Confira como foi a movimentação na reabertura do comércio de Curitiba

A manhã ensolarada foi de movimento de pedestres no centro comercial de Curitiba, no primeiro dia após a quarentena restritiva do Governo do Estado.

O fotojornalista Eduardo Matysiak percorreu o Calçadão da Rua XV de Novembro (antiga Rua das Flores) e adjacências.

As imagens mostram a população de todas as idades bem a vontade e em muitas situações não observando cuidados sanitários como usar máscara e manter distância social.

Com o fim da vigência do decreto do governador Ratinho Junior, Curitiba voltou a bandeira laranja, que permite algumas atividades comerciais, consideradas não essenciais.

O prefeito Rafael Greca informou que manterá o decreto 810/2020 até a formulação de um novo, que deve ocorrer ainda nesta semana.

Entre os comércios que puderam retornar as atividades estão shoppings, lojas de rua, galerias, restaurantes e lanchonetes, informa Guilherme Becker no RIC Mais.

Abaixo o álbum produzido por Eduardo Matysiak

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curitiba possui mais de 16.400 recuperados

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) registrou nesta quarta-feira (5/8) mais 27 novos óbitos de moradores da cidade infectados pelo novo coronavírus, o maior número em um dia desde o início da pandemia, em março. Oito deles ocorreram nas últimas 48 horas, outros 19 aconteceram entre os dias 15 de julho e 3 de agosto. Com isso, são 647 mortes causadas pela covid-19.

As novas vítimas fatais tinham idade entre 43 e 90 anos, 15 eram homens e 12 eram mulheres. Entre as vítimas, 23 estavam internadas em hospitais públicos e privados. Outros quatro eram óbitos em investigação.

Cinco das novas vítimas tinham idade abaixo de 60 anos, apenas um desses não apresentava fatores de risco para complicações da covid-19. 

Novos casos

O boletim mostra ainda 733 novos casos do novo coronavírus em moradores da cidade. Até agora, 22.303 pessoas testaram positivo para a covid-19 desde o início da pandemia.

Dessas, 16.421 pessoas estão liberadas do isolamento e sem sintomas da covid-19. Já o total de casos ativos na cidade é de 5.235. Esse é o número de pessoas com potencial de transmissão do vírus. 

Há ainda outros 657 casos em investigação, aguardando resultado de exames.

Entre os casos confirmados, 494 pacientes estão internados em hospitais públicos e privados da capital paranaense, 213 deles em UTIs.

UTIs do SUS

Nesta quarta-feira, a taxa de ocupação das 345 UTIs do SUS exclusivas para covid-19 é de 88%. Todos os pacientes que deram entrada no internamento com quadro de síndrome respiratória aguda grave vão para os leitos exclusivos covid-19 e não apenas os casos confirmados de covid-19. Há 42 leitos de UTI do SUS livres em hospitais de Curitiba.

Números da covid-19 em Curitiba em 5 de agosto

733 novos casos
27 novos óbitos

Números totais

Confirmados – 22.303
Investigação – 657
Recuperados – 16.421
Óbitos – 647

Curitiba em luto pelo falecimento do inspetor Odgar Nunes Cardoso da Guarda Municipal

A Prefeitura de Curitiba decretou luto oficial de três dias pelo falecimento do inspetor Odgar Nunes Cardoso, superintendente da Defesa Social, nesta quarta-feira (5/8).

O prefeito Rafael Greca e as equipes da Secretaria Municipal de Defesa Social e Trânsito e da Guarda Municipal de Curitiba lamentaram a morte de Odgar, em decorrência de complicações provocadas pela covid-19.

Natural de Júlio de Castilhos (RS), Odgar tinha 60 anos. Deixa a esposa, Silvia Zoraski, e dois filhos, Helena e Lucas. 

Trajetória

Aposentado após 31 anos de trabalho na Guarda Municipal de Curitiba, órgão do qual foi o principal diretor em duas ocasiões – entre 2010 e 2012 e entre 2017 e 2019 -, Odgar ocupava a função de superintendente da Defesa Social desde setembro de 2019. 

“Servidor impecável de Curitiba, Odgar fez da Guarda Municipal uma brilhante trajetória profissional ao lado de sua mulher, Silvia Zoraski, dedicada mãe de seus filhos”, destacou o prefeito. 

“Tive a honra de contá-lo entre meus grandes amigos. Margarita e eu nos colocamos em oração para que sua passagem à casa do Senhor se dê à luz dos Anjos e o ao som de cânticos de Glória.”

Biografia

Odgar foi um dos principais protagonistas da construção e do desenvolvimento da Guarda Municipal de Curitiba. Ingressou na primeira turma da corporação, em 1988, após trocar o Rio Grande do Sul pela capital paranaense.

Tornou-se supervisor da Guarda Municipal no ano de 1994 e inspetor em 2004. Antes de ingressar na GM, foi sargento do Exército. Desde setembro de 2019, era superintendente da Defesa Social. 

“Uma pessoa muito querida, muito parceira, empenhada em garantir a segurança de toda população e que não media esforços para o trabalho. Nesses três anos juntos, se tornou um grande amigo. Eu lastimo a perda de um amigo, além de profissional exemplar”, afirmou o secretário municipal de Defesa Social e Trânsito, Guilherme Rangel.

O superintendente da Guarda Municipal, Carlos Celso dos Santos Junior, também se manifestou sobre a morte do colega e amigo, com quem conviveu ao longo das três últimas décadas.

“É um momento muito triste e doloroso, de perda de um profissional e amigo de tanto tempo. Que Deus conforte a família”, disse o superintendente da Guarda Municipal.