Covid: Curitiba vacina parte do grupo de 66 anos nesta segunda-feira

Curitiba recebeu na última quinta-feira (8) nova remessa da vacina que imuniza contra o novo coronavírus. Foram entregues ao município 45.410 novas doses da Coronavac/Instituto Butantan e também da AstraZeneca.

Do total do novo lote, 26.975 doses foram direcionadas pelo Plano Nacional de Imunização (PNI) para aplicação da segunda dose no público prioritário de 79 a 70 anos, calendário que já está em andamento.

Primeira dose

Para a primeira aplicação são 18.435 doses de imunizantes, das quais  200 são destinadas a imunização dos trabalhadores das forças de segurança, mediante agendamento. Deste total, a secretaria vai reservar 4.790 doses de CoronaVac serão usadas para reposição da segunda aplicação.

As 13.445 doses restantes são destinadas a imunização de idosos pertencentes à faixa etária entre 69 a 65 anos – cuja parcela até 67 anos já recebeu a primeira imunização. 

Com essas doses, serão imunizados na próxima segunda-feira (12), pessoas com 66 anos completos nascidas entre 1º de janeiro e 30 de junho.

Ainda na segunda-feira a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) fará um balanço do estoque para avaliar a possibilidade de avanço do calendário de imunização. A estimativa é de que há em Curitiba 15 mil pessoas no grupo de 66 anos completos.

Reposição de estoque

As 4.790 doses de CoronaVac serão usadas para reposição da segunda aplicação pois na oitava remessa de imunizantes do Instituto Butantan entregues ao município (recebida em março), foi identificado rendimento inferior dos frascos, ao invés de 10 doses os frascos estavam rendendo 9 doses, a situação já foi notificada para o Ministério da Saúde.

Das 84.540 doses registradas como entregues na remessa renderam 77.767 doses aplicadas, o que gerou um déficit de 6.773 doses que foram utilizadas do estoque de segunda aplicação.

Trabalhadores de Saúde

Em decorrência da limitação de doses, com o novo lote não será possível a retomada da imunização dos trabalhadores de saúde. Foram imunizados até a última quarta-feira (7), 60.481 profissionais de saúde. Há uma divergência entre a estimativa populacional para esse grupo entre o Plano Estadual (60.332) e Municipal (89.801), com isso as doses recebidas até o momento destinadas a esse público foram insuficientes.

 A Prefeitura já está em tratativa com o Ministério da Saúde para o ajuste do público alvo e envio de novas remessas para a imunização dos trabalhadores de saúde que ainda não foram imunizados.

“O prefeito, Rafael Greca fez uma reunião virtual com o novo Ministro para fazer esse apelo, o ministro se comprometeu a analisar os dados para resolver essa divergência na estimativa populacional dos trabalhadores da saúde de Curitiba”, disse a secretária Municipal da Saúde, Márcia Huçulak.

Serviço

Vacinação nesta segunda-feira, 12 de abril

  • 66 anos completos nascidos entre 1º de janeiro e 30 de junho: segunda-feira, 12 de abril.

Pontos de vacinação para idosos

LOCAIS FIXOS

Das 8h às 18h. 

1 – Pavilhão da Cura
Parque Barigui

2 – US Salvador Allende
Rua Celeste Tortato Gabardo, 1.712 – Sítio Cercado

3 – US Parigot de Souza
Rua João Eloy de Souza, 11

4 – US Vila Diana
Rua René Descartes, 537 – Abranches

5 – US Jardim Paranaense
Rua Pedro Nabosne, 57 – Alto Boqueirão

6 – US Visitação
Rua Dr. Bley Zornig, 3136 – Boqueirão

7 – US Camargo
Rua Pedro Violani, 364 – Cajuru

8 – US Uberaba
Rua Cap. Leônidas Marques, 1392 – Uberaba

9 – Clube da Gente CIC
Rua Hilda Cadilhe de Oliveira

10 – US Ouvidor Pardinho
Rua 24 de Maio, 807 – Praça Ouvidor Pardinho

11 – US Vila Feliz
Rua Pedro Gusso, 866 – Novo Mundo

12  – US Aurora
Rua Theofhilo Mansur, 500 – Novo Mundo

13 – US Pinheiros
Rua Joanna Emma Dalpozzo Zardo, 370 – Santa Felicidade

14- Rua da Cidadania do Tatuquara
Rua Olivardo Konoroski Bueno, s/n

15 – Rua da Cidadania do Fazendinha
Rua Carlos Klemtz, 1.700

16 – Paróquia Santo Antônio – Boa Vista (entrada pela Av. Paraná). 


DRIVE-THRU

Das 8h30 às 16h30. 

1 – Pavilhão da Cura – Parque Barigui (entrada somente pela BR-277)
2 – Estacionamento do Santuário Nossa Senhora do Carmo – Boqueirão (entrada pelo segundo portão do estacionamento, pel
 Rua Frederico Maurer)
3 – Paróquia Santo Antônio – Boa Vista (entrada única pela Rua Geraldo Gustavo Oscar Mueller). 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sancionada lei que isenta pagamento de outorga de taxistas e transportadores escolares em Curitiba

O prefeito Rafael Greca sancionou, nesta quarta-feira (5), dois projetos de lei que vão ajudar a compensar as perdas econômicas geradas pela pandemia de covid-19 a taxistas e transportadores escolares. As medidas terão um impacto de R$ 4,3 milhões e beneficiarão diretamente 2.775 taxistas e 975 transportadores escolares. As leis devem ser publicadas ainda hoje no Diário Oficial no município.

A lei nº 15.835 permite a remissão da cobrança de outorga para taxistas e do preço público para transportadores escolares referentes ao exercício de 2020.

“Esses dois setores foram duramente afetados pela pandemia. Os taxistas, com a redução de circulação de pessoas, e os transportadores escolares com a suspensão das aulas presenciais”, diz o prefeito.

O valor da outorga para táxi é de R$ 1.350 e para transporte escolar é de R$ 640. Os operadores que eventualmente fizeram o pagamento do preço público e de outorga, referente a 2020, ou que efetuaram parcelamento dos débitos referentes a esse período, terão o valor convertido em crédito referente ao exercício financeiro de 2022. A forma de compensação será regulamentada em breve.

A  lei nº15.834, por sua vez, prevê um crédito suplementar de R$ 4,3 milhões à Urbanização de Curitiba (Urbs), proveniente do superávit financeiro de 2020, que irá ser usado para compensar o perdão dos débitos. O aporte terá validade até 31 de dezembro de 2021.

Os dois projetos de lei foram aprovados por unanimidade nessa semana pela Câmara Municipal de Curitiba (CMC). Encaminhados ao Legislativo no último 12 de abril, eles foram votados em regime de urgência. Nesta quarta-feira, foi aprovado, em segundo turno, o projeto que cria o crédito suplementar de R$ 4,3 milhões.

Frente fria se aproxima e Curitiba deve ter máxima de apenas 14°C

Uma frente fria se aproxima de Curitiba e região metropolitana nas próximas horas e vai mudar a cara do clima na cidade, de acordo com o Sistema Meteorológico Simepar. Deve chover de forma fraca ou moderada no fim da tarde desta quinta-feira (6) e depois disso a temperatura cai bruscamente.

Segundo a previsão no site do Simepar, nesta sexta-feira a temperatura não deve passar dos 14°C, com mínima de 10°C. O meteorologista Lizandro Jacóbsen, do Simepar, disse que o tempo já mudou nas regiões Oeste (Cascavel) e Sul (União da Vitória).

“O tempo muda nesta quinta-feira, devido ao avanço de uma frente fria para o estado. Já nesta madrugada houve chuvas no Sul e Oeste do Paraná. No decorrer do dia, ela avança lentamente, afetando a área central (Ponta Grossa), leste (Curitiba e região) e Litoral do Paraná. Serão chuvas de fracas a moderadas nestas regiões”

Para Curitiba e região, o resfriamento acontecerá principalmente no período noturno. Depois de uma sexta que deve ser gelada, a temperatura vai subir gradativamente nos próximos dias.

Reprodução Simepar

Informações Banda B