Curitiba não tem mar, Curitiba tem bar

Dizem que Paulo Leminski, o grande poeta curitibano, conhecido pela vida boêmia, uma vez afirmou: “Beber em Curitiba é autodefesa”. Sabia das coisas, o Leminski.

Curitiba é uma metrópole com realidades completamente diferentes, mas, da Caximba até o Batel, uma coisa une todos os Curitibanos. A paixão por um bom boteco.

A paixão dos Curitibanos por bares talvez esteja atrás somente da paixão pelos Shoppings. Passear em Shopping é “O” programa da família curitibana. Para comprar roupas? Não, Curitibano que se presa só dá uma olhadinha. Para ir ao cinema? Não, Curitibano que se presa só vai até a frente, reclama dos filmes e do preço da pipoca. Curitibano entra em Shopping para passear. E ir ao banheiro, graças ao bom Deus e aos tios e tias da limpeza, que salvam a nossa vida quando a coisa aperta no centro.

Fato é que todo o Shopping também tem seu bar – provavelmente para você tomar uma depois de cometer a loucura de estourar o limite do cartão.

Mas aí é que está o pulo do gato. O bar para o Curitibano não é necessariamente um espaço físico, mas um ambiente de confraternização entre os amigos, com um isopor de cerveja que seja. Não tem bar aberto? Tem posto! Curitibano socializa neste momentos.

E ainda nos chamam de antipáticos! Que bobagem sem tamanho! Já viram Curitibano num bar? Depois de um rabo de galo? Não existe criatura mais sociável. Sou curitibano nato, e posso garantir, grande parte dos meus amigos eu faço no bar. Na fila do banheiro, então, nem se fala.

Duas verdades:

Não existe Curitibano fechado, existe Curitibano que ainda não fez seu happy hour.

Não existe Curitibano fechado, existe Curitibano que está de ressaca do happy hour anterior, que se estendeu e foi até de manhã no gato preto.

Afinal, quem precisa de mar?

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Feirinha de artesanato do Largo da Ordem reabre neste domingo

A Feira do Largo da Ordem vai voltar a funcionar aos domingos, com metade das barracas. A decisão foi tomada durante uma reunião, na manhã desta sexta-feira (22/1) com a Comissão de Saúde, que liberou o retorno do funcionamento da Feira do Largo da Ordem também aos domingos. A medida segue o novo decreto, publicado nesta sexta-feira, que também contempla as feiras livres.

A Feirinha de Artesanato já vinha acontecendo aos sábados e de forma digital, mas o retorno do funcionamento também aos domingos era um apelo dos artesãos, que consideram o dia de maior movimento de vendas e por ser mais tradicional. 

Na tarde desta sexta-feira (22/1), a decisão da reabertura foi informada à Comissão dos Artesãos em uma reunião virtual, onde foram passadas todas as normas de funcionamento.

“Equilibrar as atividades econômicas com a saúde é uma grande responsabilidade, estamos ao lado dos nossos artesãos, mas é preciso mantermos os cuidados sanitários necessários, seguindo os protocolos de saúde”, salientou Tatiana Turra, presidente do IMT.

A assessora especial do prefeito, Cibele Fernandes Dias, também participou da reunião e reforçou a importância em manter o cuidado e precaução de resguardar a saúde pública.  “A bandeira laranja segue até o dia 27 de janeiro, ouvindo os pedidos dos artesãos e outras categorias, nós entendemos que já temos segurança para liberar algumas atividades a céu aberto”, disse Cibele.

A coordenadora das Feiras de Artesanato, Tangrian Cunico Santos, salienta que a permanência do funcionamento aos domingos das feiras vai ser analisada semanalmente junto à Comissão de Saúde. A feira continua funcionando com 50% da capacidade, não excedendo 600 barracas aos domingo e 200 aos sábados. 

O horário de funcionamento passa a ser o mesmo para os dois dias de funcionamento, das 9h às 14 horas.

Normas de funcionamento da Feira de Artesanato:
I – Distanciamento de 2m;
II – Uso obrigatório de máscaras; 
III – Disponibilização pelos artesãos de álcool 70% ou sanitizantes de efeito similar para uso próprio e de clientes; 
IV – Organização de filas para evitar aglomerações; 
V – Presença de apenas um artesão por barraca; (exceção para barracas de alimentação, que devem obedecer distanciamento de 1,5m) 
VI – Recomendação para que seja evitada a possibilidade de manipulação dos produtos a serem comercializados pelo público em geral; (ou que seja utilizado álcool em gel antes e após o manuseio) 
VII – Colocação de cartazes de orientação e utilidade pública referentes à prevenção da covid-19, a serem disponibilizados pelo Instituto Municipal de Turismo.
 

Funcionamento das Feiras Livres

Feiras livres que estavam com funcionamento suspenso aos domingos, em Curitiba, também voltam a funcionar a partir deste fim de semana. Como nos demais dias da semana, os pontos continuam a adotar medidas de higiene e distanciamento. É obrigatório o uso de máscaras nos locais, e os feirantes devem disponibilizar álcool gel aos clientes. 

Além disso, demarcações no chão devem orientar os clientes que forem às feiras, com o objetivo de que as pessoas mantenham distanciamento de 1,5 m.

Confira os locais e horários das feiras livres que voltam a funcionar aos domingos: https://www.curitiba.pr.gov.br/conteudo/feiras-livres-diurnas/258

Urbs reforça linhas para segunda fase do Enem no próximo domingo

A Urbanização de Curitiba (Urbs) vai reforçar algumas linhas para atender os estudantes que vão participar da segunda fase do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), no domingo (24/1).

Linhas que não operam aos domingos e/ou linhas especiais criadas para este dia como 829-UNIV.POSITIVO, 620-FAC.SANTA CRUZ e 815-REFORÇO TUIUTI BARIGUI, terão programação especial. Confira aqui a lista de linhas que passam pelos locais de prova e os horários das linhas especiais.

A linha 816-Camp.Siqueira/Sta.Felicidade terá seu horário de atendimento estendido nesta data, tendo como último horário de saída do Terminal Santa Felicidade às 19h38 e último horário de saída do Terminal Campina do Siqueira às 19h56.

A Urbs alerta para que os candidatos saiam antecipadamente de suas residências, devido aos congestionamentos em dias de concursos e respeitem o limite máximo de lotação dos veículos por conta da covid-19.

Os horários de ônibus podem ser consultados no site da URBS (https://www.urbs.curitiba.pr.gov.br/horario-de-onibus)

Horários

* Abertura dos portões: 12h

* Fechamento dos portões: 13h

* Horário início das provas: 13h30

* Horário término das provas: 18h30

* Horário término das provas diferenciados, em alguns locais: 19h30

* Saída dos candidatos após o início da prova: a partir de 15h30

* Entrega dos cadernos de provas a partir de 18h