Curitiba não tem mar, Curitiba tem bar

Dizem que Paulo Leminski, o grande poeta curitibano, conhecido pela vida boêmia, uma vez afirmou: “Beber em Curitiba é autodefesa”. Sabia das coisas, o Leminski.

Curitiba é uma metrópole com realidades completamente diferentes, mas, da Caximba até o Batel, uma coisa une todos os Curitibanos. A paixão por um bom boteco.

A paixão dos Curitibanos por bares talvez esteja atrás somente da paixão pelos Shoppings. Passear em Shopping é “O” programa da família curitibana. Para comprar roupas? Não, Curitibano que se presa só dá uma olhadinha. Para ir ao cinema? Não, Curitibano que se presa só vai até a frente, reclama dos filmes e do preço da pipoca. Curitibano entra em Shopping para passear. E ir ao banheiro, graças ao bom Deus e aos tios e tias da limpeza, que salvam a nossa vida quando a coisa aperta no centro.

Fato é que todo o Shopping também tem seu bar – provavelmente para você tomar uma depois de cometer a loucura de estourar o limite do cartão.

Mas aí é que está o pulo do gato. O bar para o Curitibano não é necessariamente um espaço físico, mas um ambiente de confraternização entre os amigos, com um isopor de cerveja que seja. Não tem bar aberto? Tem posto! Curitibano socializa neste momentos.

E ainda nos chamam de antipáticos! Que bobagem sem tamanho! Já viram Curitibano num bar? Depois de um rabo de galo? Não existe criatura mais sociável. Sou curitibano nato, e posso garantir, grande parte dos meus amigos eu faço no bar. Na fila do banheiro, então, nem se fala.

Duas verdades:

Não existe Curitibano fechado, existe Curitibano que ainda não fez seu happy hour.

Não existe Curitibano fechado, existe Curitibano que está de ressaca do happy hour anterior, que se estendeu e foi até de manhã no gato preto.

Afinal, quem precisa de mar?

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Professora da RMC reúne voluntários e oferta aulas online gratuitas de preparação para o vestibular

Os altos índices de desistência nas escolas foi um dos fatores que motivou a criação do projeto voluntário

Em meio ao caos que vive a educação durante a pandemia, a professora e pedagoga, Thays Letícia Lemes Hoffmann , de 26 anos, teve uma ideia para ajudar alunos de baixa renda que vão prestar vestibular. Ela criou um grupo que reúne professores voluntários para ofertar aulas online e completamente gratuitas.

Thays, que é moradora de São José dos Pinhais e leciona há quatro anos, decidiu desenvolver o projeto voluntário após se dar conta dos altos índices de desistência nas escolas. “Estamos em um momento atípico na educação, com grande índice de desistência, principalmente de alunos de escolas públicas. Eles estão desmotivados e não estão tendo um suporte dos professores. A minha ideia foi montar esse grupo para os professores darem esse auxílio”, explicou ela.

Há aulas todos os dias através de uma plataforma online. Os alunos interessados devem preencher um formulário para fornecer informações como suas principais dificuldades, cursos de interesse no vestibular, entre outras.

Além do caos na educação, o preço dos cursinhos pré-vestibular foi outra motivação para a criação do projeto. “Quando eu saí do ensino médio, eu queria fazer um cursinho pré-vestibular, mas não estava no meu alcance, era caro. E eu queria levar essa qualidade de ensino para muitos outros alunos de forma gratuita”, afirmou Thays que revelou ter sido grande a procura pelas aulas do grupo após uma publicação no Facebook.

Pelo o que depender da professora da Região Metropolitana de Curitiba, a iniciativa deve ter vida longa e não ser apenas algo pontual em um momento de dificuldades no setor. Os professores e alunos interessados em participar do projeto podem entrar em contato pelo telefone 41 99743-7498 e acessar o perfil no Instagram “Mentores Voluntários” clicando aqui.

Informações Banda B.

Bar de Curitiba terá cardápio inspirado no Halloween

Até dia 3 de novembro, todas as unidades do bar e restaurante Tex-mex em Curitiba celebram Halloween e Dia de los Muertos com cardápio e promoções exclusivos para o período

O período de Halloween e Dia de Los Muertos começa mais cedo este ano no Mustang Sally. A partir desta semana até 3 de novembro, todas as unidades do bar e restaurante Tex-Mex estão com um cardápio especialmente criado para a ocasião, além da decoração especial nas casas e trilha sonora cuidadosamente selecionada. As equipes do Mustang Sally também entram no clima, com divertidas caracterizações. Confira a seguir as gostosuras e travessuras criadas para agradar os mais diferentes paladares nesta edição.

Dentre os drinks desenvolvidos especialmente para a ocasião, estão duas novidades para saltar aos olhos. A Sangria Sombria, feita com uma fumegante e borbulhante poção com frutas vermelhas, grenadine, morango, limão, laranja, vinho seco e soda (R$22,90). E a Margarita Macabra, um delicioso “veneno para a mesmice”, feita com ingredientes secretos e uma mistura mágica de cranberry e gengibre (R$31,00).

Foto: Divulgação

Já dentre os Burgers, vale conferir o Monster Burger, feito com pão preto, dois suculentos hambúrgueres de short ribs de 130g cada, fatias de bacon, queijo prato, queijo cheddar e maionese especial Mustang Sally (R$39,90). Este novo prato está disponível em todas as unidades do Mustang Sally, incluindo a Express Pátio Batel. Já os novos drinks são exclusivos das unidades diners, localizadas no Batel e nos shoppings Mueller e Palladium.  

Foto: Divulgação

E mais: na compra de um Ultime Nachos mais uma bebida, o cliente ganha uma máscara de Halloween colecionável. São 4 divertidas opções para entrar no clima e guardar para a história. Vale destacar que esta ação não é cumulativa com outras promoções da casa.

Serviço

Halloween e Dia de los Muertos no Mustang Sally

Quando: Diariamente até 3 de novembro

Mustang Sally Batel: Rua Cel. Dulcídio, 517 (esq. com D. Pedro II) – Batel. Mais informações: (41) 3018-8118.

Mustang Sally Shopping Mueller: Shopping Mueller Praça de alimentação (Piso G1). Avenida Cândido de Abreu, 127 – Centro Cívico. Mais informações: (41) 3077-3772.

Mustang Sally Shopping Palladium: Shopping Palladium Boulevard de restaurantes (Piso L3). Avenida Presidente Kennedy, 4121 – Portão. Mais informações: (41) 3212-3772.

Mustang Sally Express Shopping Pátio Batel: Av. do Batel, 1868 – Batel, Curitiba (PR). Informações pelo telefone: (41) 3512-6314.

Site: www.mustangsally.com.br

Facebook e Instagram: @mustangsallybar