Kuzma (Pros), a iniciativa prevê que essa autorização para que bares e casas noturnas funcionem como restaurantes e lanchonetes ocorrerá enquanto durar a situação de emergência em saúde pública devido à pandemia da covid-19, estando condicionada à readequação dos espaços, que devem estar caracterizados para a nova atividade.

Além da caracterização para a nova atividade, o projeto de lei ainda determina que “o estabelecimento deverá atender todas as medidas de enfrentamento à pandemia previstas em legislação específica e nas orientações, protocolos e normas da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) e da Secretaria da Saúde do Paraná (Sesa)”. “Com a aprovação da lei, poderíamos amenizar um pouco as dificuldades que esses estabelecimentos enfrentam em decorrência da pandemia”, dizem os autores.

Outros projetos

Outro destaque da CCJ nesta semana é a análise do requerimento de Professor Euler (PSD) que solicita a instalação de uma comissão especial para debater projeto de lei de sua autoria que tem por objetivo revogar três mil leis municipais. Protocolada em março do ano passado, a matéria visa, segundo o autor, “eliminar leis desnecessárias, que perderam eficácia, com redação inadequada ou obsoleta e que não fazem mais sentido, mas causam confusão por estarem em vigor”.

A sugestão de revogar as leis veio depois de a equipe do parlamentar analisar 15.587 leis ordinárias de Curitiba elaboradas nos últimos 71 anos (de 1948 a 2019). No final de 2020, o plenário da CMC chegou aprovar um primeiro requerimento que pedia a constituição dessa mesma comissão especial, protocolado pela Comissão de Constituição e Justiça, para analisar a proposta de Professor Euler.

Completam a pauta outros 13 projetos: a lista completa pode ser consultada aqui. A reunião será a partir de 14h30. São integrantes da comissão os vereadores Osias Moraes (Republicanos), presidente; Pier Petruzziello (PTB), vice; além de Beto Moraes (PSD), Dalton Borba (PDT), Denian Couto (Pode), Indiara Barbosa (Novo), Marcelo Fachinello (PSC), Mauro Ignácio (DEM) e Renato Freitas (PT).

Serviço Público

A Comissão de Serviço Público também se reúne nesta terça, às 8h15, para analisar duas proposições. A primeira é de Tico Kuzma (Pros) e determina o aumento da vida útil dos táxis em circulação de Curitiba para 10 anos. Conforme a lei municipal 13.957/2012, que regulamenta a prestação do serviço, a idade máxima da frota hoje é de 5 anos, considerando-se o ano de fabricação do veículo. Já o decreto 100/2018, que alterou dispositivos da regulamentação da norma vigente, possibilita a prorrogação do prazo por 2 anos, sujeita à vistoria semestral pela Urbs e à emissão de laudo de inspeção técnica anual a partir do 6º ano.

A segunda proposta que será analisada pelo colegiado retorna à pauta após pedido de vista de Professora Josete (PT), solicitado na reunião do dia 6 de abril. Trata-se da iniciativa de Professor Euler (PSD) que condiciona a assinatura de contratos com a prefeitura às empresas comprovarem possuir programas de compliance e práticas anticorrupção. É sugerida que a exigência seja implantada de forma gradual ao longo de quatro anos. A obrigação valeria imediatamente para consórcios, concessões públicas e parcerias público-privadas.

Além de Josete, também integra a Comissão de Serviço Público: Ezequias Barros (PMB), presidente; Leonidas Dias (SD), vice; Hernani (PSB) e Mauro Bobato (Pode).

Economia

Na quinta-feira (22), após o feriado de Tiradentes, a Comissão de Economia, Finanças e Fiscalização se reúne às 11h30 em agenda extraordinária. A pauta ainda não foi divulgada. São membros do colegiado os vereadores Serginho do Posto (DEM), presidente; Indiara Barbosa (Novo), vice; além de Flávia Francischini (PSL), Hernani (PSB), João da 5 Irmãos (PSL), Jornalista Marcio Barros (PSD), Osias Moraes (Republicanos), Professora Josete (PT) e Tito Zeglin (PDT).

As reuniões das três comissões serão remotas, com transmissão ao vivo pelas redes sociais da CMC: YouTube, no Facebook e no Twitter.

Informações Banda B