Curitiba investiga seis casos suspeitos de coronavírus

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) atualizou na tarde desta segunda-feira (2/3), o número de casos suspeitos de infecção humana pelo novo coronavírus (COVID-19) em Curitiba. Atualmente a SMS investiga seis casos, quatro deles são novos.

Dois dos quatro casos anunciados na última sexta-feira (27/2), em que as pessoas viajaram por regiões da Itália, país com grande circulação da doença, foram descartados por exames laboratoriais. Os outros dois seguem em investigação, são dois homens um de 41 anos e o outro de 42 anos.

Entre os novos casos uma jovem de 21 anos que também esteve em viagem na primeira quinzena de fevereiro para a Itália. Ela foi atendida por um serviço de saúde privado e segue em isolamento domiciliar voluntário, enquanto aguarda o resultado dos exames.

França 

Nos outros três casos em investigação o destino de viagem foi a França, país que já tem registro de transmissão local. Entre eles um homem de 20 anos que foi atendido em serviço em serviço de saúde da rede privada. Uma mulher de 51 anos, também atendida na rede privada e uma mulher de 25 anos que buscou atendimento em hospital credenciado à rede pública de saúde. As três pessoas apresentaram sintomas semelhantes a uma gripe, como febre, tosse, coriza. 

Em todos os casos suspeitos houve coleta de amostras para exames laboratoriais. Os materiais coletados foram encaminhados para o Laboratório Central do Estado do Paraná (Lacen) e a secretaria aguarda os resultados. 

Atualmente as seis pessoas seguem em isolamento domiciliar voluntário. Em apenas um dos casos, o homem de 42 anos, houve necessidade de internamento por infecção pulmonar, mas ele já recebeu alta.

Os pacientes de casos suspeitos são monitorados diariamente por telefone para acompanhamento da evolução do quadro de saúde.

A secretaria solicita ainda que eles informem a relação das pessoas com quem tiveram contato próximo desde o início dos sintomas. Elas também serão monitoradas.

Para o direto do Centro de Epidemiologia da SMS o aumento do número de casos suspeitos era esperado, uma vez que agora é critério para ser considerado suspeito a passagem não só pela China, mas também em outros quinze países com registro de transmissão local da doença (veja abaixo). 

 “Com a circulação da doença inclusive em países da Europa, destinos de grande número de turistas é natural que haja o aumento no número de casos suspeitos, principalmente pelo fato de os sintomas serem comuns à várias outras infecções respiratórias”, esclarece Oliveira.

Perguntas e respostas sobre o coronavírus

Definição de caso suspeito

A infecção respiratória é causada por um novo vírus, portanto o comportamento e evolução dos casos está sob constante monitoramento das autoridades nacionais e internacionais de saúde.

Até o momento são considerados casos suspeitos pessoas com febre acompanhada de sintomas respiratórios – febre, tosse, coriza, dor de garganta, dor no corpo, dor de cabeça, batimento de asa nasal, dificuldade para respirar – , associados à histórico de viagem nos últimos 14 dias antes do início dos sintomas para área com transmissão local, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Ou ainda os mesmos sintomas de infecção respiratória relacionado a contato próximo – estar a aproximadamente dois metros de distância, dentro da mesma sala ou área de atendimento, por período prolongado – de pessoas com caso suspeito ou confirmado para o coronavírus (COVID-19).  

Atualmente a lista de países que são critérios para investigação como caso suspeito tem dezesseis países –  China, Austrália, Coréia do Sul, Coréia do Norte, Camboja, Filipinas, Japão, Malásia, Vietnã, Singapura, Tailândia, Itália, Alemanha, França, Iran e Emirados Árabes Unidos.

Como prevenir

O coronavírus pode ser transmitido de forma semelhante à influenza ou outros vírus respiratórios, pelas gotículas respiratórias, por tosse e espirros em curta distância ou pelo contato com objetos contaminados pelo vírus.

• Higienizar as mãos com frequência com água e sabonete líquido ou formulação alcóolica a 70%, principalmente antes de consumir algum alimento.
• Utilizar lenço descartável para higiene nasal.
• Cobrir nariz e boca (pode ser com o cotovelo ou com lenços descartáveis) quando espirrar ou tossir.
• Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca e sempre higienizar as mãos após tossir ou espirrar.
• Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos, garrafas, canudos, cigarros ou batons.
• Manter ambientes bem ventilados, evitar contato próximo com pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doença.
• Evitar contato próximo com animais silvestres e animais doentes em fazendas ou criações.
• Pessoas com sintomas de infecção respiratória aguda devem praticar etiqueta respiratória (cobrir a boca e nariz ao tossir e espirrar, preferencialmente com lenços descartáveis e após higienizar as mãos).

Trufas frescas estrelam festival no Marcondes Cozinha Autoral

Ingredientes de alto padrão costumam ser ponto de destaque em restaurantes de alta gastronomia. Insumos raros, preparados com excelência de forma criativa são celebrados nas maiores cozinhas do mundo. E um dos itens mais celebrados, a trufa, estrela um festival completo no Marcondes Cozinha Autoral. Ao invés de usar pastas e cremes de trufa, mais comuns de encontrar, a casa tem um menu completo que leva trufas frescas vindas direto da Itália. O menu sai a R$ 159 por pessoa e começa a ser servido a partir desse sábado (05/11), por tempo limitado.

Iniciando a sequência, o couvert tem Pão feito no vapor com manteiga trufada, e a entrada conta com Bocado de pasta e sálvia, umamassa grano duro com molho cremoso de sálvia. Como prato principal, o cliente pode escolher entre quatro opções. Uma delas é o Mignon ao molho de mostarda apresentado com risoto milanês e finalizado com trufas frescas. Já o Entrecot tem nhoque ao molho de vinho Barolo e finalizado com as trufas.

Uma terceira pedida é o Fettuccine artesanal ao molho pesto e espuma de parmesão, que leva as trufas frescas na finalização. Já a quarta escolha apresenta uma Polenta cremosa com ragu de ossobuco, finalizados com as trufas frescas. Na sobremesa, a sequência leva Zabaglione com sorvete de café.

As trufas frescas têm procedência garantida pela ÉlEat Tartufi, uma das fornecedoras de destaque na região de Piemonte, no norte italiano. As trufas, de aroma marcante, são raras, crescendo na comuna de Alba. São colhidas à noite para garantir o frescor característico. O Festival de Trufas Frescas do Marcondes Cozinha Autoral acontece por tempo limitado. O menu com couvert, entrada, prato principal e sobremesa sai a R$ 159,90 por pessoa. A casa abre de segunda a sábado para jantar, às 18h30, e para almoço de sábado, das 11h30 às 15h30. O Marcondes funciona na R. Recife, 220 – Cabral. Mais informações no perfil oficial do restaurante no Instagram (@marcondesrestaurante). Reservas por WhatsApp (41) 3205-4982.

Happy Hour no ST 444 Batel: de terça a domingo, restaurante italiano-mediterrâneo oferece opções exclusivas de porções

O St 444 Batel, empreendimento gastronômico que atua no segmento italiano-mediterrâneo, está lançando um menu de porções exclusivas para o Happy Hour, que acontece de terça a domingo, das 16h às 20h, para preencher as noites curitibanas com muito sabor.

O novo cardápio com porções exclusivas para o horário de Happy Hour mantém os ingredientes característicos da gastronomia mediterrânea mas com um toque de refinado sem perder a facilidade que as porções precisam no momento do consumo.

As opções formam um menu completamente irresistível. Para os apaixonados por crocância, o restaurante oferece frutos do mar – mais especificamente a lula, camarão e iscas de peixe – empanados na farinha panko acompanhados de molho especial da casa, além da versão do requintado polvo à grega, regado a azeite de oliva e condimentado com sal grosso, páprica picante e acompanhado de pequenas fatias de pão.

Para os fãs dos clássicos, uma boa pedida pode ser as batatas rústicas que vêm acompanhadas com molho de páprica picante. Aos que preferem a maciez e suculência marcante das carnes bovinas, têm a opção de degustar a fraldinha na mostarda e/ou o entrecôte – também conhecido como bife ancho –, este último acrescido de farofa crocante e chimichurri. No horário de Happy Hour, os pratos presentes no menu comum não estarão disponíveis.

Para acrescentar uma dose de personalidade brasileira à refeição, o chopp Pilsen de 300ml chega – bem gelado – à mesa por apenas R$10; os valores variam de R$29 a R$49 por porção.

SERVIÇO

Happy Hour no ST 444 Batel

Onde: Alameda Presidente Taunay, 444 – Curitiba – PR

Quando: de terça a domingo, das 16h às 20h

Como: (41) 3044-0444

Instagram: @st444batel

Fotos: Rafael Ribeiro.